A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROPOSTA PEDAGÓGICA. NOSSA MISSÃO: A educação não é um ato isolado, não é um ato focal, é um processo de humanização, é mais amplo que transmitir conhecimento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROPOSTA PEDAGÓGICA. NOSSA MISSÃO: A educação não é um ato isolado, não é um ato focal, é um processo de humanização, é mais amplo que transmitir conhecimento."— Transcrição da apresentação:

1 PROPOSTA PEDAGÓGICA

2 NOSSA MISSÃO: A educação não é um ato isolado, não é um ato focal, é um processo de humanização, é mais amplo que transmitir conhecimento. Porém, isto só será real se a família e a escola caminharem na mesma direção. Fátima Dowbor

3 SÍNTESE Horários Tarefas de Casa Projeto de Leitura Oficinas de Aprendizagem Avaliações / Médias / Recuperação Orientações Gerais Projetos

4 Horários de provas: MATUTINO: 6º ano, 7º ano e 8º ano: todas as terças- feiras nos primeiro e segundo horários (no horário de aula). VESPERTINO: 9º ano: todas as sextas-feiras, à tarde, das 14h30min. às 18h, nesta unidade.

5 TAREFAS DE CASA: Caderno de exercícios bimestral Atividades semanais OBJETIVO: FORMAR O HÁBITO DE ESTUDO, DIÁRIO, EM CASA.

6 PROJETO TAREFA DE CASA FUNÇÕES DA ESCOLA SISTEMATIZAR A QUANTIDADE DE TAREFA DIÁRIA, DATAS E CORREÇÕES DO MATERIAL DE ESTUDO.

7 PROJETO TAREFA DE CASA FUNÇÕES DA FAMÍLIA ORGANIZAR UM ESPAÇO TRANQÜILO, BEM ILUMINADO E AREJADO PARA O ESTUDO, ORIENTAR E ACOMPANHAR SISTEMATICAMENTE.

8 PROJETO TAREFA DE CASA A VERIFICAÇÃO É FEITA INDIVIDUALMENTE, A CORREÇÃO É COLETIVA. O ALUNO DEVERÁ APRESENTAR A TAREFA REALIZADA NA ÚLTIMA AULA, DA DISCIPLINA, NA SEMANA. (VERIFICAR HORÁRIO)

9 PROJETO DE LEITURA Principal objetivo: incentivar a formação de leitores. Recurso rodízio - o aluno adquire um livro e lê até quatro em cada bimestre. Excepcionalmente, neste bimestre, os alunos do 6º anos poderão ler até seis livros.

10 CRITÉRIOS DE INDICAÇÃO O OBJETIVO É CONTEMPLAR VARIEDADES DE ESTILOS PARA ATENDER TODOS OS INTERESSES, DENTRE ELES: 1.IDADE - Motivação 2.MENSAGEM 3.VALOR 4.PROJETO ANUAL

11 OFICINAS DE APRENDIZAGEM As OFICINAS DE APRENDIZAGEM são aulas planejadas com base nos conteúdos prioritários de cada bimestre, oferecidas em ritmo intensivo, para motivar e envolver o aluno na atmosfera do que está sendo estudado. Ao término da oficina o aluno faz uma avaliação de recuperação.

12 AVALIAÇÕES

13 TIPOS DE AVALIAÇÕES DIAGNÓSTICA – SONDAR FORMATIVA – AVALIAR SOB DIVERSAS HABILIDADES SOMATIVA – IDENTIFICAR, DE FORMA REGISTRADA, A ABSORÇÃO DOS CONTEÚDOS TRABALHADOS DURANTE CADA BIMESTRE

14 A NOTA BIMESTRAL É COMPOSTA DE: SOMATIVA PAC – Programa da Avaliação Contínua

15 AVALIAÇÃO SOMATIVA Avaliação Somativa – Tradicional: duas de cada disciplina por bimestre (S1 e S2), provas escritas, data e horário determinados. Valor 10,0

16 AVALIAÇÃO CONTÍNUA ( sem data marcada ) DIAGNÓSTICA – Investigar conteúdos que são pré-requisitos. VALOR: 10,0 FORMATIVA - Avaliar sob diversas habilidades. VALOR: 10,0 PAC Programa de Avaliação Contínua

17 SIMULADO – 9º ANO VALERÁ COMO UMA ATIVIDADE DO PAC; VALOR: 10,0; NÚMERO DE QUESTÕES: 65 DATAS DOS SIMULADOS: 1º BIMESTRE: 04/04 (SÁBADO) 2º BIMESTRE: 06/06 (SÁBADO) HORÁRIO: 8h às 12h.

18 COMO CALCULAR A MÉDIA BIMESTRAL? MB= S1+S2+PAC 3 Exemplo: MB= 8,0 + 6,0 + 4,0 = 6,0 3

19 MÉDIA BIMESTRAL A MÉDIA PARA APROVAÇÃO BIMESTRAL É 7,0 ( SETE )

20 AVALIAÇÃO DE RECUPERAÇÃO A NOTA DA AVALIAÇÃO DE RECUPERAÇÃO SUBSTITUI AS NOTAS DA AVALIAÇÃO SOMATIVA (S1 E S2). NÃO HÁ RECUPERAÇÃO PARA A NOTA DO PAC.

21 COMO CALCULAR A MÉDIA DA RECUPERAÇAO? MR = REC + REC + PAC 3 Exemplo: O aluno ficou de recuperação em Gramática, fez a prova e tirou 7,5. No PAC ele tem 6,0, portanto: MR = 7,5 + 7,5 + 6,0 = 7,0 3

22 Matérias compostas por duas ou mais disciplinas: LÍNGUA PORTUGUESA: Gramática Literatura Redação Análise Textual Interdisciplinar MATEMÁTICA Matemática I Matemática II ( 8º e 9º) Matemática III ( cálculo ) CIÊNCIAS (9º ano): Química Física Soma as 4 frentes e divide por 4 Cada uma vale: 10,0 Soma as 3 frentes e divide por 3 Cada uma vale: 10,0 Soma as 2 frentes e divide por 2 Cada uma vale: 10,00

23 COMO CALCULAR A MÉDIA ANUAL? MA= MB1 + MB2 + MB3 + MB4 4 Passar sem Prova Final => MA = 7,0

24 COMO CALCULAR A MÉDIA FINAL? MF = MA + PF ( PROVA FINAL ) 2 PARA A APROVAÇÃO ANUAL A MÉDIA FINAL É 5,0

25 NÃO CONFUNDA!! MÉDIA BIMESTRAL MÉDIA ANUAL MÉDIA FINAL O PROCESSO É DIFERENTE PARA CADA ETAPA.

26 ORIENTAÇÕES GERAIS Atrasos constantes Interrupções em sala – Entrega de material Presença de pais na porta da sala de aula Uniforme

27 ORIENTAÇÕES GERAIS Precedências de entregas nas datas de PAC Acompanhamento – Portal Educacional Atenção para as datas de entrega das notas

28 - Ativação da resiliência – combate ao bullying - Educação socioambiental - Resgate da Língua Portuguesa PROJETOS

29

30 O que é resiliência? Vamos pensar numa borracha. Quando exercemos alguma pressão sobre ela e a soltamos ela volta ao seu estado normal.

31 PESSOAS RESILIENTES Há pessoas assim... Capazes de sofrerem pressões, cobranças e/ou passarem por situações conflituosas e voltarem ao seu estado normal.

32 CAPACITAR NOSSOS ALUNOS PARA O ENFRENTAMENTO DE ADVERSIDADES PARA TORNAREM –SE ADULTOS COMPETENTES CAPAZES DE AMAR, DIVERTIR-SE PRODUZIR E TER EXPECTATIVA DE FUTURO OTIMISTA E DAR SENTIDO À SUA EXISTÊNCIA. OBJETIVO GERAL

33 ESQUEMA DO PROJETO: Foi dividido em 3 fases: FASE 1 Reflexões Por que trabalhar este tema? FASE 2 Referencial Teórico O que é resiliência? FASE 3 Ação Como trabalhar?

34 ESQUEMA DO PROJETO: Foi dividido em 4 blocos: 1 – A FAMÍLIA 2 – A ESCOLA 3 – O PROFESSOR 4 – O ALUNO Com metas e ações específicas para cada segmento.

35 SER RESILIENTE É... O Ser resiliente é aquele que decidiu interpretar a adversidade como uma circunstância e um aprendizado da vida e escolheu a inteligência e a esperança em vez da vitimização e do desespero. Eduardo Carmello,

36

37 JUSTIFICATIVA O Projeto de Língua Portuguesa origina-se para atender uma necessidade que emerge na sociedade em preparar, de forma eficiente, as nossas crianças e jovens para o bom uso da linguagem.

38 OBJETIVO GERAL META META – Exercer, sem bloqueios, a capacidade natural de utentes da língua atuando lingüisticamente de modo eficiente em suas especificidades na leitura, fala e escrita.

39 CONVITE Convidamos todos os profissionais da EQUIPE ÁVILA e família para trabalharem de forma patriota a Língua Portuguesa, como garantia de sustentabilidade da identidade nacional.

40 Vento Contra é pra gente voar...

41 Você já viu uma pipa voar a favor do vento?

42 Claro que não.

43 Por mais frágil que seja, de papel de seda e taquara, nenhuma se dá ao exercício fácil de voar, levada suavemente pelas mãos de alguma corrente.

44 Elas metem a cara. Vão em frente.

45 Têm dessa vaidade de abrir mão de brisa e preferir a tempestade. Como se crescer e subir fosse descobrir em cada vento contrário uma oportunidade.

46 Como se viver e brilhar fosse ter a sabedoria de ver uma lição em cada dificuldade.

47 O exercício da liberdade é complexo e fundamental em nossas vidas.

48 Como as pipas, só podem alçar vôos mais altos se a nos prender no solo, tivermos um fio resistente e mãos hábeis que nos manipulem com acerto.

49 Tais instrumentos são as responsabilidades e o bom-senso.

50 E só fazendo uso de tais ferramentas que dirigem e orientam o nosso vôo, podemos ter certeza que estamos fazendo bom uso da liberdade que nos é concedida.

51 , É a segurança de que a pipa precisa para subir... subir... Assim o limite para os nossos passos não é o espaço que nos rodeia, mas o comprimento do fio que nos prende ao solo

52 ou seja, a certeza que possuímos e de que estamos utilizando nossa liberdade de acordo com as normas que nos ditam o bom senso e a responsabilidade que já adquirimos.

53 Muitas vezes os olhos nos enganam. Não basta vermos, é preciso enxergarmos além.

54 No fundo, no fundo, todo mundo deveria aprender na escola a empinar pipas, pandorgas ou raias.

55 Para entender, desde cedo, que Deus só lhes dá um céu imenso porque elas têm condições de alcançá-lo.

56 Assim como nos dá sonhos, projetos e desejos, quando possuímos os meios de realizá-los.

57 De tempos em tempos, voltaríamos às salas de aula das tardes claras só para vê-las, feito bandeiras, salpicando o céu azul.

58 Assim, compreenderíamos de uma vez por todas, que pipas são como pessoas e empresas bem sucedidas: usam a adversidade para subir às alturas. (Adaptado de Maktub – 1872 e autor desconhecido)

59 OBRIGADA POR NOS CONFIAR A EDUCAÇÃO DO SEU MAIOR PATRIMÔNIO EQUIPE ÁVILA


Carregar ppt "PROPOSTA PEDAGÓGICA. NOSSA MISSÃO: A educação não é um ato isolado, não é um ato focal, é um processo de humanização, é mais amplo que transmitir conhecimento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google