A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROGRAMA AVES AVALIAÇÃO EXTERNA DAS ESCOLAS PROGRAMA AVES AVALIAÇÃO EXTERNA DAS ESCOLAS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROGRAMA AVES AVALIAÇÃO EXTERNA DAS ESCOLAS PROGRAMA AVES AVALIAÇÃO EXTERNA DAS ESCOLAS."— Transcrição da apresentação:

1 PROGRAMA AVES AVALIAÇÃO EXTERNA DAS ESCOLAS PROGRAMA AVES AVALIAÇÃO EXTERNA DAS ESCOLAS

2 PROVAS DE DIAGNÓSTICO

3 PROVAS DE DIAGNÓSTICO 2010/2011 MAPA RESUMO DISCIPLINA5º7º10º10º EP PORTUGUÊS 75.5 Resultado superior à média total (71.5) e ao das escolas do mesmo contexto (72.9) 54.3 Resultado superior à média total (49,3) e ao das escolas do mesmo contexto (51) 53.3 Resultado superior à média total (51.1) e ao das escolas do mesmo contexto (52) 42.8 Resultado superior à média total (38.3) e ao das escolas do mesmo contexto (38.9) MATEMÁTICA 62.0 Resultado superior à média total (58.9) e ao das escolas do mesmo contexto (59.8) 47.7 Resultado superior à média total (40.7) e ao das escolas do mesmo contexto (41.9) 65.5 Resultado superior à média total (57.6) e ao das escolas do mesmo contexto (56.1) 30.3 Resultado inferior à média total (34.8) e ao das escolas do mesmo contexto (36)

4 PROVAS DE DIAGNÓSTICO 2011/2012 (OUTUBRO) DECISÕES PEDAGÓGICAS e/ou ORGANIZACIONAIS DOS GRUPOS DISCIPLINARES PROVAS DE DIAGNÓSTICO 2011/2012 (OUTUBRO) DECISÕES PEDAGÓGICAS e/ou ORGANIZACIONAIS DOS GRUPOS DISCIPLINARES DISCIPLINARESULTADOSDIFICULDADES DETETADAS DECISÕES DO GRUPO DISCIPLINAR HISTÓRIA Superiores à média das escolas do mesmo contexto e à média total Tema 2 Definição de conceitos Memorização Continuar a desenvolver as competências específicas da disciplina Consolidar os conhecimentos relacionados com o Tema 2, Século XII Reforçar a definição e memorização dos conceitos fundamentais

5 AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA REGISTO DIACRÓNICO LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA REGISTO DIACRÓNICO LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO ANO LETIVOMANUEL LARANJEIRACONTEXTOGERAL 2010/ / /13

6 PROVAS DE CONHECIMENTO PROVA DATA REALIZAÇÃO ANO ESCOLARIDADE RECEÇÃO RESULTADOS ANÁLISE DOS DADOS DESTINATÁRIOS PLANOS MELHORIA CONHECIMENTO MAIO SETEMBRO SETEMBRO Direção Conselho Pedagógico Coordenadores de Departamento Delegados de Grupo Grupos Disciplinares Analisados os resultados em reuniões de grupo Preenchida uma ficha com as decisões pedagógicas e organizacionais que possam conduzir à melhoria dos resultados. L.PORT/PORTUGUÊS 6º, 9º, 12ºR, 12ºP MATEMÁTICA 6º, 9º, 12ºR, 12ºP HISTÓRIA 9º INGLÊS 9º CIÊNCIAS NATURAIS 9º

7 PROVAS de CONHECIMENTO – MAIO 2011 MAPA RESUMO DOS RESULTADOS PROVAS de CONHECIMENTO – MAIO 2011 MAPA RESUMO DOS RESULTADOS DISCIPLINA 6º ANO9º ANO12º ANO12º PROFISSIONAL MLCT CT CT CT PORTUGUÊS MATEMÁTICA * 25.1** 29.2* 31.8** 30.4* 34.2** ML: Escola Secundária Dr. Manuel Laranjeira C: Escolas do mesmo contexto sociocultural T: Totalidade de escolas no Programa (+ de 50) *Matemática – 100 horas **Matemática – 300 horas Sugere-se que os Grupos Disciplinares analisem cuidadosamente os resultados finais acima apresentados (média ponderada de todos os fatores que constituíram as provas) bem como os parciais obtidos em cada um dos fatores (ver documentação anexa). Deverão ser encontradas estratégias que permitam melhorar os resultados nos fatores/competências com piores classificações. Na primeira reunião de grupo deverá ser preenchido o Quadro de Interpretação dos Resultados e Decisões Subsequentes que será, logo depois, entregue à Diretora para análise posterior. Espinho, 29 de Setembro 2011

8 PROVAS DE CONHECIMENTO 2010/2011 (Maio) DECISÕES PEDAGÓGICAS e/ou ORGANIZACIONAIS DOS GRUPOS DISCIPLINARES PROVAS DE CONHECIMENTO 2010/2011 (Maio) DECISÕES PEDAGÓGICAS e/ou ORGANIZACIONAIS DOS GRUPOS DISCIPLINARES DISCIPLINARESULTADOSDIFICULDADES DETETADAS DECISÕES LÍNGUA PORTUGUESA/ PORTUGUÊS Superiores à média das escolas do mesmo contexto e à da totalidade das escolas nos 6º, 9º e 12º anos (Ensino Regular) Iguais à média total e aos da média das escolas do mesmo contexto no 12º ano (EP) Aperfeiçoamento de texto Funcionamento da língua Funcionamento da língua Manter as aulas de preparação para exame (9º ano) Reforçar as atividades de aperfeiçoamento de texto e de estudo do funcionamento da língua (9º ano) Será reforçada a abordagem do conteúdo de funcionamento da língua já que os alunos obtiveram uma prestação inferior à média (12º ano) Nos fatores /competências com piores classificações serão reforçadas as estratégias e medidas implementadas (EP)

9 9º ANO LÍNGUA PORTUGUESA REGISTO DIACRÓNICO 9º ANO LÍNGUA PORTUGUESA REGISTO DIACRÓNICO Ano M. LaranjeiraContextoGeral 2000/0143 % 39 % 2001/0247 %42 %41 % 2002/0341 %43 %41 % 2003/0443 % 42 % 2004/0541 %39 % 2005/0652 %47 % 2006/0751%46%47% 2007/0849 %48 % 2008/0951 %46 % Apenas no Texto Dramático os nossos alunos têm resultados (ligeiramente) inferiores a todos os colegas 2009/10 51%52%50% A escola obtém resultados inferiores aos de todas as escolas nos fatores Categorias Gramaticais, Estrutura da Frase, Tipologias Textuais e nas competências Aquisição e Aplicação. 2010/11 52%50%49% Apenas nos fatores Categorias Gramaticais, Oração e Tipologias Textuais a escola obtém resultados inferiores aos de todas as escolas 2011/12

10 PROVAS OCV PROVADATA REALIZAÇÃO ANO ESCOLARIDADE RECEÇÃO RESULTADOS ANÁLISE DOS DADOS DESTINATÁRIOSPLANOS MELHORIA OCV (Alunos ER/EP) Janeiro 7º, 9º, 10º, 12º Setembro Setembro Direção Coordenadoras DT Diretores de Turma Conselhos de Turma (Grupos Disciplinares) Temas tratados em Formação Cívica e DT/DTT

11 QUESTIONÁRIOS O. C. V. ENSINO REGULAR /2011 QUESTIONÁRIOS O. C. V. ENSINO REGULAR / Atitudes e Valores 2010/11 TolerânciaEcologiaSaúdeTransversalidade 7º9º10º12º7º9º10º12º7º9º10º12º7º9º10º12º Nós Contexto Total PONTOS FORTES Os resultados obtidos na Prova Opinião sobre a Escola são, este ano, claramente melhores dos que os obtidos no ano passado. Vários fatores (quais?) poderão ter contribuído para isso: a mudança para as novas instalações será, seguramente, um deles Os resultados obtidos na Prova Estratégias de Aprendizagem em todos os anos de escolaridade Os muito bons resultados obtidos no fator Raciocínio Abstrato (Feminino e Masculino) na Prova Competências de Raciocínio. PONTOS CRÍTICOS O fator Atividades vem obtendo classificações inferiores aos das escolas do mesmo contexto e também inferiores aos da totalidade de escolas no Programa. Este facto contradiz, de algum modo, a leitura que a escola faz do seu Plano Anual de Atividades. De que forma é que os alunos percecionarão as questões que constituem a prova? Estarão eles a interpretar corretamente o conceito Atividades?

12 O fator Ordem e Disciplina obtém, nos alunos do Ensino Secundário, maus resultados. SUGESTÕES Os Grupos Disciplinares e os Conselhos de Turma deverão discutir estratégias que permitam uma abordagem transversal de temas como a educação ambiental, educação para a paz, educação para a saúde e educação para a igualdade entre os sexos A questão Ordem e Disciplina poderá/deverá ser discutida com os alunos do Ensino Secundário na 3ª hora da Direção de Turma no sentido de se perceber as razões que levem a que a escola seja avaliada negativamente A Direção da escola, o Conselho Pedagógico e os Grupos disciplinares deverão debruçar-se sobre o fator Atividades e encontrar estratégias que permitam melhorar resultados nesta área e/ou modificar a forma como a questão é encarada pelos alunos 7 de Outubro de 2011

13 PROVAS OCV - ENSINO PROFISSIONAL REGISTO DIACRÓNICO PROVAS OCV - ENSINO PROFISSIONAL REGISTO DIACRÓNICO ATITUDES E VALORES Ano curricular: 10º ano Ano letivo Tolerância 60 % 57 % 58% 62% 61% Ecologia 56 % 49 % 52% 54% Saúde 81 % 75 % 74% 77% 74% Transversalidade 48 % 41 % 47% 52% 54%

14 ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO QUESTIONÁRIO PARA ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DATA DA REALIZAÇÃO RECEÇÃO RESULTADOS ANÁLISE DADOSDESTINATÁRIOPLANO MELHORIA Janeiro Início do ano letivo seguinte Direção Plano de Melhoria para os itens com piores resultados

15 INQUÉRITO AOS ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO (2011/2012) 2011/12 1. Funcionamento 5º7º9º10º12º10ºEP12ºEP Nós Contexto Total /12 2. Comunicação 5º7º9º10º12º10ºEP12ºEP Nós Contexto Total

16 NOTAS Os resultados são globalmente muito satisfatórios: em 35 combinações fator/ano de escolaridade a escola tem melhores resultados em 31 … Os resultados são significativamente melhores do que os do ano letivo anterior. De salientar que nos fatores Funcionamento da escola e preparação dos alunos e Disciplina (neles se centra muita da essência do trabalho de cada escola) os resultados são sempre melhores do que os das escolas do mesmo contexto e do que os da totalidade de escolas no Programa O fator Atividades apresenta resultados negativos em dois anos de escolaridade sendo, por isso, aquele em que os resultados são menos bons. De referir, no entanto o facto de, no ano letivo anterior esse fator ter sido avaliado negativamente em cinco dos anos de escolaridade. SUGESTÕES Dedicar especial atenção aos resultados de 5º ano nos fatores Comunicação com professores/diretores de turma e Informação e participação dos pais/encarregados de educação na vida escolar (Direção/Coordenadora DT/DT de 6º ano) Discutir a melhor forma de se conseguir que os resultados no fator Atividades se modifiquem (Direção/Coordenadora PAA / Conselho Pedagógico)

17 CLIMA ORGANIZACIONAL (Questionário para professores) CLIMA ORGANIZACIONAL (Questionário para professores) QUESTIONÁRIODATA REALIZAÇÃO RECEÇÃO RESULTADOS ANÁLISE DE DADOS DESTINATÁRIOSPLANO MELHORIA CLIMA ORGAZINACIONAL (Questionário para professores) Final do ano letivo Início do ano letivo seguinte Direção Plano de Melhoria para os itens com piores resultados

18 CLIMA ORGANIZACIONAL (Questionário a Professores) MAPA COMPARATIVO: 2010/ /2012 RESULTADOS GLOBAIS CLIMA ORGANIZACIONAL (Questionário a Professores) MAPA COMPARATIVO: 2010/ /2012 RESULTADOS GLOBAIS FATORES 2010/ /2012 MLTOTAL ESCOLAS MLTOTAL ESCOLAS RECURSOS DIREÇÃO DISCIPLINA INTERNA RELACIONAMENTOPESSOAL SISTEMA SOCIAL NÍVEL DE SATISFAÇÃO CLIMA DE TRABALHO EFICÁCIA PONTOS FORTES Melhores resultados em todos os fatores: em 2010/2011 em sete dos fatores o valor era inferior ao da totalidade de escolas do Programa; em 2011/2012 em três dos fatores a média é superior, em quatro é igual e só um fica ligeiramente abaixo dos alcançados pelas outras escolas Foi nos fatores Clima de Trabalho e Relacionamento Pessoal que se verificou maior progressão. Os valores no fator Nível de Satisfação são agora também significativamente melhores

19 Fator Direção (sendo verdade que uma análise mais detalhada dos dados permite identificar alguma contradição uma vez que, em vários indicadores, o seu trabalho é claramente valorizado) Consolidação dos bons resultados obtidos este ano em todos os outros fatores sobretudo agora que a escola vive um processo de agregação e novas e mais complexas dinâmicas irão, com toda a certeza, surgir. ASPETOS A MELHORAR

20 PROGRAMA AVES PONTOS FORTES Comparar resultados com os das escolas do mesmo contexto sócio-cultural e com os da totalidade de escolas no Programa Estabelecer Planos de Melhoria para os fatores/competências com piores resultados Obter dados importantes para a melhoria da qualidade do processo ensino/aprendizagem, dados esses que não são fornecidos nem pela avaliação interna nem pelos exames nacionais a que os alunos são submetidos (Provas OCV e Clima Organizacional, por exemplo) CONSTRANGIMENTOS/ASPETOS A MELHORAR Sobreposição do número de provas de conhecimento em alguns anos de escolaridade (Testes na avaliação interna, Provas intermédias, Exames Nacionais, Provas de Conhecimento do Programa AVES) Resistência de alguns professores Questões organizacionais que se prendem com o crescente número de alunos envolvidos no Programa (escola em processo de agregação)

21 PROGRAMA AVES AVALIAÇÃO EXTERNA DAS ESCOLAS PROGRAMA AVES AVALIAÇÃO EXTERNA DAS ESCOLAS


Carregar ppt "PROGRAMA AVES AVALIAÇÃO EXTERNA DAS ESCOLAS PROGRAMA AVES AVALIAÇÃO EXTERNA DAS ESCOLAS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google