A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TIC TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO AULA 1 Produção Acadêmica da Pós-Graduação Lato Sensu.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TIC TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO AULA 1 Produção Acadêmica da Pós-Graduação Lato Sensu."— Transcrição da apresentação:

1

2 TIC TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO AULA 1 Produção Acadêmica da Pós-Graduação Lato Sensu

3 Desenvolvimento Tecnológico. A Era do Conhecimento e da Informação. O papel estratégico do conhecimento e da inovação. O novo diferencial competitivo no Mundo Contemporâneo. Os recursos tecnológicos disponíveis. O Mundo em rede. Redes de inovação, de conhecimento e aprendizado. O Surgimento e evolução da Internet. Serviços e aplicações. A pesquisa na Internet. A pesquisa acadêmica na Internet. Ementa

4 Plano de Aula Aula (CH)ConteúdoLeitura Indicada 1ª aula 3hs Unidade Visão Histórica – Tecnologia e Conhecimento Unidade 2 - Era do Conhecimento e da Informação A Importância do Conhecimento no Mundo Contemporâneo Uma nova riqueza das Nações A Situação comparativa do Brasil em relação a outros países. CAVALCANTI, Marcos; GOMES, Elizabeth; PEREIRA, André. Gestão de Empresas na Sociedade do Conhecimento. In: _________. Gestão de Empresas na Sociedade do Conhecimento. Um Roteiro para Ação. Rio de Janeiro: Campus, 2001, p CASTELLS, Manuel. A Sociedade em Rede. São Paulo: Paz e Terra, BORGES, M.A.C. Compreendendo a sociedade da informação. Ciência da Informação, Brasilia, v.29, n.3, p , 2000 HARVEY, D. Condição Pós-Moderna. São Paulo, Edições Lyola, 2001

5 Plano de Aula Aula (CH)ConteúdoLeitura Indicada 2ª aula 3hs Unidade – Conceitos: Dados, Informação e conhecimento 3.2 – Gestão do Conhecimento 3.3 – Capitais do Conhecimento Capital Ambiental Capital Estrutural Capital Humano Capital Relacionamento 3.4 – Indicadores de excelência – Best place to work Definir os grupos do trabalho. Distribuir os temas para os grupos. Divulgar o critério de avaliação da disciplina. CAVALCANTI, Marcos; GOMES, Elizabeth; PEREIRA, André. Gestão de Empresas na Sociedade do Conhecimento. In: _________. Gestão de Empresas na Sociedade do Conhecimento. Um Roteiro para Ação. Rio de Janeiro: Campus, 2001, p NONAKA, I e TAKEUCHI, H. Criação do Conhecimento na Empresa.. Rio de Janeiro, Campus, 1997 STEWART, T.A. Capital Intelectual : a vantagem competitiva das empresas. Rio de Janeiro, Campus, SVEIBY, K.E. A Nova Riqueza das Organizações : Gerenciando a Avaliando Patrimônios de Conhecimento. Rio de Janeiro, Campus, STAREC, C. (org). Gestão Estratégica da Informação e Inteligência Competitiva. Rio de Janeiro, Saraiva, 2005

6 Plano de Aula Aula (CH)ConteúdoLeitura Indicada 3ª aula 3hs Unidade 4 - O Mundo em Rede. Redes de Inovação, de Conhecimento e Aprendizado Unidade 5 - O novo diferencial competitivo no mundo das organizações. -Cinco Forcas de Porter e Cadeia de Valor -Receber os grupos com os trabalhos. -Tirar as dúvidas dos grupos. STAREC, C. (org). Gestão Estratégica da Informação e Inteligência Competitiva. Rio de Janeiro, Saraiva, 2005 TOMAÉL, Maria; ALCARÁ, Adriana; DI CHIARA, Ivone. Das Redes Sociais à inovação. In: Ciência e Informação, vol. 34, nº 2, 2005, p PORTER, M. Estratégia Competitiva. Rio de Janeiro, Campus, PORTER, M. Vantagem Competitiva. Rio de Janeiro, Campus, 1990

7 Plano de Aula Aula (CH)ConteúdoLeitura Indicada 4ª aula 3hs Unidade – Conceitos de redes 6.2 – Redes locais e remotas 6.3 – Os serviços na rede 6.4 – Organizações integradas e em rede 6.5 – Negócios eletrônicos TIGRE, Paulo. Comércio Eletrônico e Globalização: desafios para o Brasil In: LASTRES, Helena; ALBAGLI, Sarita. (org.) Informação e Globalização na Era do Conhecimento. Rio de Janeiro: Campus, 2003, p LAUDON, K, C. e LAUDON, J.P`. Sistemas de Informação Gerenciais. São Paulo, Pearson, O´BRIAN, J. Sistemas de Informação e as decisões gerenciais na internet. Rio de Janeiro, Saraiva, Stair, Ralph. Princípios de sistemas de informação. Rio de Janeiro. LTC. 2004

8 Plano de Aula Aula (CH)ConteúdoLeitura Indicada 5ª aula 3hs Unidade 7 - O surgimento e a evolução da Internet. 7.1 – O acesso e arquiteturas da Internet 7.2 – Serviços na Internet – , webmail, redes de relacionamento 7.3 – Internet no Brasil 7.4 – O futuro da Internet. Unidade 8 - A pesquisa na Internet Pesquisa através de URLs A pesquisa acadêmica na Internet Portais Científicos Bibliotecas Digitais de Teses e Dissertações. COOPER, Brian. Como pesquisar na Internet. São Paulo: Publifolha CASTELLS, Manuel. A Sociedade em Rede: Volume 1. São Paulo: Paz e Terra, 2003.(capitulo 1)

9 Plano de Aula Aula (CH)ConteúdoLeitura Indicada 6ª aula 3hs Apresentação de trabalhos em grupo; Entrega do trabalho; Todos os textos solicitados em sala e livros.

10 OBJETIVO: Perceber as mudanças que estão sendo realizadas hoje no Mundo. Incentivar a pró-atividade e o empreededorismo

11 Visão Histórica – Tecnologia e Conhecimento Era do Conhecimento e da Informação

12 1. Sociedade do Conhecimento 2. Mas, o que é Conhecimento? 3. Economia da Sociedade do Conhecimento 4. A Lógica da Sociedade do Conhecimento 5. Brasil e demais países - comparativo 11

13 Durante toda a História do Capitalismo quem possuía os MEIOS DE PRODUÇÃO detinha a maior riqueza. Terra Trabalho Capital Conhecimento

14 1.SOCIEDADE DO CONHECIMENTO Qual o valor do Conhecimento em cada um destas sociedades?

15 Ponto de Inflexão: Final da Década de 60 Acumulação Flexível Confronto com a rigidez do fordismo Crise do petróleo (década de 70) Flexibilidade dos processos de trabalho, mercados de trabalho, produtos e padrões de consumo. Surgimento de novos setores de produção Novas formas de serviços Inovação: comercial, tecnológica e organizacional. HARVEY,D. A condição pós-moderna: uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. São Paulo: Edições Loyola,1992.

16 Acumulação Flexível Movimento para setor de serviços Compressão do espaço-tempo (a partir das TICs) Regimes de contratos de trabalho mais flexíveis (a partir dos picos de demanda) Aumento da sub-contratação e trabalho temporário Oportunidades para novos pequenos negócios Crescimento da economia informal

17 Ênfase na Informação Inteligência competitiva: controle, análise de dados para tomada de decisões Acesso privilegiado a informação no mercado financeiro = lucro Interesse no conhecimento científico (organizado e de cunho comercial) Comércio de informação: mercadoria- chave.

18 Controle da Informação Indústria de Mídia: controle do fluxo de informação, veículos de propagação do gosto e promoção de valores culturais Concentração, fusões e aquisições das empresas de mídia Circulação da imagem corporativa como algo essencial

19 As cinco ondas de Schumpeter Energia hidráulica Têxteis Ferro 2a onda 3a onda 4a onda 5a onda 1a onda Vapor Estrada de Ferro Aço Eletricidade Química Motor a combustão Petroquímica Aeronáutica Eletrônica Redes digitais Software Novas mídias 1785 ! anos anos anos anos anos

20 1. Mobilidade do capital, pessoas e idéias. 2. Simultaneidade – em todos os lugares ao mesmo tempo. 1. Mobilidade do capital, pessoas e idéias. 2. Simultaneidade – em todos os lugares ao mesmo tempo. 1. As organizações estruturam-se em torno da lógica do cliente. 2. Estabelecem metas elevadas. 3. Selecionam pensadores criativos (visão holística). 4. Encorajam o empreendimento. 5. Sustentam o aprendizado constante. 6. Colaboram com os parceiros. 1. As organizações estruturam-se em torno da lógica do cliente. 2. Estabelecem metas elevadas. 3. Selecionam pensadores criativos (visão holística). 4. Encorajam o empreendimento. 5. Sustentam o aprendizado constante. 6. Colaboram com os parceiros. 5a onda

21 Quem poderia imaginar há 20 anos que... O sistema bancário seria totalmente informatizado? O computador caberia no bolso? Sua memória seria maior que a existente no Mundo? Seu custo cairia 8 mil vezes? Um tocador de música pode armazenar até 240 mil músicas

22 Quem poderia imaginar há 20 anos que... A inseminação artificial? O cateterismo? Um milho criado em laboratório? A exploração de petróleo em águas profundas?

23 2. Mas... o que é Conhecimento? É a capacidade que o homem tem de transformar os dados e as informações que possui em algo útil e valorizado pela sociedade. O conhecimento é usado pelas pessoas quando elas tomam uma decisão ou executam uma ação. O conhecimento é algo pessoal, vivenciado por alguém. Não pode ser armazenado nem processado por computadores. Só pelas pessoas. O conhecimento terá mais valor na medida em que ele atender a necessidades mais importantes das coletividades.

24 Exemplos de Conhecimentos úteis e (portanto) valorizados pela sociedade: –Viagra –Google Resolvem diferentes problemas vividos pelo homem moderno

25 São arranjos sócio-econômicos pós-industriais, marcados pela preponderância da informação e do conhecimento e pela predominância dos processos organizados em torno de redes. Enfatiza o processo de geração de novos conhecimentos, bem como sua atual importância estratégica como fator de diferenciação e competitividade, em termos econômicos e (geo)políticos. Sociedade do Conhecimento

26 Dimensões da Sociedade do Conhecimento Tecnológica Tecnológica: Desenvolvendo e ampliando o uso de tecnologias; Espacial Espacial: Alcançando simultaneamente todo o planeta; Ocupacional Ocupacional: Alterando a organização do trabalho, criando novas atividades; Econômica Econômica: Interferindo no sistema produtivo; Cultural Cultural: Alterando valores e comportamentos;

27 Sociedade Industrial – Tempos Modernos –Trabalho repetitivo; –Trabalho por hora; –Trabalho Controlado; –Trabalho Físico e não do Conhecimento; –Ritmo do Trabalho determinado por Terceiros; Sociedade do Conhecimento – Tempos Pós-Modernos –Trabalho Criativo e Inovador; –Trabalho por produto ou processo; –Trabalho em casa; –Trabalho Intelectual ou do Conhecimento; –Ritmo do Trabalho determinado pelo Inovador; Características da Sociedade do Conhecimento

28 Atributos Sociedade Industrial Sociedade do Conhecimento Produção EscalaFlexível/customer Pessoal EspecializadoMultidisciplinar/Atualizado Tempo GrandeImediato/Inovação Espaço Limitado/DefinidoIlimitado/Indefinido Produto TangívelIntangível

29 A organização baseada no conhecimento Item: Paradigma da Era Industrial Paradigma da Era da Informação Pessoas Recursos geradores de custosAtivos geradores de receitas Fonte do poder gerencial Nível hierárquico na organizaçãoNível de conhecimentos Luta de poder Operários versus capitalistasTrabalhadores do conhec. x gerentes Resp. gerencial Supervisionar os subordinadosApoiar os colegas Informação Instrumento de controleFerramenta para comunicação Produção Processar recursos para criar Converter conhecimento em ativos produtos tangíveisintangíveis Fluxo de informação Por meio da hierarquiaPor meio de redes colegiadas Gargalos da produção Capital financeiro e Tempo e conhecimento habilidades humanas Fluxo de produção Seqüencial e ordenadoCaótico e direcionado por idéias Relações com clientes Unidirecionais através do mercadoInterativas por redes de pessoas Conhecimento Uma ferramenta ou recursosO foco do negócio Propósito do aprendizado Aplicação de novas ferramentasCriação de novos ativos Valor de mercado Decorrente de ativos tangíveisDecorrente de ativos intangíveis Item: Paradigma da Era Industrial Paradigma da Era da Informação Pessoas Recursos geradores de custosAtivos geradores de receitas Fonte do poder gerencial Nível hierárquico na organizaçãoNível de conhecimentos Luta de poder Operários versus capitalistasTrabalhadores do conhec. x gerentes Resp. gerencial Supervisionar os subordinadosApoiar os colegas Informação Instrumento de controleFerramenta para comunicação Produção Processar recursos para criar Converter conhecimento em ativos produtos tangíveisintangíveis Fluxo de informação Por meio da hierarquiaPor meio de redes colegiadas Gargalos da produção Capital financeiro e Tempo e conhecimento habilidades humanas Fluxo de produção Seqüencial e ordenadoCaótico e direcionado por idéias Relações com clientes Unidirecionais através do mercadoInterativas por redes de pessoas Conhecimento Uma ferramenta ou recursosO foco do negócio Propósito do aprendizado Aplicação de novas ferramentasCriação de novos ativos Valor de mercado Decorrente de ativos tangíveisDecorrente de ativos intangíveis

30 3.Economia da Sociedade do Conhecimento Na Sociedade do Conhecimento a riqueza concentra-se nos Bens Intangíveis: –Softwares –Patentes –Royalties –Serviços de Consultoria –Bens culturais e de entretenimento Bens intangíveis podem ser Efêmeros ou Perenes, Únicos ou Reproduzíveis. Podem fortalecer empresas já consolidadas ou podem criar novas empresas de sucesso

31 Mais do que a WalMart, Nokia e a BMW juntas. Cotação da US$ 100 Bi Fonte: – ano 2009

32 Mais do que a Toyota, HP e HSBC juntas. Cotação da US$ 76 Bi Fonte: – ano 2009

33 Mais do que a Disney, Gillette e Intel juntas. Cotação da US$ 67 Bi Fonte: – ano 2009

34 Os Bens Tangíveis também são cada vez mais intensivos em Conhecimento. –Avião –Automóvel –Telefone A transmissão de um jogo de Futebol é uma atividade intensiva em conhecimento! –Envolve diferentes profissionais e tecnologias 3.Economia da Sociedade do Conhecimento

35 3.Economia da Sociedade, Informação e do Conhecimento Knowledge Business; –Conhecimento é o produto Final Exemplo: Aula, livro, consultoria Knowledge Based Business; –Conhecimento é utilizado para elaborar determinado produto Exemplo: Filme, Ponte, Cirurgia

36 Na Sociedade Industrial, quanto mais eu gastar menos eu tenho… Exemplo: Petróleo Na Sociedade do Conhecimento quanto mais eu gastar mais eu tenho… Exemplo: Aulas e trocas de experiências, livro publicado Na Sociedade Industrial, quando alguém vende um bem, perde posse dele. Na Sociedade do Conhecimento quando vendemos um bem não perdemos a posse do conhecimento que o gerou. Exemplo: Software 4.A L ÓGICA DA S OCIEDADE DO C ONHECIMENTO

37 Na Sociedade Industrial, o custo da produção e seu valor não varia em função do número produzido. Exemplo: Indústria de automóveis Na Sociedade do Conhecimento quando vendemos um bem não em enorme quantidade seu custo é muito reduzido. Exemplo: Celular

38 5.Sociedade do Conhecimento e o Papel do Brasil 37 As atividades que ocupam o lugar central das organizações não são mais aquelas que visam produzir ou distribuir objetos, mas aquelas que produzem e distribuem informação e conhecimento. Peter Drucker, Post-Capitalist Society

39 38 Em 1996 o banco Mundial publicou um estudo apontando os chamados Mercados Emergentes: países e regiões que terão aumentado sua participação no mercado mundial de bens e serviços. –Por este estudo a participação dos EUA, perto de 40% em 1990, cairia para menos de 30% em –A Comunidade Européia veria sua participação se reduzir de 35% em 1990 para cerca de 25% em –O Japão manteria sua participação atual – em torno de 15% –Os países emergentes seriam a Ásia (China e tigres asiáticos), América Latina e Países do Leste Europeu 5.Sociedade do Conhecimento e o Papel do Brasil

40 39 Os países emergentes deverão incorporar novas levas de consumidores ao mercado global. O Brasil, país de mais de 190 milhões de pessoas tem, hoje em dia, menos de 30% de sua população enquadrada como consumidora, de acordo com o estudo do Banco Mundial. 5.Sociedade do Conhecimento e o Papel do Brasil

41 Qual o Papel que Iremos Ocupar na Nova Economia? 40 Papel de coadjuvante no cenário mundial? Não temos condições de competir nas áreas e setores mais dinâmicos e de maior valor agregado. Talvez não possamos ser um grande fabricante mundial de chips de computadores. Temos bons exemplos

42 Temos Bons Exemplos 41 Mas as empresas de software brasileiro demonstraram diversas vezes sua competência em áreas de ponta. –A Medusa S/A – empresa de automação industrial – depois de informatizar as principais indústrias de bebida do Brasil parte para a informatização de cervejarias no México e na Alemanha. –A Módulo Security Solutions – a maior empresa de segurança na Internet da América Latina – é a responsável pela segurança dos dados no processo eleitoral automatizado e na entrega da declaração de renda via internet.

43 42 Biotecnologia - Temos a floresta com a maior biodiversidade do planeta, a Floresta Amazônica, e a estamos deixando ser destruída para extração de madeira! A riqueza dessa região não está nessa madeira, mas sim nas milhares de espécies de plantas desconhecidas e ainda não estudadas. Podemos estar queimando e derrubando a planta que dará a cura da AIDS ou do câncer. Um dos setores que mais poderá se beneficiar da biotecnologia é a agroindústria. Biotecnologia e agroindústria são, assim, setores estratégicos para o Brasil.

44 43 E na área de entretenimento? O Brasil tem uma televisão capaz de produzir programas de nível internacional. A musica brasileira é adorada no mundo todo –(O iTunes, a loja virtual da Apple, já é a segunda maior loja de venda de música dos Estados Unidos, só superada pela cadeia Wal-Mart, segundo dados da empresa de consultoria NPD Group publicados hoje). A propaganda brasileira ganha prêmios em praticamente todos os festivais internacionais de propaganda. Mesmo o cinema brasileiro, cheio de altos e baixos, demonstra todo o seu vigor com filmes como Central do Brasil. Na indústria cultural, uma das indústrias de maior crescimento em todo o mundo, o Brasil pode competir de igual para igual, sem nenhum complexo de inferioridade.

45 44 Devemos lembrar que somos líderes mundiais na extração de petróleo em águas profundas. A tecnologia desenvolvida pela Petrobrás, em parceria com a COPPE/UFRJ, a tornou líder mundial no setor e ajudou o país a construir uma enorme competência na área de Petróleo e Química.

46 Novas economias presentes e fontes de riqueza 45 software aeroespacial biotecnologia agro-indústria petróleo/química fina indústria cultural turismo futebol

47 Como transformar conhecimento em VALOR???? Questão Central

48 Unidade – Conceitos: Dados, Informação e conhecimento 3.2 – Gestão do Conhecimento 3.3 – Capitais do Conhecimento Capital Ambiental Capital Estrutural Capital Humano Capital Relacionamento 3.4 – Indicadores de excelência – Best place to work Próxima Aula


Carregar ppt "TIC TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO AULA 1 Produção Acadêmica da Pós-Graduação Lato Sensu."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google