A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O MUNDO CAPITALISTA Disponível em :

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O MUNDO CAPITALISTA Disponível em :"— Transcrição da apresentação:

1 O MUNDO CAPITALISTA Disponível em :

2 A Revolução Industrial Introdução da maquinofatura Surgimento do proletariado Reorganização das relações sociais e de consumo Revolução Gloriosa Cercamentos Grande mercado consumidor Capital acumulado Fontes de Energia ConceitoPioneirismo Inglês

3 29- (Pg. 290) Os cercamentos do século XVIII podem ser considerados como sínteses das transformações que levaram à consolidação do capitalismo na Inglaterra. Em primeiro lugar, porque sua especialização exigiu uma articulação fundamental com o mercado. Como se concentravam na atividade de produção de lã, a realização da renda dependeu dos mercados, de novas tecnologias de beneficiamento do produto e do emprego de novos tipos de ovelhas. Em segundo lugar, concentrou-se na inter-relação do campo do campo com a cidade e, num primeiro momento, também se vinculou à liberação de mão de obra RODRIGUES, A. E. M. Revoluções burguesas. v. I. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, (Pg. 290) Os cercamentos do século XVIII podem ser considerados como sínteses das transformações que levaram à consolidação do capitalismo na Inglaterra. Em primeiro lugar, porque sua especialização exigiu uma articulação fundamental com o mercado. Como se concentravam na atividade de produção de lã, a realização da renda dependeu dos mercados, de novas tecnologias de beneficiamento do produto e do emprego de novos tipos de ovelhas. Em segundo lugar, concentrou-se na inter-relação do campo do campo com a cidade e, num primeiro momento, também se vinculou à liberação de mão de obra RODRIGUES, A. E. M. Revoluções burguesas. v. I. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000 Outra consequência dos cercamentos que teria contribuído para a Revolução Industrial na Inglaterra foi o A aumento do consumo interno. B congelamento do salário mínimo. C fortalecimento dos sindicatos proletários. D enfraquecimento da burguesia industrial. E desmembramento das propriedades improdutivas.

4 Fases da revolução Industrial Inglaterra Indústria Têxtil/Siderurgia Carvão Mineral Superexploração do trabalhador Surgimento do movimento operário ( Ludismo e Cartismo) EUA, Japão, Alemanha Diversificação industrial Petróleo/energia elétrica Regulamentação trabalhista Trade Unions e Sindicatos 1ª Fase- ( )2ª Fase – ( )

5 Consolidação do capitalismo Difusão do trabalho assalariado Surgimento da sociedade de consumo Urbanização Afirmação do Estado Liberal Desenvolvimento das ideias socialistas Advento do Imperialismo

6 21- (Pg.287) O movimento operário ofereceu uma nova resposta ao grito do homem miserável no princípio do século XIX.A resposta foi a consciência de classe e a ambição de classe. Os pobres então se organizavam em uma classe específica, a classe operária, diferente da classe dos patrões (ou capitalistas).A Revolução Francesa lhes deu confiança; a Revolução Industrial trouxe a necessidade de mobilização permanente. HOBSBAWN,E.J.A era das revoluções. São Paulo:Paz e Terra, (Pg.287) O movimento operário ofereceu uma nova resposta ao grito do homem miserável no princípio do século XIX.A resposta foi a consciência de classe e a ambição de classe. Os pobres então se organizavam em uma classe específica, a classe operária, diferente da classe dos patrões (ou capitalistas).A Revolução Francesa lhes deu confiança; a Revolução Industrial trouxe a necessidade de mobilização permanente. HOBSBAWN,E.J.A era das revoluções. São Paulo:Paz e Terra,1977. A a competitividade do trabalho industrial exigia um permanente esforço de qualificação para o enfrentamento do desemprego. B a completa transformação da economia capitalista seria fundamental para a emancipação dos operários. C a introdução das máquinas no processo produtivo diminuía as possibilidades de ganho material para os operários. D o progresso tecnológico geraria a distribuição de riquezas para aqueles que estivessem adaptados aos novos tempos industriais. E a melhoria das condições de vida dos operários seria conquistada com as manifestações coletivas em favor dos direitos trabalhistas. No texto, analisa-se o impacto das Revoluções Francesa e Industrial para a organização da classe operária. Enquanto a confiança dada pela Revolução Francesa era originária do significado da vitória revolucionária sobre as classes dominantes, a necessidade da mobilização permanente, trazida pela Revolução Industrial, decorria da compreensão de que

7 Imperialismo ou Neocolonialismo O imperialismo inaugurou uma nova onda de dominação pelos países europeus. Pode ser entendido como uma consequência da evolução do capitalismo e da indústria

8 Neocolonialismo Conferência de Berlim (1885) Egito e Canal de Suez controlados pelos Ingleses Guerra dos Bôeres ( ) Guerra dos Cipaios (1857) – os ingleses dominaram a India A China foi dividida em zonas de influência econômica depois da Guerra do Ópio ( ) ÁfricaÁsia

9

10 Imperialismo norte americano Doutrina MonroePolítica do Big Stick

11 1ª Guerra Mundial ( ) A 1ª Guerra envolveu as principais potências europeias. O imperialismo foi uma das principais causas do conflito Ondas Nacionalistas Revanchismo Francês Crise nos Balcãs Paz Armada Corrida Armamentista

12 Política de Alianças Itália Alemanha, Império Austro-Húngaro e Itália Inglaterra, França e Rússia. No decorrer da guerra a Itália passou a integrar a Entente. A Rússia retirou-se da guerra em 1918 (tratado de Brest- Litovisky) Entrada dos EUA Tríplice AliançaTríplice Entente

13 Guerra de Trincheiras

14 Tratado de Versalhes A Alemanha foi responsabilizada pela guerra Pagamento de duras indenizações, redução do efetivo militar. Devolução da Alsácia e Lorena Criação do Corredor Polonês

15 Período Entreguerras Czarismo Insatisfação com a 1ª Guerra Líderes Bolcheviques: Lênin e Trotsky Comunismo de Guerra ( ) NEP ( ) Ascensão de Stálin Crise do liberalismo Especulação financeira Superprodução Crash da Bolsa de Nova York (1929) Ciclo Infernal ( ) New Deal / Walfare State Revolução Russa (1917)Crise de 1929

16 Cartazes Bolcheviques

17 Stalinismo Governo Totalitário Planos Quinquenais Controle dos meios de comunicação e educação Alienação Culto ao líder

18 Nazi Fascismo Insatisfação com os resultados da 1ª Guerra Camisas Negras Mussolini ascende ao poder em 1922 Tratado de Latrão (1929) Decadência alemã Golpe de Hitler em 1933 Superioridade da raça ariana e antisemitismo Holocausto Fascismo ItalianoNazismo Alemão

19 Culto ao líder

20 Antiliberais, ultradireitistas, anticomunistas, controle da imprensa e da educação, xenofobismo, militarismo, polícia secreta, propaganda de massa, culto ao líder... Algumas características dos governos nazifascistas:

21 33- (Pg. 304) Os três tipos de poder representam três diversos tipos de motivações: no poder tradicional, o motivo da obediência é a crença na sacralidade da pessoa do soberano; no poder racional, o motivo da obediência deriva da crença na racionalidade do comportamento conforme a lei; no poder carismático, deriva da crença nos dotes extraordinários do chefe. BOBBIO, N. Estado, Governo, Sociedade: para uma teoria geral da política. São Paulo: Paz e Terra, 1999 (adaptado). 33- (Pg. 304) Os três tipos de poder representam três diversos tipos de motivações: no poder tradicional, o motivo da obediência é a crença na sacralidade da pessoa do soberano; no poder racional, o motivo da obediência deriva da crença na racionalidade do comportamento conforme a lei; no poder carismático, deriva da crença nos dotes extraordinários do chefe. BOBBIO, N. Estado, Governo, Sociedade: para uma teoria geral da política. São Paulo: Paz e Terra, 1999 (adaptado). O texto apresenta três tipos de poder que podem ser identificados em momentos históricos distintos. Identifique o período em que a obediência esteve associada predominantemente ao poder carismático: A República Federalista Norte-Americana. B República Fascista Italiana no século XX. C Monarquia Teocrática do Egito Antigo. D Monarquia Absoluta Francesa no século XVII. E Monarquia Constitucional Brasileira no século XIX.

22 2ª Guerra Mundial ( ) Fracasso da Liga das Nações Expansionismo alemão- Espaço Vital Estopim: Invasão da Polônia

23 Formação de Alianças Alemanha, Itália e Japão Inglaterra, França, URSS e EUA EixoAliados

24 Pacto de Não Agressão Germânico Soviético

25 Etapas da Guerra Ofensivas do Eixo Derrota da França e instalação da França de Vichy A Alemanha invadiu a URSS (1941) Ataque japonês à Pearl Harbor (EUA) Entrada dos EUA ao lado dos Aliados Obs: Entrada do Brasil ao lado dos Aliados Avanço do EixoEquilíbrio entre o Eixo e Aliados

26 O Fim da Guerra Batalha de Stalingrado Invasão aliada ao Sul da Itália Invasão aliada à Normandia (Dia D) e libertação da França Lançamento das bombas atômicas contra o Japão Ofensivas dos Aliados contra o Eixo Bombas de Hiroshima e Nagasaki

27 As Conferências pós-guerra No final da 2ª Guerra o cenário político era de formação de um mundo bipolar. Conferência de Yalta Conferência de Yalta – definição das areas de influência sob os países libertados do nazismo Conferência de Potsdãm Conferência de Potsdãm – divisão da Alemanha Conferência de São Francisco Conferência de São Francisco - Criação da ONU

28 Guerra improvável, paz impossível Raymond Aron GUERRA FRIA

29 Cortina de Ferro Doutrina Truman (1947) Plano Marshall (1947) OTAN (1949) Macarthismo COMECOM ou Plano Molotov (1949) Pacto de Varsóvia Komintern Estados UnidosUnião Soviética

30 O muro de Berlim (socialista) RDA – Alemanha Oriental (socialista) (capitalista) RFA – Alemanha Ocidental (capitalista) Bloqueio de Berlim ( ) Construção do Muro de Berlim (maior símbolo da Guerra Fria)

31 Bloco Soviético Fim do Stalinismo (1953) (Desestalinização) Nikita Krushev (Desestalinização) Brejnev – Política repressiva Invasão da Hungria (1956) Invasão da Hungria (1956) – Resistência à dominação soviética Primavera de Praga (1968) Primavera de Praga (1968) – tentativa de obtenção de maior autonomia na Tchecoslováquia URSSLeste Europeu

32 Coexistência Pacífica Crises dos Mísseis (1962)- Crises dos Mísseis (1962)- limite das tensões Politicas de controle sobre a produção de armas atômicas Corrida Espacial Corrida Espacial Guerra da Coréia( ) Guerra da Coréia( ) Guerra do Vietnã ( )

33 38- (Pg.292) Disponível em: Acesso em: 28 abr A foto revela um momento da Guerra do Vietnã ( ), conflito militar cuja cobertura jornalística utilizou, em grande escala, a fotografia e a televisão. Um dos papéis exercidos pelos meios de comunicação na cobertura dessa guerra, evidenciado pela foto, foi A demonstrar as diferenças culturais existentes entre norte americanos e vietnamitas B defender a necessidade de intervenções armadas em países comunistas. C denunciar os abusos cometidos pela intervenção militar norte-americana D divulgar valores que questionavam as ações do governo vietnamita. E revelar a superioridade militar dos Estados Unidos da América.

34 Fim da Guerra Fria Resultado da política de abertura liderado por Gorbatchev Esse evento simboliza o fim da Guerra Fria Gorbatchev – Glasnost e Perestroika Perda da legitimidade do discurso soviético Sucateamento da indústria e da economia Fim da URSS (1991) Queda do Muro de Berlim (1989)Desagregação do Bloco Soviético


Carregar ppt "O MUNDO CAPITALISTA Disponível em :"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google