A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Marketing. Processo social e administrativo pelo qual indivíduos e grupos obtêm o que necessitam e o que desejam através da criação e troca de produtos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Marketing. Processo social e administrativo pelo qual indivíduos e grupos obtêm o que necessitam e o que desejam através da criação e troca de produtos."— Transcrição da apresentação:

1 Marketing

2 Processo social e administrativo pelo qual indivíduos e grupos obtêm o que necessitam e o que desejam através da criação e troca de produtos e valores com outras pessoas. P. Kotler Ciência social (ainda em construção) que tem como objeto de estudo a relação de trocas. S. Hunt. Processo de planejar e executar a concepção, estabelecimento de preço, promoção e distribuição de idéias e serviços a fim de criar trocas que satisfaçam metas individuais e organizacionais. American Marketing Association

3 Estudo social dos fenômenos de troca Atender as necessidades dos clientes com lucro As trocas devem levar benefícios a todos os lados envolvidos. Os benefícios não são percebidos de forma igual por todas as pessoas. Produtos são providos de Valor

4 Pensamento orientado para o mercado Marketing tem como função identificar necessidades e desejos não satisfeitos, definir e medir sua magnitude, determinar a que mercado alvo a organização pode atender melhor, lançar produtos, serviços e programas apropriados para atender estes mercados e pedir às pessoas que pensem e sirvam o cliente.

5 Mercado Produtores Mercado Fechado

6

7 Produtores Mercado Produtores Preocupação com a produção. Preocupação com o Marketing

8 ProdutoresMercado Produtores Marketing de Massa Marketing 1:1

9 Quatro As do Marketing ANÁLISE avaliar o que acontece fora da empresa ADAPTAÇÃO ajustar as características de seus produtos às forças vigentes no mercado ATIVAÇÃO preocupação diária de melhorar todos os elementos do marketing- mix que contribuem para dinamizar as comunicações da empresa com seu mercado consiste no confronto periódico entre as metas que a empresa se propôs a realizar durante um determinado período e os resultados efetivamente obtidos AVALIAÇÃO Administração de Marketing

10 Quatro Ps do Marketing

11 Quatro As com os quatro Ps ANÁLISE Segmentação de Mercado Análise dos mercados consumidores e do comportamento de compra no varejo e no B2B Forças que dirigem a concorrência ADAPTAÇÃO Produto Análise de valor Classificação de produtos Níveis de Produto Ciclo de Vida de Produtos Posicionamento Matriz BCG ATIVAÇÃO Promoção Distribuição Sistema de auditoria em marketing CRM Serviços de atendimento ao cliente (Call Centers) AVALIAÇÃO Administração de Marketing

12 A hierarquia das necessidades de Maslow Necessidades fisiológicas (fome, sede, abrigo), Segurança (sobrevivência física) Relacionamento (a aceitação pelo meio e o sentido de importância) Estima Status (relevância, domínio, reputação, prestígio) Auto-realização (desejo de conhecer, compreender, sistematizar, organizar e construir um sistema de valores). Fisiológicas Segurança Relacionamento Estima Auto-realização

13 Função Análise Pesquisa de mercado Sistema de Informações em Marketing - SIM Desenvolvimento do plano de pesquisa Análise das informações Apresentação dos resultados Definição dos problemas e objetivos da pesquisa Coleta de Informações

14 A academia Runner tem um outdoor que diz o seguinte: Neste verão, você quer ser sereia ou baleia? Uma mulher enviou a eles a sua resposta e distribuiu o seguinte ... "Ontem vi um outdoor da Runner, com a foto de uma moça escultural de biquíni e a frase: Neste verão, qual você quer ser Sereia ou Baleia? Respondo: Baleias sempre estão cercadas de amigos. Baleias têm vida sexual ativa, engravidam e têm filhotinhos fofos. Baleias amamentam. Baleias nadam por aí, cortando os mares e conhecendo lugares legais como as banquisas de gelo da Antártida e os recifes de coral da Polinésia. Baleias têm amigos golfinhos. Baleias comem camarão à beça. Baleias esguicham água e brincam muito. Baleias cantam muito bem e têm até CDs gravados. Baleias são enormes e quase não têm predadores naturais. Baleias são bem resolvidas,lindas e amadas. Sereias não existem. Se existissem viveriam em crise existencial: Sou um peixe ou um ser humano? Não têm filhos, pois matam os homens que se encantam com sua beleza. São lindas, mas tristes e sempre solitárias... Runner, querida, prefiro ser baleia!"

15 Produtos

16 Atender às necessidades e desejos dos consumidores Fisiológicas Segurança Relacionamento Estima Auto-realização Gerar lucro para o produtor Obedecer a relação de valor

17 Função: definido por um verbo e um substantivo Custo: monetário, temporal e físico. Relação de valor : básico, esperado, desejado e inesperado Valores: básico, esperado, desejado e inesperado

18 Vale a percepção dos clientes e do produtor. O valor pode ser melhorado, modificando os produtos, levando em consideração quais as funções que mais importam para os consumidores.

19 Categorias Básicas de Produtos de Consumo Categoria Conveniência Tipo de Decisão de Compra Compra comparada Especialidade Relativamente baixo PreçoPromoçãoDistribuição Moderado Relativamente caro Tomada de decisão rotineira; baixo envolvimento; pouco tempo de decisão; pouca busca de informações Mídia de massa Mídia de massa; alguma ênfase em vendas pessoais Ampla Tomada de decisão extensiva; alto envolvimento; tempo de decisão longo; busca de muitas informações Mídia de massa; mais ênfase em vendas pessoais Seletiva Exclusiva Tomada de decisão limitada; envolvimento moderado; mais tempo de decisão; mais busca de informações

20 Categorias Básicas de Produtos Industriais Categoria Instalações Tipo de decisão de compra Equipamento acessório Não é tão importante Preço Promoção Complexa; esporádica; demorada; envolve muitos membros do centro de compras Vendas pessoais Menos complexa e demorada; envolve menos membros do centro de compras Pode ser importante Propaganda Componentes Menos complexa; freqüente; envolve vários membros do centro de compras Pode ser importante Vendas pessoais

21 Categorias Básicas de Produtos Industriais Categoria Tipo de decisão de compra Matéria-prima Suprimentos PreçoPromoção Muito importante Freqüente; a complexidade varia Serviços Empresariais Simples; freqüente; pode haver um único comprador Importante Vendas pessoais Propaganda Varia

22 Produto Específico Aquilo que o consumidor quer, de fato. Benefício ou serviço básico. Produto Ampliado Nível de serviço. Níveis de Produto Produto Genérico Aquilo que o cliente compra. Embalagem, marca, estilo, características, qualidade.

23 Tempo Introdução Crescimento Maturidade Declínio Unidades vendidas Lucro Ciclo de Vida do Produto

24

25

26 Inovador 2,5% Adotante Inicial 13,5% Maioria Inicial 34% Maioria Tardia 34% Retardatários 16% Distribuição populacional de consumidores para novos produtos

27 O posicionamento começa com um produto. Uma mercadoria, um serviço, uma empresa, uma instituição ou até mesmo uma pessoa... Mas o posicionamento não é o que você faz com o produto. O posicionamento é o que você faz com a mente do cliente potencial. Ou seja: você posiciona o produto na mente do cliente potencial. Ries e Trout

28 Água e Maçã Escolham umas das duas opções: Água ou Maçã e criem uma proposta de um produto baseado na opção. Não se prendam a exeqüibilidade. Soltem a imaginação!!! Preocupem-se com Quem será o consumidor Façam uma descrição de sua idéia para apresentação Listem os pontos que diferenciam seu produto de algo que já exista no mercado.

29 Estabelecendo as Diferenças de seu produto Importância: a diferença oferece um benefício de alto valor a um número suficiente de compradores. Destaque: a diferença é oferecida de maneira destacada. Exclusividade: a diferença não pode ser facilmente copiada pelos concorrentes. Acessibilidade: o comprador deve poder pagar pela diferença.

30 Quais as Funções? Descreva o produto específico Descreva o produto genérico Descreva o produto ampliado Melhore o Valor Proponha um posicionamento

31 A bitola das ferrovias (distância entre os dois trilhos) nos Estados Unidos é de 4 pés e 8,5 polegadas. Por que esse número foi utilizado? Porque era esta a bitola das ferrovias inglesas e como as americanas foram construídas pelos ingleses, esta foi a medida utilizada. Por que os ingleses usavam esta medida? Porque as empresas inglesas que construíam os vagões eram as mesmas que construíam as carroças, antes das ferrovias e se utilizavam dos mesmos ferramentais das carroças. Limitações tecnológicas

32 Porque essas estradas foram abertas pelo antigo império romano, quando de suas conquistas, e tinham as medidas baseadas nas antigas bigas romanas. E por que as medidas das bigas foram definidas assim? E por que tinham esta medida? Porque a distância entre as rodas das carroças deveria servir para as estradas antigas da Europa, que tinham esta medida. Porque foram feitas para acomodar dois traseiro de cavalos! Por que das medidas (4 pés e 8,5 polegadas) para as carroças?

33 Finalmente... O ônibus espacial americano, o Space Shuttle, utiliza dois tanques de combustível sólido (SRB - Solid Rocket Booster) que são fabricados pela Thiokol, em Utah. Os engenheiros que os projetaram queriam fazê-lo mais largo, porém tinham a limitação dos túneis das ferrovias por onde eles seriam transportados, os quais tinham suas medidas baseadas na bitola da linha. O exemplo mais avançado da engenharia mundial em design e tecnologia acaba sendo afetado pelo tamanho da bunda do cavalo da Roma antiga. CONCLUSÃO Existem várias empresas de liderança tecnológica que também tem um monte de coisas definidas por bundões.

34 PREÇO

35 Preço: O que é ? Aluguel da casa, Anuidade do clube, Honorários médicos, Taxas públicas, Tarifa estacionamento, Remuneração do empregado, Mensalidade da escola, Impostos, Passagem aérea, Juros bancários, Prêmio de seguro, Ordenado, Propina, Contribuições

36 Preço é a quantidade de dinheiro, bens ou serviços que deve ser dada em troca para aquisição ou uso de um determinado produto ou serviço. O preço está em todo lugar, pagamos pelo aluguel de um apartamento, mensalidade da escola ou faculdade, pela passagem de ônibus, por uma consulta ao médico, para o governo pelo serviços públicos na forma de impostos, pelo uso do dinheiro emprestado na forma de juros, etc. Preço: O que é ?

37 Variáveis Incontroláveis Política, Legal, Social, Cultural, Demográfica, Econômica, Tecnológica, Concorrência, Relações de Poder.

38 Preço: erros comuns orientados demais pelo Custo, não refletem as mudanças do mercado, não amarrado aos outros componentes (4P ), pouco variado para diferentes : itens de produto, segmentos de mercado e ocasiões de compra.

39 Estabelecer Preços Fixar pela primeira vez: um novo produto, um novo canal de distribuição, uma concorrência pública

40 Como estabelecer Preços ? Decidir: Posicionar o produto qualidade / preço

41 Posicionamento: Qualidade / Preço Definitivo: Mercedes-Benz, Luxo: Audi, Necessidades especiais: Volvo (segurança), Porche (alto desempenho) Médio: Renault, Facilidade/Conveniência: Escort (funcional) Orientado para preço: populares

42 Como estabelecer Preços ? Processo: A - seleção do objetivo de preço, B - determinação da demanda, C - estimativa de custos, D - análise da concorrência, E- selecionar o preço final.

43 A - Seleção do objetivo de preço: o que deseja com o produto? ; qual o posicionamento?; Lucro?; Faturamento?; participação de mercado?

44 B - Determinação da Demanda preços diferentes, demandas diferentes maior preço, menor demanda pode ser inverso para bens de prestígio (perfume) Tipos: elástica: preço - consumo preço - consumo inelástica: preço - consumo Produtos de fácil substituição difícil

45 Preço por unidade Quantidade vendida em unidades Estimativa da demanda

46 Sensibilidade a preço

47 Elasticidade da Demanda Preço Qtd. P 1 P 2 Inelástica Elástica Preço Qtd. P 1 P 2 Q1 Q 2 e = Q/Q P/P %

48 C - Determinar Custos Ponto de Equilíbrio: Custos Fixos Custos Variáveis Custo Total Vendas a $ 80/un..Vendas a $ 90/un..Vendas a $70/un.. Ponto De Equilíbrio Curvas de Receitas unidades. Valor

49 D - Análise da Concorrência preços, custos, ofertas, qualidade, benchmark.

50 E - Selecionar Preço final Preço Psicológico: Preço de Imagem: Perfume, Ferrari, Balantine´s, Preço de Referência: um produto, uma compra anterior Final ímpar: 299 e não 300 Políticas de Preço Impacto do Preço sobre terceiros: distribuidores, revendedores, vendedores, concorrentes, fornecedores, governo.

51 Decisões de Preço No Mercado Internacional: Preço único, estratégia de uniformização Preço diferenciado, estratégia concorrencial Preço baseado em custos, estratégia de preço nominal Preço baseado no consumidor, estratégia de preço percebido evitar estratégias que possam ser vistas como Dumping

52 Marcas

53 Marca: nome, termo, sinal, símbolo ou design. Visa a identificação de uma empresa ou produto, bem como a diferenciação dos concorrentes. Nome da marca: A parte da marca que pode ser pronunciada. Símbolo da marca: A parte da marca que pode ser reconhecida, mas não pronunciada. Um símbolo, um design, uma cor ou um tipo de letra. Marca registrada: parte da marca para a qual foi concedida proteção legal.

54 COMO CONSTRUIR MARCAS FORTES (Kotler ) LIDERANÇA EM PRODUTO Ninguém oferece aos clientes um produto melhor. Os produtos destas empresas tem melhor desempenho ou proporcionam melhores experiências aos clientes. Ex: Nike, Microsoft, Johnson & Johnson. (procuram ficar sempre à frente em termos de tecnologia) EXCELÊNCIA OPERACIONAL Ninguém dá aos clientes um custo total mais baixo. Combinação dos preços e da confiabilidade destas empresas é imbatível. Ex: McDonald's, Federal Express. INTIMIDADE COM O CLIENTE Ninguém oferece uma melhor solução total para as necessidades dos clientes. Estas empresas ajudam a definir o problema dos clientes, identificam a melhor solução para eles e encarregam de implementá-la. Ex: Home Depot, IBM Business Consulting Services. Uma empresa pode escolher entre três posições:

55 O Que é uma Marca? AtributosBenefíciosValores Cultura Usuário Personalidade

56 Atributos: automóvel caro, bem construído Benefícios: durável, admirado Valores: segurança, prestígio Cultura: germânica Personalidade: chefe decidido Usuário: executivo de meia idade Atributos: automóvel caro, engenharia de ponta Benefícios: Potência, velocidade Valores: alto desempenho Cultura: germânica Personalidade: bem sucedido Usuário: jovem executivo

57 Na criação de uma marca Faça-o curto: Facilidade de memorização. Hewlett- Packard = HP Faça-o simples: cuidado para a pronúncia e memorização. Schahin Cury. Hoescht. Oderbrecht. GM, Ford, Caloi, IBM Evite tendências ou modas: terminações muito comuns. Xcamp ou Campx. Lexus, Clarus, Taurus, Nexus, etc. Pense no futuro: As tecnologias mudam Evite acentuações e mudanças gramaticais

58 Bons Nomes de Marca: Sugerir os benefícios do produto Inconfundível Não ter significa- dos negativos em outros países/ línguas Sugerir as qualidades do produto Fácil de pronunciar, reconhecer e lembrar

59 Marcas Próprias Marcas Genéricas Água Boricada York Tipos de Marcas Marcas dos Fabricantes Água Boricada Drogaria São Paulo Estrutura da Marca

60 Elementos do Valor da Marca Proporciona valor para o cliente por aumentar: Interpretação/ processamento de informação Confiança na decisão de compra Satisfação de uso Proporciona valor para a empresa por aumentar: Eficiência e eficácia de programas informações de marketing Lealdade à marca Preços/margens de lucro Extensões de marca Alavancagem comercial Vantagem competitiva Lealdade à marca Consciência do nome Qualidade percebidaAssociações da Marca Outros ativos da marca Valor da Marca Símbolo do nome

61 MARCAS DO SUCESSO Premissa Básica para uma Marca de Sucesso : – Concentração de esforços conjuntos de toda a empresa, no aprimoramento e consolidação dos fatores que compõem o seu Brand Equity.

62 Brand Equity Conjunto de recursos, inerentes à uma marca, que se agregam ao valor proporcionado por um produto ou serviço. Recursos Formadores do Brand Equity – Conhecimento da Marca (Awareness) Reconhecimento Recordação Espontânea Primeira Marca Lembrada (Top of Mind) Predomínio de Uma Marca

63 PERSONALIDADE DA MARCA Personalidade da Marca é um Conjunto de Características Humanas Associadas à uma Determinada Marca.

64 PERSONALIDADE DA MARCA Principais Fatores da Personalidade – Sinceridade Simples / Honesta / Integra – Emoção Ousada / Corajosa / Criativa / Alegre – Competência Confiável / Inteligente / Bem - Sucedida – Sofisticação Elitista / Fascinante – Robustez Valente / Voltada Para Ar Livre

65 POSICIONAMENTO DA MARCA O posicionamento é a parcela da identidade da marca que deve ser ativamente comunicada ao público alvo e demonstrar uma vantagem em relação às marcas concorrentes.

66 Patrimônio de Marca Sem fidelidade à marca (cliente trocará de marca) Sem fidelidade à marca (cliente trocará de marca) Cliente satisfeito (não há razão para trocar) Cliente satisfeito (não há razão para trocar) Satisfeito e terá custos de troca Valoriza a marca (marca como uma amiga) Valoriza a marca (marca como uma amiga) Devotado à marca Devotado à marca

67

68 Distribuição Canais de Marketing

69 Intermediários Melhoram a Eficiência do Canal Contatos de vendas sem um intermediário Contatos de vendas com um intermediário Fabricantes de capacetes MotociclistasFabricantes de capacetes Motociclistas Loja de motocicletas Intermediário

70 Níveis de Canal Consumidores Varejistas Atacadistas Agentes Canal direto Produtor Canais indiretos

71 Fatores para a Seleção um Canal de Distribuição Características do Cliente Características do Produto Características dos Intermediários Número Dispersão geográfica Preferências de canal Comportamento de compra Uso de tecnologia Custo unitário Perecibilidade Volume Padronização Necessidade de instalação e manutenção Disponibilidade Disposição de comercializar o produto Mercado servido por eles Funções de distribuição realizadas Potencial de conflitos e de cooperação Outras ofertas de produtos Condição financeira Pontos fortes e fracos

72 Características dos Concorrentes Características Ambientais Características Organizacionais Número e tamanho Estratégias de distribuição Condições financeiras Tamanho de linhas e compostos de produtos Objetivos, estratégias e orçamentos Pontos fortes e fracos Condições econômicas Questões políticas Leis, regulamentações e ética Mudanças culturais e sociais Mudanças tecnológicas Tamanho e participação de mercado Condição financeira Tamanho de linhas e compostos de produtos Capacidade de realizar funções de distribuição Objetivos, estratégias e orçamento Experiência de canal Pontos fortes e fracos Fatores para a Seleção um Canal de Distribuição

73 Níveis de Cobertura de Mercado Nível Objetivo Exemplos Vitor Hugo Diesel Trabalhar com um único intermediário para um produto que demande recursos ou posicionamento especiais; distribuir bens de luxo com eficiência Exclusiva Seletiva Número de intermediários na área comercial Intensiva Trabalhar em íntima associação com intermediários que satisfaçam certos critérios; distribuir produtos de compra comparada com eficiência Dar suporte a venda de massa; distribuir bens de conveniência com eficiência Um Alguns Muitos Computadores Compaq; Aparelhos de som Gradiente Coca-Cola, canetas Bic, creme dental Colgate

74 Questões Políticas, Legais e Éticas Contrato de Exclusividade Restrição imposta por um fornecedor a um cliente proibindo-o de comprar certo tipo de produto de qualquer outro fornecedor. Territórios de vendas fechados O produtor especifica uma área geográfica e designa um intermediário para servi-la. Essa estratégia objetiva aumentar o esforço do intermediário e sua capacidade de comercializar o produto. Contrato Casado Acordo pelo qual o vendedor vende um determinado produto apenas se o comprador também comprar outro produto especificado.

75 Questões Políticas, Legais e Éticas Imposição de Linha Completa Arranjo em que o intermediário que deseje levar um determinado produto precisa comprar a linha inteira do fornecedor. Mercado Cinza Negócio em que distribuidores estrangeiros vendem versões estrangeiras dos produtos de um país nesse próprio país. Reserva de Espaço Taxa paga por um fabricante em troca de espaço numa loja de varejo.

76 Como Atacadistas Podem Criar Valor Para Produtores Para Varejistas Para Usuários Finais Reduzindo custos ao contribuir com eficiência e experiência para o canal Proporcionando informações sobre setores e produtos Proporcionando maior capacidade de atingir os compradores Oferecendo informações sobre os compradores Reduzindo as perdas potenciais ao assumir os riscos do negócio Melhorando a seleção de produtos, ao informar os varejistas sobre os produtos mais adequados aos usuários finais Reduzindo os custos monetários, de tempo e de esforço pelo oferecimento de uma variedade de bens Reduzindo os custos monetários por meio de maior eficiência e/ou conhecimento Reduzindo os custos monetários por meio de maior eficiência e/ou experiência

77 Estratégias de Marketing para Atacadistas Estratégia de marketing para atrair vendedores Estratégia de marketing para atrair compradores Varejistas e outros revendedores Atacadistas Produtores

78 O atacadista recebe os bens e os armazena em depósitos. Registra o estoque em computador e paga a fatura. O Processo de Distribuição Física O fabricante recebe o pedido, emite a fatura, deduz os bens do estoque e despacha-os. O atacadista encomenda bens por telefone, correio, fax ou computador. O produtor armazena bens acabados e registra o estoque em computador. Armazenamento Administração de estoques Processamento de pedidos Administração de estoques Transporte Armazenamento Administração de estoques Processamento de pedidos

79 O varejista recebe os bens e os coloca em prateleiras. Registra o estoque em computador e paga a fatura. O atacadista recebe o pedido, emite a fatura, deduz os bens do estoque e despacha-os. O varejista encomenda os bens por telefone, correio, fax ou computador. Processamento de pedidos Administração o de estoques Transporte Administração de estoques Processamento de pedidos O Processo de Distribuição Física

80 Proporção de Bens Transportados em cada Meio de Transporte no Brasil

81 Custo Quantidade no estoque Custos Totais Custo de manutenção de Estoque Custo da Perda de Venda por falta de estoque Custos de Estoque

82 Principais Tipos de Varejo com Loja Lojas de Varejo Lojas Especializadas Lojas de Consumo em Massa Lojas de Conveniência

83 Principais Tipos de Varejo sem Loja Telemarketing Anúncio para resposta imediata Marketing on-line Marketing direto integrado Máquinas de venda Varejo sem loja Marketing direto Venda direta Mala direta

84 PROMOÇÃO

85 Muitas vezes a promoção é encarada como o todo do marketing, mas na verdade é apenas parte da ciência como um todo. A promoção é a comunicação com os consumidores ou com a sociedade O processo de comunicação de um produto deve ser elaborado de maneira a atingir os consumidores potenciais, utilizando os canais de comunicação mais eficientes. maneiras mais eficientes de falar Não se trata de utilizar as mídias mais caras ou com maior penetração na sociedade, mas sim escolher as maneiras mais eficientes de falar com os consumidores ou os potenciais consumidores.

86 A fonte codifica a mensagem A fonte transmite a mensagem via meio de comunicação O receptor decodifica a mensagem O receptor fornece feedback para a fonte

87 Comunicação de Marketing Atenção Interesse Desejo Ação AIDA

88 Produtor Revendedores Consumidores Modelo de Expansão ProdutorRevendedoresConsumidores Modelo de Contração

89 Níveis de Canal Consumidores Varejistas Atacadistas Agentes Canal direto Produtor Canais indiretos

90 Uniforme Crescente Decrescente Alternado Concentrado Contínuo Intermitente Padrões de Timing de Propaganda

91 Não existe a possibilidade de uma boa comunicação gerar a necessidade nos consumidores. Mas pode apenas despertá-la.

92 Análise Ambiental

93 Econômico Político Legal Tecnológico e Social Competitivo Mix de Marketing: Produto Preço Praça Promoção

94 Ambiente Econômico Conjuntura Ecômica Internacional Conjuntura Econômica Nacional Política de Juros Mercado de valores Impactos no comércio Previsibilidade (importância da informação)

95 Ambiente Político Legal Análise em três esferas Federal Estadual Municipal Regulamentações de Órgãos independentes.

96 Ambiente Tecnológico e Social Destruição Criativa Taxa de Inovações Importantes Inovações em Produtos Inovações em Processos Aceleração no ritmo de mudanças tecnológicas. Oportunidades ilimitadas para inovação Orçamentos de P&D Regulamentações mais rigorosas

97 Ambiente Competitivo Análise do comportamento da concorrência Tipos de Concorrência Concorrência pura Produtos similares são oferecidos. Compradores e vendedores estão familiarizados com os produtos. Há poucas barreiras de entrada. Ex. Hortifrutigranjeiros Concorrência monopolista Há muitos vendedores de produtos similares. Cada um tem particicpação relativamente pequena de mercado. Ex. bancos

98 Ameaça de novos ingressantes Poder de barganha dos fornecedores Rivalidade entre concorrentes existentes Poder de barganha entre os compradores Ameaça de produtos substitutos


Carregar ppt "Marketing. Processo social e administrativo pelo qual indivíduos e grupos obtêm o que necessitam e o que desejam através da criação e troca de produtos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google