A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

III ENCONTRO DA MULHER NA SOCIEDADE ATUAL Tema: A Era Digital 08 de outubro de 2011 LEITURA NA ERA DIGITAL Maria Helena Martins III ENCONTRO DA MULHER.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "III ENCONTRO DA MULHER NA SOCIEDADE ATUAL Tema: A Era Digital 08 de outubro de 2011 LEITURA NA ERA DIGITAL Maria Helena Martins III ENCONTRO DA MULHER."— Transcrição da apresentação:

1

2 III ENCONTRO DA MULHER NA SOCIEDADE ATUAL Tema: A Era Digital 08 de outubro de 2011 LEITURA NA ERA DIGITAL Maria Helena Martins III ENCONTRO DA MULHER NA SOCIEDADE ATUAL Tema: A Era Digital 08 de outubro de 2011 LEITURA NA ERA DIGITAL Maria Helena Martins

3 Entre nós, a importância da leitura foi sempre alardeada, sem atingir de fato os jovens leitores em potencial. As queixas e as estatísticas dizem isso. Em contrapartida, o apelo do universo eletrônico parece ter conquistado esse público de imediato, via imagem e interatividade. E como fica a leitura?

4 Depende do que se considera leitura.

5 A leitura não se restringe ao texto escrito, precede e vai além da palavra Podemos ler qualquer forma de expressão e atribuir-lhe significado(s) conforme as circunstâncias pessoais e contextuais A leitura não se restringe ao texto escrito, precede e vai além da palavra Podemos ler qualquer forma de expressão e atribuir-lhe significado(s) conforme as circunstâncias pessoais e contextuais

6 Uma noção ampla de leitura a considera um processo de atribuição de significado a linguagens verbais e não verbais. Portanto, não se trata de um ato mecânico de decodificação da língua.

7 O processo envolve sentidos, emoções e pensamentos que interagem, simultaneamente, prevalecendo uns ou outros O processo envolve sentidos, emoções e pensamentos que interagem, simultaneamente, prevalecendo uns ou outros

8

9 A criação e a leitura se realizam plenamente quando uma apresenta e quando outra provoca estranhamento do óbvio

10 Por que sempre se repetem lugares-comuns e enaltecedores sobre a leitura? Definitivamente, ela não é banal, óbvia, tampouco é tão simples. Quais as razões disso ? Seria um modo de facilitar a aproximação do leitor Por que sempre se repetem lugares-comuns e enaltecedores sobre a leitura? Definitivamente, ela não é banal, óbvia, tampouco é tão simples. Quais as razões disso ? Seria um modo de facilitar a aproximação do leitor

11 Thalita Rebouças

12 Sempre que eu visito escolas aparece um adolescente que fala na minha cara, sem a menorrrr vergonha: "Ler é chato". Como sei que ler é o oposto de chato, em 2004 resolvi criar a campanha "LER É BACANA". Também usei outras frases, como "Ler é irado" e "Ler é tuuudo de bom!". No fundo, claro, a mensagem é a mesma: adolescentes, percam a implicância com os livros e entendam que o hábito da leitura é maravilhoso! A minha primeira idéia foi fazer camisetas para divulgar a campanha em eventos literários, tardes de autógrafos e visitas às escolas. Sempre que eu visito escolas aparece um adolescente que fala na minha cara, sem a menorrrr vergonha: "Ler é chato". Como sei que ler é o oposto de chato, em 2004 resolvi criar a campanha "LER É BACANA". Também usei outras frases, como "Ler é irado" e "Ler é tuuudo de bom!". No fundo, claro, a mensagem é a mesma: adolescentes, percam a implicância com os livros e entendam que o hábito da leitura é maravilhoso! A minha primeira idéia foi fazer camisetas para divulgar a campanha em eventos literários, tardes de autógrafos e visitas às escolas.

13 Quando os apelos da mídia eletrônica se multiplicam, atraindo jovens leitores, parece ainda mais necessário enfeitar o texto para enfrentar a concorrência das múltiplas linguagens e modos de lê-las nos meios eletrônicos Quando os apelos da mídia eletrônica se multiplicam, atraindo jovens leitores, parece ainda mais necessário enfeitar o texto para enfrentar a concorrência das múltiplas linguagens e modos de lê-las nos meios eletrônicos

14 não linearidade lúdica do texto + linguagem visual + interatividade + recursos de áudio e animações > marketing digital < atinge primordialmente os sentidos e satisfaz expectativas de gosto do público-alvo: adolescentes e jovens.

15 Zero Hora Digital

16 Zero Hora Impressa

17 Site Celpcyro

18 Antes de fazer a apologia da Era Digital ou simplesmente desconsiderá-la, precisamos pensar que a juventude tem nesse universo seu referencial básico de sobrevivência pessoal e social, e que cabe a nós, adultos maduros, entendermos esse novo contexto vivencial para impregná-lo, tanto quanto possível, de uma chispa humanista.

19 III ENCONTRO DA MULHER NA SOCIEDADE ATUAL Tema: A ERA DIGITAL Santander Cultural-08 de outubro de 2011 – Porto Alegre CELPCYRO – VISITE O SITE E SAIBA MAIS


Carregar ppt "III ENCONTRO DA MULHER NA SOCIEDADE ATUAL Tema: A Era Digital 08 de outubro de 2011 LEITURA NA ERA DIGITAL Maria Helena Martins III ENCONTRO DA MULHER."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google