A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DEUTEROSTOMIA Aula 14. Deuterostomia Ambulacraria BILATERIA Chordata Ambulacraria Chordata Deuterostomia Ambulacraria Chordata BILATERIA Ecdysozoa Protostomia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DEUTEROSTOMIA Aula 14. Deuterostomia Ambulacraria BILATERIA Chordata Ambulacraria Chordata Deuterostomia Ambulacraria Chordata BILATERIA Ecdysozoa Protostomia."— Transcrição da apresentação:

1 DEUTEROSTOMIA Aula 14

2 Deuterostomia Ambulacraria BILATERIA Chordata Ambulacraria Chordata Deuterostomia Ambulacraria Chordata BILATERIA Ecdysozoa Protostomia Spiralia Lophotrochozoa Platyzoa

3 DEUTEROSTOMIA SINAPOMORFIAS Clivagem radial O blastóporo originando o ânus Mesoderme derivada da parede do arquênteron Cavidade celômica origina-se por enterocelia (evaginações do arquêntero) Corpo tipicamente tripartido: Protossomo (protocele) Mesossomo (mesocele) Metassomo (metacele)

4 SINAPOMORFIAS Clivagem radial O blastóporo originando o ânus Mesoderme derivada da parede do arquênteron Cavidade celômica origina- se por enterocelia (evaginações do arquêntero) Corpo tipicamente tripartido: Prossoma (protocele) Mesossoma (mesocele) Metassoma (metacele) Deuterostomia Protostomia

5 SINAPOMORFIAS Clivagem radial O blastóporo originando o ânus Mesoderme derivada da parede do arquênteron Cavidade celômica origina-se por enterocelia (evaginações do arquêntero) Corpo tipicamente tripartido: Prossoma (protocele) Mesossoma (mesocele) Metassoma (metacele)

6 O blastóporo originando o ânus Mesoderme derivada da parede do arquênteron Cavidade celômica origina-se por enterocelia (evaginações do arquêntero)

7 Corpo trimétrico –PROTOSSOMO (região pré-oral anterior) Protoceles –MESOSSOMO (regiâo média que porta a boca) Mesoceles –METASSOMO (tronco que contém o trato digestivo e as gônadas) Metaceles

8 HEMICHORDATA - Enteropneustos e Pterobrânquios ECHINODERMATA – Estrelas-do-mar, ouriços-do- mar,... CHORDATA – ascídias, anfioxos e vertebrados

9 Posição filogenética atualmente mais aceita para os táxons deuterostômios, baseada tanto em caracteres morfológicos quanto moleculares.

10 HEMICHORDATA Animais marinhos, bentônicos e vermiformes Maioria em águas rasas Maioria sedentária ou séssil Tubícolas Solitários ou coloniais

11 Estomocorda (divertículo bucal), uma estrutura mais ou menos rígida localizada anteriormente nestes animais, tida por muito tempo como homóloga à notocorda dos Chordata Corpo trimérico (probóscide, colar e tronco) Presença de fendas branquiais na faringe Maioria com cordão nervoso dorsal

12 Sistemática Classe Enteropneusta Classe Pterobranchia

13 Classe Enteropneusta Cerca de 70 espécies Principalmente bentônicos de águas rasas Ex: Sacoglossus, Balanoglossus

14 Classe Enteropneusta São encontrados sob rochas e conchas, ou constroem galerias revestidas de muco (em forma de U) na lama ou areia.

15 Classe Pterobranchia Cerca de 22 espécies Bentônicos de águas rasas e profundas

16 Classe Pterobranchia Coloniais habitantes de tubos fixados a substratos duros Zoóides são pequenos (< 5mm)

17

18

19 100% marinhos Bentônicos - livres ou sésseis 7000 espécies viventes espécies de fósseis Brasil: 329 espécies

20 Simetria pentarradial Endoesqueleto: placas calcárias porosas Tecido conectivo mutável Sistema ambulacral: Captura de alimentos Locomoção Trocas gasosas Circulação Eliminação de excretas

21

22 Endoesqueleto dérmico calcário ossículos espinhos pedicelárias

23 Sistema ambulacral placa madrepórica pés ambulacrais

24

25 Classe Asteroidea Classe Concentricycloidea Classe Ophiuroidea Classe Echinoidea Classe Holothuroidea Classe Crinoidea

26 CLASSE CRINOIDEA CLASSE CRINOIDEA - Lírios-do-mar e pena-do-mar - Maior quantidade da caracteres primitivos - Pedúnculo (haste) em algumas espécies - Maioria fixos pelos cirros - Boca voltada para cima -Pés ambulacrais - Filtradores

27 Classe Crinoidea

28

29 -Estrela-do-mar -Ampla distribuição(ambientes consolidados e fundos moles) - Bastante diversificados - Errantes - Predadores vorazes (principalmente bivalves) - Boca voltada para baixo - Ânus e placa madrepórica na superfície aboral CLASSE ASTEROIDEA

30 - Pedicelários - Pápulas com função respiratória na região aboral - Pápulas com função respiratória na região aboral - 5 a 50 braços articuláveis - Sulcos ambulacrais e ampolas - Tentáculos e mancha ocelar na extremidade dos braços. - Grande capacidade de regeneração Classe Asteroidea

31 Predadores vorazes Pedicelárias Grande capacidade de regeneração Pés ambulacrais Paxilas Pápulas

32 Paxillosida Forcipulatida Brisingida Spinulosida Valvatida Velatida

33 Classe Asteroidea

34 CLASSE CONCENTRICYCLOIDEA CLASSE CONCENTRICYCLOIDEA - Grupo descoberto recentemente (1986) - Duas espécies conhecidas - Habitam madeiras submersas em grandes profundidades - Discóides - Sem braços - Possuem cinco áreas ambulacrais - Menores que 1cm - Sem sistema digestivo

35 CLASSE OPHIUROIDEA - Ofiúros, estrelas-serpentes - Vida livre e ativa - Corpo com disco central e cinco braços bem individualizados - Boca rodeada por cinco mandíbulas - Necrófagos, detritívoros e suspensívoros - Sulcos ambulacrários fechados - Sem ânus - Placa madrepórica na face oral - Pés ambulacrários pequenos, sem ampolas - Grande capacidade de regeneração (reprodução assexuada)

36 Classe Ophiuroidea

37 CLASSE ECHINOIDEA CLASSE ECHINOIDEA - Equinóides regulares: ouriços-do-mar - Equinóides irregulares: ouriços cordiformes e bolachas-da-praia -900 espécies e 105 no Brasil -Substratos rochosos ou arenosos -Maioria pastejadores, generalistas. Algas é o alimento mais importante.

38 CLASSE ECHINOIDEA CLASSE ECHINOIDEA -Carapaça rígida envolvendo o corpo - Fusão das placas calcáreas - Espinhos móveis que auxiliam na locomoção juntamente com os pés ambulacrais - Lanterna de Aristóteles - Brânquias circundando a boca - Boca – lado oral; ânus- lado aboral - Placa madrepórica na face aboral -Pés ambulacrários com ventosas - Pedicelárias em forma de pinça

39 Equinóides regulares Equinóides irregulares

40 Lanterna de Aristóteles

41 Vídeo Vida de Bolacha

42 CLASSE HOLOTHUROIDEA CLASSE HOLOTHUROIDEA -Pepinos-do-mar -Parede do corpo musculada, ossículos pequenos e bastante separados - Corpo alongado - Sem espinhos e pedicelários - Tecido conectivo mutável - Simetria bilateral secundária (externa): trívio – bívio Regiões entremarés até profundidades superiores a 2.500mRegiões entremarés até profundidades superiores a 2.500m Habitam a superfície do fundo, entre rochas ou fendas ou podem ser escavadores ou pelágicosHabitam a superfície do fundo, entre rochas ou fendas ou podem ser escavadores ou pelágicos São detritívoros ou suspensívorosSão detritívoros ou suspensívoros

43 Classe Holothuroidea

44 - Boca rodeada por 10 a 30 tentáculos – pés ambulacrais modificados - Pódios com ventosas ao longo do corpo

45

46


Carregar ppt "DEUTEROSTOMIA Aula 14. Deuterostomia Ambulacraria BILATERIA Chordata Ambulacraria Chordata Deuterostomia Ambulacraria Chordata BILATERIA Ecdysozoa Protostomia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google