A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Transmissão da vida. A espécie humana, como muitas outras, tem reprodução sexuada e os indivíduos masculinos distinguem-se dos indivíduos femininos –

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Transmissão da vida. A espécie humana, como muitas outras, tem reprodução sexuada e os indivíduos masculinos distinguem-se dos indivíduos femininos –"— Transcrição da apresentação:

1 Transmissão da vida

2 A espécie humana, como muitas outras, tem reprodução sexuada e os indivíduos masculinos distinguem-se dos indivíduos femininos – dimorfismo sexual. Nos primeiros anos de vida a única diferença entre os indivíduos masculinos e os indivíduos femininos é apenas os órgãos sexuais – caracteres sexuais primários, a partir da puberdade ocorrem transformações físicas nos rapazes e nas raparigas que originam o aparecimento dos caracteres sexuais secundários. Puberdade e Maturação sexual

3 Puberdade Masculina

4 Puberdade Feminina

5 Sistema Reprodutor Masculino

6 Gónadas São os testículos Produzem as gâmetas masculinas (espermatozóides) Glândulas Anexas Próstada Vesículas Seminais (2) Glândulas de Cowper (2) Vias Genitais São canais por onde passam os gâmetas masculinos Uretra Epidídimo Canal ejaculatório Canal deferente Órgão Sexual Externo Pénis

7 Sistema Reprodutor Feminino

8 Gónadas São os Ovários Produzem as gâmetas femininos (óvulo) Vias Genitais São canais por onde os gâmetas se Deslocam e que, caso exista fecundação, o ovo ou zigoto percorre até se implantar no útero. Útero Vagina Trompas de Falópio Órgão Sexual Externo Vulva

9 Ciclo Ovárico O ciclo ovárico, que dura em média 28 dias, pode ser dividido em três fases: fase folicular, ovulação e fase luteinica. Na fase folicular ocorre o desenvolvimento de folículos primários, atingindo um deles a fase de folículo maduro. A meio do ciclo ocorre a ovulação, ou seja, a libertação do gâmeta feminino do ovário. Na fase luteínica forma-se, desenvolve-se e regride o corpo amarelo, que resulta do que resta da estretura folicular que permanece no ovário após a libertação do gâmeta.

10 Ciclo Uterino O ciclo uterino, que dura em média 28 dias, pode ser dividido em três fases: fase menstrual, fase proliferativa e fase secretora. A fase menstrual marca o início do ciclo e dura cerca de 5 dias. Durante esta fase ocorre a desagregação do endométrio, originada pela dilatação e rebentamento dos vasos sanguíneos nele existentes. A porção do endométrio destruída é expelida para o exterior juntamente com um fluxo sanguíneo que resulta do rebentamento dos vasos sanguíneos - menstruação. A fase proliferativa, que dura cerca de 9 dias, é caracterizada pela reparação do endométrio que quase desapareceu na última menstruação. Nesta fase formam-se numerosas glândulas e começam a ser reconstituídos os vasos sanguíneos. Na fase secretora, que dura em média 14 dias, o endométrio continua a desenvolver-se até atingir a sua espessura máxima de cerca de 5 mm. As glândulas e a rede de vasos sanguíneos atingem igualmente o máximo de desenvolvimento. Deste modo, o útero está pronto para receber e alojar nesta camada «fofa e esponjosa» um embrião. Caso não tenha ocorrido uma fecundação, esta camada degenera, iniciando-se assim um novo ciclo com a fase menstrual.

11 Hormonas e ciclos sexuais femininos Existe uma estreita relação entre o ciclo ovárico e o ciclo uterino. O ovário actua sobre o útero através das hormonas ováricas – estrogénios e progesterona – que lança no sangue. Estas actuam no útero comandando as transformações do endométrio.

12 Hormonas Sexuais O funcionamento do sistema reprodutor é controlado a partir do cérebro através de duas hormonas – a LH e a FSH – produzidas pela hipófise. No homem, a hormona LH estimula as células de Leydig a produzirem testosterona e a FSH controla a produção dos espermatozóides pelos tubos seminíferos. Na mulher, as fases do ciclo ovárico são determinadas por três combinações diferentes da concentração sanguínea das hormonas LH e FSH.


Carregar ppt "Transmissão da vida. A espécie humana, como muitas outras, tem reprodução sexuada e os indivíduos masculinos distinguem-se dos indivíduos femininos –"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google