A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Método Delphi Uma série de estudos foi conduzida, durante alguns anos, pela RAND Corporation (Santa Mônica, Califórnia, EUA), recebendo a denominação de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Método Delphi Uma série de estudos foi conduzida, durante alguns anos, pela RAND Corporation (Santa Mônica, Califórnia, EUA), recebendo a denominação de."— Transcrição da apresentação:

1 Método Delphi Uma série de estudos foi conduzida, durante alguns anos, pela RAND Corporation (Santa Mônica, Califórnia, EUA), recebendo a denominação de "Projeto Delphi". Tal designação inspirou-se no antigo oráculo de Delfos (Grécia) dedicado a Apolo. A técnica empregada foi chamada de método "Delphi". Material apresentado e discutido no curso de avaliação de serviços e programas de saúde[senso estrito]-Dpto de epidemiologia e métodos quantitativos em saúde- Ensp / Fiocruz E. Maranhão

2 O que é [1] O método "Delphi" é reconhecido como um dos melhores instrumentos de previsão qualitativa. Sua área de aplicação mais corrente é a previsão tecnológica[ mas, aos poucos, vem sendo estendido para outras áreas, como a Administração (principalmente em Descrição de Cenários Futuros no campo do Planejamento Estratégico), no estudo da Geopolítica onde pode interagir com a Escola Organicista.] Sua utilização é mais indicada quando não existem dados históricos a respeito do problema que se investiga ou, em outros termos, quando faltam dados quantitativos referentes ao mesmo. O princípio do método é intuitivo e interativo. Implica a constituição de um grupo de especialistas em determinada área do conhecimento, que respondem a uma série de questões. Os resultados dessa primeira fase são analisados, calculando-se a mediana e a amplitude inter-quartílica. A síntese dos resultados é comunicada aos membros do grupo que, após tomarem conhecimento, respondem novamente. E. Maranhão

3 [2] As interações se sucedem desta maneira até que um consenso ou quase consenso seja obtido. As iterações do método são denominadas "rounds[voltas]". De modo geral, o método "Delphi" se distingue por três características básicas: 1) anonimato, 2) interação com "feedback" controlado, 3) respostas estatísticas do grupo. O anonimato entre os participantes é um modo de se reduzir a influência de um sobre o outro, porque eles não se intercomunicam durante a realização do painel. A iteração com "feedback" controlado - condução do experimento numa série de etapas ("rounds") e comunicando aos participantes um resumo da etapa precedente - reduz o "ruído", ou seja, o pesquisador fornece ao grupo somente aquilo que se refere aos objetivos e metas de seu estudo, evitando que o painel se desvie dos pontos centrais do problema. A utilização de uma definição estatística da resposta do grupo é uma maneira de reduzir a pressão do grupo na direção da conformidade, evitando, ao fim do exercício, uma dispersão significativa das respostas individuais. O produto final deverá ser uma previsão que contenha o ponto de vista da maioria. No entanto, pode haver um resultado também minoritário, se a minoria tiver convicção acerca do assunto. E. Maranhão

4 [3] O número de "rounds[voltas] a ser realizado no estudo irá depender do custo do painel, do tempo disponível pelo pesquisador e também da disponibilidade de tempo dos participantes. Não existe a exigência de um número mínimo ou máximo de componentes do painel, que pode variar de um pequeno grupo até um grupo numeroso, dependendo do tipo de problema a ser investigado e da população e/ou amostra utilizáveis. Algumas variações podem implicar na eliminação de uma ou mais características do método "Delphi", ou na criação de procedimentos diferentes, que são admitidos, desde que sejam conservadas as características básicas. E. Maranhão

5 [4] O método "Delphi" oferece duas vantagens: seu custo é relativamente baixo e ele suprime as pressões, que os participantes poderiam ter numa confrontação face-a-face. A aplicação do método pode ser feita através do correio ou via terminais de computador. O pesquisador sumariza o cálculo da mediana ou da média da previsão, remetendo o resultado a cada painelista, podendo ou não incluir um relatório. Os respondentes são solicitados a revisar suas previsões, submetendo-as à comparação com os argumentos de suporte. O processo pára quando o consenso tiver sido aproximado entre os participantes. De acordo com a praxe do método "Delphi", o primeiro "round" é composto de questões totalmente abertas. E. Maranhão

6 Amostra[5] A amostra utilizada numa pesquisa exploratória poderá ser intencional, probabilística ou mesmo uma conjunção de ambas. Compor-se-á pelo número de profissionais que se puder obter. Através de contatos pessoais, serão entregues questionários a profissionais dos diversos níveis hierárquicos dos tipos de organizações ou segmentos que se pretenda pesquisar, sem considerarmos a formação dos respondentes, tendo como exigência mínima possuir curso secundário, para possibilitar a compreensão do instrumento e experiência profissional no setor, que permita avaliar, com conhecimento de causa, as questões que deverão responder. A amostra do estudo prospectivo, por convenção, será ou não do tipo intencional, e probabilística, como requerida pelo método "Delphi", constituída pelos participantes da amostra do estudo exploratório que devolvam o questionário preenchido, manifestando concordância em participar do painel délfico, possuam instrução superior, mesmo que incompleta e, pelo menos, cinco anos de experiência no tema. Serão entregues questionários no primeiro round, após receber as respostas, reestruturar- se-á o questionário relativo à pesquisa prospectiva (método "Delphi"), remetendo-o aos elementos da amostra. No segundo e terceiro "rounds" manter-se-á o mesmo número de participantes. E. Maranhão

7 Instrumentação[6] Com vistas a obter respostas às questões formuladas numa pesquisa, são elaborados dois questionários: o primeiro referente à pesquisa exploratória, contendo questões totalmente fechadas e, o segundo, relativo ao estudo prospectivo, composto por questões totalmente abertas, conforme preconiza o método "Delphi", correspondendo ao primeiro "round". Os "rounds" seguintes serão reestruturados com base neste primeiro. A elaboração do primeiro questionário levará em consideração dados pessoais do respondente, tais como nome, faixa etária, formação, titulações, organização a qual está vinculado, cargo, tempo no cargo e na organização, tempo total de experiência na área e telefone para contato. As demais questões visam aquilatar o grau de utilização do arcabouço teórico prático do tema, segundo um perfil teórico daquilo que deverá ser o nível do objeto da pesquisa, e caracterizará o aspecto nitidamente exploratório do instrumento. O segundo questionário é estruturado com vistas a seguir os princípios do método "Delphi" contendo questões de natureza prospectiva visando a detectar a desejabilidade futura e probabilidades de ocorrência relacionadas ao nível dos objetivos preestabelecidos na abrangência delimitada no projeto, abordando mais especificamente: fatores a serem valorizados, prioridades em termos de recursos e funções da organização, dificuldades e oportunidades, probabilidade das hipóteses virem a estabelecer níveis satisfatórios de consolidação do pretendido. E. Maranhão

8 [7] Devido às características da proposição temática, de caráter eminentemente qualitativo e relacionado a conceitos teóricos do centro de estudos, cujo campo de abrangência poderá exibir uma complexidade maior de conteúdos daqueles preestabelecidos, os instrumentos poderão não serem exaustivos, mas, nem por isso, perderão sua validade, já que visam ressaltar a maior ou menor incidência de certas práticas no campo da pesquisa empírica. Realizar pré-teste do instrumento. Após cumprir-se essa tarefa, os questionários serão parcialmente reformulados, elaborando-se as suas versões definitivas E. Maranhão

9 Coleta de dados[8] A coleta de dados, tanto da pesquisa exploratória quanto da prospectiva, pode ser feita através da entrega pessoal dos formulários àqueles residentes em outras localidades. A primeira etapa da coleta constará da entrega do questionário da pesquisa exploratória a 50 componentes (essa composição é meramente ilustrativa, dependerá dos objetivos que se pretende na pesquisa e, se for o caso, quais as hipóteses levantadas) da amostra inicial. A cada um dos participantes deve ser explicada a razão do estudo, seja ela de que natureza for. O primeiro questionário é elaborado com 20 questões fechadas para escolha do respondente, considerando um número de questões relativamente não muito extenso e pela natureza do instrumento de fácil entendimento. Mesmo assim, possibilitar-se-á um tempo considerado razoável para devolução dos mesmos, que ficará em torno de 60 dias. Para evitar pressão aos participantes, deixamos ao arbítrio de cada um solicitar a coleta do instrumento. Próximo ao prazo especificado, deve-se realizar um reforço por telefone, marcando uma data para coletar o questionário. Inicia-se, a seguir, o primeiro "round" do método "Delphi", entregando-se os instrumentos composto de 10 questões totalmente abertas a determinado número de participantes. Esta fase será mais rápida, não devendo ultrapassar 30 dias. Após a análise estatística do primeiro "round", parte-se para o segundo, entregando-se o material pertinente aos "X" participantes do painel. No terceiro "round", repete-se todo o processo, mantendo-se o tempo de coleta e o número de participantes. Com a aproximação das respostas em torno do consenso, indicado pelas medidas estatísticas, encerra-se o processo nesta fase. E. Maranhão

10 [9] Os dados obtidos por intermédio da pesquisa exploratória serão tratados, principalmente, por estatística descritiva (ou dedutiva). Com relação aos dados obtidos pela pesquisa prospectiva, correspondente ao método "Delphi", aplica-se em cada "round" as medidas estatísticas: mediana, moda, média aritmética e amplitude inter-quartílica, de modo a oferecer, iterativamente, a cada participante, o "feedback" do grupo em termos estatísticos. Com a finalidade de ilustrar o processo de convergência iterativamente apurado, poderá traçar-se um cotejo gráfico do segundo e do terceiro "rounds". E. Maranhão

11 Resultados[10] 2 fases: Apresenta-se, em primeiro lugar, os resultados referentes à pesquisa exploratória e, a seguir, os resultados da pesquisa prospectiva (método Delphi"). Embora o conteúdo de ambas seja rico de informações e a primeira tenha servido basicamente de embasamento para a segunda, essa separação justifica-se em função das distintas formas de organização dos dados que as mesmas impuseram e, também, pela busca de fidelidade e clareza na exposição desses dados, apresentados na mesma ordem que ocorreram no estudo. E. Maranhão

12 RESULTADOS DA PESQUISA EXPLORATÓRIA [11] O questionário da pesquisa exploratória é dividido em duas partes, uma delas visando analisar o perfil dos respondentes e, a outra, obter informações gerais que sejam convergentes com os objetivos do estudo. A primeira parte do questionário permitirá a obtenção de informações a respeito de dados pessoais, gerando uma série de tabelas. ATENÇÃO Este método deverá contemplar, num primeiro momento, características de laboratório. Servindo, meramente, como modelagem de instrumentação. No caso presente, vale ressaltar, contando, por exemplo, com a colaboração de colegas de trabalho. É imperioso ressaltar que no método Delphi cabe distinguir e aplicar a Teoria do Casuísmo. E. Maranhão


Carregar ppt "Método Delphi Uma série de estudos foi conduzida, durante alguns anos, pela RAND Corporation (Santa Mônica, Califórnia, EUA), recebendo a denominação de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google