A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Escola Secundária de Vale de Cambra Ana Paula Oliveira, n.5, 10 F Pessoas como nós, de Margarida Rebelo Pinto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Escola Secundária de Vale de Cambra Ana Paula Oliveira, n.5, 10 F Pessoas como nós, de Margarida Rebelo Pinto."— Transcrição da apresentação:

1 Escola Secundária de Vale de Cambra Ana Paula Oliveira, n.5, 10 F Pessoas como nós, de Margarida Rebelo Pinto

2 Como conheci o livro ? Conheci-o quando estava na loja Bertrand à procura de um livro para ler para Português. Quando o vi decidi comprá-lo, uma vez que já tinha ouvido falar muito bem dos livros desta autora, pois retratam a realidade tal como ela é, por vezes, com uma linguagem um pouco agressiva.

3 Antes de ler o livro... Quando comprei este livro estava com grandes expectativas, pois o texto da contracapa já desvendava um bocadinho da história do livro que me cativou bastante.

4 Durante a leitura... Durante a leitura do livro, não conseguia parar de o ler, uma vez que ele capta bastante a atenção do leitor. A autora usa três histórias diferentes de três mulheres distintas e vai alternando-as por capítulo. Assim, mal acabava o capítulo de uma história, queria continuar a ler o capítulo seguinte da outra que tinha ficado a meio.

5 No fim da leitura... Gostei bastante de ler este livro, de tal maneira que até marquei muitos excertos do livro que gostei e com os quais me identifiquei.

6 Informações do livro: Autora: Margarida Rebelo Pinto Título: Pessoas como nós Editora: Oficina do Livro Classificação da obra: Romance Número de paginas: 231 Número de capítulos: 16 Linguagem de fácil compreensão

7 Resumo do livro: Este livro retrata a história de três mulheres, das suas histórias, da história das suas angústias, frustrações e esperanças, numa narrativa centrada em monólogos dessas personagens, intercalados com monólogos dos principais homens (para o bem e para o mal) das suas vidas. Faz o retrato de uma certa sociedade dos nossos dias, de pessoas bem relacionadas no meio social (uma pintora, uma actriz famosa…), descrita com alguma superficialidade, onde se descreve as relações entre as personagens, relações estas afectivas de amizade ou de amor. Os medos, os receios, os traumas, principalmente estes últimos, estão sempre bastante presentes nestas três mulheres, afectando todo o desenrolar das suas vidas, mesmo em comportamentos, decisões ou acções aparentemente desligadas dos seus passados. Existe uma interpretação de cada uma das personagens umas pelas outras, que acrescentam sempre algo pertinente à análise do carácter de cada uma. Os homens neste romance têm, pelo menos aparentemente, as suas vidas mais bem arrumadas do ponto de vista psicológico que as mulheres, revelando-se seguros de si e dos seus interesses.

8 Excerto do livro: Espio discretamente o perfil do Gabriel: ombros largos, direitos, pescoço alto, braços longos e musculados, o queixo um pouco marcado, o nariz e a boca como os de uma estátua de Miguel Ângelo, o cabelo cortado de forma descontraída, mas com um toque de profissional muito à Tony & Guy. Porque é que não estamos juntos, depois de tudo o que passamos, depois de tudo o que sofremos? Não sei. As pessoas que amamos quase sempre nos escapam; ou porque aparecem cedo demais, ou porque se vão embora, ou porque, simplesmente, não as reconhecemos e por isso não as sabemos agarrar. Com o Fred não soube, ou não quis. E porquê? Porque não há receitas mágicas para duas pessoas que se amam ficarem juntas. Antes houvesse.

9 Margarida Rebelo Pinto Nasceu em Lisboa em 1965, revelou desde cedo uma enorme paixão pela escrita. Licenciou-se em Línguas e Literaturas Modernas na Universidade Clássica. Após uma breve passagem como copywriter, pelo mundo da publicidade, aos 22 anos, iniciou a sua actividade jornalística passando por publicações como O Independente, Sete, Marie Claire e Diário de Notícias. O seu primeiro romance foi o livro Sei lá, que na altura em que foi publicado já tinha vendido mais de 130 mil exemplares. Actualmente tem mais 12 livros editados. A escritora é mãe, nada três quilómetros por semana e escreve em qualquer lado, desde que leve um caderno de capa preta.

10 Nova capa PESSOAS COMO NÓS Margarida Rebelo Pinto Oficina do Livro Escolhi esta capa com estas imagens, uma vez que simbolizam vários aspectos do livro: uma criança a afogar-se, que representa o trauma de uma das personagens; um quadro, pois uma das personagens é pintora; três mulheres que são as personagens principais; um homem que representa todos os homens que entram nesta história,e por fim, um coração que simboliza o amor e a amizade que une todas as personagens umas as outras.

11 Nova contracapa Nem todos os homens têm coração, mas há mulheres que também não. O que pode separar duas irmãs? Como se perde uma grande amizade? E o amor de uma vida? Três mulheres entregues à solidão contam a sua história e acabam por revelar os segredos mais surpreendentes. Maria do Carmo não é o que parece, Verónica descobre o impensável e Julieta carrega a culpa de um violento e sórdido trauma. Afinal, todas as pessoas são normais até as conhecermos melhor. Pessoas como nós é o quinto romance de uma das autoras portuguesas que mais contribuiu para a descoberta do prazer da leitura.

12 FIM


Carregar ppt "Escola Secundária de Vale de Cambra Ana Paula Oliveira, n.5, 10 F Pessoas como nós, de Margarida Rebelo Pinto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google