A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Execícios de Revisão Redes e Sistemas Distribuídos II Edgard Jamhour Filtros de Pacotes Criptografia, Certificados Digitais VPN.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Execícios de Revisão Redes e Sistemas Distribuídos II Edgard Jamhour Filtros de Pacotes Criptografia, Certificados Digitais VPN."— Transcrição da apresentação:

1 Execícios de Revisão Redes e Sistemas Distribuídos II Edgard Jamhour Filtros de Pacotes Criptografia, Certificados Digitais VPN

2 INTERNET Exercício 1 Configure as regras do filtro de pacotes "E" para permitir que os computadores da rede interna tenham acesso a serviços HTTP, HTTPS e DNS na Internet. Todos os demais acessos devem ser proibidos /24 rede interna servidor DNS (53) servidor HTTP (80) HTTPs (443) /0 rede externa E

3 Auxilio >=1024 Firewall DNS 0.0.0/0 DNS 0.0.0/0 HTTP 0.0.0/0 HTTP 0.0.0/0 HTTPS 0.0.0/0 HTTPS 0.0.0/0 53 Rede Interna /24 Rede Interna /24 N,R,E R,E >= UDP TCP >=1024 ACK 0,1 ACK 1 ACK 0,1 ACK 1

4 Exercício 1: Regras do Filtro regraação (P/B) protocoloip origemip destinoporta origemporta destinoACK/Estado Ação: (P)ermitir ou (B)loquear Protocolo: TCP, UDP, ICMP, etc. ACK: 0, 1 Estado: N(ew), R(elated), (E)stablished

5 INTERNET Exercício 2 Configure as regras dos filtros de pacotes para rede abaixo. Observe que o roteador da rede interna implementa SNAT. Permita que: –a) hosts internos tenham acesso a serviços HTTP na Internet –b) hosts externos tenham acesso aos serviço DNS e HTTP na DMZ –c) o servidor DNS na DMZ possa se comunicar com servidores DNS na Internet. –d) todos os demais acessos são proibidos /24 rede interna DMZ DNS (53) HTTP (80) nat E

6 Auxilio 1024 Firewall DNS 0.0.0/0 DNS 0.0.0/0 HTTP 0.0.0/0 HTTP 0.0.0/0 Rede Interna /24 Rede Interna /24 N,R,E R,E UDP TCP ACK 0,1 NAT ( ) NAT ( ) DNS DNS HTTP HTTP UDP UDP N,R,E R,E N,R,E R,E ACK ACK 0,1 ACK 1 TCP

7 Exercício 4: Regras do Filtro regraação (P/B) protocoloip origemip destinoporta origemporta destinoACK/Estado

8 INTERNET Exercício 3 Configure as regras dos filtros de pacotes "I" e "E" para rede abaixo.Permita que: –a) hosts internos tenham acesso ao Proxy e ao serviços SMTP e POP3 na DMZ –b) o proxy tenha acesso a servidores DNS, HTTP e HTTPs na Internet –c) o servidor de consulte servidores DNS e troque s com outros servidores na Internet via SMTP –d) os demais acessos são proibidos /24 rede interna DMZ SMTP (25) POP3 (110) I E PROXY (3128)

9 Auxilio para Configuração do Firewall I

10 Exercício 3: Regras do Filtro "I" regraação (P/B) protocoloip origemip destinoporta origemporta destinoACK/Estado

11 Auxílio para Configuração do Firewall E

12 Exercício 3: Regras do Filtro "E" regraação (P/B) protocoloip origemip destinoporta origemporta destinoACK/Estado

13 Exercício 4: Relacione CARACTERÍSTICAALGORITMO ( ) Não é capaz de proteger comunicações UDP contra spoofing de porta. ( ) Permite criar regras utilizando informações do protocolo de aplicação, como identificar o tipo MIME em uma sessão HTTP. ( ) Libera todas as portas dos clientes acima de ( ) Libera apenas a porta do cliente utilizada para estabelecer a conexão com o servidor. ( ) Permite proteger comunicações TCP contra spoofing de porta. ( ) A decisão sobre a passagem ou não de um pacote é tomada utilizando apenas informações contidas no próprio pacote. 1.Firewall com estado 2.Firewall sem estado 3.Firewall com estado de camada 7 4.Nenhuma das anteriores

14 Exercício 5: Relacione FUNÇÃOALGORITMO ( ) Utiliza chaves diferentes para criptografa e descriptografar as informações ( ) Também chamado de algoritmo de chave secreta ( ) Permite verificar a integridade de uma mensagem, isto é, se a mensagem recebida é idêntica a que foi gerada pelo transmissor. ( ) Para uma dada mensagem, gera um código único, de tamanho fixo, que independe do tamanho da mensagem. ( ) Permite verificar a integridade e a identidade do transmissor de uma mensagem. ( ) É unidirecional, isto é, as chaves para criptografar informações de A para B e de B para A são diferentes. ( ) O espaço de chaves é aproximadamente 2^ N, onde N é o tamanho da chave. 1. Criptografia Assimétrica 2. Criptografia Simétrica 3. Hashing 4. Assinatura Digital 5. Nenhuma das anteriores

15 Exercício 6: Indique as afirmações verdadeiras ( ) Algoritmos de criptografia assimétricos, como o RSA, são geralmente mais lentos que os simétricos, pois utilizam operações complexas com números primos. ( ) É possível determinar o valor da chave privada a partir da chave pública ( ) A criptografia simétrica usa chaves maiores que a criptografia assimétrica, a fim de oferecer o mesmo nível de proteção contra ações de descriptografia do tipo força-bruta. ( ) Uma boa prática de segurança consiste em utilizar chaves de sessão, isto é, trocar de chave periodicamente, a fim de evitar que muitos dados sejam protegidos com a mesma chave. ( ) É possível recuperar o conteúdo de uma mensagem a partir do digest gerado por algoritmos de hashing do tipo MD5 ou SHA. ( ) Algoritmos de criptografia geralmente trabalham com pequenos blocos de informação de tamanho fixo, como 64 ou 128 bits. Caso dois blocos idênticos apareçam em uma mesma mensagem, o resultado criptografado também será idêntico, para qualquer modo de utilizado, seja o CBC (Cipher Block Chaining) ou o ECB (Electronic CodeBook).

16 Exercício 7: Relacione as ações do SSL/TLS FUNÇÃOALGORITMO ( ) Assinar um CSR e transformá-lo em um certificado digital. ( ) Criptografar a chave de sessão gerada pelo navegador Web (cliente). ( ) Criptografar os dados transmitidos do cliente para o servidor Web. ( ) Criptografar os dados transmitidos do servidor para o cliente Web. ( ) Descriptografar a chave de sessão enviada do cliente para o Servidor Web. ( ) Verificar a validade de um certificado digital emitido por uma autoridade certificadora. 1.Chave privada do servidor Web 2.Chave privada da autoridade certificadora 3.Chave pública do servidor Web 4.Chave pública da autoridade certificadora 5.Chave secreta gerada pelo cliente 6.Chave pública do cliente 7.Chave privada do cliente 8.Nenhuma das anteriores

17 Exercício 8 Indique na figura abaixo o formato de um pacote transmitido em SSL de um cliente para um servidor Web numa rede externa, relacionando os campos com a coluna ao lado. Além do número, coloque também um x nos campos criptografados. início do quadro fim do quadro 1.MAC do cliente 2.MAC do roteador 3.MAC do servidor 4.FCS 5.IP do cliente 6.IP do servidor 7.IP do roteador 8.Porta TCP origem > Porta TCP destindo Porta TCP destino HTTP 12.Dados

18 Exercício 9: Relacione CaracterísticaMétodo de Proteção ( ) Permite criptografar apenas o protocolo de aplicação dos pacotes. As camadas inferiores não podem ser protegidas. ( ) Faz tunelamento de pacotes, isto é, encapsula o pacote original no campo de dados de um novo pacote a fim de oferecer maior proteção aos dados transportados. ( ) Faz tunelamento de camada 3, o que permite transportar apenas pacotes IP. ( ) Faz tunelamento de camada 2, podendo transportar vários tipos de pacotes, como IP, IPX e NetBEUI, mas não tem suporte a criptografia. ( ) Faz tunelamento de camada 2, com suporte a autenticação e criptografia. 1.SSL 2.VPN com PPTP 3.VPN com L2TP 4.IPsec em modo túnel 5.IPsec + L2TP 6.Alternativas 2 a 5 7.Alternativas 2 e 5 8.nenhuma das anteriores

19 Exercício 10: Marque as Afirmações Verdadeiras ( ) O IPsec pode operar através de dois protocolos distintos, o ESP e AH. O ESP permite fazer autenticação e criptografia dos pacotes e o AH apenas autenticação. ( ) O IPsec pode trabalhar no modo túnel ou no modo transporte. O modo transporte apenas adiciona os campos ESP ou AH no cabeçalho do pacote, sem criar um novo cabeçalho IP. O modo túnel inclui um novo cabeçalho IP, mas não adiciona os campos do ESP ou AH. ( ) O modo túnel é mais apropriado para criar um canal seguro de comunicação entre um cliente e um servidor, enquanto que o modo transporte é mais apropriado para criar um canal seguro entre dois roteadores. ( ) O IPsec permite definir políticas de segurança que só são ativadas quando algum pacote que satisfaz a política é transmitido. As políticas ativas são denominada associação de segurança (SA). ( ) As associações de segurança (SA) são unidirecionais. Isto é, para que os hosts A e B se comuniquem de forma segura é necessário criar uma SA para proteger a comunicação de A para B e outra para proteger a comunicação de B para A. ( ) O IPsec necessita que chaves secretas sejam compartilhadas entre os hosts que estabelecem uma comunicação segura. ( ) O IPsec possui um mecanismo denominado IKE que permite criar chaves compartilhadas entre hosts de forma automática, utilizando o protocolo ISAKMP.

20 Cenário para os Exercícios 11 e 12 Desenhe o formato do pacote enviado de A para C nas seguintes situações: –A envia um pacote AH para C em modo transporte –A envia um pacote ESP para C em modo transporte A a bc ef g C

21 Exercício 11: Protocolo AH Modo Transporte pacote a-gMAC de destino (indicar a letra do MAC) a-gMAC de origem (indicar a letra do MAC) ipaIP do host de origem (A) ipcIP do host de destino (C) ah,esph,eespt,espaIndica uma das opções no campo em que ele ocorrer ip1IP da interface c Gateway 1 ip2IP da interface e Gateway 2 tcp/udpCabeçalho da camada de transporte dadosCabeçalho do protocolo de aplicação e dados

22 Exercício 12: Protocolo ESP Modo Transporte pacote a-gMAC de destino (indicar a letra do MAC) a-gMAC de origem (indicar a letra do MAC) ipaIP do host de origem (A) ipcIP do host de destino (C) ah,esph,eespt,espaIndica uma das opções no campo em que ele ocorrer ip1IP da interface c Gateway 1 ip2IP da interface e Gateway 2 tcp/udpCabeçalho da camada de transporte dadosCabeçalho do protocolo de aplicação e dados

23 Cenário para os Exercícios 13 e 14 Desenhe o formato do pacote enviado de A para C nas seguintes situações: –A envia um pacote AH para C em modo tunel (entre 1 e 2) –A envia um pacote ESP para C em modo tunel (entre 1 e 2) A a b c ef g C Gateway IPsec 1 2 3

24 Exercício 13: Protocolo AH em modo Túnel pacote a-gMAC de destino (indicar a letra do MAC) a-gMAC de origem (indicar a letra do MAC) ipaIP do host de origem (A) ipcIP do host de destino (C) ah,esph,espt,espaIndica uma das opções no campo em que ele ocorrer ip1IP da interface c Gateway 1 ip2IP da interface e Gateway 2 tcp/udpCabeçalho da camada de transporte dadosCabeçalho do protocolo de aplicação e dados

25 Exercício 14: Protocolo ESP em modo Túnel pacote a-gMAC de destino (indicar a letra do MAC) a-gMAC de origem (indicar a letra do MAC) ipaIP do host de origem (A) ipcIP do host de destino (C) ah,esph,espt,espaIndica uma das opções no campo em que ele ocorrer ip1IP da interface c Gateway 1 ip2IP da interface e Gateway 2 tcp/udpCabeçalho da camada de transporte dadosCabeçalho do protocolo de aplicação e dados


Carregar ppt "Execícios de Revisão Redes e Sistemas Distribuídos II Edgard Jamhour Filtros de Pacotes Criptografia, Certificados Digitais VPN."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google