A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Eduardo Cláudio Nicácio Guilherme Teodoro Alves Milreu Leandro Nunes Renata Ferreira Policarpo Wesley Nicácio Vilar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Eduardo Cláudio Nicácio Guilherme Teodoro Alves Milreu Leandro Nunes Renata Ferreira Policarpo Wesley Nicácio Vilar."— Transcrição da apresentação:

1 Eduardo Cláudio Nicácio Guilherme Teodoro Alves Milreu Leandro Nunes Renata Ferreira Policarpo Wesley Nicácio Vilar

2 Conjuntos de medidas que são adotadas visando minimizar os acidentes de trabalho e as doenças ocupacionais, bem como proteger a integridade e a capacidade de trabalho do trabalhador.

3 Equipe formada por: Engenheiro de Segurança do Trabalho Técnico de Segurança do Trabalho Médico do Trabalho Enfermeiro do Trabalho

4 No Brasil Legislação de Segurança do Trabalho CLT – Consolidação das Leis do Trabalho Normas Regulamentadoras Leis Complementares Convenções Internacionais da Organização Internacional do Trabalho (OIT)

5 Normas Regulamentadoras NR1 – Disposições Gerais NR2 – Inspeção prévia NR3 – Embargo ou Interdição NR4 – Serviços especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho

6 Normas Regulamentadoras NR5 – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) NR6 – Equipamento de Proteção Individual (EPI) NR7 – Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) NR8 – Edificações

7 Normas Regulamentadoras NR9 – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais NR10 – Instalações e Serviços em Eletricidade NR11 – Transporte, movimentação, armazenamento e manuseio de materiais NR12 – Máquinas e Equipamentos

8 Normas Regulamentadoras NR13 – Caldeiras e Vasos de Pressão NR14 – Fornos NR15 – Atividades e Operações Insalubres NR16 – Atividades e Operações Perigosas

9 Normas Regulamentadoras NR17 – Ergonomia NR18 – Condições e Ambiente de Trabalho na Indústria de Construção NR19 – Explosivos NR20 – Líquidos Combustíveis e Inflamáveis

10 Normas Regulamentadoras NR21 – Trabalho a Céu Aberto NR22 – Trabalhos Subterrâneos NR23 – Proteção contra Incêndios NR24 – Condições Sanitária e de Conforto no local de Trabalho

11 Normas Regulamentadoras NR25 – Resíduos Industriais NR26 – Sinalização de Segurança NR27 – Registro Profissional do Técnico de Segurança do Trabalho NR28 – Fiscalização e Penalidades

12 Normas Regulamentadoras NR29 – Segurança e Saúde no Trabalho Portuário NR30 – Segurança e Saúde no Trabalho Aquaviário NR31 – Segurança e Saúde do Trabalho na Agricultura, Silvicultura, Exploração Florestal e Aquicultura

13 Normas Regulamentadoras NR32 – Segurança e Saúde no Trabalho em Serviços de Saúde NR33 – Segurança do Trabalho em Espaços Confinados

14 Equipamentos de Proteção Individual (EPI) Segundo a NR 06 : 6.1 – Para os fins de aplicação desta Norma Regulamentadora - NR, considera-se Equipamento de Proteção Individual - EPI, todo dispositivo ou produto, de uso individual utilizado pelo trabalhador, destinado à proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde no trabalho Entende-se como Equipamento Conjugado de Proteção Individual, todo aquele composto por vários dispositivos, que o fabricante tenha associado contra um ou mais riscos que possam ocorrer simultaneamente e que sejam suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde no trabalho.

15 Reforço na copa Acoplamento para protetores faciais e auditivos. Aba frontal Sistema de catraca giratória CAPACETES

16 Avental: Avental de raspa Avental de pvc Avental de trevira Avental de kevlar Luvas de raspa p-20Perneiras de couro Luvas de pvc para alta tenção

17 Ref.2001: Protetor Auditivo, tipo abafador, fabricado com material resistente que proporciona alta proteção do sistema auditivo e excelente conforto ao usuário. zCapacete com protetor facial policarbonato

18 1026-Paletó confeccionado em tecido com 480 g/m2, fechamento botão de pressão ou velcro(0pcionalmente pode ser confeccionado com capuz.) 1027-Calça confeccionada em tecido com 480 g/m2, ajuste na cintura com cordão de algodão.

19 Cinto tipo Paraquedista, Alpinista e Construção Civil Trava-Queda p/ corda ou cabo de aço 1033-Capuz confeccionado em tecido brim. 260 g/m2 zSapato masculino c/ cadarço, cabedal em couro vaqueta curtida ao cromo com espessura de 2,0 mm + - 0,2mm. Palmilha antimicróbios Bayer, solado poliuretano monodensidade

20 Máscara e Respiradores descartáveis contra pó, névoas tóxicas, odores de vapores, odores de gases, fumos. Respiradores de PVC, Borracha ou Silicone. Filtro p/ Respiradores contra vapores orgânicos, gases ácidos, vapores e gases, amônia, defensivos agrícolas, poeiras e névoas P1 e P2.

21 Respirado Respirador purificador de ar: semi facial. Filtrante para particulas. Possuindo 02(dois) tirante elástico,proteção das vias respiratórias contra particulas,poeiras e névoas. Respirador Respirador purificador de ar de segurança tipo peça. Um quarto facial composto de borracha e silicone, dotado de um ou dois suportes onde são rosqueados os filtros: mecânicos e químicos ou combinados. Máscaras Semi-Faciais MSA

22 Capacete de Segurança Capacete segurança plástica conjugado com protetor facial o protetor tipo concha Ref. 3x1 Máscara de solda Máscara solda constituída de escudo confeccionado em celeron com carneira material plástico com regulagem de tamanho através de catraca com visor fixo ou articulado Máscara de Solda: Seleron, Fibra, Escurecimento Automático Protetor Facial: incolor ou verde

23 Lente de Policabornato ou Cristal: incolor, fumê, colorido C/ ou S/ Proteção Lateral Óculos de Segurança Óculos segurança, haste com proteção lateral em policarbonato ou cristal, lente verde ou incolor para soldador.

24 Protetores Auriculares

25 Capas de Chuva em PVC forrado, PVC laminado, com manga, tipo morcego, conjuntos, aventais, etc...

26 Cones: 50cm, 75cm e 1,0m Fita Zebrada, Pedestal, Correntes e Cordas para Pedestal, Coletes Refletivos, Tinta de Sinalização, Tachinhas e Tachões, Placas de Sinalização, Fita de Demarcação e Anti- derrapante, etc. Seda, Nylon, Polyester, Polipropileno, Algodão, Raion, Sisal, etc.

27 Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) Tem como objetivo a prevenção de Doenças e Acidentes de Trabalho, mediante controle dos riscos presentes: No Ambiente Nas Condições E Na Organização do Trabalho

28 Devem constituir a CIPA: Empresas Privadas, Públicas, Sociedades de Economia Mista, Órgãos da Administração Direta e Indireta, Instituições Beneficentes, Associações Recreativas, Cooperativas e outras instituições que admitam trabalhadores como empregados.

29 COMPOSIÇÃO (REPRESENTANTES) Secretário Empregador Trabalhadores Indicação Eleição Presidente Membros Suplentes Vice-Presidente Membros Suplentes

30 ACIDENTE DO TRABALHO – CONCEITO LEGAL Pelo exercício do Trabalho A serviço da Empresa PROVOCANDO Lesão Corporal* Perturbação Funcional* Redução da Capacidade* Morte *Temporária ou Permanente

31 DOENÇAS DO TRABALHO São as adquiridas ou desencadeadas em função de: Condições especiais em que é realizado o trabalho e que com ele se relacione diretamente. Causadas por agentes físicos, químicos, biológicos e ergonômicos.

32 MAPA DE RISCO Mapa de Risco é uma representação gráfica de um conjunto de fatores presentes no ambiente de trabalho, capazes de acarretar prejuízos à saúde dos trabalhadores: acidentes e doenças de trabalho. O Mapa de Risco é construído tendo como base a planta baixa ou esboço do local de trabalho, e os riscos serão definidos pelos diâmetros dos círculos: SímboloProporçãoTipo de Risco 4Grande 2Médio 1Pequeno

33 Riscos Cor de Identificação Exemplos Grupo 1FísicosRuído, calor, frio, pressões, umidade, radiações ionizantes e não ionizantes, vibrações, etc. Grupo 2QuímicosPoeiras, fumos, gases,vapores, névoas, neblinas, etc. Grupo 3BiológicosFungos, vírus, parasitas, bactérias, protozoários, insetos, etc. Grupo 4ErgonômicosLevantamento e transporte manual de peso, monotonia, repetividade, responsabilidade, ritmo excessivo, posturas inadequadas de trabalho, trabalho em turnos, etc. Grupo 5AcidentesArranjo físico inadequado, iluminação inadequada, incêndio e explosão, eletricidade, máquinas e equipamentos sem proteção, quedas e animais peçonhentos.

34 - DEFINIÇÃO ERGON = Trabalho NOMOS = Normas - OBJETIVO

35 TIPOS DE ERGONOMIA: -Física - Cognitiva - Informacional - de previsão

36 Aplicada à informática: Ajuste ideal: cadeira, mesa, monitor, teclado e mouse; Fadiga, queda de rendimento, dores nas vistas, dores nas costas, etc. - Cognitiva - Física

37 - Uso da ergonomia como estratégia para o aumento da produtividade; - Levar os funcionários a produzirem mais e com maior qualidade;

38 LER (Lesão por Esforço Repetitivo) Como surgiu; Principais causas; Consequências; Tratamentos; Prevenção:

39 DORT (Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho) Como surgiu; Principais causas; Consequências; Tratamentos; Prevenção: Ergonomia adequada.

40 Considerações Finais


Carregar ppt "Eduardo Cláudio Nicácio Guilherme Teodoro Alves Milreu Leandro Nunes Renata Ferreira Policarpo Wesley Nicácio Vilar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google