A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

24 a 26 de abril de 2012 Redenção. Conferência magistral O Espaço das línguas na Internet: panorama y tendências (com foco especial sobre o português)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "24 a 26 de abril de 2012 Redenção. Conferência magistral O Espaço das línguas na Internet: panorama y tendências (com foco especial sobre o português)"— Transcrição da apresentação:

1 24 a 26 de abril de 2012 Redenção

2 Conferência magistral O Espaço das línguas na Internet: panorama y tendências (com foco especial sobre o português)

3 Daniel Pimienta pimienta@funredes.org Fundação Redes e Desenvolvimento http://funredes.org Observatório das línguas y culturas na Internet http://funredes.org/lc Conselho Executivo de http://maaya.org Graças a Denise Fonseca para auxiliar versão em Português

4 1993 Na internet ninguém sabe que és um cachorro.

5 2011 Se falas inglês e és usuário da Web 2.0 não somente todo o mundo sabe que és um cachorro, mas também conhece o teu pedigree e que tipo de alimentos para cães comes. Provavelmente se falas uma língua indígena, sigues incógnito e ninguém sabe que és um ser humano

6 1993 A INTERNET NÃO TEM FRONTEIRAS 2011 A INTERNET TEM AS LÍNGUAS COMO FRONTEIRAS…. E há mais línguas do que territórios! 200 vs. 6000

7 PERÍODOEVENTOSLÍNGUASTAMANHO 1970-1980 PRE-HISTÓRIAINDÚSTRIA ARPANET COMPANHIAS INFORMATICAS Computadoras grandes INGLÊS A língua da informática CYCLADES 0 - 50K 1980-1990 GENESISINVESTIGAÇÃO BITNET/EARN UUCP OSI PC Cultura de rede MINITEL (90) = 9 M 50K - 2M 1990-1995 NASCE A WEBPROFESSIONAL CONVERGÊNCIA INTERNET (TCP-IP) ASCII MIME UNICODE INGLÉS = 80% 2M - 15M 1995-2005 WEB 1.0 GRANDE PÚBLICO WEB 1.0 ALTAVISTA MULTIPLICAÇÃO MOTORES & APLICAÇÕES DECLIVE RELATIVO INGLÊS 50% LÍNGUAS OCIDENTAIS 15M - 1G RESEÑA HISTÓRICA CIBERESPAÇO E LÍNGUAS 1/2

8 PERÍODOEVENTOSLÍNGUASTAMANHO 2005- 2010 WEB 2.0 MASS MEDIA MONOPÓLIOS GOOGLE MOBILE VIDEO INGLÊS 30% LÍNGUAS ASIÁTICAS INÍCIO ÁRABE LOCALIZAÇÃO 100s 1G - 2G 2010-2015 TRANSFORMAÇÃO EM CURSO DESCOBRIMENTO LÍNGUA=FRONTERA BIBLIO DIGITAL CONTEÚDOS NÃO TEXTUAIS INGLÊS ASYMPTOT. 25% REDUÇÃO INDEX MOTORES IDNs LÍNGUAS INDÍGENAS IMPORTANTES [1] TRADUÇÃO AUTO 2G - 3G 2015-2030FUTURO INTERNET DE OBJETOS TELAS ONDE QUERES VOZ SUBSTITUI TECLADO AUTO TRADUÇÃO MOTORES 2.0 BIBLIO 2.0 LOCALIZAÇÃO 1000s MULTILINGUISMO 75% população conetada [1] [1] Exemplos : Quechua, aymara ou guarani na América Latina; crioulo e no Caribe; swahili, berbero ou hausa em África. RESENHA HISTÓRICA CIBERESPAÇO E LÍNGUAS 2/2

9 ENTÃO É importante medir a diversidade linguística no mundo digital… …porque é impossível desenvolver políticas públicas eficientes sem indicadores dos resultados e uma visão da evolução.

10 MAS Porque haveria de se desenvolver políticas públicas no ciberespaço para as línguas? Por várias razões… diretas e indiretas

11 RAZÕES DIRETAS Porque a língua é um recurso essencial e há que o gerir com cuidado. Porque o futuro de uma língua bem poderia brincar-se no ciberespaço. Porque a força de uma língua no mundo digital tem implicações econômicas e culturais.

12 RAZÕES INDIRETAS Porque o espaço das línguas faladas num dado país é um factor chave da brecha digital nesse país. Como aliás...

13 A BRECHA DIGITAL DE CONTEÚDOS É MUITO MAIS PROFUNDA QUE A DE ACESSO!

14 EM ÁFRICA TEMOS… 4,8 % dos conetados - (fonte: Internetworldstat 2010) 0,6% das páginas web em inglês (fonte: Funredes/UL 2007) 0,6% das páginas web em francês (fonte: Funredes/UL 2007) Entre 0,06 y 0,006% de páginas em línguas locais …das poucas que estão localizadas (fonte: LOP 2007)

15 Há uma diferença entre políticas linguísticas não virtuais e virtuais? Claro que sim! Não obstante, podem ser parte de un contínuo coerente…

16 A DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA INTERNET Um tema bastante complexo e holístico mas o pragmatismo é de enfrentá-lo IDN INDICADORES

17 A DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA INTERNET : COLOCAMO-NOS! Google trabalha em 45 línguas Wikipedia existe em 264 línguas Umas 500 estão localizadas Permanecem entre 6,000 e 9,000 com vida (desaparece uma a cada dois meses) Existiram 40,000 línguas 5 0 0 2 6 4 45

18 A DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA INTERNET : COLOCAMO-NOS!

19 #5

20 A DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA INTERNET : COLOCAMO-NOS! O INGLÊS NA INTERNET Fuente: FUNREDES/UL FONTE: FUNREDES/UL

21 E o que é do português na Internet? Uma aproximação da evolução e das particularidades do portugués na Internet… Com a limitação que desde 2007 já não se dispõe de indicadores fiáveis de línguas na Internet e se usam dados dispersos.

22 O PORTUGUÊS/FALANTES PRIMEIRA LÌNGUA LÌNGUA (M. LOCUTORES, NÚMERO PAISES) CHINÊS (1213, 31) ESPANHOL (329, 44) INGLÊS (328,112) ÁRABE (221, 57) HINDU (182, 20) BENGALÊS (181, 10) PORTUGUÊS (178, 37) Fonte: Ethnologue 4/2012

23 O PORTUGUÊS/FALANTES PRIMEIRA + SEGUNDA LÍNGUA 1)CHINÊS 2)INGLÊS 3)HINDU <================== 500 milhões 4) ESPANHOL 5) RUSSO 6) ÁRABE(S) <================== 200 milhões 7) BENGALÊS 8) PORTUGUÊS Fonte : União Latina 2008

24 O PORTUGUÊS/INTERNAUTAS LÍNGUAS Usuar./Lang. Penetr./ Lang. Crec. 2000 - 2011 % total 2011 Locutor. Inglês565 M43.4 %301.4 %26.8 %1,302 M Chinês510 M37.2 %1,478.7 %24.2 %1,372 M Espanhol165 M39.0 %807.4 %7.8 %423 M Japonês99M78.4 %110.7 %4.7 %126 M Português83M32.5 %990.1 %3.9 %254M Alemão75M79.5 %174.1 %3.6 %95M Árabe65M18.8 %2,501.2 %3.3 %347M Francês60M17.2 %398.2 %3.0 %348M Russo60M42.8 %1,825.8 %3.0 %139 M Coreano40M55.2 %107.1 %2.0 %71 M TOP 101,615 M36.4 %421.2 %82.2 %4,442 M TOTAL 2,100 M30.3 %481.7 %100.0 %6,930 M Fonte : InternetWorldStats 31/5/2011

25 Fuente : http://www.internetworldstats.com/stats20.htm EL PORTUGUES/INTERNAUTAS

26 O PORTUGUÊS/CONTEÚDOS Fonte: FUNREDES/União Latina

27 QUE PAÍSES PRODUZEM CONTEÚDOS EM PORTUGUÊS? FONTE: FUNREDES/UNIÃO LATINA 20072005 BRASIL71% - 0.9071 % - 0.95 PORTUGAL15 % - 0.9817 % - 1.0 EEUU4 % - 5.08 % - 5.4 ESPANHA3.8 % - 3.72.3 % - 1.2 Em novembro de 2007, a França produz mais páginas em Português (0,21%) do que a soma de Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor (0,16%)!

28 INDICADORES 2005 INGLESP.FRA.ITA.POR.RUM..ALEM.RES.TOT. FALANTES (milhões) 630375130601903012053706000 FALANTES% 10,5%6,3%2,2%1%3,2%0,5%2%89,5%100% INTERNAUTAS (MILLONES) 300804942384715161100 INTERNAUTAS % FALANTES 47,621,3%37,7%70,0%20,0%14,7%59,2%9,6%18.3% INTERNAUTAS % POP. 5.0%1,3%0,8%0.7%0,6%0,1%1,2%8,6%18.3% % INTERNAUTAS POR LÌNGUA 27%7%4% 3%0,4%7%25%100% PÁGINAS WEB % 45%4,6%5%3,0%1,9%0,2%6,9%33,4%100% PRODUTIVIDADE PRODUÇÃO WEB 1.570,661,140,810,550,701,061,321 PAG. WEB PONDERADAS POR FALANTES4.290,742,283,050,590,333,470.37 Fontes: Global Reach y Funredes/União Latina

29 INGLESESP.FR.IT.POR.RUM.AL.CAT.TOT. Falantes (milhões)670400130602053012096600 Falantes (% pop. Mundial)10.1%6.1%2.0%0.9%3.1%0.5%1.8%0.1%130% Internautas (milhões)36610258314755921154 Internautas (%)54.6%25.4%44.9%52.3%23.1%16.5%49.1%23.1%17.5% Internautas en % da pop. mundial5.5%1.5%0.9%0.5%0.7%0.1%0.9%0.0%17.5% % de Internautas por língua32%9%5%3%4%0%5%0.2%130% % de paginas web por língua45.0%3.8%4.4%2.7%1.4%0.3%5.9%0.1%100% Produtividade por língua1.420.430.870.980.340.661.160.741 Pagina web por internauta4.440.632.242.930.450.623.250.96 INDICADORES 2008 Fonte: Global Reach y Funredes/União LatinaA MELHORAR!!!

30 O PORTUGUÊS NA WEB 2.0 WIKIPÉDIA

31 FONTE

32 O PORTUGUÉS NA WEB 2.0 FACEBOOK

33 EL PORTUGUÉS EN EL WEB 2.0 FACEBOOK

34 O PORTUGUÉS NA WEB 2.0 TWEETER Twitter.com Top5 Global Markets by Reach (%) Percent Indonesia Jun 2010 20.8% Dec 2010 19.0% Brazil Jun 2010 20.5% Dec 2010 21.8% Venezuela Jun 2010 19.0% Dec 2010 21.1% Netherlands Jun 2010 17.7% Dec 2010 22.3% Japan Jun 2010 16.8% Dec 2010 20.0% Fonte : http://www.billhartzer.com/pages/comscore-twitter-latin-america-usage/

35 VÁRIOS SÍTIOS DADOS POR TRÁFICO 1/5 LiveJournalWordPressFacebookTweeter Technorati Inglês 54,7%66%34,7%50%25% Alemão 1%1,8%1,5% 1% Espanhol 6,3%8,7%9,9%4% Indi 0,7%3,5% Francês 3%1,4%9,6%1%2% Português 1%6,5%6%9%3% Italiano 0,4%2%3,3%1,5%3% Japonês 0,8% 14%31% Fuente : União Latina/Funredes 2010

36 VÁRIOS SÍTIOS DADOS POR TRÁFICO 2/5 LinkedInSecond Life Inglês 49,8%39,5% Alemão 2,7%10,5% Espanhol 5,9%7 % Indi 14,6% Francês 2,7%16,5% Português 3,8% Italiano 2,1%1,9% Fonte : União Latina/Funredes /Funredes 2010

37 VÁRIOS SÍTIOS DADOS POR TRÁFICO 3/5 YAHOOGOOGLEMSNBINGMEDIAS Inglés 35,7%38,3%24,6%39,7%29,6% Aleman 2,4%1,9%2,1%1,8%2,2% Español 7,3%6,1%17,6%10,1%8,8% Indi 8,7% 3%4,9%5,38% Frances 3%2,2%6%5,5%3,5% Portugues 2,4%3,2%7,1%2,2%3,2% Italiano 2,4%1,9%2,1%1,8%1,7% Fuente : União Latina/Funredes /Funredes 2010

38 VÁRIOS SÍTIOS DADOS POR TRÁFICO 4/5 SkypeTelefonia IP P2P ESA study Inglês 9,2%14,5% Alemão 5%4%6,9% Espanhol 3%12%15,1% Francês 5,3%9%7,9% Português 9,8%12%6% Italiano 2,4%17,1% Japonês 4,3% Fonte: União Latina/Funredes /Funredes 2010

39 VÁRIOS SÍTIOS DADOS POR TRÁFICO 5/5 Mega upload Rapid share Deposit files HotFileFilefactory Inglês 12,8%11,59,5%13%10,8% Alemão 1,5%4,5%3,1%2,4%3,3% Espanhol 22,3%14,3%16,1%7,7%11,4% Indi 2,4%8,4%4,3%7,2%6,8% Francês 10,8%1,8%2,9%3,6%1,7% Português 11,2%5,3%5,6%3,7%7,6% Italiano 4,9%2%2,4%2,3%1,9% Fonte : União Latina/Funredes /Funredes 2010

40 E O QUE É DAS CULTURAS? VER COMPARAÇÃO DA FAMA VIRTUAL DE PERSONAJES REPRESENTATIVOS EM CULTURA.XLS Dados 2001, 2005, 2008 Mesma mensagem de fraqueza representando o conteúdo em Português (ao contrário do espanhol e francês). Fonte: Funredes 2001/2005/2008

41 CONCLUSÕES? Se necessita de indicadores fíáveis ( DILINET/MAAYA) Há progressos mas o portugués contudo não tem aun la representação virtual à altura do seu peso mundial. É mais um assunto de conteúdos que de acessos. ( francês vs. espanhol vs. português desde 1998) Requerem-se políticas públicas para fortalecer la presênca do português no mundo digital e as instituições têm que carregá-los.

42 REFERÊNCIAS Making The Web More Effective For Supporting Economic And Social Development, Chapter 4, Linguistic Content, D. Pimienta, à paraître, Word Wide Web Foundation, 2011 Diversité linguistique et cyberespace : état de l'art, enjeux et opportunités, D. Prado, D. Pimienta, A. Lemoulinier. Cosmopolis, 2010 http://agora.qc.ca/cosmopolis.nsf/Articles/no2010_1_Diversite_linguistique_et_cyberespace___etat_de_l?OpenDocument World Telecommunication/ICT Development Report 2010 – Monitoring the WSIS Targets. A mid-term review, Target 9 (content), pp175-192, ITU - 2010 - http://www.itu.int/pub/D-IND-WTDR-2010 Douze ans de mesure de la diversité linguistique dans lInternet: bilan et perspectives, D. Pimienta, D. Prado, A. Blanco, UNESCO, 2009 http://unesdoc.unesco.org/images/0018/001870/187016f.pdf http://agora.qc.ca/cosmopolis.nsf/Articles/no2010_1_Diversite_linguistique_et_cyberespace___etat_de_l?OpenDocumenthttp://www.itu.int/pub/D-IND-WTDR-2010 http://unesdoc.unesco.org/images/0018/001870/187016f.pdf

43 REFÊRENCIAS Language and the Internet, D. Crystal, 2nd Edition, Cambridge University Press, (ISBN-13: 9780521868594 | ISBN-10: 0521868599) - 2006 English Next, British Council, D. Graddol - 2006 http://www.britishcouncil.org/learning-research-english-next.pdf http://www.britishcouncil.org/learning-research-english-next.pdf Mesurer la diversité linguistique dans lInternet, une collection darticles de J. Paolillo, D. Pimienta, D. Prado, et al. UNESCO, 2005 http://unesdoc.unesco.org/images/0014/001421/142186f.pdf http://unesdoc.unesco.org/images/0014/001421/142186f.pdf Quel espace reste-t-il dans lInternet, hors la langue anglaise et la culture "made in USA" ?, D. Pimienta, « Nord et Sud numériques », Les Cahiers du Numériques, Vol 2 No 3/4 Hermès, Numéro spécial sur la fracture numérique - 2001

44 Literatura português na Internet Measuring the Web in Portuguese, Rachel Aires, Diana Santos, 2002 http://www.linguateca.pt/Diana/download/AiresSantosEuroWeb2002.html "Diversidade cultural e direito à comunicação", Tadao Takahashi, 2004: http://www.campus-oei.org/pensariberoamerica/ric06a05.htm http://www.campus-oei.org/pensariberoamerica/ric06a05.htm "Characterizing a National Community Web", Daniel Gomes, Mario J. Silva, 2005: http://xldb.fc.ul.pt/daniel/gomesCharacterizing.pdfhttp://xldb.fc.ul.pt/daniel/gomesCharacterizing.pdf El valor económico del portugués: lengua de conocimiento con influencia global, Alexandra Albuquerque y José Paulo Esperança, 2010: http://www.realinstitutoelcano.org/wps/portal/rielcano/contenido?WCM_GLO BAL_CONTEXT=/elcano/elcano_es/zonas_es/lengua+y+cultura/ari127- 2010 http://www.realinstitutoelcano.org/wps/portal/rielcano/contenido?WCM_GLO BAL_CONTEXT=/elcano/elcano_es/zonas_es/lengua+y+cultura/ari127- 2010 O Google quer um mundo em que todos se entendam, João Pedro Pereira, 2011: http://publico.pt/Tecnologia/o-google-quer-um-mundo-em- que-todos-se-entendam_1489868?all=1http://publico.pt/Tecnologia/o-google-quer-um-mundo-em- que-todos-se-entendam_1489868?all=1

45 Com permissão

46 NET.LANG Avant-propos Irina Bokova Directrice générale de lUNESCO Abdou Diouf Secrétaire général de la Francophonie José Luis Dicenta Secrétaire général de lUnion Latine Dwayne Bailey Directeur de recherche de ANLoc Daniel Prado Secrétaire exécutif du Réseau Maaya Partie 1 Quand les technologies rencontrent le multilinguisme Daniel Prado Présence des langues dans le monde réel et le cyberespace Michaël Oustinoff Langlais ne sera pas la lingua franca de lInternet Éric Poncet Innovation technologique et maintien des langues Maik Gibson Préserver lhéritage des langues éteintes ou en danger Marcel Diki-Kidiri Le cyberespace dans léducation en langue maternelle

47 NET.LANG Partie 2 Espaces numériques Stéphane Bortzmeyer Le multilinguisme dans la normalisation de linternet Mikami Yoshiki & Shigeaki Kodama Mesurer la diversité linguistique sur le Web Joseph Mariani Les technologies de la langue en soutien au multilinguisme Vassili Rivron Lusage de Facebook chez les Éton du Cameroun Pann Yu Mon & Madhukara Phatak Moteurs de recherche et langues asiatiques Hervé Le Crosnier Bibliothèques numériques Dwayne Bailey Localisation des logiciels: open source et multilinguisme numérique Mélanie Dulong De Rosnay Traduction et localisation des licences Creative Commons

48 NET.LANG Partie 3 Le multilinguisme numérique pour construire des sociétés inclusives Viola Krebs & Vicent Climent-Ferrando Langues, cyberespace et migrations Annelies Braffort & Patrice Dalle Accessibilité du cyberespace : langues des signes Tjeerd de Graaf Intérêt des archives orales pour les langues menacées Evgeny Kuzmin Politiques linguistiques pour contrer la marginalisation des langues Tunde Adegbola Multimédia, langues des signes,langues écrites et orales Adel El Zaim Cyberactivisme et langues régionales dans les printemps arabes de 2011 Adama Samassékou Multilinguisme, Objectifs du Millénaire pour le développement et le cyberespace

49 NET.LANG Partie 4 Le multilinguisme sur internet, une question multilatérale Isabella Pierangeli Borletti Décrire le monde : Multilinguisme, Internet et Droits de lHomme Stéphane Bortzmeyer La gouvernance de linternet à lheure du multilinguisme Marcel Diki-Kidiri Principes éthiques requis pour une présence équitable des langues dans la société de linformation Stéphane Grumbach LInternet en Chine Michaël Oustinoff Léconomie des langues Daniel Prado & Daniel Pimienta Quelles politiques publiques pour les langues dans le cyberespace ? Conclusion Adama Samassékou président de Maaya Lavenir se parle, sécrit et se lit dans toutes les langues

50 VERSÃO EM PORTUGUÊS MAAYA pediu votos para a versão em português do NET.LANG O produto estará acessível gratuitamente na Web e uma opção pode ser impresso. NET.LANG é um livro de referência neste campo.

51 MERCI Thank you Gracias Muito Obrigado Amesegnalhu Shukran Dhonnyobaad Orkun Doh jeh Dekuji Adjarama Abhar Toda raba Ngue penù


Carregar ppt "24 a 26 de abril de 2012 Redenção. Conferência magistral O Espaço das línguas na Internet: panorama y tendências (com foco especial sobre o português)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google