A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

As teorias econômicas não são passíveis de serem avaliadas por meio de experimentação científica em ambiente controlado, dessa forma é na aplicação prática.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "As teorias econômicas não são passíveis de serem avaliadas por meio de experimentação científica em ambiente controlado, dessa forma é na aplicação prática."— Transcrição da apresentação:

1

2 As teorias econômicas não são passíveis de serem avaliadas por meio de experimentação científica em ambiente controlado, dessa forma é na aplicação prática de seus pressupostos que sua plausibilidade ou inverossimilidade são postas à prova. Portanto, será partir da confrontação dos pressupostos teóricos neoliberais frente à observação empírica baseada no suporte fático decorrente da práxis neoliberal que, a partir da análise da atual crise econômica esse artigo busca aquilatar se há legitimidade nesses pressupostos.

3 OBJETIVO GERAL Desenvolver uma análise crítica à cerca da validade dos preceitos da teoria neoliberal quanto à capacidade do mercado livre da intervenção e regulamentação do estado ser capaz de estabelecer seu auto-equilíbrio e desenvolver-se de forma sustentada face à atual crise econômica mundial.

4 JUSTIFICATIVA: A atual crise financeira mundial reacendeu as discussões sobre o modelo a ser adotado para a condução da economia mundial. Por esse motivo este trabalho se lança à busca de respostas quanto à eficácia do modelo neoliberal, frente ao que pode se configurar a maior crise da economia moderna.

5 METODOLOGIA: O presente projeto visa desenvolver uma pesquisa de natureza qualitativa, com aporte metodológico não- convencional, que baseada numa pesquisa de avaliação como suporte ao método crítico-dialético, permitirá desenvolver um trabalho comparativo entre os preceitos teóricos e sua aplicação prática. Será com base numa mediação entre a análise do material bibliográfico de conteúdo teórico num diálogo com os fatos decorrentes da práxis do ideário teórico levado a termo, que se estabelecerá a existência ou não de negação aos princípios postulados.

6 FUNDAMENTOS TEÓRICOS: De um lado Hayek (1990), Friedman (1984) e Misis (1999), fundadores da teoria neoliberal, teoria esta que tem como base o liberalismo clássico fundado por Smith (1996), execram a intervenção estatal, defendendo a plena liberdade do mercado, o qual segundo estes pensadores é capaz de se auto-regular e encontrar seu auto- equilíbrio gerando e disseminando prosperidade de forma sustentada.

7 FUNDAMENTOS TEÓRICOS: De outro lado Keynes (1992), defensor do fim do laissez-faire e laissez-passer, estabelecendo em seu arcabouço teórico a necessidade de o estado intervir na economia a fim de lhe prover equilíbrio e operar como indutor do crescimento econômico, bem como atuar na promoção de uma rede de proteção social.

8

9

10

11

12 FRIEDMAN, Milton. Capitalismo e liberdade. São Paulo: Abril Cultural, HAYEK, Friedrich August von. O caminho da servidão / Friedrich August von Hayek; tradução e revisão Anna Maria Capovilla, José Ítalo Stelle e Liane de Morais Ribeiro. 5. ed. Rio de Janeiro: Institiuo Liberal, p. HEILBRONER, Robert L.. A história do pensamento econômico. (tradução de Therezinha M. Deutsch e Sylvio Deutsch) São Paulo: Nova Cultural, KEYNES, John Maynard. Teoria geral do emprego, do juro e da moeda (General theory of employment, interest and money). Tradutor: CRUZ, Mário Ribeiro da. São Paulo: Editora Atlas, MEIER, Gerald y Joseph E. Stiglitz (Editores). (2001). Fronteras de la economía del desarrollo. El futuro en perspectiva. Banco Mundial – Alfaomega. Colombia. MISES, Ludwig von. Ação Humana – um tratado de Economia. Rio de Janeiro, Instituto Liberal, p.[v/b] MISES, Ludwig Von. Intervencionismo – uma análise econômica. (tradução e comentários de Donald Stewart Jr.). Rio de Janeiro: Instituto Liberal, [b]

13 SMITH, Adam. A riqueza das nações: investigação sobre sua natureza e suas causas. São Paulo: Nova Cultural, V. I e II. SOUZA, Nilson Araújo. O Colapso de Neoliberalismo / Nilson Araujo de Souza. São Paulo: Global, 1995 DOMENEGHETTI, Daniel, MEIR, Roberto. O que os Ativos Intangíveis Têm a Ver com a Crise Global? Disponível em: 08,100 Acessado em: 30/10/ ,100 SCHWABB. Entrevista com Delfim Netto sobre a crise norte- americana e a posição brasileira. Outubro 6, Disponível em: ta-com-delfim-netto-sobre-a-crise-norte-americana-e-a-posicao- brasileira/ Acessado em: 10/10/2008 ta-com-delfim-netto-sobre-a-crise-norte-americana-e-a-posicao- brasileira/ BASSAN, Pedro, SCAMPARINI, Ilze. Europa aplica remédio contra crise: estatização de bancos. Disponível em: EUROPA+APLICA+REMEDIO+CONTRA+CRISE+ESTATIZACAO+DE+BA NCOS.html Acessado em 25/10/2008 EUROPA+APLICA+REMEDIO+CONTRA+CRISE+ESTATIZACAO+DE+BA NCOS.html Entenda a crise com o mercado imobiliário nos EUA. Folha Online. Disponível em: Acessado em 20/10/2008


Carregar ppt "As teorias econômicas não são passíveis de serem avaliadas por meio de experimentação científica em ambiente controlado, dessa forma é na aplicação prática."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google