A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que mudou? E Escola Básica de Fânzeres 24 maio 2011 18h45 Departamento de Línguas Dina Perfeito Margarida.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que mudou? E Escola Básica de Fânzeres 24 maio 2011 18h45 Departamento de Línguas Dina Perfeito Margarida."— Transcrição da apresentação:

1 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que mudou? E Escola Básica de Fânzeres 24 maio h45 Departamento de Línguas Dina Perfeito Margarida Dinis

2 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que é e para que serve? O acordo ortográfico entrou em vigor em Visa a unificação da ortografia do português em todos os países de língua oficial portuguesa. As mudanças são apenas na forma de escrever as palavras, permanecendo as pronúncias típicas de cada país, bem como outras diferenças. Procura facilitar os negócios internacionais, o intercâmbio cultural e o ensino e a aprendizagem do português no mundo.

3 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que aprendemos até agora, esquecemos? O acordo segue o critério fonético, isto é, o que não se pronuncia, não se escreve! A unificação da ortografia acarretará alterações na forma de escrita em apenas 1,6% do vocabulário usado em Portugal e de 0,5%, no Brasil. O acordo prevê um período de transição até 2012, durante o qual ainda é possível escrever segundo as regras que aprendemos.

4 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que mudou? ALFABETO ( ganha três letras ) CONSOANTES ( eliminação do c e p ) ACENTUAÇÃO GRÁFICA ( palavras graves e acentos diferenciais ) MAÍUSCULAS E MINÚSCULAS ( redução do nº de maiúsculas ) HÍFEN ( clarificação do uso do hífen ) GRAFIAS DUPLAS ( palavras que se escrevem de duas formas )

5 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que mudou no alfabeto? O alfabeto passa a ser composto por 26 letras. Ganhou três letras:

6 A utilização das letras k, w e y na prática não é alterada. Estas letras usam-se em: nomes próprios de pessoas e derivados Kuwait, kuwaitiano siglas WC, WWW símbolos Kg (quilograma), yd (jarda) unidades de medida de uso internacional watt estrangeirismos de uso corrente kart, windsurf, yoga

7 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que mudou nas consoantes? As consoantes mudas c e p são eliminadas em todas as palavras onde estas letras não são pronunciadas. cc>c accionar> acionar cç > ç acção> ação ct > t electricidade> eletricidade pc > c excepcional> excecional pç > ç recepção> receção pt >t Egipto> Egito

8 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que mudou nas consoantes? As consoantes pronunciadas de certas sequências interiores são conservadas. cc - faccioso, ficcional, occitânico cç - convicção, ficção, sucção ct - bactéria, compacto, pacto pc - egípcio, núpcias, opcional pç - corrupção, erupção, opção pt - apto, eucalipto, rapto

9 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que são as duplas grafias? Quando há oscilação na pronúncia, admitem-se duplas grafias. a) Oscilação no interior da norma de variedade portuguesa: característica ou caraterística setor ou sector b) Oscilação entre a norma de variedade portuguesa e a brasileira: amnistiaou anistia (BR) facto ou fato (BR) receção ou recepção (BR)

10 ATENÇÃO! Nas sequências interiores mpc, mpç e mpt, quando o p cai, o m passa a n, escrevendo-se nc, nç e nt: assumpção ou assunção peremptório BR ou perentório sumptuoso ou suntuoso BR.

11 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que mudou na acentuação gráfica? Supressão do acento Ditongos abertos oi de palavras graves: bóia >boia jóia >joia Formas verbais graves em -êem: crêem >creem dêem >deem Formas verbais do presente do indicativo dos verbos arguir e redarguir: argúis, argúi, argúem> arguis, argui, arguem O ditongo oi de palavras agudas e monossilábicas continua a ser acentuado: constrói, herói, dói. Os verbos ter e vir(e derivados) continuam a ser acentuados na 3.ª pessoa do plural: Eles têm dois filhos. Elas vêm de avião.

12 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que mudou na acentuação gráfica? Acentos diferenciais Alguns pares homógrafos deixam de ser distinguidos pelo acento: AO 1945AO 1990 pára (forma do verbo parar) / para(preposição) para pêlo(nome) / pélo (forma do verbo pelar) /pelo(contração) pelo péla (forma do verbo pelar) /péla (nome)/ pela(contração) pela pólo (nome) / pôlo(nome) / polo(contração) polo pêra (nome) / pera(preposição arcaica) pera pêro (nome) / pero(conjunção arcaica) pero côa (nome) / Côa(topónimo) / coa(contração) Coa/coa

13 ATENÇÃO! O acento continua a ser obrigatório em pôde (3.ª pessoa do pretérito perfeito do indicativo de poder) para diferenciar de pode (3.ª pessoa do presente do indicativo de poder) e em pôr (infinitivo) para distinguir de por (preposição).

14 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que mudou na acentuação gráfica? Facultatividade Formas verbais da 1.ª pessoa do plural do pretérito perfeito dos verbos da 1.ª conjugação: passámos ou passamos Forma verbal da 1.ª pessoa do plural do presente do conjuntivo do verbo dar: dêmos ou demos Nome feminino que significa molde ou recipiente: forma ou fôrma

15 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que muda no uso das minúsculas? meses do ano: janeiro, abril, novembro, etc. estações do ano: primavera, verão, outono, inverno designações usadas para mencionar alguém cujo nome se desconhece: fulano, sicrano, beltrano Pontos cardeais, colaterais e subcolaterais: norte, este, sudeste, etc. Mantém-se a maiúscula inicial nas abreviaturas e nos casos em que estes nomes designam regiões: Vivo no Norte (por norte de Portugal).

16 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que muda no uso das maiúsculas e minúsculas? Uso facultativo Disciplinas escolares, cursos e domínios de saber: matemática ou Matemática Nomes de vias, lugares públicos, monumentos ou edifícios: Igreja do Bonfim ou igreja do Bonfim Rua da Restauração ou rua da Restauração Formas de tratamento: Senhor Professor ou senhor professor

17 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que muda no uso das maiúsculas e minúsculas? Uso facultativo Nomes sagrados: Santa Rita ou santa Rita Títulos de livros ou obras, exceto o primeiro elemento e os nomes próprios que se grafam com maiúscula inicial: Memorial do Convento ou Memorial do convento

18 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que muda no uso do hífen? O acordo simplifica e reformula algumas regras quanto ao emprego do hífen. O hífen deixa de ser usado em: palavras com elementos de ligação, i.e., locuções: cartão de visita, dia a dia, fim de semana palavras que, pelo uso, perderam a noção de compostos: mandachuva, paraquedas Exceções referidas no texto do AO: água-de-colónia, arco- da-velha, cor-de-rosa, mais- que-perfeito, pé-de-meia, ao deus-dará, queima-roupa.

19 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que muda no uso do hífen? O hífen deixa de ser usado em: palavras formadas por prefixos ou falsos prefixos terminados em vogal e em que o segundo elemento começa por r ou s, duplicando- se estas consoantes: anti-rugas >antirrugas ultra-secreto >ultrassecreto palavras formadas por prefixos ou falsos prefixos terminados em vogal e em que o segundo elemento começa por vogal diferente : auto-estrada >autoestrada extra-escolar >extraescolar

20 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que muda no uso do hífen? O hífen deixa de ser usado em: palavras monossilábicas do presente do indicativo do verbo haver seguidas da preposição de : hei-de > hei de hão-de > hão de Também nunca se utilizou o hífen com as formas polissilábicas do verbo haver: havemos de, haverei de, haverás de, haveremos de, haverão de.

21 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que muda no uso do hífen? O hífen é usado em: nomes de espécies botânicas ou zoológicas: cana-de-açúcar, bicho-da-seda palavras formadas por prefixos ou falsos prefixos, quando o elemento seguinte começa por h : anti-herói palavras formadas por prefixos ou falsos prefixos terminados em consoante, quando o elemento seguinte começa por uma consoante igual: hiper-realista, inter-regional

22 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que muda no uso do hífen? O hífen é usado em: palavras formadas por prefixos ou falsos prefixos terminados em vogal, quando o elemento seguinte começa pela mesma vogal : anti-inflamatório, contra-ataque, micro-ondas palavras formadas pelos prefixos pós-, pré-, pró- : pós-graduação, pré-escolar, pró-vida palavras formadas pelos prefixos circum- e pan-, quando o elemento seguinte começa por vogal, m ou n : circum-navegação, pan-africano Excetuam-se as palavras formadas com o prefixo co- que mesmo quando o elemento seguinte inicia por o escreve- se tudo junto: coocorrência, coobrigação.

23 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: quê? Vamos escrever como os brasileiros? Apesar da redução significativa de diferenças ortográficas, continuará a registar-se muitas diferenças entre o português do Brasil e o nosso: PortuguêsBrasileiroPortuguêsBrasileiro metrometrôamígdalaamídala caracterescarateresamnistiaanistia factofatoaritméticaarimética corrupçãocorruçãobarómetrobarômetro decepcionardececionarcómicocômico judojudôcrónicacrônica súbditosúditobebébebê

24 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que faço com os documentos todos que tenho? O Lince foi definido em conselho de ministros como uma ferramenta de conversão ortográfica de texto para a nova grafia. Esta ferramenta, desenvolvidas pelo Instituto de Linguística Teórica e Computacional, está disponível online no Portal da Língua Portuguesa.

25 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que aprendi? Quando era miúdo não ligava bóia à escola. O professor, sempre decepcionado comigo, fartou-se de me dar no pêlo com a macaca-dos-cinco-olhos. E não era pêra doce! Agora, caiu na minha vida de pára-quedas esta coisa do Acordo Ortográfico! Eu fazia parte daqueles que crêem que nunca vão conseguir. Mas depois reflecti: Pára e não fiques a olhar para o tecto! Não é um bicho-de-sete-cabeças! Sou um autodidacta e hei-de aprender qualquer coisa! Agora posso dizer aos outros: - Não lêem algumas consoantes? Logo, não as escrevam… Com o Acordo as jóias não ficam mais baratas, mas ficam mais leves sem o acento. Os anti-rugas não deixam de existir e até têm mais uma letra! Precisam de um tira-dúvidas? Usem o Lince! Votos de um óptimo trabalho!

26 O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que mudou? E Votos de um ótimo trabalho! 24 maio 2011 Departamento de Línguas Dina Perfeito Margarida Dinis


Carregar ppt "O novo (?) acordo ortográfico da língua portuguesa: que mudou? E Escola Básica de Fânzeres 24 maio 2011 18h45 Departamento de Línguas Dina Perfeito Margarida."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google