A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Recomendação H.323 da ITU-T Bruno Craveiro Caputo Edson Barbosa de Souza Bacharelado em Ciência da Computação Redes de Computadores I Primeiro Semestre.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Recomendação H.323 da ITU-T Bruno Craveiro Caputo Edson Barbosa de Souza Bacharelado em Ciência da Computação Redes de Computadores I Primeiro Semestre."— Transcrição da apresentação:

1 Recomendação H.323 da ITU-T Bruno Craveiro Caputo Edson Barbosa de Souza Bacharelado em Ciência da Computação Redes de Computadores I Primeiro Semestre de 2006 Prof Otto

2 Introdução ao VOIP Atualmente vem acontencendo uma verdadeira revolução nas Telecomunicações resultante do crescimento das redes de comutação de pacotes, especialmente da internet Convergência de tecnologias

3 Introdução ao VOIP VOIP(Voice Over IP); A principal vantagem do uso do VoIP é o não pagamento das taxas de ligações para longas distâncias; Racionalizar o uso das infraestruturas baseadas em comutação por circuito para comutação por pacotes (estatística)

4 Problemas das redes IP O serviço de entrega de pacotes baseado no "melhor esforço", não oferece garantias de desempenho para as aplicações; O tráfego que a comunicação de voz exige da rede uma grande capacidade de recursos disponíveis; Redes IP não são dedicadas mas trabalham por demanda.

5 Cenário para o uso do VOIP São basicamente 3 cenários para o uso do VOIP: PC-a-PC, Gateways Híbridas.

6 Recomendação ITU-T H.323 Define componentes, procedimentos e protocolos necessários para prover comunicação de multimídia em redes locais sem garantia de banda Pode ser usado em redes de pacotes

7 Componentes do H.323 Terminais Gateways Gatekeepers MCUs (Multipoint Control Units)

8 Terminais Aplicações que rodam no cliente para a comunicação em tempo real Também chamados Endpoints Devem suportar pelo menos áudio Módulos do software: Controle - admissão e registros de usuário Codec - (des)compressão de áudio e vídeo Dados - compartilhamento para cooperação

9 Gateways Provê a conectividade e interoperabilidade global entre as redes Conversão entre diferentes tipos de codecs Mapeamento de sinalização de chamadas de Q.931 para H.225 Mapeamento de sinalização de controle de H.242/H.243 para o H.245

10 Gatekeepers Tradução de endereços Controle de Admissão Controle de Banda Gerência de Zona

11 Multipoint Control Units (MCUs) Uma unidade de controle multiponto, ou servidor de conferência permite que dois ou mais terminais H.323 se conectem e participem de uma conferência multiponto.

12 Recomendações H.323 O padrão H.323 é parte da família de recomendações ITU-T (International Telecommunication Union Telecommunication Standardization sector) H.32x O padrão H.323 é completamente independente dos aspectos relacionados à rede. O protocolo H.323 utiliza em suas diversas funcionalidades uma família de Recomendações ITU-T

13 Padrão H Benefícios Independência da rede Interoperabilidade de equipamentos e aplicações Independência de plataforma Representação padronizada de mídia Flexibilidade nas aplicações clientes Interoperabilidade entre redes Suporte a gerenciamento de largura de banda

14 Protocolos VoIP

15 RAS Descoberta do gatekeeper, registro de dispositivo e gerenciamento de chamada Procedimento de descoberta do gatekeeper processo pelo qual o dispositivo determina em que gatekeeper ele deve se registrar. O procedimento pode ser manual, onde o dispositivo é pré-configurado com o endereço de transporte do gatekeeper, ou automático

16 RAS 2. Registro -O registro é o procedimento pelo qual um dispositivo terminal se junta a uma zona e informa ao gatekeeper seus apelidos H.323 e o endereço TSAP (endereço IP e a porta TCP/UDP) 3.Admissão -Ao realizar qualquer chamada, um dispositivo deve enviar ao gatekeeper um pedido de admissão para que possa ser identificado o endereço do destino e para que a chamada possa ser autorizada

17 Protocolos de Transporte IP TCPUDP Call Control RAS H.225 H.245 RTCPRTP Audio Streams Serviço ConfiávelServiço Não-confiável TCP: informações de controle e dados UDP: mensagens multimídia

18 Real Time Protocol (RTP) Protocolo de transporte de dados com características de tempo real Cabeçalho RTP contém informações de marcação de tempo e número de sequência, quer permite ao receptor reconstruir o timing produzido pelo remetente O número de sequência pode ser usado pelo receptor para estimar a taxa de perda de pacotes Indica o tipo de codificação usada pelo remetente A codificação pode variar dinamicamente

19 Real Time Control Protocol (RTCP) Transmissão periódica de mensagens de controle para todos os participantes de uma sessão Informações sobre o remetente Informações sobre a qualidade de recepção A taxa de transmissão é controlada Uma mensagem RTCP do tipo bye é enviada sempre que um participante deixa a conferência

20 Segurança As conexões associadas ao protocolo H.225 (RAS e Q.931) são estabelecidas em portas fixas os fluxos associados ao protocolo H.245 e à mídia (RTP e RTCP) utilizam portas dinâmicas Firewalls e NAT são um sério obstáculo à implementação destes protocolos

21 Perguntas 1. Quais são os principais atributos do padrão H.323 ? 2. Quais são os problemas relacionados a utilização de H.323 ? 3.Quais são os problemas de Segurança apresentados pelo protocolo H.323? 4.Descreva sucintamente as operações RAS. 5.Quais são os principais componentes do H.323 ?

22 Respostas 1. Quais são os principais atributos do padrão H.323 ? O padrão especifica de forma abrangente e completa todo o conjunto de soluções (protocolos, técnicas de compressão...) necessários para sua implementação. Sua filosofia de criação privilegiou aspectos como independência de tecnologia de rede de pacotes, interoperabilidade entre equipamentos e aplicações de diferentes fabricantes e tecnologias de rede, independência de plataforma de utilização, flexibilidade na criação das aplicações e suporte a operação multicast.

23 Respostas 2. Quais são os problemas relacionados a utilização de H.323 ? Devido à sua filosofia de criação e por ser extremamente completo e abrangente, o padrão acabou se tornando complexo e de difícil implementação, portanto, c aro de ser empregado. Somado a complexidade, o H.323 é também muito rígido o que acaba dificultando a compatibilidade com aplicações mais antigas e, provavelmente, com as futuras. 3.Quais são os problemas de Segurança apresentados pelo protocolo H.323? As características destes protocolos dificulta a implementação de filtros estáticos no firewall, o que não seria um problema para as mensagens de sinalização que utilizam portas pré-estabelecidas, entretanto, haveria a necessidade de liberar todas as portas TCP e UDP no intervalo de 1024 a para fluxo de mídia, o que deixaria a rede interna totalmente desprotegida.

24 Respostas 4.Descreva sucintamente as operações RAS. a)Descoberta do gatekeeper É o processo pelo qual o dispositivo determina em que gatekeeper ele deve se registrar. O procedimento pode ser manual, onde o dispositivo é pré-configurado com o endereço de transporte do gatekeeper, ou automático. b)Registro O registro é o procedimento pelo qual um dispositivo terminal se junta a uma zona e informa ao gatekeeper seus apelidos H.323 e o endereço TSAP (endereço IP e a porta TCP/UDP). c)Admissão Ao realizar qualquer chamada, um dispositivo deve enviar ao gatekeeper um pedido de admissão para que possa ser identificado o endereço do destino e para que a chamada possa ser autorizada.

25 Respostas 5.Quais são os principais componentes do H.323 ? O H.323 especifica quatro componentes principais : Terminais,Gateways, MCUs e Gatekeepers. Terminais, MCUs e Gateways são classificados como dispositivos terminais (endpoints)-são dispositivos que podem iniciar e receber chamadas.


Carregar ppt "Recomendação H.323 da ITU-T Bruno Craveiro Caputo Edson Barbosa de Souza Bacharelado em Ciência da Computação Redes de Computadores I Primeiro Semestre."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google