A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

GV-PEC Competitividade: Inovação, Organização e Pessoas

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "GV-PEC Competitividade: Inovação, Organização e Pessoas"— Transcrição da apresentação:

1 GV-PEC Competitividade: Inovação, Organização e Pessoas
GESTÃO DA INOVAÇÃO Material adaptado de Marcos A. Vasconcellos, Fórum de Inovação da FGV-EAESP

2 Drucker: Inovação e Espírito Empreendedor
Inovação Sistemática Os empreendedores precisam aprender a praticar a inovação sistemática, e não esperar a “idéia brilhante”. A Inovação Sistemática consiste na busca deliberada e organizada de mudanças, e na análise sistemática das oportunidades que tais mudanças podem oferecer para a inovação econômica e social. Drucker: Inovação e Espírito Empreendedor

3 Organização Inovadora
É a que pratica a Inovação Sistemática. A Organização Inovadora é, portanto, permeada por um processo contínuo e permanente de produção de inovações, inovações essas de qualquer natureza – de produto, processo, gestão ou de negócios – e de qualquer magnitude. Marcos Vasconcellos

4 Meio Inovador Interno Contexto que envolve e dá suporte às Pessoas e ao Processo de Inovação. Resultante das sinergias internas que operam de modo efetivo para gerar continuamente inovações. Barbieri et al.: Organizações Inovadoras

5 Planejados ou Encontrados As Pessoas são os Agentes da Inovação
MEIO INOVADOR INTERNO Recursos: Processo de Inovação Capital Planejados ou Encontrados Resultados: Conheci mento As Pessoas são os Agentes da Inovação

6 Goffin & Mitchell: Innovation Management
Capital para Inovação + “Pérolas” “Ostras” Recompensa “Pão com Manteiga” “Elefantes Brancos” - | Risco + Goffin & Mitchell: Innovation Management

7 Conhecimento para Inovação
4 modos de Conversão Conhecimento Tácito Conhecimento Explícito Conhecimento Compartilhado (Socialização) Operacional (Internalização) Conceitual (Externalização) Sistêmico (Combinação) PARA DE Nonaka & Takeushi: The Knowledge-Creating Company

8 Processo de Inovação: Funil ou Stage Gates
Idéias Implementação Priorização Etapas Marcos Vasconcellos

9 As Pessoas não são recursos. São, sim, os efetivos agentes
de mudança e inovação. Fórum de Inovação da FGV-EAESP

10 Não há substituto para a criatividade, a atenção e a vontade humanas.
Pessoas Não há substituto para a criatividade, a atenção e a vontade humanas. Os líderes devem reconhecer a capacidade inata das pessoas para adaptar e criar – para inovar. Margareth J. Wheatley: We are All Innovators

11 Grandes projetos resultam de
Trabalho em Equipe ‘Os gênios solitários não têm muito a dizer sobre aplicar processo criativo a negócios e não estão dispostos a compartilhar o que sabem’ Grandes projetos resultam de grandes times Grupos são irreverentes e sem hierarquia, valorizam a diversidade e colaboram com recursos externos. Tom Kelley: The Art of Innovation (Lessons in Creativity from Ideo)

12 Motivação Não há limites para o que uma pessoa média pode realizar,
se estiver totalmente envolvida. Tom Peters: Prosperando no Caos

13 Criação de Valor por empregado Objetivos Estratégicos
Resultados Resultados Econômico- Financeiros Crescimento Rentabilidade Criação de Valor por empregado Resultados do Processo de Produção de Inovações Inovações implementadas nas 4 categorias Gestão Negócio Processo Produto Cumprimento dos Objetivos de Inovação Cumprimento dos Objetivos Estratégicos de Inovação

14 Giffin & Mitchell: Innovation Management
Avaliação da Inovação Medidas de Input Medidas de Processo Medidas de Output EX.: % Receita p/ P&D EX.: time-to-market EX.: % de vendas de novos produtos Processo de Inovação Inputs Outputs Tempo Recursos Investimentos Efetividade Eficiência Produtos Serviços Processos Giffin & Mitchell: Innovation Management

15 MEIO INOVADOR INTERNO Modelo de Gestão
Processo de Inovação

16 Modelo de Gestão TOP MGMT MIDDLE MGMT FRONT LINE CUSTOMERS
PARADIGMA DA ADMINISTRAÇÃO

17 Modelo de Gestão CUSTOMERS FRONT LINE MIDDLE MGMT TOP MGMT
PARADIGMA DA LIDERANÇA

18 Canais de Comunicação Abrir os canais de comunicação da Organização.
Habilidades gerenciais “em comunicação” exigidas pela 3M:  Mentoring  Visão Clara  Metas ambiciosas  Planejamento  Portas abertas ● Interface com Consumidores  Recompensas O papel do Administrador frente à inovação é ecológico cuidar do ambiente adequado para que as pessoas tenham ideias e as expressem. Para tanto é necessário: Abrir os canais de comunicação da Organização. Prof. Antonio Carlos Teixeira Gundling: The 3M Way to Innovation

19 Aprendizagem Organização bem-sucedida é aquela que pode efetivamente aprender. Organizações não aprendem, e sim as pessoas que estão dentro delas. Afinal, o conhecimento está na mente das pessoas. Ari de Geus: A Empresa Viva / Tidd et al.: Gestão de inovação

20 MEIO INOVADOR INTERNO Liderança e Intenção Estratégica
Modelo de Gestão Processo de Inovação

21 Liderança e Intenção Estratégica
Catalisar uma visão clara e compartilhada por todos os membros da organização Assegurar comprometimento e vigorosa perseguição dessa visão Collins & Lazier

22 Liderança Transformadora
UNIDADE através da VISÃO SIGNIFICADO através da COMUNICAÇÃO CONFIANÇA através do POSICIONAMENTO AUTO CONSIDERAÇÃO POSITIVA através da APRENDIZAGEM Bennis & Nanus: Líderes

23 MEIO INOVADOR INTERNO CULTURA PARA INOVAÇÃO CULTURA PARA INOVAÇÃO
Liderança e Intenção Estratégica Modelo de Gestão Processo de Inovação CULTURA PARA INOVAÇÃO

24 Cultura para Inovação Alto astral: as pessoas se sentem participantes.
Os líderes encorajam a iniciativas. Liberdade para expressar dúvidas. Alto nível de equilíbrio e comprometimento. Algumas Características da Cultura que facilita a Inovação A aprendizagem é encorajada O reconhecimento pelo trabalho é coletivo. Erros não intencionais vistos como aprendizado. As pessoas enfrentam problemas abertamente. Barbieri et al.: Organizações Inovadoras

25 Interpretação de Sinais
Percepção das Fronteiras Modelo de Gestão Processo De Inovação Liderança e Intenção Estratégica Interpretação de Sinais CULTURA PARA INOVAÇÃO CULTURA PARA INOVAÇÃO

26 Premissas: Romper Padrões
COMO VOCÊ VÊ O MUNDO PENSA FALA FAZ R E S U L T A D O O Mundo

27 Interpretação de Sinais Predisposição para Alianças
Percepção das Fronteiras Modelo de Gestão Processo De Inovação Liderança e Intenção Estratégica Interpretação de Sinais CULTURA PARA INOVAÇÃO CULTURA PARA INOVAÇÃO Predisposição para Alianças

28 Alianças para Inovação
Open Innovation Prof. Luiz Carlos Moraes Rego

29 Interpretação de Sinais Predisposição para Alianças
Macroambiente Social Econômico Modelo de Gestão Processo De Inovação Liderança e Intenção Estratégica Interpretação de Sinais CULTURA PARA INOVAÇÃO Político- Legal Tecnológico CULTURA PARA INOVAÇÃO Predisposição para Alianças

30 RESULTADOS DA ORGANIZAÇÃO
Roda da Inovação* PESSOAS PROCESSO DE INOVAÇÃO RESULTADOS DA ORGANIZAÇÃO MEIO INOVADOR INTERNO 1 Liderança 2 Estratégia 3 4 5 6 (*) Fórum de Inovação


Carregar ppt "GV-PEC Competitividade: Inovação, Organização e Pessoas"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google