A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CURSO eSOCIAL – O que deve ser observado na Teoria e na Prática (Software) Prof. Edison Garcia Junior.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CURSO eSOCIAL – O que deve ser observado na Teoria e na Prática (Software) Prof. Edison Garcia Junior."— Transcrição da apresentação:

1 CURSO eSOCIAL – O que deve ser observado na Teoria e na Prática (Software) Prof. Edison Garcia Junior

2 INTRODUÇÃO PROJETO SPED (eSOCIAL 2009):

3 AD EXECUTIVO SUFIS Nº 05, DE 17/07/2013

4 Preparado para ter uma DR com seus terceiros?? INTRODUÇÃO eSOCIAL:

5 Trabalhador celetista Prestador de serviços Autônomos Sócios/acionistas Demais envolvidos na folha de pgto INTRODUÇÃO eSOCIAL:

6 Unificar a captação das informações definidas no conceito do eSocial; Racionalizar e uniformizar as obrigações acessórias para os empregadores, com o estabelecimento de transmissão única para os diferentes órgãos de governo, usuários da informação; FINALIDADE DA eSOCIAL

7 Mensais – GFIP, CAGED Anuais – Rais, Dirf, Informa Tempestivos- CAT, seguro desemprego, PPP, GRRF Sob demanda- PPP, Manad ENVIO DAS INFORMAÇÕES – PRAZO ATUAL

8 Envio mensal da Folha ao eSocial Envio Tempestivo: Admissão, Rescisão, CAT.... Transmissão Digital com Protocolo de Entrega O QUE DEVE MUDAR COM O eSOCIAL

9 OBRIGAÇÕES QUE TENDEM A SER EXTINTAS GFIP DIRF Folha de Pagamento (S-1100, S-1200, S-1400 e S-1500 e as exceções das NFs: S-1310 a S-1370) MANAD (registros acima + S-2200 e S-2800) RAIS (S-2100, S-2200 e S-2800 e as exceções de afastamento S-2320 e aviso prévio S-2380) CAGED (S-2200, S-2220 e S-2800) Livro de Registro de Empregado (S-2100) Comunicação Acidente de Trabalho (S-2260) Formulário do Seguro Desemprego (S-2800) PREVISÕES (AINDA NÃO ESTÁ DEFINIDO...)

10 RIC – REGISTRO DE IDENTIDADE CIVIL Carteira de trabalho será substituída por cartão eletrônico Além de identificar o número do RIC, esse novo cartão também reúne dados de outros documentos, como RG (Registro Geral), CPF (Cadastro de Pessoas Físicas), Título de Eleitor, PIS (Programa de Integração Social), Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público), Carteira de Trabalho e Carteira Nacional de Habilitação.

11 PREVISÕES (PODE HAVER MUDANÇAS...)

12 a. as informações iniciais de admissão de empregado ou de contratação de trabalhador sem vínculo empregatício deverão ser enviadas até o final do dia imediatamente anterior ao do início da prestação do serviço; b. as informações de acidente de trabalho deverão ser enviadas até o 1º (primeiro) dia útil seguinte ao da ocorrência e, em caso de morte, de imediato; c. as informações de desligamento deverão ser enviadas até o 1º (primeiro) dia útil seguinte à data do desligamento, no caso de aviso prévio trabalhado, ou do término de contrato por prazo determinado e até 10 (dez) dias seguintes à data do desligamento nos demais casos; d. as informações dos demais eventos não periódicos, inclusive as atualizações do registro de empregados e demais trabalhadores, deverão ser enviadas até o dia 7 (sete) do mês seguinte ao que se referem ou até o envio dos eventos mensais de folha de pagamento que se relacionem segundo as regras de validação constantes no Manual de Orientação do eSocial. PRAZOS – NÃO PERIÓDICOS

13 a. as folhas de pagamento das remunerações e demais rendimentos pagos, devidos ou creditados a todos os trabalhadores deverão ser transmitidos até o dia 7 (sete) do mês seguinte ao que se refiram; b. informações relacionadas a outros fatos geradores, deduções, bases de cálculo e valores devidos de contribuições previdenciárias, contribuições sociais de que trata a Lei Complementar no 110, de 2001, contribuições sindicais, FGTS e imposto sobre a renda retido na fonte deverão ser transmitidas até o dia 7 (sete) do mês seguinte ao que se refiram. PRAZOS – PERIÓDICOS

14 IDENTIFICAÇÃO E CADASTRO DO EMPREGADOR A partir da entrada em vigor do esocial o empregador será identificado apenas pelo – CNPJ –

15 IDENTIFICAÇÃO DA PESSOA FÍSICA NO eSOCIAL –Apenas pelo CPF NO LUGAR DO CEI –CAEPF (Cadastro de Atividade da Pessoa Física- deverá providenciar o cadastro a ser criado)

16 IDENTIFICAÇÃO E CADASTRO DE OBRA DE CONSTRUÇÃO CIVIL -No lugar do Cadastro Específico do INSS será criado o CNO - Cadastro Nacional de Obra que será acoplado há um CPF ou CNPJ

17 IDENTIFICAÇÃO E CADASTRO DOS TRABALHADORES As empresas deverão cadastrar seus trabalhadores através de identificadores obrigatórios – CPF + NIS = CNIS (Cadastro Nacional de Informação Social)

18 PENALIDADES DA eSOCIAL Ainda não tem previsão legal para penalidades/multas por atrasos, erro ou omissão de informação PREVISÕES (AINDA NÃO ESTÁ DEFINIDO...)

19 POSSO FAZER A eSOCIAL DIRETAMENTE NO PORTAL ? (SEM TER SISTEMA DE FOLHA INTEGRADO) Empresas do Simples Nacional até 9 empregados MEI / Doméstica Produtor Rural PREVISÕES (AINDA NÃO ESTÁ DEFINIDO...)

20 PREVISÕES DE TELA (AINDA NÃO DEFINIDO...)

21

22

23

24

25

26

27

28

29 GERAÇÃO DA GUIA DO INSS Dentro da DCTF Prev Web (DARF) A data de vencimento não tem alteração – Dia 20 GERAÇÃO DA GUIA DO FGTS Ainda a CEF não se pronunciou sobre o assunto A data de vencimento não tem alteração – Dia 07 PREVISÕES (AINDA NÃO ESTÁ DEFINIDO...)

30 BLOCO ESPECÍFICO DA JUSTIÇA DO TRABALHO Ainda em desenvolvimento e não tem perspectiva de data para lançamento na eSocial PREVISÕES (AINDA NÃO ESTÁ DEFINIDO...)

31 Eventos Trabalhistas (admissão, rescisão, férias, etc) Folha de Pagamento (mensalmente) Retenções de Contribuição Previdenciária (NFs terceiros) Ações Judiciais Trabalhistas CONTEÚDO DA eSOCIAL

32 REGISTRO DE EVENTOS TRABALHISTAS

33 TRANSMISSÃO DOS ARQUIVOS As informações dos primeiros arquivos são necessários para os envios posteriores

34 SEQUÊNCIA -Eventos iniciais: eventos onde são fornecidos as informações cadastrais, alíquotas e demais dados necessários ao preenchimento e validação. -Eventos Trabalhistas: que deverá ser gerado sempre que ocorrerem - Evento Folha de Pagamento e outras informações: envio mensal da declaração

35 INFORMAÇÕES PERMANENTES Serão considerados informações de natureza permanente, aquelas que podem ser utilizadas em mais de um arquivo eSocial, ou em mais de uma competência: Rúbricas da Folha de Pagamento Lotações e departamentos Cargos e funções Horários Estabelecimento e obras de construção Processos administrativos e judiciais

36 a) Rubricas da folha de pagamento (S-1010 Prov. e Desc.) b)Lotações e Departamentos (S-1020 Local e Centro Custo) c)Cargos (S-1030 CBO) d)Funções (S-1040 Detalhamento) e)Horários de trabalhadores (S-1050) f)Estabelecimentos e obras de construção civil (S-1060 Filiais) g)Processos administrativos e judiciais (S-1070 Justiça etc) h)Operadores Portuários, cadastrados pelo OGMO – Órgão Gestor de Mão de Obra (S-1080) TABELAS DA eSOCIAL

37 O arquivo da eSocial será enviado na extensão.XML Por isso, o certificado digital é necessário para garantir a segurança de comunicação do empregador com o Governo. Formatos: CERTIFICADO DIGITAL

38 QUAL CERTIFICADO PRECISO PARA EMITIR A eSOCIAL? CERTIFICADO e-CPF: Permite a integridade e autoria na transmissão da eSocial Representante Legal da empresa na RFB CERTIFICADO e-CNPJ: Permite a integridade e autoria na transmissão da eSocial O certificado digital da matriz vale também para a filial

39 TRANSMISSÃO DOS ARQUIVOS Eventos Iniciais/Tabelas (S-1000 a S-1080) Trabalhistas (S-2100 a S-2900) Folha de Pgto e outras informações (S-1100 a S-1500) Obs: Previsão de transmissão = Síncrona (eventos e folha)

40 IMPACTOS NA ROTINA DIÁRIA E MENSAL DO DP/RH REVISÃO DE PROCESSOS (Legalidade x Cultura): Admissão Rescisão Férias x Aviso Riscos trabalho e previdência x insalubridade/periculosidade NF Terceiro x EFD x eSocial x ECD

41 IMPACTOS NA ROTINA DIÁRIA E MENSAL DO DP/RH AUDITORIA DE RUBRICAS De x Para dos códigos do sistema de folha de pgto com os códigos da eSocial

42 IMPACTOS NA ROTINA DIÁRIA E MENSAL DO DP/RH GESTÃO DE CARGOS E SALÁRIOS Cuidado nas descrições dos cargos e principalmente das funções Salário = CBO Remuneração

43 OLHAR DA FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA Resultado de fiscalizações encerradas no ano de 2010 sobre diferença de valores de contribuições previdenciárias devidas que foram informadas em folha de pagamento e não foram declaradas em GFIP: R$ ,60 Resultado de fiscalizações encerradas em 2010 sobre salários e ordenados pagos a empregados não incluídos em folha de pagamento pelas empresas: R$ ,93

44 OLHAR DA FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA Comunicado de Acidente de Trabalho (CAT) Emissão – 24 horas (Evento fora do prazo legal)

45 OLHAR DA FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA Atestado de Saúde Ocupacional (ASO) Evitar contratação funcionário inapto (afastamento INSS)

46 ANÁLISE DO LEIAUTE – GUIA PRÁTICO eSOCIAL

47 Legislação da eSOCIAL Ato Declaratório Executivo Sufis nº 5, de 17/07/2013 Portal da eSocial - Manual de Orientação da eSocial (Guia Prático – Versão 1.0) FONTES:

48 - saneamento do banco de dados, principalmente através da verificação e atualização dos cadastros de seus empregados, já que, se houverem informações diferentes nos cadastros que estão sendo inseridos no eSocial e aqueles constantes no CNIS, o sistema gerará inconsistência. Assim, o empregador pode checar se não há divergências/duplicidades em números de inscrição, por exemplo, do PIS dos funcionários ou até mesmo a ausência de dados básicos, por exemplo, como data de nascimento, nome completo, número do CPF, etc. MEDIDAS PREVENTIVAS

49 - ajuste do sistema de folha de pagamento, que deverá estar em consonância com os leiautes do eSocial; - esclarecimentos prévios aos empregadores em relação ao sistema, que não permitirá procedimentos à margem da lei - como o canal do eSocial abrange tanto informações trabalhistas, previdenciárias, fundiárias e fiscais, deverá existir um entrosamento bastante grande entre as equipes do setor de recursos humanos com a equipe do setor federal/contábil, para que a parametrização das informações seja uniforme, em que pese a necessidade de se observar as regras próprias de cada legislação. MEDIDAS PREVENTIVAS

50 Edison Garcia Junior Advogado


Carregar ppt "CURSO eSOCIAL – O que deve ser observado na Teoria e na Prática (Software) Prof. Edison Garcia Junior."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google