A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Universidade Templo Viagem O Turismo é uma Universidade em que o aluno nunca se gradua, é um Templo onde o suplicante cultua mas nunca vislumbra a imagem.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Universidade Templo Viagem O Turismo é uma Universidade em que o aluno nunca se gradua, é um Templo onde o suplicante cultua mas nunca vislumbra a imagem."— Transcrição da apresentação:

1 Universidade Templo Viagem O Turismo é uma Universidade em que o aluno nunca se gradua, é um Templo onde o suplicante cultua mas nunca vislumbra a imagem de sua veneração, é uma Viagem com destino sempre à frente mas jamais atingido. Haverá sempre discípulos, sempre contempladores, sempre errantes aventureiros. Lord Curzon ( ) Governador geral da Índia

2 O QUE VOCÊ ENTENDE POR TURISMO ?

3 TURISMO É... Turismo é o conjunto de relações e fenômenos produzidos pelo deslocamento e permanência de pessoas fora de seu legar de domicílio, desde que esses deslocamentos e permanências não estejam motivados por uma atividade lucrativa. ( HUNZIKER e KURT, 1942). CONCEITO 1942

4 TURISMO É... O turismo é uma atividade humana internacional que serve como meio de comunicação e como elo de interação entre os povos, tanto dentro como fora de um país. Envolve o deslocamento temporário de pessoas para outras regiões ou países, visando a satisfação de outras necessidades que não a de atividade remunerada. ( WAHAB, 1972). CONCEITO 1972

5 TURISMO É... Conjunto de relações existentes nos deslocamentos realizados, caracterizado pelo afastamento do morador permanente, com intenção de retorno, levando em consideração o consumo, entendido como utilização total ou parcial de bens e serviços, orientados para a satisfação das necessidades dos turistas. ( BACAL,1988 ). CONCEITO 1988

6 TURISMO É... CONCEITO 2001 O turismo compreende as atividades que realizam as pessoas durante suas viagens e estadas em lugares diferentes ao seu entorno habitual, por um período consecutivo inferior a um ano, com finalidade de lazer, negócios ou outras.( OMT, 2001).

7 TURISMO É... CONCEITO 2004 É o estudo do homem longe de seu local de residência, da indústria que satisfaz suas necessidades, e dos impactos que ambos, ele e a indústria, geram sobre os ambientes físico, econômicos e sociocultural da área receptora. (JAFARI, J. In: BENI, M. C. 2004).

8 ENTENDEMOS QUE... Existe um movimento físico de pessoas que, por definição, são os que se deslocam fora de seu lugar de residência; A estada no destino deve ser durante um determinado período, não permanente; O turismo compreende tanto a viagem até o destino final, como as atividades durante a sua estada; O turismo inclui os bens e serviços criados para satisfazer as necessidades dos turistas; O turismo pode exercer impactos positivos e negativos na região receptora, nos ambientes físico, econômico, e sociocultural.

9 MURALHA DA CHINA 1ª MARAVILHA DO MUNDO O primeiro monumento a entrar na lista foi a Grande Muralha da China, um impressionante conjunto de arquitetura militar, que chegou a ter 6,3 mil km de extensão durante algumas das dinastias responsáveis por sua construção. A obra foi realizada ao longo de 2 mil anos.

10 Para fins estatísticos, a OMT define os termos TURISTAS e EXCURSIONISTAS desde 1963, incentivando todos os países a adotá-la: Visitantes temporários que permaneçam pelo menos 24hs no local visitado, cuja finalidade de viagem pode ser classificada sob um dos seguintes tópicos: lazer (recreação, férias, saúde, estudo, religião e esporte), negócios, família, missões e conferências ( OMT, apud BENI, 2001). Ainda: são visitantes que pernoitam no destino. TURISTA :

11 EXCURSIONISTA Visitantes temporários que permaneçam menos de 24 hs no local visitado ( OMT, apud BENI,2001). São visitantes de 1 dia, sem pernoite no destino. LOGO: TURISMO Realizado por VISITANTE Turista Excursionista

12 SÃO CONSIDERADOS TURISTAS: As pessoas que efetuem uma viagem de prazer ou por razões de família, saúde, etc.; As pessoas que vão a uma reunião ou na qualidade de serviço (religioso...; científico, administrativo, diplomático, etc.); As pessoas que viajam a negócios; Fonte: DIAS, 2005, p. 15

13 NÃO SÃO CONSIDERADOS TURISTAS: Pessoas que cheguem com contrato de trabalho ou não para ocupar um emprego em outro país ou para exercer uma atividade profissional; Pessoas que venham a fixar sua residência em outro país; Estudantes e jovens alojados em pensionatos ou escolas; Pessoas que vivem na fronteira ou pessoas que moram em um país e que tem seu trabalho em outro; Fonte: DIAS, 2005, p. 15

14 2ª MARAVILHA DO MUNDO PETRA - JORDÂNIA O monumento de Petra, na Jordânia, foi proclamado a segunda das novas maravilhas. A antiga cidade de Petra, um conjunto de construções esculpidas na rocha, é exemplo da habilidade do povo nabateu há 2 mil anos. Eles conseguiram canalizar água por aquedutos de cerâmica, permitindo a vida em uma região desértica.

15 FORMAS DE TURISMO

16 TURISMO INTERNO OU DOMÉSTICO É aquele realizado pelos visitantes que viajam dentro de próprio país de residência. TURISMO INTERNACIONAL É o movimento de visitantes entre os diferentes países. Compreende o turismo emissivo e receptivo.

17 FORMAS DE TURISMO TURISMO RECEPTIVO TURISMO EMISSIVO É o fluxo de entrada de turistas em um determinado local. Ex: São Paulo é a cidade que mais recebe turistas no Brasil, tem alto índice de turismo receptivo. É o fluxo de saída de pessoas residentes para fora do país, região ou outra localidade. Ex: A ida de brasileiros a Miami, as capitais de Estado são os principais emissores de turistas para o litoral.

18 PORTANTO... TURISMO EMISSIVO TURISMO EMISSIVO Deslocamento TURISMO RECEPTIVO TURISMO RECEPTIVO TURISMO LOCAL É o movimento de visitantes entre municípios vizinhos.

19 Turismo emissivo: brasileiros viajando para o exterior Turismo receptivo: estrangeiros visitando o Brasil Turismo doméstico: brasileiros viajando dentro do Brasil Turismo Nacional: Turismo emissivo + Turismo doméstico Turismo Interno: Turismo receptivo + Turismo doméstico Turismo internacional: movimento dos visitantes entre os diferentes países

20 FORMAS DE TURISMO TURISMO ORGANIZADO TURISMO DE MASSA Corresponde às atividades turísticas programadas, administradas e executadas por agências de viagens ou outra instituição que envolva o grupo de pessoas. Este turista viaja em grupo (DIAS, 2005; BARRETO, et al, 2003). Refere-se às viagens programadas para roteiros muito procurados e visitados por milhares de pessoas, anualmente. Ex: Disneyworld – Flórida, França, Espanha, Estado do Nordeste – Brasil.

21 FORMAS DE TURISMO TURISMO DE MINORIAS OU SELETIVO TURISMO INDIVIDUAL Inclui viagens realizadas para locais pouco procurados pelas pessoas. Ex: A visita de cem pessoas a uma fazenda de café do século XVIII, em São Paulo.(ACERENZA, 1991). Quando todas a providências em relação à viagem são tomadas pelo interessado, podendo ter ou não a participação de uma agência de viagens. Este pesquisa o destino, transportes, moeda, etc. Este turista viaja sozinho ou com família/amigos (DIAS, 2005; BARRETO et al, 2003).

22 LEMBRE-SE Essas denominações nada tem a ver com as características sociais da demanda, ou seja, não se referem às diferenças de classe entre os viajantes – privilegiada, média e popular. O gosto por destinações pouco visitadas é muito mais uma questão de ordem cultural do que pela situação econômica do turista.

23 O Cristo Redentor, no Brasil, foi proclamado a terceira das Novas Sete Maravilhas. A estátua, a 709 m do nível do mar, oferece uma das mais belas vistas dos morros e baías do Rio de Janeiro. O monumento religioso foi inaugurado em 1931, após cinco anos de obras. 3ª MARAVILHA DO MUNDO CRISTO REDENTOR - BRASIL

24 4ª MARAVILHA DO MUNDO MACHU PICCHU - PERU A cidade de Machu Picchu, no Peru, ficou em quarto lugar. A cidade perdida dos incas está localizada a m de altitude, o que fez com que fosse desconhecida até Estima- se que as estruturas foram construídas por volta de 1460.

25 DADOS ESTATÍSTICOS DO TURISMO

26 TURISMO DOMÉSTICO

27

28 TURISMO INTERNACIONAL

29

30

31

32

33

34 5ª MARAVILHA DO MUNDO Chichén Itzá, no México, foi proclamada a quinta das Novas Sete Maravilhas. Esta é a mais visitada cidade maia, que funcionou como centro político e econômico. Suas edificações estão preservadas, sendo a pirâmide de Kukulcán a mais significativa. A fundação ocorreu entre 435 e 455. CHICHÉN ITZÁ, MÉXICO

35 TIPOLOGIAS DE TURISMO TIPOLOGIAS TURISMO

36 Turismo de sol e praia: Caracteriza-se pelas atividades turísticas relacionadas à recreação, entretenimento ou descanso em praias, em função da presença de água, sol e calor. Turismo náutico Caracteriza-se pela utilização de embarcações náuticas como finalidade da movimentação turística, pode ser classificado como turismo fluvial, turismo em represa, turismo lacustre* e turismo marítimo. Lacustre: relativo a lagos

37 Turismo cultural: Está relacionado à vivência do conjunto de elementos significativos do patrimônio histórico e cultural e dos eventos culturais, valorizando e promovendo os bens materiais e imateriais da cultura. Turismo de negócios e eventos: Compreende as atividades turísticas decorrentes das relações de interesses profissionais, associativos, institucionais de caráter comercial, técnico-científico, promocional e social.

38 Turismo religioso: Caracteriza-se pelas atividades turísticas decorrentes da busca espiritual e da prática religiosa em espaços e eventos relacionadas às religiões institucionalizadas tais como espíritas, católicas, rituais... Turismo de pesca: Compreende as atividades turísticas decorrentes da pesca amadora, praticada por brasileiros ou estrangeiros com finalidade de lazer, turismo ou desporto, sem fins comerciais. Turismo de aventura: Compreende os movimentos turísticos decorrentes da prática de atividades de aventura de caráter recreativo e não competitivo (...) cujo prêmio é a superação de seus limites pessoais.

39 Turismo de saúde: É aquele praticado por pessoas que se deslocam em busca de climas ou estações de tratamento, onde possam recuperar a saúde física e /ou mental. Ecoturismo: Segmento da atividade turística que utiliza, de forma sustentável, o patrimônio natural e cultural, incentiva sua conservação e busca a formação de uma consciência ambientalista através da interpretação do ambiente, promovendo o bem estar da população.

40 Turismo rural: Conjunto de atividades turísticas desenvolvidas no meio rural, comprometido com a produção agropecuária, agregando valor a produtos e serviços, resgatando e promovendo o patrimônio cultural e natural da comunidade. Turismo de esportes: Compreende as atividades turísticas decorrentes da prática, envolvimento ou observação de alguma modalidade esportiva. Turismo cívico: Caracterizado por deslocamentos motivados pelo conhecimento de monumentos, fatos, participação em eventos cívicos, que representem a situação presente ou a memória política e histórica de determinado lugar.

41 Turismo de estudos e intercâmbios: Constitui-se da movimentação turística gerada por atividades e programas de aprendizagem e vivência para fins de qualificação, ampliação de conhecimento e de desenvolvimento pessoal e profissional. Turismo social: Caracteriza-se pela forma de conduzir e praticar a atividade turística promovendo a igualdade de oportunidade, a equidade, a solidariedade e o exercício da cidadania na perspectiva da inclusão.

42 O Coliseu, em Roma, na Itália, ocupou o sexto lugar na disputa. O anfiteatro, símbolo da Roma antiga, foi inagurado no ano 80 pelo imperador Titus e recebeu o nome da estátua de Nero, Colossus. Foi usado para os combates de gladiadores e espetáculos populares. 6ª MARAVILHA DO MUNDO COLISEU - ROMA

43 O palácio do Taj Mahal, na Índia, foi proclamado a sétima das Novas Sete Maravilhas. Ele foi construído pelo imperador Shah Jahan como uma tumba para sua mulher favorita, Mumtaz Mahal, no século XVII. O palácio fica na poluída cidade de Agra e é cercado por jardins ornamentais. 7ª MARAVILHA DO MUNDO PALÁCIO TAJ MAHAL - ÍNDIA

44 REFERÊNCIAS BENI, Mário César. Análise estrutural do turismo. São Paulo: Senac, DIAS, Reinaldo.Introdução ao turismo. São Paulo: Atlas, MINISTÉRIO DO TURISMO. Manual de segmentação: marcos conceituais. Brasília,DF: Ministério do Turismo, MINISTÉRIO DO TURISMO. Dados e fatos. Disponível em. Acesso em: 02 ago TRIGO, Luis Gonzaga; et al. Aprendiz de lazer e turismo. Projeto caminhos do futuro.Ministério do Turismo.São Paulo: IPSIS, 2007.


Carregar ppt "Universidade Templo Viagem O Turismo é uma Universidade em que o aluno nunca se gradua, é um Templo onde o suplicante cultua mas nunca vislumbra a imagem."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google