A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Um pouquinho de história antes de iniciar.... Documentos Históricos sobre a Assistência à Infância nos séculos XIX e XX, revelam que as crianças nascidas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Um pouquinho de história antes de iniciar.... Documentos Históricos sobre a Assistência à Infância nos séculos XIX e XX, revelam que as crianças nascidas."— Transcrição da apresentação:

1 Um pouquinho de história antes de iniciar...

2 Documentos Históricos sobre a Assistência à Infância nos séculos XIX e XX, revelam que as crianças nascidas em situação de pobreza e/ou em famílias com dificuldades de criá-los, quando procuravam apoio do Estado, tinham seus filhos encaminhados para instituições como se fossem órfãos ou abandonados. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

3 Muitas famílias buscavam este apoio, pelo desejo de ver seus filhos educados e pela necessidade de alimentá-los, esta entrega era vista como uma última opção para salvá-los. Contudo, não sabiam como eram tratados dentro das Instituições, o regime fechado ocultava a realidade vivida. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

4 Neste período, o Brasil institui a cultura da Institucionalização, os orfanatos e internatos funcionavam como asilos, mesmo que as crianças, quase em sua totalidade, tivessem famílias. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

5 As mudanças ocorrem no período que sucede a aprovação do Estatuto da Criança e do Adolescente (lei de 13 de julho de 1990). A partir de então, iniciam-se os avanços no que se refere as práticas de atendimento às crianças e adolescentes. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

6 Os orfanatos deixam de existir, afinal, a grande maioria das crianças tem FAMÍLIA, portanto não são ÓRFÃS. O serviço passa a ser chamado de Acolhimento Institucional, e as crianças são acolhidas, e não por terem suas famílias incapacitadas de criá-los, mas sim, necessitadas de uma política de atendimento e fortalecimento familiar. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

7 E quando houver a situação de risco, vulnerabilidade social e violação de direitos, o serviço de Acolhimento Institucional, Abrigo, possa ser utilizado como uma ferramenta na garantia dos direitos para crianças e adolescentes, principalmente em relação ao direito a convivência familiar e comunitária. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

8 Muitas mudanças ocorrem na área social, em janeiro de 2004 o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, cria O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), com a missão de promover a inclusão social, a segurança alimentar, a assistência integral e uma renda mínima de cidadania às famílias que vivem em situação de pobreza. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

9 Os serviços de acolhimento, abrigos, também passam por mudanças, com orientações e diretrizes que normatizam o serviço, tendo como objetivo garantir a proteção integral às crianças e adolescentes acolhidos. ECA - Art. 101 § 1 o O acolhimento institucional são medidas provisórias e excepcionais, utilizáveis como forma de transição para reintegração familiar ou, não sendo esta possível, para colocação em família substituta, não implicando privação de liberdade. (Incluído pela Lei nº , de 2009)(Incluído pela Lei nº , de 2009) LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

10 Crianças e famílias negligenciadas, e os motivos são vários, em alguns a demanda é muito grande, as doações são poucas e o apoio financeiro do governo não consegue suprir as necessidades. Em outros, não há nem apoio do governo, mas o que nos deixou mais tristes, foi constatar que em muitos a gestão do local é que estava deixando os ali atendidos, abandonados mais uma vez... Mas em nossa caminhada, verificamos que, ainda hoje, existe diversos abrigos pelo Brasil que oferecem seus serviços como antigamente. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

11 E foi pensando em um trabalho diferenciado, que realmente atendesse as necessidades das Crianças, que as vissem como sujeitos de direitos, que precisam de dignidade mesmo estando acolhidas, e em suas famílias que, em grande maioria, são vítimas da realidade social do Brasil, que mesmo com programas de apoio e renda, ainda não consegue atender a demanda. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

12 Nasce o Lar Assistencial Mãos Pequenas

13 Criado a partir de um sonho de duas mulheres muito Especiais, Estrela e Andréia, que após experiência frustrada em casa de Acolhimento, em que trabalharam, resolveram convidar amigos para fundar um Lar, no qual, acima de tudo, haveria amor e respeito. Formado por um grupo de profissionais, comerciários, empresários e autônomos, que já sabiam da necessidade no município de um espaço para acolhimento de crianças em situação de vulnerabilidade social, se associaram em 05 de agosto de 2005, para o nascimento do Lar Assistencial Mãos Pequenas. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

14 A partir de então, os associados alugaram uma casa térrea que foi adaptada e mobiliada através de diversas doações. Também foi realizado um trabalho de seleção de pessoas e profissionais que pudessem prestar serviços voluntários e colaborar com os trabalhos da Entidade. Neste período não havia condições financeiras para a contratação de profissionais com vínculos trabalhistas. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

15 Em seguida, O Ministério Público e o Poder Judiciário foram comunicados que a casa estava pronta para o funcionamento. E no dia 11 de Janeiro de 2006 a primeira criança foi recebida pela casa, dando início as atividades assistenciais da Entidade de Acolhimento. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

16 Em setembro de 2006 o Lar recebeu o registro emitido pelo CMAS (Conselho Municipal de Assistência Social) e em dezembro de 2008 recebeu o registro do CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente). LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

17 Com o aumento no número de crianças encaminhadas ao lar, a diretoria buscou uma residência que pudesse oferecer espaços externos mais amplos e que possibilitasse um melhor conforto às crianças. Dessa forma, em 15 de julho de 2008 o lar passou a funcionar na região Sul do município. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

18 Em 2009 conseguimos o registro de Utilidade Pública Municipal, e em 2010 firmamos convênio com a Prefeitura, onde tivemos projetos aprovados pelo o Instituto HSBC Solidariedade e o CMDCA, que nos auxiliou com os trabalhos desenvolvidos às crianças e os adolescentes. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

19 Com profissionais agora registrados, voluntários e estagiários o Lar busca a qualidade no atendimento, defesa e garantia do direito a convivência familiar e comunitária e ser parte integrante da vida das crianças, adolescentes e suas famílias que passaram pela Entidade, com objetivo de parceria e referência. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS Hoje nosso quadro de funcionários é composto por 16 profissionais ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

20 Hoje estamos de sede nova, com ambientes adaptados e confortáveis, para acolher com dignidade as crianças do município. E isto foi possível através da parceria e colaboração de diversos amigos, e em especial da Empresa TRIBOMATIC. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORISA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALEM DE TUDO AMA O QUE FAZ!

21 LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS Nossos Berçários tem capacidade de atender 15 crianças de 0 a 2 anos. Decorados e aconchegantes devido as doações de amigos e parceiros. ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

22 LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS Buscamos priorizar o bem estar, higiene e comodidade às nossas crianças. Para que assim levem na lembrança de nosso Lar, carinho, amor, educação e dignidade. ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

23 Dependência de Higienização dos bebês. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

24 Dormitórios com dois quartos, MENINAS e MENINOS, com capacidade para 05 crianças com idade acima de 3 anos, cada um. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS Nossas crianças tem acesso a brinquedos, roupas e calçados. ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

25 LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS Na Brinquedoteca, as crianças tem a disposição diversos livros infantis, propiciando e auxiliando em seu desenvolvimento e aprendizagem. Nosso refeitório, ambiente higienizado e adequado a faixa etária. ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

26 Por respeito as nossas crianças e a todos os colaboradores, procuramos oferecer um espaço confortável, limpo, alegre e digno para todos aqueles que por aqui passarem, afinal, a separação familiar, trará consequências, boas ou ruins, para toda uma vida, principalmente quando não há possibilidade de retorno e alguns são encaminhados à famílias substitutas. Sabemos que para as crianças de menor idade, essa nova realidade será mais fácil, mas para os maiores, será um grande desafio. Pensando nisto que, aqui no Lar, somos uma família, orientando, acolhendo, educando, amando, nunca substituindo, mas sendo parte da história de vida de cada um. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

27 Mas gerir uma entidade sem fins lucrativos não é fácil, principalmente quando se trata de uma casa que acolhe crianças e adolescentes, e que provisoriamente, esta será a casa delas. Os gastos são grandes e as doações não são suficientes para custeá-las. É preciso ter comprometimento e transparência nas ações realizadas, apresentando um trabalho sério. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

28 Principais Gastos (mensais) média: R$ Recursos Humanos30.000,00 Contas de Consumo1.600,00 Aluguel/IPTU2.800,00 Transporte500,00 Materiais de Expediente250,00 Medicação100,00 Açougue800,00 Feira600,00 TOTAL36.650,00 **Gastos com Alimentação, limpeza, higiene, manutenção, plantonista em hospital (quando há criança internada), passeios, itens domésticos, etc, são realizados de acordo com a necessidade e disponibilidade. Um resumo de nossas despesas LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

29 Os bancos não oferecem créditos para Entidades sem fins lucrativos, e em situação de emergência ficamos sem opção, a única é entrar no cheque especial, com juros altíssimos, e todos os meses, infelizmente, ficamos com saldo negativo. É preciso diversas ações e reduções de custos para a efetivação do projeto. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

30 Doador (PJ / PF)R$ Pessoa Física3.600,00 Pessoa Jurídica4.100,00 Não Identificada2.100,00 Convênio PMD20.000,00 Bazar Beneficente700,00 Total30.500,00 Resumo mensal das doações Para minimizar o déficit, durante o ano realizamos alguns eventos beneficentes, em média 3, sendo dois almoços, geralmente feijoada. Um no 1º semestre, outro no 2º, e em julho fazemos nossa festa Julina. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

31 LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS Demonstrativo das despesas da Instituição Estes valores podem ser para mais ou menos, dependendo das arrecadações e eventos do mês. ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

32 Uma outra opção de captação de recursos é o programa da Nota Fiscal Paulista criado pelo Governo do Estado de São Paulo, uma alternativa de converter parte dos impostos referente aos gastos em estabelecimentos comerciais cadastrados no programa, que são revertidos em créditos para entidades beneficentes. As notinhas são cadastradas diretamente no site e o repasse é feito duas vezes por ano, 1º semestre creditado em outubro do mesmo ano e 2º semestre em abril do ano seguinte. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

33 Um de nossos objetivos é encontrar novos parceiros que nos auxiliem na administração financeira e documental da Entidade. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

34 Projetos a serem realizados: - Conseguir o Título de Utilidade Pública Estadual e Federal; - Conseguir o Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social; -Ter um psicólogo na equipe técnica; -Aumentar o quadro e salário dos cuidadores, além de qualificá-los; LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

35 Sonhos Atuais: - Acabar com o déficit da Entidade; -Ter um automóvel adequado para transporte das crianças; -Conseguir cobrir a quadra e corredor de acesso; -Conseguir recursos para a compra da casa em que está localizado a Entidade. LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!

36 O Lar Mãos Pequenas surgiu de um grande sonho... Um sonho que hoje é realidade. Portanto não deixaremos nunca de sonhar, acreditar que é possível, buscando força nas dificuldades, e lutando para garantir os sorrisos sinceros de nossas crianças. Mãos que acolhem pequenos...Mãos Pequenas Obrigada Família Mãos Pequenas Contato: (11) LAR ASSISTENCIAL MÃOS PEQUENAS ACOLHIMENTO DE QUALIDADE, QUE PRIORIZA A DIGNIDADE, RESPEITO E ALÉM DE TUDO, AMA O QUE FAZ!


Carregar ppt "Um pouquinho de história antes de iniciar.... Documentos Históricos sobre a Assistência à Infância nos séculos XIX e XX, revelam que as crianças nascidas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google