A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Domicilio e familia O respeito ao domicilio humano é portanto a sutileza que deve permear qualquer ação de saúde que com ele integra e interfere é indiscutível.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Domicilio e familia O respeito ao domicilio humano é portanto a sutileza que deve permear qualquer ação de saúde que com ele integra e interfere é indiscutível."— Transcrição da apresentação:

1 Domicilio e familia O respeito ao domicilio humano é portanto a sutileza que deve permear qualquer ação de saúde que com ele integra e interfere é indiscutível. A origem etimológica do termo ética ethos morada do homem reforça a importância. Segundo Gonzales 1996, ethos é o lugar humano de segurança existencial.

2 Marcar com antecedência as visitas é essencial para evitar constrangimentos Pois é deselegante surpreender a Casa desarrumada, já que a casa é a extensão da pessoa, uma maneira de demonstrar seus valores e causar boa imprenssão. Domicilio definem como família um grupo de indivíduos, ligados por fortes vínculos emocionais, com o sentido de posse e a inclinação a participar das vidas uns dos outros.

3 A Família é um sistema ou unidade Seus membros podem ou não estar relacionados e viver ou não juntos. A unidade pode ou não conter crianças. Existe um compromisso e vínculo objetivo entre os membros da unidade que abrangem obrigações futuras. As funções de responsabilidade da família consistem em proteção, nutrição, e socialização de seus membros.

4 Família tipos Biológica Nuclear dona de casa, marido ou companheiro e filhos do casal Uniparental dona de casa, ou dono de casa e filhos. Alargada dona de casa e ou marido, companheiro, filhos, parentes e amigos agregados. Familia adotiva quando adota uma pessoa estranha como da familia

5 Domicilio ou residência É o lugar que o individuo escolhe e demarca como seu território. Tipos de moradia Mansões, barraco, improvisado, faz se necessário entretanto que o indivíduo tenha uma base uma possibilidade de localização, um endereço fixo. Moradias diferentes merecem respeito e consideração.

6 Todo domicilio merece respeito Pedir autorização para entrar na residência perguntar o melhor horário, se possível agendar visita. Ser atencioso, não ser chato, demorar o essencial, observar o imprescindível para o relatório, seja discreto,evitar criticas e condenações, não demonstrar estranheza hábitos culturais diferentes,não emitir juizos sobre conduta da pessoa. Manter-se digno de confiança dos moradores, não fazer promessas que não possa ser cumprida

7 O território da visita deve ser conhecido Fazer uma programação antes de fazer a visita Conhecer os fatores de risco para a saúde. Entender como a saúde uma questão de cidadania. Analisar o processo saúde doença da familia na dinâmica individual e familiar. Domicilio pode ser barraco, caverna, um cômodo, lona debaixo da ponte.

8 Sempre se apresentar a familia Na primeira visita se apresentar, falar do seu trabalho, nome, importância da visita,valorizar as pessoas,seus sentimentos seus problemas, não perguntar coisas desnecessárias das pessoas, chame as pelo nome, avalie a visita para planejar a próxima. Combine o melhor horário e dia da semana para o retorno.

9 Gestão saúde coletiva A lei 8080 que dispõe sobre as condições para promoção, proteção, e recuperação da saúde organização e funcionamento de serviços. A lei 8080 regulamenta que as ações e serviços públicos de saúde e os serviços privados contratados ou conveniados que integram o sus são desenvolvidos de acordo Com diretrizes políticos políticas e princípios organizativos (Brasil,2004ª).

10 Diretrizes do sus A descentralização com direção única em cada esfera do governo.Atendimento integral, abrangendo atividades assistenciais curativas e prioritariamente, as atividades preventivas e a participação popular, ou seja, o exercício do controle social sobre as atividades e os serviços públicos de saúde (Carvalho.Santos. 1992).

11 Principios do sus Universalidade do acesso aos serviços de saúde em todos os níveis de assistência. A universalidade do acesso é uma decorrência NATURAL DO NOVO CONCEITO DE SAÚDE, garantido pelo estado e não mais um seguro social a ser satisfeito mediante contribuição especial do cidadão.

12 Integralidade da Assistência Art.198 prioridade para atividades preventivas em coerência art. 196 que diz respeito ao combate as causas da doença e de outros agravos. A assistência implica em atenção individualizada ou seja para cada caso, segundo suas exigências e em todos os níveis de complexidade.

13 Direito a informação Igualdade da assistência no serviço publico não pode fazer distinção entre as pessoas sem preconceitos de raça, sexo, cor, idade, religião e não receber privilégios. Direito a informação refere-se ao direito das pessoas a terem acesso a informa- ções sobre a sua saúde,assegurado pela constituição.\com ética ou sigilo profissional ou sigilo do prontuário.

14 Participação de Comunidade A participação da comunidade na gestão de controle e na fiscalização do s serviços e ações de saúde a cargo do sus é um dos pilares da organização do sistema através dos conselhos de saúde Nacional, estadual e municipal.

15 Descentralização político Administrativa Descentralização político administrativa Direção única em cada esfera do governo dando ênfase a descentralização dos serviços para os municipios e regionalizando e hierarquizando a rede de serviços de saúde


Carregar ppt "Domicilio e familia O respeito ao domicilio humano é portanto a sutileza que deve permear qualquer ação de saúde que com ele integra e interfere é indiscutível."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google