A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AULA 2 – Teoria política de Platão (Cap 23, pág 287)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AULA 2 – Teoria política de Platão (Cap 23, pág 287)"— Transcrição da apresentação:

1 AULA 2 – Teoria política de Platão (Cap 23, pág 287)

2 Aula 02 – Teoria Política de Platão Objetivos: - Entender as políticas da Antiguidade e as preocupações com um bom governo. - Conhecer as diferenças das concepções normativas de Platão (que defende a Sofocracia – o poder dos sábios, dos filósofos) e de Aristóteles (prefere a politeia, governo constitucional da maioria dos cidadãos). Sumário: 1.Origem das preocupações políticas de Platão. 2.Razões para a busca de um governo organizado. 3.A visão da democracia grega por Platão. 4.O que era a república platônica. 5.Síntese do livro A República. 6.As formas de governo. 7.Conclusão.

3 A Grécia antiga 1.O aparecimento da Razão Política Organização social e política evolui várias vezes 2 inovações : a pólis e a Filosofia. Religião grega não tem livros sagrados, Igreja, nem verdade revelada. Razão política ideia de que a vida comum pode ser guiada pelo pensamento e não pelos pensamentos religiosos.

4 Platão e a Política -Elaborou a 1ª tentativa de reflexão sistemática do poder político. -A política foi o tema central de 3 de seus livros : A República, O Político e As Leis. -Elaborou a 1ª tentativa de reflexão sistemática do poder político. -A política foi o tema central de 3 de seus livros : A República, O Político e As Leis.

5 Origem das preocupações políticas de Platão -Convive com a Democracia ateniense até a sua quase extinção ao final da 2ª Guerra do Peloponeso (404) ; a sua restauração (após a queda da breve tirania dos Trinta Tiranos), depois a sua lenta degradação ao longo do século IV. Morre 10 anos antes do desaparecimento definitivo do modelo democrático grego, quando Alexandre, o Grande submete a cidade de Atenas em 336.

6 - Desiludiu-se com a política após a morte de seu mestre Sócrates e optou pela Filosofia. -Tinha esperança na influência da Filosofia sobre o governo de uma cidade (a pólis grega), apesar de sua experiência negativa em Siracusa. - Foi influenciado pela ordem e a estabilidade política do Egito. Origem das preocupações políticas de Platão

7 A República de Platão A justiça, o conhecimento e a virtude em política A política Moral

8 Moral Conjunto de valores adequados à realização do bem e do justo. Defende, para isso, uma concepção elitista da cidade (pólis), ou seja, o governo deve ser exercido pelos melhores e em uma ordem social muito hierarquizada.

9 A República de Platão 4 características dominam a filosofia política de Platão: 1.A busca da justiça. 2.O conhecimento. 3.A convivência da política e da moral. 4.Da ética individual ao projeto da pólis.

10 A República de Platão 1.A busca da justiça Justiça em Platão difere da justiça da democracia atual Hoje Busca de direitos que garantam a igualdade perante a lei Platão Postos na sociedade são distribuídos em função da virtude e do mérito A justiça para Platão não pode tratar todos igualmente, mas leva em conta suas aptidões, gostos etc

11 A República de Platão 2. O conhecimento A política justa fundamenta-se no saber dominado pela razão. Só a filosofia pode aproximar os homens da ideia (mundo das ideias), ou seja, da ordem do mundo tal qual os deuses quiseram inicialmente e os homens contribuíram para degradar.

12 3. A convivência da política e da moral A República de Platão Conhecimento fundamento da sociedade virtuosa; estabelece uma ligação entre o indivíduo e a cidade, entre a excelência da alma e arte política. As qualidade humanas e a moralidade dos atos constituem o assunto central da sua política. A boa política a que põe a justiça em ação, reside nas qualidades morais do cidadão, na sua alma virtuosa e em seu desprezo pelas coisas pessoais. Um governo é bom quando cada cidadão é capaz de agir conforme o Bem. GOVERNO competência, qualidades morais e arte de governar

13 A República de Platão 4. Da ética individual ao projeto da pólis Platão elabora um projeto de sociedade ideal, que valoriza as qualidades morais dos cidadãos, luta contra as divisões e conduz, na sua visão, a uma justiça maior entre os homens

14 Por que um governo deve ser organizado? ACRASIA Fraqueza de vontade humanas entrega aos desejos egoístas ao invés de fazer o que é correto. ARETÉ Integridade e força de caráter para se comportarem de acordo com o bem ideal. Se todos fossem iguais e virtuosos, não seria preciso um governo Organizado, nem soldados etc.

15 REPÚBLICA PROMOVER O MÁXIMO DE ESTABILIDADE AO GOVERNO. PLATÃO SE OPUNHA A DEMOCRACIA E A TIRANIA GREGAS POR CONSIDERAR QUE OS EGOÍSTAS ADQUIRIAM BENS DEMAIS (DESIGUALDADE).

16 A Atlântida a nova Atenas de Platão ATLÂNTIDA (metáfora de Atenas) -Cidade do erro, da injustiça, originária de um Deus agitado – Poseidon. - Rica, mas irracional, impostos pesados e indiscutíveis, castigos e penas sem preexistência de leis justas e aceitas pelo povo, e os governantes uma espécie de casta divina. NOVA ATENAS = CALÍPOLIS -Oposta à Atlântida. (Utopia / nenhum lugar - a cidade ideal). - Detentora de uma Democracia peculiar: abolição da propriedade privada, igualdade e educação para todos.

17 Solução de Platão SOFOCRACIA = ESTADO ARISTOCRÁTICO ESTADO ARISTOCRÁTICO ARISTOCRACIA DA RIQUEZA ESTADO ARISTOCRÁTICO ARISTOCRACIA DA RIQUEZA ESTADO ARISTOCRÁTICO = ARISTOCRACIA DOS MAIS SÁBIOS (SOFOCRACIA ). ESTADO ARISTOCRÁTICO = ARISTOCRACIA DOS MAIS SÁBIOS (SOFOCRACIA ). Estado para ser bem governado => Os filósofos se tornem reis ou os reis se tornem filósofos. Estado para ser bem governado => Os filósofos se tornem reis ou os reis se tornem filósofos.

18 Teoria política de Platão Desigualdade natural Acrasia Areté Desigualdade natural Acrasia Areté Característica s das pessoas Sabedoria Coragem Desejo Característica s das pessoas Sabedoria Coragem Desejo Classes Filósofos Soldados Artíficies Classes Filósofos Soldados Artíficies

19 As formas de governo A República Sustenta a hipótese de degenerescência contínua do modelo da pólis grega. Nos tempos antigos pólis baseada em valores nobres que permitiam a busca do bem comum e estabilidade social. Mas, o gosto dos governantes pela riqueza e pelo prazer fez desaparecer o sentido de comunidade, levando o governo a uma era de corrupção e decadência. Realiza, por isso, a classificação dos regimes políticos, conforma a história grega.

20 As formas de governo Timocracia Oligarquia Democracia Tirania

21 As formas de governo 1.Timocracia timos = honra; cracia = governo / regime baseado na honra; 2.Oligarquia oligos = poucos ; governo de poucos. 3.Tirania tirano = líder ilegítimo

22 A classificação das constituições na República de Platão A classificação das constituições na República de Platão Governo de um só homem Governo de uma minoria Governo da massa Respeito pelas leis Monarquia (mais desejável) AristocraciaDemocracia Não- respeito pelas leis Tirania (menos desejável OligarquiaDemocracia (mais desejável

23 A classificação das constituições na República de Platão A classificação das constituições na República de Platão A cidade ideal Timocraci a Oligarquia Democraci a Tirania Natureza do regime Elitista e comunitá- ria Aristocráti- ca Oiligár- quica PopularDespótica Os governa n-tes O rei filósofo, os guardiões Os homens mais dignos Os ricos O maior número o déspota Acesso ao poder O saber, a ciência do governo A honra A riqueza O sorteioA força Degradação das formas de governo

24 A cidade ideal Timocraci a Oligarquia Democracia Tirania Camadas sociais Os guardiões (dirigentes e guerreiros) Sacerdotes Guerreiros Produtores Os ricos e os pobres O tirano e o povo Principais males da cidade - O gosto crescente das elites pelas riquezas Corrupção, crescimen- to das desigual- dades, tensões sociais Instabilidade das leis, Incompetên- cia dos dirigentes, manipulação das massas, a desordem O arbítrio e a violência do poder A classificação das constituições na República de Platão A classificação das constituições na República de Platão Degradação das formas de governo

25 CONCLUSÃO

26 Bibliografia -Filosofando, Introdução à Filosofia – de Maria Lúcia de Arruda e Maria Helena Pires Martins. Editora Moderna. - História das ideias políticas – de Olivier Nay. Editora Vozes

27 Orientações para estudo O estudo para as provas não podem abranger apenas este esquema de Aula. O aluno deve associar as presentes informações ao seu próprio resumo do capítulo e, quando for o caso, frequentar as aulas do plantão de dúvidas do Colégio.


Carregar ppt "AULA 2 – Teoria política de Platão (Cap 23, pág 287)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google