A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Jaboticabal - SP Estratigrafia Regional Basalto-Arenito Fonte: Decifrando a Terra.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Jaboticabal - SP Estratigrafia Regional Basalto-Arenito Fonte: Decifrando a Terra."— Transcrição da apresentação:

1 Jaboticabal - SP Estratigrafia Regional Basalto-Arenito Fonte: Decifrando a Terra

2 INTRODUÇÃO ESTRATIGRAFIA DO ESTADO DE SÃO PAULO ROCHAS: Basalto & Arenito REFLEXOS NA FORMAÇÃO DA PAISAGEM IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

3 INTRODUÇÃO ESTRATIGRAFIA DO ESTADO DE SÃO PAULO ROCHAS: Basalto & Arenito REFLEXOS NA FORMAÇÃO DA PAISAGEM IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

4 Petrologia - estudo das pedras. Mineralogia - estuda os minérios. Geologia dinâmica ou física - estuda os processos que causaram a formação da superfície da terra, a criação das rochas e suas modificações. Geologia estrutural - estuda as deformações rochosas para determinar o que as causou. Geomorfologia - estuda a ordem e a evolução do relevo terrestre. Geologia histórica - investiga a história do planeta através das formações rochosas. Estratigrafia - estebelece a ordem sequencial das rochas da crosta terrestre. Paleontologia - estuda os fósseis (evidências de animais antigos, especialmente os pré-históricos) preservados nas rochas. Geologia econômica - estuda a ocorrência, a origem e a distribuição dos minerais e suas condições como recursos econômicos. Geofísica - utiliza métodos da física para analisar a estrutura da Terra. Geoquímica - estuda a composição química da Terra. INTRODUÇÃO Estratigrafia Regional Basalto-Arenito Divisões da Geologia:

5 Petrologia - estudo das pedras. Mineralogia - estuda os minérios. Geologia dinâmica ou física - estuda os processos que causaram a formação da superfície da terra, a criação das rochas e suas modificações. Geologia estrutural - estuda as deformações rochosas para determinar o que as causou. Geomorfologia - estuda a ordem e a evolução do relevo terrestre. Geologia histórica - investiga a história do planeta através das formações rochosas. Estratigrafia - Estratigrafia - estebelece a ordem sequencial das rochas da crosta terrestre. Paleontologia - estuda os fósseis (evidências de animais antigos, especialmente os pré-históricos) preservados nas rochas. Geologia econômica - estuda a ocorrência, a origem e a distribuição dos minerais e suas condições como recursos econômicos. Geofísica - utiliza métodos da física para analisar a estrutura da Terra. Geoquímica - estuda a composição química da Terra. INTRODUÇÃO Divisões da Geologia: Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

6 INTRODUÇÃO Unidades Estruturais Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

7 Embasamento cristalino Rochas Sedimentares Importância agronômica

8 Rochas Sedimentares Importância agronômica Bacia do Parána

9 Estratigrafia Regional Basalto-Arenito ESTRATIGRAFIA DO ESTADO DE SÃO PAULO

10 Estratigrafia Regional Basalto-Arenito ESTRATIGRAFIA DO ESTADO DE SÃO PAULO A B AB

11 INTRODUÇÃO Geologia, solos e produção agrícola CONAB INTRODUÇÃO Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

12 INTRODUÇÃO Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

13 INTRODUÇÃO Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

14 INTRODUÇÃO ESTRATIGRAFIA DO ESTADO DE SÃO PAULO ROCHAS: Basalto & Arenito REFLEXOS NA FORMAÇÃO DA PAISAGEM IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

15

16 INTRODUÇÃO ESTRATIGRAFIA DO ESTADO DE SÃO PAULO ROCHAS: Basalto & Arenito REFLEXOS NA FORMAÇÃO DA PAISAGEM IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

17 ROCHAS: Basalto & Arenito Estratigrafia Regional Basalto-Arenito Arenito Grupo Bauru Basalto Grupo São Bento Arenito Grupo Passa Dois

18 INTRODUÇÃO ESTRATIGRAFIA DO ESTADO DE SÃO PAULO ROCHAS: Basalto & Arenito REFLEXOS NA FORMAÇÃO DA PAISAGEM IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

19 REFLEXOS NA FORMAÇÃO DA PAISAGEM Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

20 INTRODUÇÃO ESTRATIGRAFIA DO ESTADO DE SÃO PAULO ROCHAS: Basalto & Arenito REFLEXOS NA FORMAÇÃO DA PAISAGEM IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

21 Efeito da pigmentação dos principais óxidos de ferro (goethita, hematita, magnetita) e uma esmectita graças à sua adição (g kg –1 ) em uma matriz de caulinita Cor IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

22 CRITÉRIOS DE CLASSIFICAÇÃO CARACTERISTICAS MACROSPOPICAS DAS ROCHAS MAGMÁTICAS SEQUENCIA DE CRISTALIZAÇÃO PRINCIPAIS ROCHAS MAGMÁTICAS CONSIDERAÇÕES FINAIS Cor Sistema Munsell IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

23 Identificação de solos na paisagem ? IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

24 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

25 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

26 MATERIAL E MÉTODOS Perfil Altimétrico da Vertente estudada IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

27 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito Cunha et al. (2005)

28 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito Arenito Basalto Aren./Basal.

29 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito Cunha et al. (2005)

30 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito Cunha et al. (2005)

31 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito Cunha et al. (2005)

32 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito Cunha et al. (2005)

33 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito Cunha et al. (2005)

34 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

35 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

36 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

37 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito Resultado do "Split moving windows" para locação estatística do atributo topográfico inclinação do terreno (%) ao longo da vertente, com pontos de coleta a cada 25 m Cunha et al. (2005)

38 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito Médias com respectivos intervalos de confiança de atributos físicos e químicos dos solos, sob as superfícies geomórficas, na profundidade de 60 a 80 cm A - densidade de partícula; B - teor de argila; C - CTC do solo; D - CTC da argila

39 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito Médias com respectivos intervalos de confiança de atributos químicos e mineralógicos dos solos, sob as superfícies geomórficas, na profundidade de 60 a 80 cm. A - Fe s ; B - Fe d /Fe s ; C - Ct/(Ct+Gb); D - Relação dos minerais Leves/Pesados

40 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito Estatística descritiva, número de amostras, média, desvio padrão, erro padrão, assimetria, curtose, coeficiente de variação de atributos mineralógicos e químicos do solo Cunha et al. (2005)

41 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito Parâmetros dos modelos dos semivariogramas ajustados aos dados de variabilidades do solo

42 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito A- médias com respectivos intervalos de confiança do atributo Fe s ; B- resultado do "split moving windows" locação estatística do atributo inclinação do terreno (%); C- Semivariograma do atributos químico Fe s ; D- Semivariograma do atributos mineralógico área do pico da Ct (cm 2 ) nas respectivas superfícies

43 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

44 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito Mapa de Solo

45 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito Mapa das Formas da Paisagem

46 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

47 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

48 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito Perda de Solo por Erosão (t/ha/ano) Produção de cana-de-açúcar (t/ha)

49 IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

50 Preetz et al./ SSSAJ 72 (2008) IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

51 SG I SG II SG III Topo Ombro Meia encosta Sopé Sopé t-studant Splint Moving Windows Suscetibilidade magnética 0-20 cm cm Tese de Doutorado: Sammy Sidney Rocha Matias (2010) IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

52 Correlação linear de Pearson entre os atributos químicos, físicos e a susceptibilidade magnética (S.M.) * Significativo a 5 %; **. Significativo a 1%, pelo teste de t-studant Mapas de distribuição espacial na profundidade de 0,6-0,8 m Tese de Doutorado: Sammy Sidney Rocha Matias (2010) IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

53 Siqueira et al. (2010), Soil Use and Management Ht IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

54 Correlação da SM com atributos das plantas Citros (Laranja) - Cortez et al. (2011), Energia na Agricultura ratio-0,22** Cana-de-açúcar – Siqueira (2010), Dissertação Produção (TCH)-0,26** ART-0,24* Resultados preliminares de pesquisas do Grupo CSME * Significativo a 5 %; **. Significativo a 1%, pelo teste de t-studant IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

55 Marques Jr. & Lepsch (2000) IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

56 Marques Jr. & Lepsch (2000) IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA Estratigrafia Regional Basalto-Arenito

57 Literatura consultada

58 *texto com hiperlink, clique sobre o nome para acessar

59 Créditos Coordenador: Prof. Dr. José Marques Júnior Coordenador: Prof. Dr. José Marques Júnior Diagramação: Diego Silva Siqueira Diagramação: Diego Silva Siqueira Apoio: Equipe CSME Apoio: Equipe CSME *texto com hiperlink, clique sobre o nome para acessar

60 OBRIGADO!


Carregar ppt "Jaboticabal - SP Estratigrafia Regional Basalto-Arenito Fonte: Decifrando a Terra."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google