A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Que divulgam receitas, serviços e eventos sociais, além de postagens que procuram esclarecer dúvidas de pessoas que aderiram recentemente ao vegetarianismo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Que divulgam receitas, serviços e eventos sociais, além de postagens que procuram esclarecer dúvidas de pessoas que aderiram recentemente ao vegetarianismo."— Transcrição da apresentação:

1 que divulgam receitas, serviços e eventos sociais, além de postagens que procuram esclarecer dúvidas de pessoas que aderiram recentemente ao vegetarianismo. Notícias divulgadas pelo Vista-se não recebem tanto destaque – em um mês de observação, apenas um link publicado pelo criador do portal foi compartilhado no grupo. A observação do encontro presencial no evento chamado Vegnic, que contou com vinte pessoas na edição de julho de 2013 (nem todas veganas) e foi realizada em uma praça pública da cidade de Fortaleza, me permitiu perceber que, quando se encontram em uma interação pessoal, as experiências pessoais costumam ser mais valorizadas durante as conversas, junto com a troca de informações práticas sobre locais onde é possível encontrar alimentos e produtos veganos. Como cada participante colabora com um prato sem qualquer ingrediente de origem animal, é recorrente a troca de receitas entre o grupo. Também ficou claro o quanto a internet é importante para mobilizar o grupo – seja para participar de eventos de pequeno porte como o piquenique, seja para divulgar assuntos que eles acreditam ser do interesse da maioria. Pelo menos metade dos presentes são sócios do Vista-se (o portal disponibiliza um cartão de sócio que dá desconto em alguns produtos disponíveis para compra pessoal ou online, mediante o pagamento de uma taxa anual). REFERÊNCIAS AMARAL, A. Autonetnografia e inserção online. O papel do pesquisador- insider nas subculturas da web. Revista Fronteiras - Estudos Midiáticos, São Leopoldo, jan-abr AMARAL, A., NATAL, G., VIANA, L. Netnografia como aporte metodológico da pesquisa em comunicação digital. Revista Sessões do Imaginário, Porto Alegre, ed. 20, Dez BAUMAN, Z. Globalização, as consequências humanas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, CARNEIRO, H. Comida e Sociedade: uma história da alimentação. Rio de Janeiro: Campus CASTELLS, M. A galáxia da internet: reflexões sobre a internet, os negócios e a sociedade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., FELIPE, Sônia T. Ética, dietas e conceitos. Agência de Notícias dos Direitos do Animais. Disponível em: Acesso em 5 de outubro de HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, RODRIGUES, Bruno. Redação & Informação para a web. Rio de Janeiro, Brasport, A INTERNET NA BUSCA DE VISIBILIDADE PARA O VEGETARIANISMO: PERCEPÇÕES SOBRE O PORTAL VISTA-SE Katharinne de Sousa Marques Magalhães Orientadora: Prof. Dra. Maria Cristina Rocha Barreto Universidade Estadual do Rio Grande do Norte Programa de Pós-Graduação em em Ciências Sociais e Humanas DEFINIÇÃO DO OBJETO Esta pesquisa analisa as ações de comunicação do portal Vista-se (www.vista-se.com.br), uma página voltada para a defesa dos direitos animais e do veganismo ou vegetarianismo estrito, como é chamado o ato de não consumir qualquer produto ou serviço que envolva a exploração de animais. Para isso, acompanho as interações que um grupo de vegetarianos realiza na internet por meio da rede social Facebook, bem como seus encontros presenciais na cidade de Fortaleza (CE), com o objetivo de verificar se os temas destacados pelo Vista-se encontram repercussão entre essa parte do público. OBJETIVOS Os objetivos deste estudo são: (i) compreender se as estratégias de ativismo digital do Vista-se são eficazes, considerando a opinião de um grupo de vegetarianos da cidade de Fortaleza e (ii) analisar como o grupo se identifica em relação ao tema do vegetarianismo e como as publicações do portal influenciam sua opinião sobre o assunto. METODOLOGIA A pesquisa foi iniciada com a análise do site por meio de técnicas apoiadas no método da etnografia virtual (AMARAL, NATAL e VIANA, 2008). Nesta fase inicial, pude exercer minha observação de forma invisível e permanente, selecionando os temas mais destacados no portal Vista-se e tentando identificar aqueles que mais rapidamente são substituídos na página. Também foi analisado o perfil que o criador do portal mantém no Facebook, onde os temas que ele publica me permitem identificar quais assuntos, quantitativamente, recebem mais atenção dos leitores que se manifestam por meio de comentários ou da opção gostei, que na referida rede social é utilizada para demonstrar concordância com o que foi dito. De modo concomitante à análise da página, acompanhei a interação de vegetarianos na rede social Facebook - mais especificamente, no grupo Vegetarianos – Fortaleza, que em julho de 2013 contava com 672 membros. Também optei por participar presencialmente do Vegnic, um piquenique promovido por integrantes do grupo com o objetivo de divulgar o modo de vida dos veganos e trocar informações sobre o cotidiano de quem faz esse tipo de opção. RESULTADOS PARCIAIS Os primeiros resultados indicam que os temas destacados pelo Vista-se, seja em sua página ou em seu perfil no Facebook, encontram repercussão e geram debate sobretudo na internet e no ambiente da própria rede social. Já na página do grupo Vegetarianos – Fortaleza, a observação realizada até o momento permite afirmar que os temas mais recorrentes são os


Carregar ppt "Que divulgam receitas, serviços e eventos sociais, além de postagens que procuram esclarecer dúvidas de pessoas que aderiram recentemente ao vegetarianismo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google