A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FAMÍLIA: avaliar para crescer Iracema Gonzaga Moura de Carvalho Psicóloga Clínica e Educacional Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde (PUC Goiás) Doutoranda.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FAMÍLIA: avaliar para crescer Iracema Gonzaga Moura de Carvalho Psicóloga Clínica e Educacional Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde (PUC Goiás) Doutoranda."— Transcrição da apresentação:

1 FAMÍLIA: avaliar para crescer Iracema Gonzaga Moura de Carvalho Psicóloga Clínica e Educacional Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde (PUC Goiás) Doutoranda em Ciências da Saúde (UFG)

2 FAMÍLIA Conjunto de pessoas ligadas por laços de parentesco, dependência doméstica ou normas de convivência, todos residentes na mesma casa (IBGE). Unida por múltiplos laços capazes de manter os membros moralmente, materialmente e reciprocamente durante uma vida e durante as gerações.

3 Funções da Família Gerar afeto entre os membros; Proporcionar segurança e aceitação pessoal; Proporcionar satisfação e sentimento de utilidade; Assegurar continuidade das relações; Proporcionar estabilidade e socialização; Instituir autoridade e estabelecer noções como certo e errado; Proteger a saúde dos seus membros.

4 FAMÍLIA A família, como uma unidade, desenvolve um sistema de valores, crenças e atitudes que são expressas e demonstradas através dos comportamentos de seus membros. Os valores são considerados fatores que motivam as pessoas a adotarem atitudes, comportamentos.

5 FAMÍLIA: quais são os seus valores? Valor – o que é reconhecido como importante, caro, que é necessário e desejável. Uma atitude (p. ex. dar esmola) pode estar relacionada a diferentes valores e até mesmo a valores opostos (solidariedade X exibicionismo).

6 Quais são os valores? EMOÇÃO PRAZER SEXUALIDADE PODER PRESTÍGIO ÊXITO SAÚDE ESTABILIDADE SOBREVIVÊNCIA BELEZA CONHECIMENTO MATURIDADE AFETIVIDADE CONVIVÊNCIA APOIO SOCIAL OBEDIÊNCIA RELIGIOSIDADE TRADIÇÃO Valdiney Gouveia, 2003

7 Quais são os valores? EMOÇÃO – buscar aventuras. PRAZER – desfrutar a vida, satisfazer os desejos. SEXUALIDADE – obter prazer sexual.

8 Quais são os valores? PODER – influenciar os outros, controlar decisões. PRESTÍGIO – ser conhecido e admirado. ÊXITO – obter o que se propõe, ser eficiente no que faz.

9 Quais são os valores? SAÚDE – não estar enfermo, prevenir-se. ESTABILIDADE – vida organizada, planejada, segurança. SOBREVIVÊNCIA – atendimento às necessidades básicas.

10 Quais são os valores? BELEZA – capacidade de apreciar as artes, ter contato com modalidades artísticas. CONHECIMENTO- estar atualizado quanto às notícias, descobrir coisas novas. MATURIDADE – sentir que alcançou os objetivos na vida, desenvolveu as suas capacidades.

11 Quais são os valores? AFETIVIDADE – ter relação de afeto profunda e duradoura, ter alguém para compartilhar êxitos e fracassos. CONVIVÊNCIA – conviver diariamente com vizinhos, fazer parte de um grupo social. APOIO SOCIAL – obter ajuda quando necessitar, sentir que não está só no mundo.

12 Quais são os valores? OBEDIÊNCIA – cumprir deveres e obrigações diárias, respeitar os pais, superiores, mais velhos. RELIGIOSIDADE – crer em Deus como Salvador da humanidade, cumprir a vontade de Deus. TRADIÇÃO – seguir as normas sociais do país, respeitar as tradições e costumes da sociedade.

13 FAMÍLIA: quais são os seus valores? Quais são os valores da família? Quais são suas crenças? Em que ou quem acredita? Quais tem sido as atitudes familiares?

14

15 Família: oremos por ela!!!

16 Jovem sabe o que há de errado com a família Daniela Tófoli Jornal da Tarde de 11/02/03 Os adolescentes são mesmo implacáveis. Enquanto pais e especialistas vêm se perguntando o que está acontecendo com a família e buscando respostas em teorias diversas, os filhos respondem sem pensar duas vezes: estão faltando pulso firme e diálogo.

17 Jovem sabe o que há de errado com a família Daniela Tófoli Jornal da Tarde de 11/02/03 Menos estarrecidos com as notícias do que seus pais, eles parecem ter uma percepção mais aguçada da situação atual. "É um problema de criação. Tem muito jovem largado por aí e o pai nem liga. Não pergunta com quem ele vai sair, para onde, não coloca limite. Não dão a mínima atenção e depois querem que o filho seja um exemplo", afirma o estudante Gabriel Hirata, de 14 anos. "Acho que muitos pais não cuidam mais dos seus filhos.

18 Os Waltons

19 FIM Obrigada pela atenção!!!


Carregar ppt "FAMÍLIA: avaliar para crescer Iracema Gonzaga Moura de Carvalho Psicóloga Clínica e Educacional Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde (PUC Goiás) Doutoranda."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google