A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EDUCAÇÃO NA AMÉRICA LATINA : O MERCOSUL COMO ESPAÇO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA O CASO BRASILEIRO Marlene Montezi Blois.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EDUCAÇÃO NA AMÉRICA LATINA : O MERCOSUL COMO ESPAÇO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA O CASO BRASILEIRO Marlene Montezi Blois."— Transcrição da apresentação:

1 EDUCAÇÃO NA AMÉRICA LATINA : O MERCOSUL COMO ESPAÇO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA O CASO BRASILEIRO Marlene Montezi Blois

2 Para início de conversa Fundamental que se tenha uma visão geral do parque tecnológico de um país e a quais tecnologias a população teve e tem acesso, para se entender a evolução da EAD e traçar novas utilizações.

3 América Latina – O contexto hoje A aldeia global - metáfora de MacLuhan O novo conceito de tempo e de espaço - práticas simultâneas podem acontecer, estando seus atores - humanos e objetos - em espaços geográficos distintos AL tenta absorver o impacto dessas transformações e passa por forte processo de mudanças nos campos político, social e econômico

4 América Latina – O contexto hoje Diversidade de estratos sociais e culturais, mescla resultante do confronto de civilizações de origens distintas Convivência : bolsões de pobreza, distribuição de riqueza injusta, desemprego, subemprego, cidades super-populosas A aproximação dos países na busca do desenvolvimento A Educação como reflexo dessa realidade

5 O MERCOSUL Economia globalitária: impõe regras, exige resultados e define significados Saída - fortalecimento de novas alianças e blocos de interesse comum MERCOSUL – reflexo dessa realidade e momento Firmado em 26 de março de 1991, entre Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai Vigência - 1º de janeiro de 1995

6

7 O MERCOSUL Outros países passaram a fazer parte do bloco de integração econômica Envolve 250 milhões de habitantes Cobre 76% do território da AL E o que a Educação e as tecnologias tem com isso?

8 O CONGRESSO CREAD MERCOSUL Criação , em encontro da Junta Diretiva do CREAD na Costa Rica Iniciativa - Vice-Presidentes recém-eleitas para as regionais do Brasil e do Cone Sul Proposta - realização de congresso que enfocasse a EAD no âmbito do Tratado. Consolidação - 10 eventos realizados em vários países. O Congresso MERCOSUR/SUL inspirou outras conferências e eventos regionais do CREAD, em várias partes do continente americano.

9 Acesso da população brasileira às tecnologias

10 O Brasil e a Era das comunicações População brasileira de habitantes, 75% em áreas urbanas Fatos marcantes : o crescente acesso da população ao telefone (expansão da telefonia móvel ) a eletrificação - 97,4% dos domicílios

11 % de d omicílios com acesso a tecnologias ( 2004) Telefone (Fixo ou Celular) - 66,1 % Microcomputador -16,6 % Microcomputador com acesso a internet - 12,4 % Conexões de Banda Larga- 3,8 % Televisão - 90,9 % Rádio - 88,1 % Iluminação Elétrica – 97,4

12 Unidades da Federação com maior % de domicílios com computadores Brasil - 16,3 % Distrito Federal / Brasília - 33,6 % São Paulo - 25,6 % Rio de Janeiro - 22,4 % Santa Catarina - 22,1 % Paraná - 21,1 %

13 Número de concessões e permissões de canais de rádio e TV Rádios Ondas Médias(AM) – Ondas Tropicais – 82 Ondas Curtas – 32 FM Rádios comunitárias - + de TV TV – 186 TOTAL

14 O acesso das escolas brasileiras à tecnologia A inclusão tecnológica

15 Fases da absorção de uma tecnologia 1ª- destina-se exclusivamente ao fim para o qual foi criada 2ª - vislumbram-se novas utilizações, outros grupos dela se apropriam, novos usuários vão se valer de seus benefícios. No caso da Educação : fundamental abrir espaços para que as escolas as utilizem, começar já pela base da população.

16 Educação Básica (2005) Educação Básica : do ensino infantil à educação de jovens e adultos Escolas Alunos : Escolas com acesso às TICs aos estudantes Ensino fundamental - 30,2% -37,8% com computador Ensino médio - 52,8% - 93,7% com computador

17 Educação Superior Instituições credenciadas Estudantes em Cursos de graduação Crescimento de 11,7% em relação a 2002 Desigualdade - 20 dos cerca de municípios brasileiros concentram 45% do total de alunos universitários

18 Educação Superior - metas Decênio ter 40% dos jovens brasileiros, entre 18 e 24 anos, no ensino superior, índice que está longe de ser alcançado pelas vias tradicionais de ofertas educativas. Espaço aberto para que a EAD possa fortemente contribuir para o alcance da meta estabelecida.

19 Educação a Distância - Um longo caminho até a Escola Virtual Educação e a incorporação de tecnologias às suas práticas

20 EAD e as tecnologias Finalidade - vencer distâncias e chegar a muitas pessoas Necessidade- valer-se de tecnologias disponíveis em um determinado momento, em um certo lugar Ou seja, fazer uso de tecnologias, datadas e localizadas histórica e geograficamente, com seus símbolos, códigos e linguagens

21 EAD – Gerações Essa é a marca e o marco da Educação a Distância, com protocolos e paradigmas que evoluíram com a experiência acumulada ao longo do tempo, no emprego de distintas tecnologias as gerações de EAD

22 EAD no Brasil Modalidade que apresenta maior crescimento nos últimos anos no país Gerações da EAD convivem em ofertas educativas: utilização de tecnologias de ponta e tecnologias mais tradicionais, como o material impresso, associado ou não a outros meios - rádio e Tv Caracteriza uma verdadeira convergência de meios a favor da Educação

23 EAD no Brasil- Legislação brasileira Ensino superior a distância - credenciamento exclusivo pela União/ Ministério da Educação Educação para jovens e adultos ( antigo supletivo) e cursos técnicos – autorização pelas Secretarias de Educação dos Estados

24 Realidade da EAD no Brasil Estudantes EAD (2004) Ensino Médio, Profissionalizante e para Jovens e Adultos - Instituições credenciadas nos Estados e Municípios, atendem 48,6 % dos estudantes - + de alunos Ensino Superior instituições credenciadas

25 Educação Superior a Distância Graduação e pós-graduação - número de estudantes saltou de para cerca de Expansão de aproximadamente 100% em apenas um ano, Predominam na graduação os cursos de formação de professores. Tecnologias utilizadas mídia predominante - material impresso (84%) mídia em crescimento - Internet (63%)

26 Educação Superior a Distância- meios utilizados como apoio ao aluno - 87% telefone - 82% fax - 58% sistema postal - 50%. Atuação do professor-tutor, presencialmente e on-line no atendimento ao aluno. Tecnologias utilizadas estão diretamente relacionadas à acessibilidade da clientela

27 Crescimento da EAD no Brasil - principais fatores Mudança de visão e valorização da EAD, como forma de socializar o acesso a diferentes níveis de ensino, inclusive o superior Cobertura legal para ofertas de cursos com utilização de tecnologias ( ex: as universidades podem oferecer 20% da carga horária a distância); Abertura legal para a criação de cursos a distância, incluindo de pós-graduação, por instituições públicas e privadas

28 Crescimento da EAD no Brasil - principais fatores Empenho do Ministério da Educação na criação de vias para ampliar ofertas de EAD – ex: a UAB- Universidade Aberta do Brasil Criação de cursos para capacitar profissionais de diferentes áreas, para o uso pedagógico das diferentes tecnologias na Educação Ampliação do número de cursos oferecidos – crescimento de 600% nos últimos 4 anos

29 Crescimento da EAD no Brasil - principais fatores Necessidade crescente de atualização dos profissionais do país em curto prazo, de forma não convencional Criação de equipes multidisciplinares da elaboração/produção de cursos a distância Utilização massiva da tv e material impresso com pontos de atendimento ao aluno instalados em todo o país - telessalas - Educação Básica a jovens e adultos

30 Crescimento da EAD no Brasil - principais fatores Criação de universidades corporativas por empresas para fazer frente ao mundo globalizado Aumento do número de computadores nos domicílios e nas escolas Iniciativas espalhadas por todo o país para inclusão digital da população.

31 Educação a Distância na AL Ainda é incipiente: - para atender a jovens e adultos marginalizados do processo produtivo, pelas exigências crescentes de escolarização do novo mercado de trabalho - para preparar a elite intelectual, abrindo mais vagas nos cursos de graduação e de pós-graduação de qualidade a distância - EM PARCERIAS e abertura da legislação

32 Para pensar a EAD no âmbito do MERCOSUL – meios em canal aberto Rádios comunitárias : proliferação e consolidação como meio de educação não formal interação permanente com o público ouvinte sem acompanhamento institucional sobre os conteúdos levados ao ar. TV ( ou a cabo ou por assinatura) a programação com temáticas variadas para atender interesses de diferentes segmentos de público audiência garantida, com os telespectadores interação via , telefone, fax e correios.

33 Para pensar a EAD no âmbito do MERCOSUL – Comunicação educativa à distância Sintonizada com os novos tempos, de uma sociedade estruturada pelas tecnologias de comunicação e informação Destaque para a eletrificação rural que possibilita o acesso à EAD, mediada por tecnologias eletrônicas para educação básica e capacitação profissional

34 Para pensar a EAD no âmbito do MERCOSUL Conseqüência do crescimento, expansão e barateamento do acesso às novas tecnologias: - organizações até então afastadas da EAD passaram a encará-la como um desafio a ser vencido - mundo universitário - mudança na visão da EAD como oferta exclusiva para levar ensino regular (cursos supletivos) à massa fora da faixa etária

35 Para pensar a EAD no âmbito do MERCOSUL- Destaque para a pioneira UNICARIOCA, com a criação da UNIVIR - extensão universitária 11 anos de ofertas on-line, para o mundo corporativo Criação de proposta pedagógica bastante avançada, com a inclusão de tecnologia em seus cursos de graduação presenciais

36 Para pensar a EAD no âmbito do MERCOSUL- Tecnologia e Educação Qualquer tecnologia que venha a ser usada em Educação: tem que ser parte real da proposta pedagógica:do ensino, da construção do conhecimento, da interatividade entre os diferentes atores do processo, em distintos momentos deve criar um novo cenário para uma aprendizagem construída precisa dimensionar a carga de presencialidade do curso tem que oferecer produto e serviços de qualidade

37 Para pensar a EAD no âmbito do MERCOSUL - valores A organização educacional tem que assumir compromisso com valores, que constroem cidadãos mais solidários e participativos, empreendedores e gestores de sua própria formação. Fundamental a cooperação, a ajuda mútua, o crescer junto, as propostas de participar da extensão e da valorização da EAD, aqui no Chile, nos demais países do MERCOSUL e em todo o continente americano

38 Para pensar a EAD no âmbito do MERCOSUL É preciso um mutirão a favor da Educação de qualidade, a curto prazo, para muitos, aproximando instituições e profissionais interessados em ofertas de EAD e no acesso às novas tecnologias, em propostas conscientes de inclusão social. É HORA DE REINVENTAR E REVITALIZAR A EDUCAÇÃO e a EAD – nada melhor do que com o emprego das TICs

39 Para pensar a EAD no âmbito do MERCOSUL- Eventos como este já em sua 10ª versão, precisam seguir acontecendo com freqüência Cada vez mais a cooperação entre nações irmãs se faz necessária Sigamos juntos com a EAD

40 GRACIAS! Marlene Blois Escritório CREAD- Brasil


Carregar ppt "EDUCAÇÃO NA AMÉRICA LATINA : O MERCOSUL COMO ESPAÇO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA O CASO BRASILEIRO Marlene Montezi Blois."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google