A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Seminário Internacional sobre RNI, a Saúde e o Ambiente Porto Alegre, 18 e 19 de maio de 2009.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Seminário Internacional sobre RNI, a Saúde e o Ambiente Porto Alegre, 18 e 19 de maio de 2009."— Transcrição da apresentação:

1 Seminário Internacional sobre RNI, a Saúde e o Ambiente Porto Alegre, 18 e 19 de maio de 2009

2 Dimensões da Saúde Púbica ATENÇÃO tratamento e cura PROMOÇÃO fortalecimento VIGILÂNCIA prevenção ou precaução SAÚDE: Bem estar físico e mental

3 Vigilância em Saúde Ambiental Determinantes e condicionantes Vigilância para a proteção da saúde das populações Situações ambientais com perigo à saúde Fatores de Risco Fontes de emissão Susceptibilidade Gestão de Risco Monitoração dos fatores ambientais de risco Monitoração da saúde para efeitos combinados

4 EMISSÃOEXPOSIÇÃO CAUSAEFEITO ATIVIDADEPOLUIDORAImpacto na Saúde Princípio da Precaução Plano de Atuação Risco Ameaça Vulnera bilidade Irradiação Intoxicação Contaminação Mudança de Foco

5 VSA: exposição X efeitos ExposiçãoAgudaCrônica EfeitosDeterminísticosEstocásticos Duração da exposiçãoCurtaLonga, permanente Nível de emissãoAltoBaixo ConseqüênciasBem estabelecidasIndeterminadas Limites de exposiçãoBem estabelecidosIndeterminados ConhecimentoCerteza científicaIncerteza científica PrincípioPrevençãoPrecaução VSAPlano de EmergênciaPlano de Atuação ExemplosAcidentes com produtos perigosos Emissões atmosféricas, radiações não ionizantes

6 Classes de fontes de exposição Terminal portátil Impacto na saúde é de cunho individual Plano de atuação VSA é sobre hábitos do usuário Vigilância e monitoração é intensiva sobre o cidadão Estações Rádio Base Impacto na saúde é de cunho coletivo Plano de atuação VSA é sobre práticas do empreendedor Vigilância e monitoração é extensiva sobre o território

7 Direito à SAÚDE Direito à INFORMAÇÃO Princípio da PREVENÇÃO ou da PRECAUÇÃO MODELO DE VIGILÂNCIA RiscoConhecido IncertezaCientífica Gestão baseada em Direitos e Princípios

8 Mapeamento das ameaças e vulnerabilidades Mapa de Exposição Direito à Informação Pesquisa Acadêmica Controle da Exposição Divulgação Princípio da Prevenção Direito à Saúde

9 VSA: mapeamento de riscos Mapeamento de Fontes de emissão (=ameaças) Fábricas. Depósitos. Pontos de distribuição. Antenas. Vias de transporte: rodovias, gasodutos Mapeamento de vulnerabilidades (=1/resiliência) Dinâmica populacional: pontos de concentração e fluxo. Áreas especiais: lazer, escolas, ginásios esportivos. Mapeamento de recursos de saúde (=impacto) Postos SAMU e Bombeiros. Postos de atendimento emergencial e de reabilitação.

10 Comunicação de Riscos ATORES Indicadores DiálogoDivulgação TÉCNICOSGESTORES OBJETOSAÇÕES INFOR- MAÇÕES Modelo de Atuação

11 Mapeamento de Fontes de Emissão Representação geográfica: PONTO Atributos: direção e intensidade da emissão Objetivo geral: MAPA DE EXPOSIÇÃO Objetivos específicos: Obter a distribuição territorial da intensidade da exposição combinada de todas as fontes de emissão Armazenar o histórico da exposição para dar suporte a diagnósticos em futuro distante. Estabelecer um critério unificado de exposição territorial para dar suporte a pesquisas

12 Mapeamento de vulnerabilidades Representação geográfica: PONTO LINHA REGIÃO Atributos: freqüência de público, destinação Objetivo geral: MAPA DE REFERÊNCIA Objetivos específicos: Obter a distribuição territorial da população, seus pontos de concentração, suas rotas de deslocamento. Registrar a distribuição territorial das características sociais relevantes para a inferência da vulnerabilidade. Estabelecer a divisão territorial e representar os fluxos e barreiras para apoiar planejamento geral e de acesso.

13 Mapeamento de recursos de saúde Representação geográfica: PONTO Atributos: capacidades, especialidades. Objetivo geral: MAPA DE ASSISTÊNCIA Objetivos específicos: Obter a distribuição territorial dos recursos assistenciais de saúde para apoiar planejamento de monitoração. Estabelecer necessidades para apoiar ações de planejamento do desenvolvimento nacional. Estabelecer carências para apoiar o planejamento da cobertura das populações em risco de exposição.

14 Fontes de mapas digitais IBGE: Malha Municipal e Estadual do Brasil Setores Censitários Prefeituras: Malha viária da cidade Loteamento urbano e Zoneamento Urbano SES e SMSs Regiões e diretorias de Saúde Áreas de atuação do PSF. Hospitais e postos de saúde.

15 Fontes de dados finalitários IBAMA: Base de Empreendimentos Zoneamento Ambiental ANEEL e ANATEL: Localização e parâmetros de emissão de antenas Localização e dados técnicos das linhas de transmissão DNIT, MT e PRF Malhas rodoviária e ferroviária Pontos de maior ocorrência de acidentes

16 Geoprocessamento Bases Cartográficas Digitais Bases Finalitárias Software Distribuição livre (sem custos) Amigável (aprendizagem rápida) Peopleware (recursos humanos) Capacitação e treinamento Continuidade e Disponibilidade Hardware (recursos materiais)

17

18 METAS

19 Estudo em Porto Alegre Setores Censitários e eixos de ruas + ERBs + Grade 200 X 200 metros Exposição combinada simulada: Interpolação (1/d^2) Procedimento para medições

20

21

22

23

24

25

26 Distribuição das Intensidades Interpoladas

27 Tarcisio Cunha Bolsista Pesquisador FIOCRUZ (21)


Carregar ppt "Seminário Internacional sobre RNI, a Saúde e o Ambiente Porto Alegre, 18 e 19 de maio de 2009."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google