A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Escola Básica 2,3 Padre Bento Pereira Disciplina: Área de Projecto Professor: Humberto Laranjeiro Alimentação saudável! Trabalho elaborado por: Catarina.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Escola Básica 2,3 Padre Bento Pereira Disciplina: Área de Projecto Professor: Humberto Laranjeiro Alimentação saudável! Trabalho elaborado por: Catarina."— Transcrição da apresentação:

1 Escola Básica 2,3 Padre Bento Pereira Disciplina: Área de Projecto Professor: Humberto Laranjeiro Alimentação saudável! Trabalho elaborado por: Catarina Canhoto, nº9 8ºB

2 Infância -Promoção e consolidação dos hábitos alimentares - Incremento das necessidades nutricionais para o crescimento e desenvolvimento

3 ALIMENTAÇÃO DE QUALIDADE E SAÚDE Capacidade de aprenderDefesa contra doenças Actividade física Comunicar Pensar Socializar-se

4 Adequada educação nutricional no período pré- escolar e escolar Hábitos Alimentares correctos

5 Melhoras nutricionais no início da infância levam a melhoras no desempenho intelectual durante a adolescência

6 O período escolar Compreende: O período entre os 6 anos e o início da puberdade Um crescimento estável Variação das necessidades energéticas individuais (também influenciada pela actividade física) Independência familiar e influências externas Aumento do relacionamento sócio-cultural

7 A entrada na escola Autonomia alimentar Consolidação de hábitos alimentares Importância da escola Intervenção de factores: - Genéticos - Ambientais/culturais

8 Factores ambientais: - transmissões sociais intragrupos família escola Influência dos companheiros Imitação No processo de socialização novos hábitos alimentares A escola desenvolve-os ou modifica-os

9 Requisitos nutricionais diários em idade escolar A nutrição é importante para que o organismo funcione com normalidade Factores que afectam uma alimentação adequada: Aparência dos pratos Quantidade de comida Combinação dos alimentos Bom exemplo familiar

10 Objectivos nutricionais: Manter o crescimento adequado Evitar o défice de nutrientes Prevenir possíveis problemas de saúde da fase adulta Alimentação saudável Alimentos de todos os grupos Proporções adequadas Variedade Produtos frescos e da época

11 DDR para crianças PROTEÍNAS Devem fornecer 15% das necessidades energéticas diárias: - manter crescimento adequado - aporte necessário de proteínas 65% de origem animal

12 LÍPIDOS Devem fornecer 30% das necessidades energéticas diárias -Gorduras saturadas menos de 10% -Colesterol menos de 300 mg/dia

13 HIDRATOS DE CARBONO Devem fornecer 55% das necessidades energéticas diárias -São preferíveis os HC complexos e ricos em FIBRA Deve fornecer 3% do valor energético total

14 Os alimentos devem ser bem distribuídos ao longo do dia: -Pequeno-almoço 2o-25 % cal. -Almoço % cal. -Lanche % cal. -Jantar % cal. É, ainda, importante: -o número de refeições diárias -evitar refeições pesadqs e de difícil digestão.

15 Alguns requisitos para um desenvolvimento infantil sadio (segundo a UNICEF): Mãe saudável que recebe alimentação adequada Amamentação imediata e exclusiva, para a formação de vínculos afectivos entre mãe e filho Introdução oportuna de alimentação regular Nutrição e micronutrientes adequados Interacção afectuosa com a família Interacção pré-escolar e com outras crianças num ambiente que promova a aprendizagem Salutares e efectivas relações com outras crianças

16 Desequilíbrios alimentares SUBNUTRIÇÃO Efeitos da má nutrição nos primeiros anos de vida: Atraso no crescimento físico e no desenvolvimento motor Efeitos sobre o desenvolvimento cognitivo Maior incidência de problemas comportamentais e aptidões sociais deficientes em idade escolar Aprendizagem deficiente, atenção diminuída e desempenho escolar mais fraco.

17 Na infância: Má nutrição limitação da capacidade física e intelectual no futuro Boa nutrição estreita ligação com a saúde, comportamento e desenvolvimento cognitivo

18 OBESIDADE INFANTIL Importância da amamentação no 1º ano de vida Crianças com menor risco de se tornarem obesas Causas: -hábitos alimentares erróneos - propensão genética e raça ( quando os pais são obesos – 80% de probabilidade ) -estilo de vida familiar( sedentarismo e da actividade física) -condição sócio-económica -factores psicológicos ( ex: ansiedade) - factores hormonais- 10%

19 Obesidade crescimento anormal na infância. Maior número de células adiposas Maior propensão de se tornarem adultos obesos diabetes, HTA, dislipidémias Consequências: - psicológicas ( rejeição social ) - físicas ( coluna e articulaões )

20 Ementa tipo -Pequeno-almoço -Leite -Cereais/pão -Fruta -Meio da manhã -Pão com fiambre/queijo -Fruta/sumo de fruta -Almoço -Sopa -Pão -Massa/arroz -Frango/carne vermelha -Legumes/salada -Fruta -Lanche -Leite/derivados -Pão -Fruta -Jantar -Sopa -Arroz/batata -Peixe/ovos -Legumes/salada -Fruta -Ceia -Leite

21 Relação do pequeno-almoço com o desenvolvimento Importância do pequeno-almoço - Objectivos Disponibilização de energia necessária para uma manhã de actividade Alivio do período nocturno de jejum prolongado - Deve fornecer % das calorias diárias -Deve incluir alimentos que proporcionem % das proteínas diárias - Elevada quantidade de fibra, hidratos de carbono e pequena quantidade de gorduras

22 - Deve ser completo, equilibrado e variado, contendo os seguintes alimentos: - leite e derivados – proteínas de elevado valor biológico, minerais e vitaminas - cereais e derivados – açucares complexos/amido, proteínas vegetais, ferro, vitaminas e fibras - frutos – vitaminas, betacarotenos e fibras - gorduras – ácidos gordos essenciais e vitaminas A, D e E

23 ATENÇÃO: as crianças que saltam o pequeno-almoço ingerem até menos 40% de vit C e cálcio e menos 10% de ferro Eliminação do pequeno-almoço HIPOGLICÉMIA - Cansaço - Perda de força - Visão turva - Alterações de humor - Confusão mental - Cefaleias - Irritabilidade - Tremores

24 Almoço (1ª refeição do dia) Jejum prolongado Petiscar Predispõe diabetes e obesidade

25 Relação do pequeno-almoço com o desenvolvimento cognitivo No período de formação do cérebro é necessária a ingestão diária de g de proteínas Sem capacidade de raciocínio lógico Dificuldades em pensar, compreender, aprender e relacionar-se

26 Consequências da eliminação do pequeno-almoço: - debilidade física e atraso cognitivo - transtornos afectivos - doenças infecciosas e gastro-intestinais - redução da capacidade de atenção e aprendizagem - apatia e falta de interesse pela escola

27 Crianças em jejum ou insuficientemente alimentadas: Desatentas e agitadas Sonolentas e fracas Estudos experimentais em crianças saudáveis dos 9 aos 11 anos as que não tomaram pequeno-almoço tiveram mais erros quando submetidas a testes Outros estudos a melhoria da memória está relacionada com a glicémia O cérebro requer glucose para o seu normal funcionamento

28 Um relatório recente verificou que a hora e o momento da refeição podem ser determinantes Um pequeno-almoço em excesso : Sensação de enfartamento alunos adormecem nas aulas

29 Relação do pequeno-almoço com a actividade física A actividade física é fundamental para que a criança possa aproveitar os nutrientes de forma adequada

30 Os especialistas constatam: - As crianças necessitam de actividade física diária para se manterem saudáveis - As crianças dificilmente se exercitam a um ritmo constante por mais de 20 minutos -A actividade das raparigas é inferior à dos rapazes -A aptidão cardíaca pulmonar de ambos é inferior à recomendada melhorada com a prática de exercício físico

31 As crianças que praticam desporto são: - Mais alegres -Menos irritadiças -Têm melhor relacionamento social Ao mesmo tempo: - Previne a obesidade -Melhora a capacidade pulmonar e a resistência física -Aumenta a densidade mineral óssea

32 Conclusões:... Cheguei às seguintes conclusões:

33 -A alimentação é variada (cozidos, grelhados, sopa, fruta...) -A maioria dos alunos come 5 ou mais vezes ao dia -Alimentação não é equilibrada: - inclui alimentos calóricos - em casa comem mais doces, pizzas, etc... -O peso e a estatura estão maioritariamente acima do P 75 H1 - O desenvolvimento físico está dependente de bons hábitos alimentares A hipótese não se verifica porque os hábitos alimentares podem não ser os mais correctos


Carregar ppt "Escola Básica 2,3 Padre Bento Pereira Disciplina: Área de Projecto Professor: Humberto Laranjeiro Alimentação saudável! Trabalho elaborado por: Catarina."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google