A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

17° BPTRAN BRASÍLIA - DF.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "17° BPTRAN BRASÍLIA - DF."— Transcrição da apresentação:

1 17° BPTRAN BRASÍLIA - DF

2 Ações policiais preventivas e repressivas diminuem os acidentes de trânsito

3 Cinco vertentes do trânsito
Educação Engenharia Fiscalização Primeiros socorros Punição

4 Policiamento de Trânsito
Princípios: da proteção prioritária à vida e a incolumidade física das pessoas; da predominância do caráter educativo- preventivo; da obrigatoriedade.

5 Policiamento de Trânsito
O policial deve adotar uma postura respeitosa e formal; As operações de fiscalização devem ser realizadas, preferencialmente em locais e horários que não prejudiquem a segurança e a fluidez do tráfego; Planejamento baseado em estatísticas – análise criminal.

6 Análise Criminal SIGO (Sistema Integrado de Gerência Operacional)
BOAT (Boletim de Ocorrência de Acidentes de Trânsito) Levantamentos do Serviço de Inteligência Sugestões, reclamações e críticas da comunidade Grupo de Análise de Acidentes CIOPS (Centro Integrado de Operações de Segurança)

7 Objetivos Principais do Policiamento de Trânsito/ 2013
Lei Seca Motociclistas Jovem Condutor Não habilitados

8 ESTRUTURA DE FISCALIZAÇÃO

9 Organização das blitz Escolha do local Distribuição das funções
Selecionador Equipe de abordagens Equipe para lavratura do AIIP Equipe de Segurança

10 Parceria nas Blitz AGETRAN Batalhões de Área: 1º BPM 9º BPM 10º BPM

11 Formalização (relatório)
Dados estatísticos Notificações Documentos recolhidos CNH CRLV Veículos removidos Motos Carros Pessoas encaminhadas a Delegacia de Polícia

12 Necessidades Material humano

13 Viatura de Monitoramento Eletrônico de Veículos (Super-guarda)
Uso de tecnologia inovadora Viatura de Monitoramento Eletrônico de Veículos (Super-guarda)

14 Talão Eletrônico

15 Boletim de Acidente de Trânsito on-line

16 AÇÕES PREVENTIVAS

17 Ação de Presença

18 Campanha Pedestre, Eu Cuido!

19 A IMPORTÂNCIA DA IMPRENSA NA PREVENÇÃO
Prêmio Detran de Jornalismo e a Educação de Trânsito A matéria mostra como uma campanha de trânsito ajudou a reduzir o número de acidentes na capital sul-mato-grossense. Um dos principais focos da ação foi a conscientização dos condutores sobre a importância de parar na faixa de pedestres, dando preferência a travessia deles em locais onde não há semáforos. A reportagem ainda traz ainda um informativo com regras para cada tipo de lugar em que o pedestre precisa atravessar.

20

21 Público Alvo: Crianças do 3º e 4º ano

22 PARA (Plano de Ação para Redução de Acidentes)
Passeata/ 2012

23 Blitz educativa com universitários

24 Calouros por um Trânsito Seguro

25 Eu apoio a Lei Seca!

26 Corrida Dê Preferência à Vida

27 VISITAÇÃO DE SEGMENTOS ORGANIZADOS DA SOCIEDADE
Programa Portas Abertas VISITAÇÃO DE SEGMENTOS ORGANIZADOS DA SOCIEDADE OBJETIVA A INTERAÇÃO E EDUCAÇÃO DE TRÂNSITO

28 Boas práticas Convênio com o DETRAN – recursos
Capacitação – Coordenação Educacional/ CFC Postura do judiciário Boletim on-line Não interferência política Imprensa participativa – transparência e legitimidade GGIT

29 SUPERINTENDÊNCIA DE INTELIGÊNCIA
HOMICÍDIO CULPOSO NO TRÂNSITO MATO GROSSO DO SUL 2011 521 -13,8 2012 449 CAMPO GRANDE 2011 133 -27,1 2012 97 INTERIOR 2011 388 -9,3 2012 352

30 Homicídios culposos no trânsito
CAMPO GRANDE REDUÇÃO DE 27,1% Homicídios culposos no trânsito Comparativo 2011 / 2012

31 “Fale, e eu esquecerei; Ensine-me, e eu
poderei lembrar; Envolva-me, e eu aprenderei” (Benjamin Franklin).

32 E-mail: itamararomeiro@yahoo.com.br
Contato: (67) /

33 Últimas atividades e resultados Breves comentários

34 Sem gestão não há política de trânsito e política de trânsito implica em articulação sistemática das instituições.

35 Exige dos participantes algumas qualidades:
Controle das vaidades pessoal e institucional Capacidade de estabelecer confiança Bom-humor Senso de cooperação Resistência à frustração Elevado comprometimento social

36 INTEGRANTES OAB AGEPAN PLANURB PRE AGESUL PRF AGETRAN ROTARY CLUBE
SAMU SED SEJUSP SEMED SES SESAU SEST/SENAT SINEPE MAÇONARIA (GOB) SINDICATO DOS TAXISTAS SINDICATO DOS CFC PERÍCIA AGEPAN AGESUL AGETRAN ASSETUR CETRAN CIPTRAN CCST CORPO DE BOMBEIROS DETRAN DNIT JUIZADO ESPECIAL DE TRÂNSITO LATEM (LIGA ACADÊMICA) MPE ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E INDUSTRIAL POLÍCIA CIVIL

37 FUNCIONAMENTO Reuniões mensais – em locais alternados
Pauta prévia construída em conjunto Leitura da ata anterior no início dos trabalhos Condução dos trabalhos: presidente com secretária executiva Respeito a autonomia e competência das entidades participantes Deliberações consensuais

38 Evidências nacionais e internacionais indicam que experiências exitosas de enfrentamento da violência tem profunda base municipal de atuação. Fonte: Mapa da Violência 2011 – Os jovens do Brasil – Instituto Sangari/ Ministério da Justiça

39 CAMPO GRANDE Vivemos um novo momento no trânsito:
   1. estatísticas confiáveis (transparência - Placar da Vida);    2. análise técnica e científica dos dados;    3. intersetorialidade (GGIT);    4. maior envolvimento da sociedade;    5. inúmeras ações educativas (ex. Pedestre, eu cuido!);    6. aumento considerável da fiscalização;    7. investimento na engenharia e na mobilidade urbana;

40 OBJETIVOS PRINCIPAIS - a médio e longo prazo
Inclusão definitiva do tema na agenda política Melhoria na gestão Maior envolvimento da sociedade na discussão do tema

41 PERSPECTIVAS CCST (Conselho Comunitário de Segurança no Trânsito)
Batalhão de Trânsito Delegacia de Trânsito PAC da Mobilidade Urbana – 180 milhões

42 RESUMINDO Os adultos precisam sair da ZONA DE CONFORTO
Todas as AÇÕES tomadas em CONJUNTO

43 Não é possível que tudo fique PERFEITO num passe de mágica
Temos que aprender a FESTEJAR OS SUCESSOS

44

45 Pense globalmente e aja localmente.

46 E-mail: itamararomeiro@yahoo.com.br
Contato: (67) /

47


Carregar ppt "17° BPTRAN BRASÍLIA - DF."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google