A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

0 A trama centra-se nas aventuras e desventuras de Jamal, um surfista local, que tenta organizar uma festa surpresa para o seu irmão mais novo, o Emanuel,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "0 A trama centra-se nas aventuras e desventuras de Jamal, um surfista local, que tenta organizar uma festa surpresa para o seu irmão mais novo, o Emanuel,"— Transcrição da apresentação:

1

2 0 A trama centra-se nas aventuras e desventuras de Jamal, um surfista local, que tenta organizar uma festa surpresa para o seu irmão mais novo, o Emanuel, Immãn para os amigos. O Jamal, também conhecido por Ike, anda preocupado com o crescente isolamento do seu irmão de 12 anos que se vem tornando cada vez mais um fanático por computadores ao ponto de pôr de parte alguns dos seus interesses como por exemplo os seus amigos e a sua colecção de insectos. O cenário inicial remete o jogador para um encontro de café com a Sabrina, uma das suas melhores amigas. A Sabrina é uma rapariga esbelta, de olhos grandes e expressivos e muito senhora do seu nariz. Há até quem diga que é um tanto rezingona mas conhecem-se desde os tempos da Escola Primária e não consegues deixar de reconhecer alguma piada naquele seu temperamento rabu- gento. O cafezinho servia de pretexto para a organização de uma festa surpresa ao Immãn (o teu irmão mais novo). Uma vez que faz anos para a semana decidiste preparar-lhe uma festa inesque- cível para a comemoração dos seus 13 anos. Para isso, contas com a preciosa ajuda da Sabrina. O sucesso da tua missão parece, deste modo, depender da originalidade, da tua capacidade de pensar as implicações desta tua decisão e da perspicácia que dedicas ao comportamento dos que te rodeiam. Vamos a isso! Boa sorte.

3 1 O café está vazio. É de manhã e o pessoal ainda deve estar em casa ou já nas aulas. Chegas atrasado e a Sabrina, já na mesa do canto, boceja e olha para o relógio com irritação ao reparar na tua presença. Não te livras de um Bom-dia sarcástico: :: Muito bom dia preguiçoso! A que se deve este atraso? Tanta pressa que tinhas para falar comigo e depois olha… dá nisto. :: Desculpa Sabrina, mas é que estava um trânsito do caraças e o autocarro atrasou-se. Em cima da mesa uma chávena de café vazia acompanhada de um pacote de açúcar inviolado explicam o hálito carregado da tua amiga. Contas-lhe do aniversário do Immãn e da tua ideia em organizar-lhe uma festa surpresa. A Sabrina parece entusiasmada com a proposta e disponibiliza-se para ajudar de imediato mas os constantes bocejos, para não falar das olheiras, não deixam esconder algum cansaço. De qualquer forma, a coisa parece bem encaminhada. É hora de tomar uma decisão: :: Já cá estou há 15 minutos… :: Pois, desculpa mais uma vez. Vá lá não te zangues. Vais adorar a minha ideia. E eu vou precisar da tua ajuda! Conta lá, vá. Já estou mortinha de curiosidade. Propões iniciar a preparação da festa Vais comer qualquer coisa Comentas sobre o seu ar cansado

4 2 A ideia da festa surgiu-te recente- mente uma vez que tens reparado que nos últimos tempos o Immãn isola-se muito e não convive com os seus amigos como fazia dantes. Para além disso passa o tempo todo agarrado à Internet e anda com um com-portamento estranho, cheio de segre-dos e mistérios. Parece que anda a esconder qualquer coisa e esta com-duta intriga-te e preocupa- te. :: Pois. Parece que há muita malta agarrada à net. Conheço montes de pessoal que passa horas nisso. Parece que temos mesmo de preparar uma festa em grande, para ver se ele acorda! :: Também acho, Sabrina. :: E assim aproveitamos e reunimos o pessoal todo. Há tanto tempo que não nos juntamos... :: É verdade! Bem, mas espera-nos muito trabalho. Primeiro que tudo temos que pensar num local fixe. :: Olha, porque não na praia, no bar do Joca? :: Boa Sabrina. Acho uma excelente ideia. Temos de lá ir então... Falas-lhe das tuas ideias para a festa Comentas o ar cansado da Sabrina A Sabrina ouve as tuas preocupações enquanto faz sinal ao empregado para trazer mais um café.

5 3 A fome aperta e optas por comer qualquer coisa. Pegas no menu que se encontra em cima da mesa e mordes o lábio enquanto decides o que pedir. Na secção dos peque- nos-almoços é grande a variedade apresentada. Preferes um pequeno-almoço refor- çado à moda inglesa ou uma coisa mais ligth? Pedes ovos com bacon e café com leite Pedes uma tosta mista e um galão Pedes um iogurte magro e um sumo

6 Não consegues deixar de reparar no seu ar abatido e perguntas-lhe se está tudo bem com ela. Com um tímido encolher de ombros acena afirmativa- mente com a cabeça. O seu ar pouco convincente oferece-te algumas dúvi- das. Acrescenta que tem estudado até tarde e que mesmo assim não prescin- de do seu ginásio 3 vezes por sema- na, o que pode justificar o seu ar cansado. De todo o modo não parece concordar nada contigo: :: Nem percebo a tua conversa. Até me sinto cheia de energia! 4 Vais comer qualquer coisa Iniciam a organização da festa Insistes no seu ar cansado

7 5 A tua curiosidade é pronta- mente esclarecida. No próximo mês a escola vai promover um concurso de modelos que rece- be a visita de uma estilista famosa que será júri da prova. O primeiro prémio dá direito a um curso de formação de ma- nequins femininos em Paris. A explicação é dada com alegria e entusiasmo. É raro ver a Sabrina tão excitada. Mostras-te preocupado com alguma coisa Criticas o mundo da moda Mudas de assunto

8 6 A Sabrina não parece muito segura de si. Diz que o irmão é teu pelo que deves ser tu a decidir. Para além do mais receia que depois sobre para ela qualquer decisão menos reflec- tida. Parece que tens de decidir sozinho... Disponibilizam bebidas alcoólicas na festa Não disponibilizam bebidas alcoólicas

9 7 Com o quê? Com o seu peso Com o seu aparente fanatismo pelo mundo da moda Com o consumo dos comprimidos

10 8 Quando se tomam medicamentos é muito importante sabermos o que estamos a fazer ao nosso corpo. Como tal propões que investiguem sobre aquela substância de forma a melhor compreenderem o seu efeito. A Sabrina concorda contigo e pergunta a si própria como não tinha pensado nisso antes. Um dos sites de Internet chama a vossa atenção Neste portal descobrem que existem 3 tipos de substâncias psicoactivas (vulgarmente denominadas de dro- gas) que se classificam em função da sua acção no nosso sistema nervoso central (SNC). Assim, existem 3 gru- pos: os perturbadores, os depres- sores e os estimulantes do SNC. Segundo este site, os comprimidos para emagrecer chamam-se anorexí- genos e alguns pertencem ao grupo dos estimulantes do SNC. :: Quer dizer que eu ando a tomar drogas? Não acredito nisto! :: Calma Sabrina. Às vezes fazemos coisas mal sem saber o que estamos a fazer. O que interessa é que agora estás mais informada... :: Pois, mas isso não muda nada. Eu preciso disto para me sentir bem. Para além disso preciso de estar preparada para o concurso que vai decorrer no próximo mês. Qual concurso?

11 9 A Sabrina não concorda com a tua opinião sobre o seu aspecto. Insistes que nunca a tinhas visto com aquele ar definhado e até já reparaste que anda a comer muito pouco ultimamente, o que te preocupa. Para não falar da quantidade de cafés que anda a to- mar… Ela começa a dar sinais de algu- ma irritação com as tuas observações. :: Pareces a minha mãe, Ike! Não sejas chato. Ainda tenho de perder dois quilos... Planeiam a festa Perder dois quilos para quê? Não resistes ao cheiro de uma torrada quentinha e vais comer

12 10 Não resistes a alertar a tua amiga para o perigo da utilização daquele tipo de medicação. Para além disso a tua mãe é muito amiga dos pais da Maria e ainda está muito claro na tua memória uma conversa que apanhas- te a meio entre a tua mãe e o pai da Maria, onde este se queixava dos pro- blemas que atravessara com a vossa amiga. Ao que parece foi-lhe diagnos- ticado anorexia nervosa... :: Sabes Sabrina, acho perigoso tomar esses comprimidos sem consultares um médico. :: Mas conheço várias raparigas que tomam isto! :: Pois, mas com essas coisas não se brinca. Ao menos sabes o que estás a tomar? :: Nem sei o nome deles. Só sei que me dão energia e diminuem-me o apetite. Não é suficiente? Propões-lhe que procurem informações sobre o medicamento Acusa-la de tomar drogas Desvalorizas o assunto

13 11 :: Perder dois quilos? Era a última coisa que esperava ouvir de ti! Tu está magríssima Sabrina! Deves estar doente... :: Eu?! E tu estás maluco, Jamal. Sou apenas uma miúda saudável que se preocupa com a sua imagem. Pelos vistos não parecem estar de acordo. A Sabrina, para além de rabugenta, é teimosa... restam-te poucas alternativas. Acabas com a conversa e mudas de assunto Respeitas a sua opinião e mostras-te disponível para ajudar se ela precisar Gozas com o seu aspecto

14 12 Qual é o teu interesse? Gostavas de experimentá-los Alertá-la para o malefício do seu uso

15 13 :: Saudável?! Nem do cérebro Sabrina! Precisas é de uns óculos para te veres ao espelho. Tu estás esquelética... :: Tás-te a passar? Vê-se logo que não percebes nada de moda! Os teus comentários sarcásticos apenas aumentam a sua agres- sividade. A excessiva preocupação da Sabrina com a sua imagem e as calorias que ingere diariamente lem- bram-te uma reportagem que viste em tempos na televisão sobre anorexia nervosa. Os ânimos sobem de tom e não parece ter sido boa ideia teres gozado com a sua dieta... Mostras-te preocupado e disponível para ajudar Inventas uma desculpa e mudas de assunto

16 14 E fazes o quê? Vais comer qualquer coisa Iniciam a preparação da festa

17 15 Percebes que o assunto é delicado e optas por não insistir. Dizes-lhe que se mudar de ideias pode contar com a tua ajuda para o que necessitar. Ela parece ter percebido a tua sensibilida- de e encosta-se na cadeira, desta vez numa postura mais descontraída. Num tímido desabafo deixa escapar uma confissão: :: Depois falo contigo sobre isso. Ainda não me sinto preparada... Um ronco estridente vindo do teu estômago relembra-te que são ho- ras de comer qualquer coisa. Ou será melhor começar já a tratar da festa? Vais comer Propões iniciar a preparação da festa

18 16 A fome não é muita e optas por uma coisa leve. A Sabrina elogia a tua escolha e reforça a ideia de que é muito importante manter a linha. Pela conversa dela percebes que domina com grande conhecimento vários produtos alimentares disponíveis no mercado ao ponto de os distinguir pelas suas calorias. Durante a conversa refere inclusive que conhece alguns truques para contornar eventuais avarias resul- tantes de apetites desmesurados: :: Por exemplo, eu quando exagero na comida costumo tomar estes comprimidos para emagrecer.... O seu constrangimento alimentar começa a intrigar-te. Desde há uns tempos a esta parte tens reparado que a tua amiga tem emagrecido a olhos vistos. Para além disso des- conhecias que a Sabrina tomasse comprimidos para emagrecer... Alertas a Sabrina para a importância de uma alimentação equilibrada Mostras interesse nos Comprimidos para emagrecer

19 17 O bar do Joca situa-se na praia, na baixa da cidade. É um local sim- pático e arejado, de forma rectan- gular, com uma esplanada na areia apetrechada de palhotas e peque- nas mesas e bancos de madeira. A algazarra das gaivotas serve de música de fundo à vossa conversa: :: A ideia do bar do Joca é demais. Este sítio é muito bonito. :: Pois é Sabrina. Concordo contigo. Eu não me lembraria de um local melhor! :: A pista de dança podia ser por aqui, na esplanada. Bastava tirar algumas mesas e cadeiras… o que achas? :: Hummm... Achas boa ideia Não concordas

20 18 Vais ao balcão e pedes uma tosta mista e um galão ao jovem em- pregado do café. A Sabrina pede-te que lhe tragas um copo de água. O ar simpático do empregado inspira-te confiança e ficas de conversa ao balcão enquanto aguardas pelo teu pedido. A Sabrina aproveita para me- ter a conversa em dia com os seus amigos através de mensagens escri- tas pelo telemóvel. Uns instantes depois tens o teu pequeno-almoço pronto. Já de regresso à mesa entregas o copo de água à Sabrina e preparas-te para o delicioso manjar que te espera. A tua amiga apressa-se a pegar na água ao mesmo tempo que retira um comprimido de uma embalagem branca, tomando-o de seguida. :: Devias de comer qualquer coisa, Sabrina. :: Nem pensar! Na última semana engordei 3 quilos. Ainda bem que a Maria me falou destes comprimidos que ajudam a emagrecer senão não sei como estaria... O seu constrangimento alimentar começa a intrigar-te. Desde há uns tempos a esta parte tens reparado que a tua amiga tem emagrecido a olhos vistos o que não confirma de forma alguma a sua preocupação com o aumento de peso recente. Para além disso desconhecias que a Sabrina tomasse comprimidos para emagrecer... Mostras interesse nos comprimidos para emagrecer Alertas a Sabrina para a importância de uma alimentação equilibrada

21 19 :: Acho uma excelente ideia! Tens jeito para estas coisas Sabrina. Devias pensar em organizar eventos. :: Olha, quem sabe... pode ser o meu futuro. Pelo menos é uma actividade que me dá gozo. :: A sério? Às vezes penso nessas coisas... Já imaginaste como serão as nossas vidas daqui a 10 anos? Já me estou a imaginar a dar aulas de surf aos miúdos... :: Gostavas de ser professor, Jamal? Não sabia disso... E com tanta conversa chegam ao Cresce e Aparece, que é como se chama o bar do Joca. Este, com o seu habitual ar descontraído, acaba de servir dois cocktails a um casal que se bronzeia na esplanada. E tu fazes o quê? Avançam na direcção do Joca Concluis a conversa sobre o vosso futuro profissional

22 20 A fome é tal que não resistes a uns belos ovos com bacon. Fazes sinal ao empregado e concretizas o pedido. Uns minutos depois tens um verdadeiro banquete à tua frente. A Sabrina observa-te com ar incrédulo: :: Se eu comesse isso tudo dava- me uma coisinha má.... :: Nem imaginas. Com a pressa nem tive tempo de comer quando saí de casa. Estou faminto! Queres um bocadinho deste bacon? :: Nem pensar! Na última semana engordei 3 quilos. Ainda bem que a Maria me falou de uns comprimidos que ajudam a emagrecer senão não sei como estaria... O seu constrangimento alimen- tar começa a intrigar-te. Desde há uns tempos a esta parte tens reparado que a tua amiga tem emagrecido a olhos vistos o que não confirma de forma alguma a sua preocupação com o aumento de peso recente. Para além disso desconhecias que a Sabrina tomasse compri- midos para emagrecer... Alertas a Sabrina para a importância de uma alimentação equilibrada Mostras interesse nos comprimidos para emagrecer

23 21 O futuro ainda vem longe e a festa é já para a semana pelo que optam por falar com o Joca antes de mais. Explicam-lhe a ideia de preparar uma festa surpresa ao Immãn e solicitam-lhe ajuda para a organização e cedência do es- paço. O Joca fica agradado com a hipótese de divulgar o seu bar e disponibilizasse para colaborar de imediato: :: Podem contar comigo! Adoro festas... mas não se esqueçam que organizar uma festa deste tipo implica alguns cuidados... Segundo a sua experiência neste tipo de eventos, existem duas coisas que não podem ser descuradas para o sucesso da festa: os comes e bebes e as formas de animação possíveis. Começamos por onde? Pelos comes e bebes Pela animação

24 22 :: Desculpem mas isso não pode ser. Eu não posso mesmo vender as bebidas alcoólicas aos vossos amigos mais novos. O Joca não parece muito disposto a alinhar em ilegalidades. Ao que parece já se deu mal uma vez e jurou para nunca mais. E agora? Prescindes do álcool Aceitas que só poderá haver álcool para os mais velhos Procuras arranjar uma solução para haver álcool para todos

25 23 Relativamente aos acepipes não existem grandes problemas. O Joca sugere alguns salgados e doces deliciosos que costuma utilizar neste tipo de festas e que nunca o deixaram ficar mal. Para além disso têm um preço bastante em conta. No que toca às bebidas ele alerta para alguns cuidados a ter: :: Já pensaram como é que vão fazer com as bebidas alcoólicas na festa? Afinal de contas, a julgar pelo que me disseram, vem malta de idades muito diferentes... De facto ainda não se tinham lembrado disto. Em termos legais, a venda de bebidas alcoólicas só é possível a partir dos 16 anos e o Joca, para além da preocupação com a saúde dos seus clientes, também não deve estar interessado em ser multado pelas autoridades... Decidem como? Facilitam as bebidas alcoólicas na festa para todos Não disponibilizam bebidas alcoólicas Pedes opinião da Sabrina

26 24 Depois disso deves confirmar que já trataste da animação e de outros aspectos que julgues im- portantes. Quando acertares os pormenores todos vai para casa e descansa porque amanhã é o grande dia. Tratar da animação Ir para casa

27 25 Porquê? Porque a lei não permite Porque faz mal à saúde Por outro motivo qualquer

28 26 :: Eu continuo a achar a ideia de fazer a festa na noite de sexta-feira excelente, Sabrina! :: Pois, mas ainda assim alguns pais podem ser um problema... não te esqueças que o Immãn é mais novo e os seus amigos podem não ter facilidade em sair à noite. :: Tens razão. E como pudemos ultrapassar esta dificuldade? Era mesmo giro se a festa fosse de noite... Desistem da ideia e alteram a festa para a tarde de sexta-feira Pensam em estratégias para dar a volta ao assunto

29 27 Se as leis existem é por alguma razão, não? Claro que é importante respeitar a lei. Para já deves confir- mar se já trataste da animação e de outros aspectos que julgues importantes. Quando acertares os pormenores todos vai para casa e descansa porque amanhã é o grande dia. Tratar da animação Ir para casa

30 28 O melhor é pensar em estratégias para ultrapassar o problema. O que propões? Mentir aos pais Inventariar uma lista de argumentos para convencer os pais Tens uma ideia melhor

31 É verdade que é nocivo ao nosso organismo. Principalmente quando consumido em excesso e durante muito tempo. Para já deves confir- mar se já trataste da animação e de outros aspectos que julgues importantes. Quando acertares os pormenores todos vai para casa e descansa porque amanhã é o grande dia. 29 Tratar da animação Ir para casa

32 30 O teu entusiasmo parece ter conta- giado a Sabrina e aproveitas para sugerir que a festa se realize na noite do aniversário de Immãn já que calha a uma sexta-feira. A Sabrina fica pensativa. Alguns pais podem não autorizar uma saída nocturna. Há que pensar nisso. Por outro lado, a Sabrina propõe a hipótese simpática de comprarem um presente para o Immãn entre todos, ainda que não faça ideia do que possa ser. Pelo menos podia ser uma coisa mais sofisticada já que se todos contribuírem ficam com maior poder de compra. Outra ideia que vos parece engraçada seria tornar a festa temática, ou seja, definir um tema principal e pro- por aos convidados que partici- pem em actividades alusivas ao tema escolhido. Têm que definir prioridades e limitações... começam por onde? Por escolher o presente do Immãn Por definir o tema da festa Pela ideia da festa se realizar de noite

33 31 Qual? Depois disso …... Optam por definir o tema da festa Já está tudo resolvido Decidem sobre qual o presente a oferecer ao Immãn

34 32 Consideras que a negociação é a estratégia mais adequada e sugeres à Sabrina que reúnam o máximo de argumentos possíveis para persuadir os pais a conceder a tão am- bicionada autorização. Deves deixar um registo escrito dos argumentos que o teu grupo elegeu para o efeito. Depois disso... Definem o tema da festa Já está tudo resolvido Escolhem o presente do Immãn

35 Não resistes a comentar que consideras o mundo da moda cheio de contradições e dis- parates. :: Essa gente não olha a meios para atingir fins... só ligam à imagem e encaram o culto do corpo com demasiado fanatismo para, no fim de contas, parecerem todos esqueléticos e definhados. É um ambiente muito artificial para o meu gosto. 33 :: Achas mesmo Jamal? Nunca pensei que fosses tão crítico em relação a isto... :: Mas sou. Para não falar do mal que fazem ao seu próprio corpo... Pois eu gosto muito! E não quero saber. Mostras preocupação Mudas de assunto

36 O que de facto te preocupa é o aspecto cada vez mais leve da tua amiga pelo que decides partilhar tal inquietação com a visada. Ela não concorda nada contigo... :: Estás maluco Jamal. Pelo contrário! Não te disse que ainda preciso de perder alguns quilos Criticas o mundo da moda Mudas de assunto

37 :: Claro que não Sabrina! Isso parece conversa de dependente... :: Dependente? O que queres dizer com isso? :: Quero dizer que podes estar a fazer um mau uso dessa medicação. Tal como um toxicodependente faz com a droga... :: Ai é? E agora, faço o quê? 35 Desvalorizas o assunto Propões-lhe que procurem informações sobre o medicamento

38 A tua inquietação é com a alegada má utilização que a tua amiga está a fazer daquela medicação pelo que não resistes a partilhar a tua opinião. A Sabrina não parece dar muito crédito às tuas preocupações. O melhor é irem tratar dos preparativos da festa, não? 36 Vais preparar a festa Vais comer qualquer coisa

39 Sobre o tema da festa confessas já ter pensado nele. Como irmão mais velho não consegues deixar de te preocupar com o crescimento de Immãn e o tema GET BIG parece-te cair como uma luva nesta cerimónia. Para além do mais, combina com o nome do bar do Joca… o Bar Cresce e Aparece! 37 :: Boa Ike! Podíamos forrar uma ou duas paredes com papel de cenário e com alguns marcadores pedia-mos opiniões ao pessoal sobre o tema e propúnhamos algumas actividades. Já sei como lhe chamar e tudo! Vamos chamar-lhe jornal de parede interactivo. Muito fixe! Esta já está. Falta resolver o quê? A hipótese da festa se realizar de noite O presente a oferecer ao Immãn Já está tudo resolvido

40 :: Pois eu acho que para emagrecer o melhor mesmo é ter uma alimentação saudável e fazer exercício físico. O que se come é muito importante para manter o nosso corpo saudável... :: Pois, eu também acho... mas às vezes não chega. A Sabrina não é fácil de convencer. Restam-te poucas alternativas Esqueces o assunto e vais preparar a festa Comentas sobre o seu ar cansado

41 Qual o efeito que procuras? 39 Perder apetite Obter energia Outro qualquer

42 Sobre que presente lhe oferecer pensaste num animal de esti- mação. Afinal de contas já vai sendo altura do Immãn ter novas responsabilidades e um amigo canino poderia facilitar a coisa. Para além do mais ele já manifestou esse interesse por diversas vezes. Talvez um Boxer que é brincalhão, vigilante e relativamente fácil de educar. 40 O pequeno quintal de vossa casa pode muito bem ser o seu lar. A Sabrina acha que um cão dá muito trabalho e ameaça a autonomia das pessoas… para ela o melhor seria um tamagochi. :: Isso é para putos, Sabrina! Para isso damos-lhe um desses jogos de simulação da vida real, tipo SIMSTM, tás a ver? :: Boa, Acho que sim. Assim ele também tem de tomar conta de qualquer coisa… só que é virtual. Ou então damos-lhe uma prancha de surf… Nem sei como é que não pensaste nisso. :: É isso mesmo Sabrina! Uma prancha de surf… vai gostar de certeza! Será?!... E então? Optas pelo cão Optas pelo simulador Optas pela prancha Outra coisa qualquer

43 Por alguma razão consideras que perder algum peso até calhava bem. Manifestas o teu interesse em experimentar os ditos comprimidos que, pronta- mente, é satisfeito pela mão estendida da Sabrina com uma cápsula reluzente na sua palma. Tomas o comprimido guarnecido com um gole de água. Não parece ter sido boa ideia Se tomaste um pequeno-almoço reforçado segue para o … Se tomaste um pequeno-almoço light segue para o … Se ainda não tomaste o pequeno-almoço...

44 Deves esclarecer o motivo do teu interesse nos comprimidos para decidir o que fazer de forma a resolver o assunto. Depois disso preparas a festa ou vais comer qualquer coisa? 42 Qual? Propões iniciar a preparação da festa Vais comer qualquer coisa

45 O teu estômago ainda arrumava o bacon e os ovos quando a medicação começou a fazer efeito. O resultado foi catastró- fico e foste assolado por um mal-estar súbito que culminou numa crise de vómitos e diarreias que te obrigam a ir para casa... para a próxima é melhor teres mais cuidado com as experiências a que submetes o teu corpo. Para já prepara a festa do Immãn. 43 Segue para o

46 Pelos vistos não é só a Sabrina que leva a sério as questões do peso corporal. Parece que tu também te preocupas com a linha... de todo o modo esta não parece ser a forma mais correcta de controlar uns quilos a mais. Uma pequena indisposição leva-te à casa de banho e, no regresso, és acidentalmente abal- roado pelo empregado de mesa que carregava uma sopa quente na sua bandeja Aiiii!! Por sorte não passam de leves queimaduras mas não ganhaste para o susto. Vais a casa trocar de roupa e regressas. O melhor é tratar da preparação da festa. Segue para o

47 Nesse caso, e a julgar pelos teus comportamentos recentes, o melhor mesmo é ir comer qualquer coisa, não? 45 Vais comer qualquer coisa

48 A semana foi dura e um pouco de energia extra dá um jeitão. Porém existem formas mais saudáveis de o conseguir... o efeito do comprimido é um pouco diferente do que julgaras e podes ir-te preparando para uma insónia hoje à noite pois não vais pregar olho... Para já é tempo de ir preparar a festa. 46 Segue para o

49 A Sabrina apressa-se a explicar- -lhe sobre a ideia do jornal de parede interactivo. :: Se quiserem podem também usar a parede das traseiras para uns grafites… bastava disponibilizar uns sprays para o pessoal dar asas à imaginação. 47 :: E também posso organizar alguns jogos de grupo, se quiserem… :: Jogos de grupo? E onde aprendeste isso, Joca? :: Quando fui monitor no campo de férias… Fantástico! Claro que queremos. Lembraste de mais alguma coisa que possa animar o ambiente? Depois disso… Já trataste dos comes e bebes? :: A sério Joca? Isso é fantástico! O que achas Jamal? :: Eu também acho muito fixe. Mas não é chato para ti ficares com a parede toda pintada, Joca? :: Não se preocupem com isso. A salinidade desta zona obriga a pintar a casa todos os anos e eu já tinha, inclusive, contratado um pintor que virá depois da vossa festa, por isso é na boa… :: Muito fixe! Não Sim

50 Convida-lo para uma saída rápida mas os seus afazeres no computador parecem ser mais importantes. Depois de algumas tentativas fracas- sadas começas a perder a esperança de o conseguir levar para o bar do Joca. Isto não está fácil. Fazes mais o quê para o convencer? 48 Depois disso… Segue para o …

51 :: Acho melhor deixar esses pormenores para o Joca, Sabrina. Talvez nos devêssemos preocupar com outras coisas. :: OK Jamal. Talvez tenhas razão. O Joca está mais habituado a essas coisas. 49 E com tanta conversa chegam ao Cresce e Aparece, que é como se chama o bar do Joca. Este, com o seu habitual ar descontraído, acaba de servir dois cocktails a um casal que se bronzeia na esplanada. O melhor é ir falar com ele... Avançam na direcção do Joca

52 A semana passou a correr. O dia amanheceu com algumas nuvens no céu mas com o decorrer das horas o sol foi aquecendo dando lugar a uma bela tarde. Nada pode impedir a realização de uma festa em grande. Os dias anteriores foram ocupados a ultimar preparativos para a grande festa e uma semana depois eis finalmente chegado o grande momento. 50 Um apito ritmado anuncia a chegada de um sms no teu telemóvel. É uma mensagem da Sabrina: A porta aberta do seu quarto deixa ver o Immãn a fazer qualquer coisa no computador. Parece que vais ter que arranjar um bom argumento para o convencer... Segue para o

53 Depois de ligarem para os pais e assegurarem as condições mínimas para o novo inquilino resolvem que se trata, de facto, da melhor opção. :: Vai fazer-lhe bem, ter algo com que se responsabilizar… e socializar. :: Pois, também acho! É mesmo o melhor. O que nos falta ver? 51 Definir se a festa se realiza de noite Definir o tema da festa Já está tudo resolvido

54 A mentira parece ser a forma mais fácil de ultrapassar este obstáculo. Porém, a Sabrina não gosta da ideia e recorda, constantemente, que não se deve mentir aos pais. 52 Antes de continuar deves reflectir (e registar) sobre todos os riscos e recompensas que esta estratégia oferece. Que vantagens tens em mentir? E desvantagens? É sobre isso que vamos pensar… E então? Mudas de ideias ou não? Insistes na mentira Mudas de estratégia

55 Para qual? 53 Pensar em argumentos para convencer os pais Tens uma ideia melhor

56 As responsabilidades de um cão não estariam, provavelmente, à altura dos 13 anos de Immãn pelo que talvez o simulador seja mais apropriado. Para além disso, este tipo de decisões devem ser discutidas em família e não em formato de surpresa. Quando ele entender falarão sobre o assunto De certeza que vai gostar. Ele é todo destas coisas virtuais… - Pois, também acho! O simulador é mesmo o melhor. O que nos falta ver? Definir se a festa se realiza de noite Definir o tema da festa Já está tudo resolvido

57 Parece uma estratégia arriscada mas não custa nada tentar. Vamos ver se o resto do pessoal concorda... e se não se corta. A Sabrina, fiel às suas convicções, resmunga contrariada enquanto tentas mudar de assunto. A tua atrapalhação é tal que não consegues evitar uma dentada na própria língua… para já tratas do quê? 55 Do presente a oferecer ao Immãn Definir o tema da festa Já está tudo resolvido

58 Decides prescindir de bebidas alcoólicas na festa. Vêm muitos jovens e não vale a pena arriscar… vês as coisas pelo lado positivo e assim até julgas ter um bom argumento para discutir que ser crescido não implica, obrigatoria- mente, o consumo de álcool. 56 Para além do mais sentes-te muito bem neste espaço. Parece ter tudo para ser um sucesso. Vamos ao que interessa! Falta tratar do quê? Da animação Já está tudo tratado

59 É a prancha a eleita pois assim não há confusões… para além disso, em caso de necessidade, dá sempre para cravar a tábua ao mano… ::De certeza que vai gostar! :: O que nos falta ver? 57 Definir se a festa se realiza de noite Definir o tema da festa Já está tudo resolvido

60 O quê? E porquê? presente 58 Depois disso… Falta-te tratar do quê? Definir se a festa se realiza de noite Definir o tema da festa Já está tudo resolvido

61 O melhor mesmo é não arranjar ondas… e de resto, falta tratar do quê? 59 Decidir sobre qual o presente a oferecer ao Immãn Definir o tema da festa Já está tudo resolvido

62 Se já tens tudo tratado segue para o bar do Joca para acertar pormenores… 60 Segue para o Bar do Joca

63 Depois de algum esforço vês as tuas preces satisfeitas. Ainda que com um ar pouco convencido consegues arrancar o Immãn de casa. Chegados à festa deparam-se com um cenário fantástico. O bar está com muita gente e a música é animada. 61 :: Que espectáculo, mano! Isto é tudo para mim? :: Sim. Preparei tudo com a ajuda da Sabrina. Estava a ser difícil arranjar uma forma de te surpreender no teu aniversário. Afinal de contas já vais sendo um homenzinho... e cada vez é mais complicado saber do que gostas... e do que não gostas! :: Eu adorei. Estão cá os meus amigos quase todos! Já não os via há algum tempo. Serpentinas coloridas forram o tecto do pitoresco estabelecimento fazendo lembrar um arco-íris de um dia de Outono. Um pequeno grupo diverte-se num dos cantos da sala com algumas actividades orientadas pelo Joca. O Immãn nem quer acreditar no que vê: :: Pois, alguns não puderam vir. Mas foram poucos... :: E aqueles ali, quem são? :: Aquele pessoal é da minha turma. São amigos meus… :: Pois… com esses é que não me sinto tão à vontade… Propões-lhe dar uma olhadela no jornal de parede interactivo Aproveitas a ocasião para lhe dizer que o seu isolamento te preocupa Juntam-se ao grupo orientado pelo Joca

64 62 O que me faz falta… Quando acabares... Segue para o

65 63 A minha vida é assim... Amigos... escola... casa... família... passatempos… música... desporto... Quando acabares... Segue para o

66 Nesta secção tens várias pro- postas de participação. O principal objectivo deste espaço é dares-te a conhecer mais ao pessoal e compreender melhor os outros também. Para isso podes escrever coisas sobre o teu dia a dia, sobre as tuas necessidades e sobre os teus sentimentos. Queres experimentar qual? 64 Escrever sobre as minhas necessidades Escrever sobre os meus sentimentos Já está tudo visto Escrever sobre o meu dia a dia

67 65 Os jogos que o Joca aprendeu no campo de férias são divertidos e dão que pensar... e que falar... quando os jogos terminam fazes o quê? Dinâmicas de GRUPO Sugeres dar uma olhadela no jornal de parede interactivo Aproveitas a ocasião para lhe dizer que o seu isolamento te preocupa

68 66 O quê? Depois disso… Segue para o

69 Qual? Depois disso… 67 Segue para o

70 68 O que me faz feliz (um projecto, uma recordação, um lugar...); o que me põe triste (alguém, alguma coisa...) e o que me faz zangar a sério (uma notícia, uma atitude, etc...). Quando acabares... Os meus sentimentos Segue para o

71 O jornal de parede interactivo situa- se na parede do lado direito de quem entra no bar. Um pequeno balde aloja marcadores e latas de spray de várias cores. Ao centro da parede de pintura existe uma secção que solicita opiniões dos convidados intitulada: Conhece-te a ti mesmo. 69 Conhece-te a ti mesmo Preferes fazer um desenho, escre- ver uma mensagem ou responder ao conhece-te a ti mesmo? Um desenho Uma mensagem Conhece-te a ti mesmo Mudas de assunto

72 70 E agora? Propões-lhe dar uma olhadela no jornal de parede interactivo Aproveitas a ocasião para lhe dizer que o seu isolamento te preocupa Juntam-se ao grupo orientado pelo Joca

73 O ambiente é de festa e apro- veitas a ocasião para partilhar com ele as tuas preocupações sobre o seu crescimento: :: Tás a gostar, Immãn? Pareces um pouco tenso… :: Claro que estou contente… apenas pouco à vontade com o pessoal mais velho… 71 :: Relaxa puto! Afinal de contas também hás-de lá chegar. :: Pois, mas tenho o meu tempo… :: Eu também tenho pensado nisso… no teu tempo. Tenho reparado que andas mais caseiro, sempre agarrado à Internet. Ainda há pouco, quando chegaste, percebi que não vias os teus amigos há algum tempo. Tás bem assim? :: Acho que sim... não sei… Perguntas-lhe o que tanto faz na Internet Tentas perceber melhor se alguma coisa o preocupa Sugeres que não pense mais nisso e aproveite a festa

74 Desvalorizas o assunto e suge- res que não pense mais nisso. Afinal de contas a vida são dois dias e deve ser aproveitada ao máximo e a festa está bastante animada. 72 Ele não parece partilhar do teu entusiasmo pela vida mas, cabisbaixo, lá vai dizendo que o seu estado de espírito não é motivo para grandes preocupa- ções. Para além disso diz ter alguns amigos cibernautas que sentem coisas parecidas pelo que julga ser normal... Tentas perceber melhor se alguma coisa o preocupa Perguntas-lhe o que tanto faz na Internet

75 Insistes no tempo ocupado na Internet. Tu até percebes o gozo que aquilo possa dar mas daí a quase não sair de casa… Perguntas-lhe o que costuma fazer quando está online. Fica um tempo em silêncio a olhar para ti. 73 Justifica com mails e chats. A imensidão de temas que a Internet comporta constitui o álibi perfeito e rapidamente percebes que esta não é a melhor abordagem… Talvez se passares a estar um pouco mais de tempo com ele o percebas melhor. Mudas para que estratégia? Tentas perceber melhor se alguma coisa o preocupa Sugeres que não pense mais nisso e aproveite a festa

76 :: Mas sentes-te bem? Há alguma coisa que te preocupa? :: Não... quer dizer, não sei. Acho que não. :: O que queres dizer com isso Immãn? Assim deixas-me preocupado... :: Mas eu também não sei explicar muito bem. Às vezes só me apetece estar sozinho e não ver ninguém... :: Pois, já tinha percebido isso. Por isso é que te preparei esta festa surpresa! 74 A importância da conversa e a concentração que lhe dedicas impede-te de perceber que, entretanto, o Botekas (um dos teus amigos do 9º ano) se aproximou de vocês e pelos vistos ouviu a última frase do Immãn: :: Andas em baixo, puto? E estás à espera do quê? Anda daí beber uns copos e sacar umas miúdas. Achas a sugestão do Botekas boa ideia Perguntas onde arranjou ele o álcool Mostras-te disponível para ajudar se ele precisar

77 :: Ouve lá Botekas, onde é que arranjaram essas bebidas? :: Foi o Colas que trouxe umas garrafas de casa. Porquê, também queres? :: Então anda daí... o pessoal está todo ali em baixo, perto da pista de dança. 75 Lembraste que o acordo com o Joca não previa bebidas alcoóli- cas para os mais novos na festa e a proposta do Botekas parece- -te suspeita. Aceitas o convite Agradeces, recusas e alertas para a interdição do álcool na festa Recusas e ignoras o assunto

78 Insistes na ideia de beber um copo. Afinal de contas nada melhor do que nos compor- tarmos como os adultos quando queremos ser um deles. Talvez crescer seja isso mesmo... fazer o que os adultos fazem... será? 76 O Immãn não parece gostar da tua insistência e começa a dar sinais de alguma irritação: :: Queres parar com isso? Começas-me a irritar com tanta insistência... Respeitas o seu desejo e fazes um balanço da festa com o Immãn Se ele não quer bebes tu

79 :: Mas eu não gosto de álcool Jamal, e quanto às raparigas... devo ter muita sorte com esta cara cheia de borbulhas. Para além disso não tenho idade para essas coisas... :: Mas isso é normal! Com o tempo passa. :: Até lá prefiro não arriscar, então. E não se fala mais nisso, OK? 77 Aproveitas a deixa do Botekas na perfeição e sugeres que se beba um copo: :: É isso mesmo Immãn, o Botekas tem razão! Bora beber um copo e vais ver que ficas logo mais relaxado... com sorte ainda conheces umas miúdas fixes... Insistes em beber um copo Respeitas o sentimento, mudas de tema e fazes um balanço da festa com o Immãn Ficas a pensar no que acabaste de ouvir

80 Apetece-te mesmo beber uns copos e se o Immãn não quer azar o dele. Aceitas a proposta do Botekas e bebes uns shots com o pessoal. A conversa está fixe e perdes a conta dos copos que bebeste. Algum tempo depois a tua cabeça começa a girar sobre si própria e perdes a noção do espaço e do tempo. 78 Quando recuperas os sentidos és apoderado por uma forte dor de cabeça e não te lembras muito bem das tuas ultimas decisões... parece que vais ter que regressar ao início do jogo... Segue para o

81 O Immãn diz ter gostado muito da surpresa e sente-se melhor agora que sabe da tua preo- cupação com ele. De todo o modo, são coisas próprias da idade e têm que ser vividas por ele ainda que a tua preo- cupação seja reconfortante. 79 O importante é ele saber que pode contar contigo. O fim desta aventura aproxima-se e é chegada a hora de fazermos um balanço final. Em que é que esta ultima semana te fez pensar? Depois disso.... Segue para o

82 Embora o Joca tenha direito de não querer ter problemas, tem de haver uma solução para que todos possam beber o que quiserem. Pensa sobre o as- sunto e decide se queres tentar convencer o Joca. 80 Tentas convencer o Joca Prescindes do álcool Aceitas que só poderá haver álcool para os mais velhos

83 Agradeces o convite mas alertas o Botekas para o facto de existirem muitos menores na festa e, como tal, em conjunto com o dono do Bar tinham decidido não disponibilizar bebidas alcoólicas. :: Opss! Não sabia disso Jamal... nem o Colas... penso eu... :: Pois, mas é verdade! :: Desculpa a sinceridade Jamal mas isso é uma seca! 81 Sugeres que sejam discretos a partir deste momento Ordenas que sejam retiradas as garrafas sob pena de contares ao Joca Ignoras o assunto

84 - É uma seca mas é assim que tem de ser. Lamento. - Mas Jamal... onde já se viu uma festa sem álcool? Tás maluco? - Talvez... mas ou fazem desaparecer todas as garrafas do recinto ou sou obrigado a contar tudo ao Joca... - O quê? Não acredito no que ouço... mas tudo bem, não stresses. Vou falar com o pessoal e tratar disso... tchau. 82 E tu, fazes o quê? Tentas perceber melhor se alguma coisa preocupa o Immãn Sugeres que não pense mais nisso e aproveite a festa Mostras-te disponível para ajudar se ele precisar

85 O melhor mesmo parece ser ignorar o assunto do álcool e concentrar a atenção no Immãn. E então? 83 Tentas perceber melhor se alguma coisa o preocupa Sugeres que não pense mais nisso e aproveite a festa Mostras-te disponível para ajudar se ele precisar

86 84 O Botekas parece surpreso com a regra da festa mas rapidamente percebe os motivos que a justificam. Olhas para ele com um ar cúmplice e sugeres-lhe que não dêem muito nas vistas o resto do tempo. Ele acena afirmativamente com a cabeça, confirmando o pedido. Foi mais fácil do que pensavas. Para já continuas a conversa com o Immãn.. Tentas perceber melhor se alguma coisa o preocupa Sugeres que não pense mais nisso e aproveite a festa

87 É o acordo possível. Parece ter tudo para ser um sucesso. Vamos ao que interessa! Falta tratar do quê? 85 Da animação Já está tudo tratado

88 Com base em que argumentos? 86 Segue para o

89 Ficas a olhar para o teu irmão. Ele parece por um lado tão seguro do que quer (ou não quer) e por outro tão frágil. Aquela coisa das borbulhas pareceu-te familiar. Nunca tinhas pensado que o incomodasse tanto Não é só o aspecto que conta, sabias? - Pois. O problema é que também conta... - Há um ano atrás não passavas de um minorca! Agora até já usas a minha roupa. As borbulhas fazem parte da encomenda... - Dizes isso porque já não as tens... - Como tu também deixarás de as ter... - É... mas às vezes é lixado. Mas não são horas para contemplações... De facto tens estado tão ocu- pado a viveres a tua vida que te esqueceste que já sentistes coisas parecidas com as que o Immãn está a dizer. Recorda-te de coisas boas e coisas más que sentiste em relação às transformações do teu corpo. Respeitas o sentimento, mudas de tema e fazes um balanço da festa com o Immãn

90 Esta actividade é gira e ajuda a conhecermo-nos melhor uns aos outros. Continuas pelo jornal de parede ou mudas de assunto? 88 Continuas no jornal de parede Mudas de assunto

91 A fazer o quê? 89 Um desenho Uma mensagem

92 A conversa com o Immãn também te tranquilizou já que percebeste que as tuas preocupações são úteis para te sensibilizar sobre a importância de estar presente e disponível para o teu irmão mais novo. Ajudar alguém passa, tam- bém, por respeitar o seu ritmo e privacidade pelo que o melhor apoio que lhe podes dar é a tua disponibilidade. 90 Depois do balanço das festivida- des regressam a casa com a sensação que podem contar um com o outro... sempre! A tua aventura chegou ao fim. Parabéns pelo teu esforço! FIM

93 Apresentas-lhe todos os teu argu- mentos mas o Joca mantém-se irredutível. 91 :: Não se esqueçam que não são só vocês que cá vêem... Se os vossos pais sabem que os miúdos andaram a beber álcool no meu bar, nunca mais cá põem os pés... Já para não falar da possibilidade de haver queixas à polícia. Eu não quero parecer careta mas gosto demasiado do vosso grupo para ver os putos a emborcar uns copos só para se armarem em crescidos... Têm toda a vida pela frente, não precisam viver tudo a correr. O silêncio que fica no ar deixa-te a pensar que de facto, vendo bem as coisas, o Joca não deixa de ter razão. Avança para o que ainda te falta… A animação Escolher o presente do Immãn Se já resolveste tudo segue para casa

94 A conversa entusiasma-te e come- çam a imaginar como serão os vossos futuros profissionais. Deves dinamizar um debate sobre o futuro profissional de cada um dos teus colegas, com a tua turma e respectivo professor, e deixar um registo escrito com as ideias que considerarem mais importantes: 92 Depois disso... Avançam na direcção do Joca


Carregar ppt "0 A trama centra-se nas aventuras e desventuras de Jamal, um surfista local, que tenta organizar uma festa surpresa para o seu irmão mais novo, o Emanuel,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google