A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gestão de Pessoas Prof. Ms. Pedro C. Carvalho Grupo de Trabalho: Elina Angélica Fernandes Ribeiro Elisangela Ramos Macedo Henrique Cesar Torquato de Oliveira.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gestão de Pessoas Prof. Ms. Pedro C. Carvalho Grupo de Trabalho: Elina Angélica Fernandes Ribeiro Elisangela Ramos Macedo Henrique Cesar Torquato de Oliveira."— Transcrição da apresentação:

1 Gestão de Pessoas Prof. Ms. Pedro C. Carvalho Grupo de Trabalho: Elina Angélica Fernandes Ribeiro Elisangela Ramos Macedo Henrique Cesar Torquato de Oliveira Pedro Aurélio dos Santos Moraes Ricardo Sobral GESTÃO DE PESSOAS - SINDICALISMO

2 Conceito Movimento que consiste, basicamente, na união de trabalhadores em torno de sindicatos e associações para defender ou melhorar suas condições de trabalho. Objetivo Ter mais força nas negociações com os patrões e governo em busca de melhores condições de trabalho, aumentos salariais e leis que favorecessem a classe trabalhadora.

3 GESTÃO DE PESSOAS - SINDICALISMO Porque o nome SINDICATO? Provém da palavra francesa syndie que significa representante de uma determinada comunidade. Europa Século XVII Burgesia Instalações Máquinas Matérias-primas etc X Proletariado Desprovido de tudo Venda da força de trabalho

4 GESTÃO DE PESSOAS - SINDICALISMO 1865 – Surgem os primeiros Sindicatos na França Ocorrem então as primeiras grandes greves 1880 – São criadas as primeiras centrais sindicais Destaques no cenário internacional Confederação Geral do Trabalho – França Trade-Unions - Inglaterra O Sindicalismo teve seu berço na Europa durante o surgimento da Revolução Industrial. Os movimentos pioneiros ocorreram na Inglaterra, França e Alemanha

5 GESTÃO DE PESSOAS - SINDICALISMO Sindicalismo no Brasil Condições de trabalho no final do séc. XIX Jornadas de 14 a 16 horas Exploração de mulheres e crianças Salários extremamente baixos Redução dos salários como forma de punição Não havia proteção legal ao trabalhador Surgem os primeiros Sindicatos Constituição de 1891 garantiu a liberdade de associação. Os sindicatos passaram a existir politicamente e a buscar a união dos trabalhadores em uma central sindical.

6 GESTÃO DE PESSOAS - SINDICALISMO Acontecimentos importantes na história sindical do Brasil 1930 – Estado passa a atuar mais em relação aos problemas trabalhistas 1931 – Estado regulamenta a criação dos Sindicatos Patronais – (Nova República) Só são permitidos a existência de sindicatos reconhecidos pelo Ministério do Trabalho – inicia-se a era do Sindicato Pelego 1940 – 1953 – Classe trabalhadora da indústria dobra seu contingente, são 1,5 milhão de pessoas 1953 – Acontecem 800 greves neste ano - a maior delas com 300 mil trabalhadores de empresas têxteis, metalúrgicos e gráficos.

7 GESTÃO DE PESSOAS - SINDICALISMO Acontecimentos importantes na história sindical do Brasil 1858 – Primeira greve no Brasil –Tipógrafos do Rio de Janeiro 1890 – Fundação do 1º Partido Operário do Brasil 1906 – Realizou-se no Rio de Janeiro o 1º Congresso Operário Brasileiro – Nascia a Confederação Operária Brasileira (COB) 1907 – Foram expulsos do país 132 sindicalistas – começava a reação do poder público 1917 a 1920 – Onda de greves causadas pela crise pós 1º Guerra Mundial 1929 – Realizado o Congresso Sindical Nacional, que congregou todos os sindicatos, influenciado pelos comunistas, quando se originou a CGT.

8 GESTÃO DE PESSOAS - SINDICALISMO Golpe Militar Com a Revolução de 1964, muitos sindicatos foram fechados, bem como a CGT. Alguns líderes sindicais foram presos ou tiveram de deixar o país. As ocupações militares e as intervenções atingiram cerca de 2 mil entidades sindicais em todo o país. Editada a lei antigreve nº que estabelecia o fim do regime de estabilidade no emprego

9 GESTÃO DE PESSOAS - SINDICALISMO Década de 70 Após anos de repressão surge um novo sindicalismo que retoma as comissões de fábrica e rompe com o pelegismo. Este fenômeno é muito mais evidente no ABCD Paulista. É quando surge a liderança de Luís Inácio Lula da Silva. Em 1978 trabalhadores da Scania batem o cartão de ponto, vão para frente das máquinas mas cruzam os braços em uma greve que no futuro seria lembrada como ponto de inflexão para uma nova era sindical. O regime militar é desafiado.

10 GESTÃO DE PESSOAS - SINDICALISMO Décadas de 80 e 90 Em 1980, sindicalistas, intelectuais e representantes do movimento popular fundam o Partido dos Trabalhadores, com a proposta de estabelecer um governo que represente os anseios da classe trabalhadora. Sindicatos passam a ter cunho político. A CUT, nas décadas de 1980 e 1990, tornou-se a principal central sindical da América Latina. Em 1991, com o apoio de setores empresariais e governistas, organizou-se outra central, a Força Sindical, conhecida por empregar o sindicalismo de resultados. Mais tarde chamados de central dos pelegos.

11 GESTÃO DE PESSOAS - SINDICALISMO Sindicalismo no Brasil hoje Mesmo com a eleição de LULA em 2002 e após inúmeras conquistas em favor dos trabalhadores nas décadas de 80 e 90, ao final do milênio ocorre uma revolução tecnológica causada pela automação afetando a atuação dos Sindicatos. Com a crise veio uma forte onda de desemprego. Esta nova realidade arrefeceu e acuou o novo sindicalismo no Brasil. Na última década os Sindicatos tiraram o foco apenas da industria e passaram a atuar no terceiro setor, é o caso da forte atuação do sindicato dos bancários.

12 GESTÃO DE PESSOAS - SINDICALISMO O que fazer? Extinção ou mudança? Para que não sejam extintos, os sindicatos estão alterando seu perfil de atuação e dirigindo suas ações para a área da responsabilidade social. Algumas ações praticadas pelos Sindicatos hoje: Sindicato Bancários de SP - cuida de crianças de rua; Sindicato dos Metalúrgicos do ABC – Campanha contra analfabetismo; Sindicato dos Metalúrgicos do ABC – formação de cooperativas de trabalhadores para gerir fábricas falidas; Força Sindical – criou o Centro de Solidariedade Social e encaminha desempregados para novas oportunidades de emprego

13 GESTÃO DE PESSOAS - SINDICALISMO Conclusão No final da década de 70 foi o auge do sindicalismo no Brasil e colaborou para o fim do Regime Militar O novo sindicalismo tinha como uma de suas características principais uma atuação reivindicatória, ao invés de apenas prestar assistência. Com a chegada da década de 90, a Globalização levou os Sindicatos a enfrentar uma crise. Como consequência houve uma redução das greves e uma queda da taxa de sindicalização.

14 GESTÃO DE PESSOAS - SINDICALISMO Hoje, mesmo com todos estes avanços e inovações, o sindicalismo continua na luta por melhores condições de trabalho para tentar proporcionar ao trabalhador uma vida mais digna.

15 GESTÃO DE PESSOAS - SINDICALISMO PERGUNTAS??????


Carregar ppt "Gestão de Pessoas Prof. Ms. Pedro C. Carvalho Grupo de Trabalho: Elina Angélica Fernandes Ribeiro Elisangela Ramos Macedo Henrique Cesar Torquato de Oliveira."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google