A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PNEUS Problemas ou Oportunidades? É um dos maiores custos na operação de veículos pesados. Forte influência no consumo de diesel. Desgaste excessivo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PNEUS Problemas ou Oportunidades? É um dos maiores custos na operação de veículos pesados. Forte influência no consumo de diesel. Desgaste excessivo."— Transcrição da apresentação:

1

2 PNEUS Problemas ou Oportunidades?

3 É um dos maiores custos na operação de veículos pesados. Forte influência no consumo de diesel. Desgaste excessivo dos pneus O Problema

4 Um modo simples de resolver estes problemas é manter a calibragem adequada. Solução Um pneu bem calibrado pode resultar em economia para a transportadora e maior qualidade nos serviços prestados.

5 Um pneu mal calibrado pode resultar em superaquecimento e danos graves a sua carcaça. Aumenta o consumo de combustível em até 25% reduz em 1/3 a vida útil do pneu. Calculo realizado pela Pirelli Calibragem Irregular

6 No mercado atual podemos encontrar algumas formas de resolver este problema: Solução Direta Rodocalibrador. Calibrador manual fixo. Calibrador de Pneus Portátil RODOPRESS.

7 Apesar de sua praticidade as transportadoras estão optando por não mais utilizar este sistema. Pois a má utilização por parte dos motoristas provoca um aumento no desgaste dos pneus. Esta má utilização levou as fabricantes de pneu a revogar a garantia para quem utilizasse este sistema. Atualmente 90% das frotas do Brasil não utilizam rodocalibradores. Resultado de pesquisa entre transportadoras e Caminhoneiros Rodocalibrador

8 Apesar de ser encontrado em quase todos os postos do país, sua utilização ainda causa uma serie de empecilhos. O caminhoneiro tem que esperar normalmente em fila para utilizar o equipamento. 30% dos caminhoneiros preferem andar com o pneu descalibrado a esperar na fila. Resultado de pesquisa entre transportadoras e Caminhoneiros Calibrador Manual

9 Ao realizar uma analise dos equipamentos oferecidos no mercado, e pesando seus pros e contras, criamos um novo produto que permitirá aos caminhoneiros e as transportadoras ter um controle da pressão dos pneus durante a viagem, sem a necessidade de pegar filas ou perder a garantia dos fabricantes e com um valor acessível. Buscando Resultados

10 O Calibrador de Pneu Portátil para Caminhões utiliza a pressão gerada pelo compressor do caminhão para calibrar os pneus. Desta forma o motorista poderá calibrar os pneus todos os dias e assim ter maior controle do desgaste dos pneus e consumo de combustível. Uma Inovação

11 Calibrador de Pneus Portátil para Caminhões

12 Para analisar o custo-benefício vamos tomar como base um dos caminhões mais utilizado pelas transportadoras: Axor 1933 da Mercedes-Benz Tanque 820 litros Consumo médio de 3.8 quilômetros por litro Saindo da Vila Guilherme – SP com chegada em Feira de Santana – BA Rota de 1821 quilômetros Valor do Diesel 2 reais o litro (Valor Médio) Informações do site da Mercedes-Benz Custo-benefício

13 Com o pneu devidamente calibrado ele completara a viagem com os seguintes gastos Óleo Diesel = 479,2 litros Valor gasto em combustível = R$ 958,42 Pneu Calibrado

14 Com o pneu descalibrado completara a viagem com os seguintes gastos Óleo Diesel = 599,01 litros Valor gasto em combustível = R$ 1198,02 Pneu Descalibrado

15 Mantendo o pneu devidamente calibrado (diariamente), em uma viagem de 1821 quilômetros o motorista/Transportadora terá uma economia de R$ 239, 60. Se considerar que um caminhão de transportadora roda em media 15.000 quilômetros mensais, o motorista/transportadora terá uma economia mensal de aproximadamente R$ 1973,68. Em um ano terá economizado R$ 23.684,17 por caminhão Em uma frota com 10 caminhões em 1 ano será possível comprar um novo caminhão zero somente com a economia em combustível. Resultado

16 22 pneus – Trucado + 3 eixos Pneu Novo – 1.500 reais Cap. de Rodagem – 205.000 km 1ª Recapagem – 570 reais Cap. de rodagem – 80.000 km 2ª Recapagem – 570 km Cap. de rodagem – 75.000 km Media de 15.000 km/mês Informações da Revista Carreteiro Consumo de Pneus

17 DescriçãoValor (reais)Capacidade (km) Pneus Novos33.000205.000 1ª Recapagem12.54080.000 2ª Recapagem12.54075.000 Total58.080360.000 Pneu Calibrado Com os pneus bem calibrados levara 24 meses para realizar uma nova troca de pneus. Com um gasto anual de R$ 29.040 Informações da Revista Carreteiro

18 DescriçãoValor (reais)Capacidade (km) Pneus Novos33.000136.735 1ª Recapagem12.54053.360 2ª Recapagem12.54050.025 Total58.080240.119 Pneu Descalibrado Com os pneus descalibrados levara 16 meses para realizar uma nova troca de pneus. Isto seria 33,3% menos que o ideal para a troca. Com um gasto anual de R$ 43.560 Informações da Revista Carreteiro

19 Mantendo o pneu devidamente calibrado (diariamente), teremos aproveitamento de 100% da vida útil do pneu. Ao utilizar o pneu mal calibrado reduzimos em 1/3 sua vida util. Se considerar que um caminhão de transportadora roda em media 15.000 quilômetros mensais, o motorista/transportadora terá uma economia mensal de aproximadamente R$ 1210,00 Em um ano terá economizado R$ 14.520,00 por caminhão Em uma frota com 10 caminhões em 17 meses será possível comprar um novo caminhão zero somente com a economia em pneu. Resultado

20 Distribuidor Autorizado Este espaço é reservado para você


Carregar ppt "PNEUS Problemas ou Oportunidades? É um dos maiores custos na operação de veículos pesados. Forte influência no consumo de diesel. Desgaste excessivo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google