A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FISIOLOGIA CELULAR. Líquidos corporais Sangue Volume correspondente a ~7% do peso 60% – plasma e 40% – eritrócitos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FISIOLOGIA CELULAR. Líquidos corporais Sangue Volume correspondente a ~7% do peso 60% – plasma e 40% – eritrócitos."— Transcrição da apresentação:

1 FISIOLOGIA CELULAR

2 Líquidos corporais Sangue Volume correspondente a ~7% do peso 60% – plasma e 40% – eritrócitos

3 Líquidos corporais Figura de Guyton et al. Fisiologia Médica.2002.

4 Líquidos intra e extra-celulares Conteúdo de líquido no corpo dos animais Diferença entre água e líquido Diferentes concentrações de solutos no LIC e no LEC Osmolaridade Eletroneutralidade

5 COMPARTIMENTOS CORPORAIS Intracelular Intersticial Intravascular Extracelular OS COMPATIMENTOS SÃO SEPARADOS PELAS MEMBRANAS CAPILARES E CELULARES

6 DISTRIBUIÇÃO DA ÁGUA CORPORAL SÓLIDOS 40% Água intracelular- 40% INTERST. 15% P L A S M A 5% E.E.C.

7 IMPORTÂNCIA E FUNÇÕES DA ÁGUA LIC Meio para ocorrência de processos metabólicos LIV Líquido intravascular Transporte de gases, nutrientes e produtos do metabolismo

8

9 LÍQUIDO INTRA-CELULAR (LIC) E EXTRA- CELULAR (LEC) Na+= K + = [ ] Ca 2+ pH

10 CONTROLE CELULAR DA ÁGUA E SOLUTOS MEMBRANA H2OH2OH2OH2O PINOCITOSE PROTEINAS TRANSPORTANDO SOLUTOS RNA 3Na 2K - +

11 11 LÍQUIDOS CORPORAIS Figura de Guyton et al. Fisiologia Médica ISOTÔNICA Sem alteração HIPERTÔNICA Contração da célula HIPOTÔNICA Intumescimento da célula Efeitos das soluções isotônicas (A), hipertônicas (B) e hipotônicas (C) sobre o volume celular

12 DIFERENÇAS ENTRE O LÍQUIDO INTRA E EXTRACELULAR Líquido extracelular Líquido intracelular Fosfatos Aminoácidos Colesterol Fosfolipídeos Gordura neutra Proteínas

13 EQUILÍBRIO DE FLUIDOS CORPORAIS PLASMA INTERSTICIO INTRACELULAR H2O PROTPROT Na K

14 EQUILÍBRIO DA ÁGUA CORPORAL ENTRADA Fluidos – 1200 a 1800 Alimentos a 1000 Oxidação a 300 Total: 2000 a 3000 ENTRADA Fluidos – 1200 a 1800 Alimentos a 1000 Oxidação a 300 Total: 2000 a 3000 SAÍDA Urina a 2000 Pele a 600 Pulmões a 400 Trato GI Total: 2000 a 3000 SAÍDA Urina a 2000 Pele a 600 Pulmões a 400 Trato GI Total: 2000 a 3000

15 PERDA D ÁGUA Extra Intracelular

16 ADIÇÃO D ÁGUA Extra Intracelular

17 REGULAÇÃO DA ÁGUA CORPORAL HIDROPENIA AUMENTO DA OSMOLALIDADE PLASMATICA SEDE HIPOTÁLAMO SECREÇÃO HAD HIDRATAÇÃO RETENÇAO TUBULAR DE ÁGUA REDUÇÃO DA OSMOLALIDADE PLASMÁTICA

18 FORÇAS OSMÓTICAS SOLUÇÃOÁGUA FLUXO RESULTANTE M

19 FORÇAS OSMÓTICAS SOLUÇÃO ÁGUA ÁGUA

20 FORÇAS OSMÓTICAS SOLUÇÃOÁGUA FLUXO RESULTANTE = ZERO M Pressão osmótica

21 HOMEOSTASIA Equilíbrio Transporte do LEC pelo corpo

22 Importância da homeostasia Nos mamíferos – Reações metabólicas são controladas por enzimas – Enzimas trabalham melhor em uma estreita faixa de temperatura e pH – Importante para manter o ambiente interno tão estável quanto possível

23 Estruturas para manutenção da homeostasia Sensores para detectar alterações no ambiente interno Um comparador que fixa o ponto de ajuste do sistema (temperatura corporal) O set point (ponto de ajuste) será a condição ótima sob a qual o sistema opera

24 Estruturas para manutenção da homeostasia Efetores que trazem o sistema de volta ao set point Controle por Feedback. Feedback Negativo feedback para o sistema para que não haja sobrecarga Sistema de comunicação para ligar diferentes partes

25 Estruturas para manutenção da homeostasia Sensor Perturbation in the internal environment Return to normal internal environment EffectorComparator Sensor Negative feedback © 2008 Paul Billiet ODWSODWS Perturbação no ambiente interno Comparador Efetor Retorno ao ambiente interno normal Feedback negativo

26 Transporte em 2 etapas 1- movimento do sangue pelo sistema circulatório 2- movimento do líquido entre os capilares sanguíneos e as células SISTEMA DE TRANSPORTE DO LE – SISTEMA CIRCULATÓRIO

27 Manutenção do ambiente interno estável Sinais externos Integração Nervoso Hormonal Troca de gases Emissão de calor (água e sais) Sinais internos Comportamento Pulmões Pele Rins Sangue Interstício Espaço intracelular Espaço extracelular Ingestão de nutrientes, água, sais Excreção de resíduos e toxinas Fígado Ap. digestório Excreção de excesso água sais ácidos Resíduos toxinas Distribuição Regulação

28 Origem dos nutrientes do LEC Sistema respiratório Sistema digestório Fígado e outros órgãos Funções metabólicas Sistema musculoesquelético Movimento / proteção do ambiente Obtenção de alimentos

29 Para manutenção da homeostasia são necessários: Remoção dos produtos finais do metabolismo PulmõesRins Regulação

30 Regulação das funções corporais Sistema nervoso Porções principais Aferente sensorial SNC Eferente motor Sistema hormonal Glândulas endócrinas (8*) Hormônios LEC órgão alvo

31 SISTEMA DE CONTROLE FEED BACK O elemento controlado exerce efeito sobre o controlador, amplificando ou reduzindo sua atuação.

32

33

34

35

36 TEORIA CELULAR Todos os seres vivos são formados por células e por estruturas que elas produzem Unidades morfológicas As atividades essenciais que caracterizam a vida ocorrem no interior das células Unidades funcionais ou fisiológicas Novas células se formam por divisão de células pré-existentes A continuidade da vida depende da divisão celular

37 ESTRUTURA FÍSICA DA CÉLULA

38 Membrana celular

39

40 xx/xx40

41 Membrana celular Estrutura fina, flexível e elástica 7,5 a 10 nanômetro de espessura Composição Proteínas 55% Fosfolipídios 25% Colesterol 13% Outros lipídios 4% Carboidratos 3%

42 Membrana celular Estrutura Bicamada lipídica = Fosfolipídios Proteínas Integrais Canais (poros) Carreadores Recceptores Periféricas Enzimas Controladores de transporte

43 Membrana celular Estrutura Carboidratos Combinados com proteínas ou lipídios Glicocálice celular Revestimento externo da membrana Funções Superfície negativamente carregada Adesão a outras células Receptores para hormônios Reações imunes

44 xx/xx44

45 xx/xx45

46 xx/xx46

47 xx/xx47

48 xx/xx48

49 Membrana celular Características Assimetria Fluidez Permeabilidade diferenciada Continuidade Resistência a tração

50 Membrana celular Funções Individualização da célula Transportes moleculares e iônicos Recepção da informação Transmissão da informação Reconhecimento celular Orientação vetorial das reações

51 ESPECIALIZAÇÕES DA MEMBRANA CELULAR

52 Aumento da superfície de trânsito molecular Microvilosidades ID = aumento da superfície de absorção

53 ESPECIALIZAÇÕES DA MEMBRANA CELULAR Coesão intercelular Junções intercelulares Impermeabilização = junções apertadas ou zonulae ocludens Aderência = zonulae adherens e fascia adherens Comunicação = junções hiato ou gap junctions

54 ESPECIALIZAÇÕES DA MEMBRANA CELULAR Desmossomos Aumentam a superfície de adesão celular Ex: células epiteliais

55 ESPECIALIZAÇÕES DA MEMBRANA CELULAR Interdigitações Aumentam a superfície de adesão celular Ex: células epiteliais

56 ESPECIALIZAÇÕES DA MEMBRANA CELULAR Invaginações de base Atuam no transporte de água nas células renais

57 Estrutura da membrana Modelo mosaico fluido Fosfolipídeo Carboidrato Colesterol Sítio de ligação Bicamada fosfolipídica Glicoproteína

58 Modelo mosaico fluido Fosfolipídeo Carboidrato Colesterol Sítio de ligação Bicamada fosfolipídica Glicoproteína Permeabilidade seletiva da membrana

59

60 Retículo endoplasmático (liso e rugoso)

61 Retículo endoplasmático Rede de estruturas vesiculares, tubulares e achatadas Túbulos e vesículas interconectados Paredes de membrana de dupla camada lipídica Sistemas de enzimas conectados às membranas Ribossomos Partículas granulares e minúsculas Ligados à superfície externa do RER Síntese de proteínas

62 Retículo endoplasmático rugoso RE com ribossomos Síntese protéica Retículo endoplasmático liso RE sem ribossomos Síntese lipídica

63 Aparelho ou sistema de Golgi L isossomas Vesículas secretoras

64 Complexo de Golgi Intimamente relacionado com o RE Quatro ou mais camadas de vesículas fechadas, finas e achatadas, empilhadas Dispostas em um dos lados do núcleo Maior desenvolvimento em células secretórias

65 Sistema de endomembranas RER (síntese de Proteínas) REL (síntese de lipídios, transporte de proteínas) Complexo de Golgi Vesícula de secreção Membrana plasmática Lisossoma Formação de cadeias glicídicas Ribossomas

66 Lisossomas Organelas vesiculares Produzidas no Compl. Golgi Dispersos no Citoplasma Pequenos grânulos secretórios Enzimas hidrolíticas ou digestivas Complexo digestivo intracelular

67 Vesículas secretoras Substâncias químicas específicas RE CG citopl Células secretoras

68

69 Peroxissomos Processamento de reações oxidativas Oxidação Quebra de moléculas de ácidos graxos Degradação de água oxigenada e álcool Formação de peróxido de hidrogênio H 2 O 2

70 Mitocôndrias Metabolismo energético da célula ATP Estrutura Membrana externa Membrana interna Cristas = dobras da membrana interna Enzimas oxidativas Matriz mitocondrial Enzimas

71 Mitocôndrias ATP Auto-replicantes

72 Mitocôndrias Membrana interna Membrana externa Espaço intermembrana Ribossomas Cristas

73 Núcleo Cromossomos Cromatina Envelope nuclear Poros nucleares Nucléolo

74 Geralmente esférico RNA ribossômico Núcleo Envelope nuclear poroso DNA

75 Centríolos Formação do fuso na divisão celular Formação de cílios e flagelos Formados por 9 tríades de microtúbulos dispostos a formar um cilindro

76 Cílios e flagelos Prolongamentos finos que crescem a partir da superfície da célula Funções Locomoção celular Capturas de alimentos Limpeza do organismo

77 Cílios Movimento ciliar

78 Citoesqueleto

79


Carregar ppt "FISIOLOGIA CELULAR. Líquidos corporais Sangue Volume correspondente a ~7% do peso 60% – plasma e 40% – eritrócitos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google