A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BIOQUÍMICA 1 PROF. ALEXANDRE S. OSÓRIO ÁGUA SAIS MINERAIS CARBOIDRATOS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BIOQUÍMICA 1 PROF. ALEXANDRE S. OSÓRIO ÁGUA SAIS MINERAIS CARBOIDRATOS."— Transcrição da apresentação:

1 BIOQUÍMICA 1 PROF. ALEXANDRE S. OSÓRIO ÁGUA SAIS MINERAIS CARBOIDRATOS

2 COMPOSIÇÃO QUÍMICA DE MATÉRIA VIVA Principais átomos : C, H, O, N, P, S. Principais átomos : C, H, O, N, P, S. Principais Moléculas; Principais Moléculas; -70% a 80% Água -10% a 15% Proteínas -2% a 3% Lipídios -1% Glicídios -1% Ácidos nucléicos -1% Sais Minerais

3 ÁGUA ("hidróxido de hidrogênio" ou "monóxido de hidrogênio" ou ainda "protóxido de hidrogênio") é uma substância líquida que parece incolor a olho nu em pequenas quantidades, inodora e insípida, essencial a todas as formas de vida, composta por hidrogênio e oxigênio. líquidaincolor quantidadesinodorainsípidalíquidaincolor quantidadesinodorainsípida

4 MOLÉCULA DE ÁGUA

5 PROPRIEDADES DA ÁGUA SOLVENTE UNIVERSAL SOLVENTE UNIVERSAL A água dissolve vários tipos de e, como vários sais e açúcar, e facilita sua interação química, que ajuda metabolismos complexos. A água dissolve vários tipos de substâncias polares e iônicas (hidrofílicas), como vários sais e açúcar, e facilita sua interação química, que ajuda metabolismos complexos.

6 PROPRIEDADES DA ÁGUA ALTO CALOR ESPECÍFICO ALTO CALOR ESPECÍFICO Calor específico é definido como a quantidade de calor que um grama de uma substância precisa absorver para aumentar sua temperatura em 1°C sem que haja mudança de estado físico. Devido ao alto calor específico da água, seres vivos não sofrem variações bruscas de temperatura.

7 PROPRIEDADES DA ÁGUA CALOR DE VAPORIZAÇÃO CALOR DE VAPORIZAÇÃO É a quantidade de calor necessária para que uma substâncias passe de estado líquido para o estado de vapor. Devido ao elevado calor de vaporização da água, uma superfície se resfria quando perde água na forma de vapor É a quantidade de calor necessária para que uma substâncias passe de estado líquido para o estado de vapor. Devido ao elevado calor de vaporização da água, uma superfície se resfria quando perde água na forma de vapor

8 PROPRIEDADES DA ÁGUA CAPILARIDADE CAPILARIDADE Quando a extremidade de um tubo fino de paredes hidrófilas é mergulhada na água, as moléculas dessa substância literalmente sobem pelas paredes internas do tubo, graças a coesão e a adesão entre as moléculas de água.

9 FUNÇÕES DA ÁGUA TRANSPORTE DE SUBSTÂNCIAS TRANSPORTE DE SUBSTÂNCIAS FACILITA REAÇÕES QUÍMICAS FACILITA REAÇÕES QUÍMICAS TERMORREGULAÇÃO TERMORREGULAÇÃO LUBRIFICANTE LUBRIFICANTE REAÇÕES DE HIDRÓLISE REAÇÕES DE HIDRÓLISE EQUILÍBRIO OSMÓTICO EQUILÍBRIO OSMÓTICO EQUILÍBRIO ÁCIDO BASE EQUILÍBRIO ÁCIDO BASE

10 TRANSPORTE DE SUBSTÂNCIAS A presença de água permite a difusão nos seres mais primitivos. A presença de água permite a difusão nos seres mais primitivos. Organismos mais evoluídos apresentam sistemas circulatórios ( hemolinfa, sangue e seiva vegetal). Organismos mais evoluídos apresentam sistemas circulatórios ( hemolinfa, sangue e seiva vegetal). A urina é uma maneira de eliminar toxinas. A urina é uma maneira de eliminar toxinas. As células apresentam-se em estado colóidal (rico em água) o que facilita transporte de substâncias. As células apresentam-se em estado colóidal (rico em água) o que facilita transporte de substâncias.

11 FACILITA REAÇÕES QUÍMICAS Reações químicas ocorrem mais facilmente com os reagentes em estado de solução. Reações químicas ocorrem mais facilmente com os reagentes em estado de solução. Em algumas reações químicas a união entre moléculas ocorre com formação de água como produto (síntese por desidratação). Em algumas reações químicas a união entre moléculas ocorre com formação de água como produto (síntese por desidratação). Reações de quebra de moléculas em que a água participa como reagente são denominadas reações de hidrólise. Reações de quebra de moléculas em que a água participa como reagente são denominadas reações de hidrólise.

12 TERMORREGULAÇÃO Seres vivos só podem existir em uma estreita faixa de temperatura. Seres vivos só podem existir em uma estreita faixa de temperatura. A água evita variações bruscas de temperatura dos organismos. A água evita variações bruscas de temperatura dos organismos. A transpiração diminui a temperatura corporal de mamíferos. A transpiração diminui a temperatura corporal de mamíferos.

13 LUBRIFICANTE Nas articulações e entre os órgãos a água exerce um papel lubrificante para diminuir o atrito entre essas regiões. Nas articulações e entre os órgãos a água exerce um papel lubrificante para diminuir o atrito entre essas regiões. A lágrima diminui o atrito das pálpebras sobre o globo ocular. A lágrima diminui o atrito das pálpebras sobre o globo ocular. A saliva facilita a deglutição dos alimentos. A saliva facilita a deglutição dos alimentos.

14 VARIAÇÕES NA TAXA DE ÁGUA ESPÉCIE ESPÉCIE Água-viva - 98% de água Sementes - 10% de água Espécie humana - 70% de água

15 VARIAÇÕES NA TAXA DE ÁGUA IDADE IDADE Feto humano – 94% de água Recém-nascido – 69% de água Adulto – 60% de água

16 METABOLISMO A quantidade de água é diretamente proporcional à atividade metabólica da célula. A quantidade de água é diretamente proporcional à atividade metabólica da célula. Neurônio – 80% de água Célula óssea – 50% de água

17 METABOLISMO É o conjunto de processos físicos e de reações que ocorrem em um sistema vivo e resulta na montagem ou quebra de moléculas complexas. É constituído por reações anabólicas e catabólicas. É o conjunto de processos físicos e de reações que ocorrem em um sistema vivo e resulta na montagem ou quebra de moléculas complexas. É constituído por reações anabólicas e catabólicas. - Anabolismo = Reações de síntese Absorvem energia Exemplo: fotossíntese - Catabolismo = Reações de degradação Liberam energia Exemplo: respiração

18 SAIS MINERAIS Encontram-se imobilizados em estruturas com função esquelética e de proteção. Encontram-se imobilizados em estruturas com função esquelética e de proteção. Sais de silício – encontrado em carapaças de Diatomáceas e espículas de Poríferos. Carbonato de Cálcio – forma exoesqueleto de moluscos, cascas de ovos e espículas de Poríferos. Fosfato de Cálcio – encontrado no endoesqueleto de vertebrados.

19 Sais Minerais Dissolvidos em água formam íons. Na + /K + - -Equilíbrio osmótico - -Bomba de Na + e K + - -Na + = mais freqüente em animais - -K + = mais freqüente em vegetais

20 Mg Componente da clorofila - -Interação das subunidades dos ribossomos Ca Coagulação sangüínea - -Contração Muscular - -Componente de ossos e dentes

21 Fe Componente de hemoglobina e dos citocromos. - -A carência causa anemia ferropriva. F-F-F-F- - -Anticariogênico - -O excesso causa anomalias dentais (fluorose)

22 I- - -Componente de hormônios da tireóide - -A carência leva a bócio carêncial PO Constituinte de nucleotídeos e do ATP -Evita variações bruscas de pH da célula

23 Em vegetais os minerais podem ser classificados como: Macronutrientes : C, H, O, N, P, K, S, Ca, Mg.Macronutrientes : C, H, O, N, P, K, S, Ca, Mg. Micronutrientes : Fe, B, Mn, Cu, Mb, Cl, ZnMicronutrientes : Fe, B, Mn, Cu, Mb, Cl, Zn

24 Carboidratos Os carboidratos, glicídios ou hidratos de carbono são substâncias orgânicas compostas de carbono, hidrogênio e oxigênio num arranjo determinado. Os carboidratos, glicídios ou hidratos de carbono são substâncias orgânicas compostas de carbono, hidrogênio e oxigênio num arranjo determinado.

25 Monossacarídeos Fórmula geral: C n (H 2 O) n Fórmula geral: C n (H 2 O) n -Trioses C 3 H 6 O 3 -Tetroses C 4 H 8 O 4 -Pentoses C 5 H 10 O 5 – Ribose C 5 H 10 O 4 – Desoxirribose C 5 H 10 O 4 – Desoxirribose -Hexoses C 6 H 12 O 6 – Glicose Frutose Frutose Galactose Galactose

26 RIBOSE E DESOXIRRIBOSE São constituintes dos ácidos nucléicos RNA e DNA respectivamente. ribose

27 GLICOSE - Sintetizada durante a fotossíntese - Representa a única fonte de energia de neurônios e hemácias - Encontrado no mel, açúcar, frutas e sangue.

28 FRUTOSE - Encontrada em frutas

29 GALACTOSE Encontrado no leite Encontrado no leite

30 OLIGOSSACARÍDEOS Os oligossacarídeos são formados pela união de duas a dez moléculas de monossacarídeos com a perda de uma molécula de água por ligação (desidratação). Os oligossacarídeos mais importantes são os dissacarídeos. Os oligossacarídeos são formados pela união de duas a dez moléculas de monossacarídeos com a perda de uma molécula de água por ligação (desidratação). Os oligossacarídeos mais importantes são os dissacarídeos. -SACAROSE -MALTOSE -LACTOSE

31 Síntese x Degradação

32 SACAROSE - Formado pela união de glicose e frutose - Encontrado na cana de açúcar

33 MALTOSE - -Formado pela união de duas moléculas de glicose - -Encontrado no malte

34 LACTOSE -Formado pela união de glicose e galactose -É encontrado no leite

35 POLISSACARÍDEOS Os polissacarídeos são moléculas gigantes constituídas por muitos monossacarídeos ligados uns aos outros; são ditos, por esse motivo, polímeros de monossacarídeos. Os polissacarídeos são moléculas gigantes constituídas por muitos monossacarídeos ligados uns aos outros; são ditos, por esse motivo, polímeros de monossacarídeos. - AMIDO - AMIDO - GLICOGÊNIO - GLICOGÊNIO - CELULOSE - CELULOSE - QUITINA - QUITINA

36 AMIDO -É um polímero de glicose (+ de 1400 moléculas de glicose) -Reserva energética vegetal -Encontrado em frutos, sementes, caules e raízes -Detectado pelo corante à base de iodo denominado Lugol.

37 GLICOGÊNIO -Formado por cerca de moléculas de glicose -Polissacarídeo de reserva energética animal e de fungos -Em animais é encontrado principalmente no fígado e nos músculos

38 CELULOSE -Formada por moléculas de glicose -Reforço esquelético de vegetais -Digerida por Metazoários que apresentam microrganismo no trato digestório – protozoários (cupim) ou bactérias (boi) -Não é digerida pelo organismo humano -Constitui as fibras vegetais de nossa dieta

39 QUITINA - Polissacarídeo que apresente nitrogênio em sua composição - É encontrado no exoesqueleto de artrópodes, nas cerdas dos anelídeos poliquetas, na rádula de certos moluscos e parede celular de fungos


Carregar ppt "BIOQUÍMICA 1 PROF. ALEXANDRE S. OSÓRIO ÁGUA SAIS MINERAIS CARBOIDRATOS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google