A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO ORAL E ESCRITA Prof. Franthiesco Ballerini

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO ORAL E ESCRITA Prof. Franthiesco Ballerini"— Transcrição da apresentação:

1 TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO ORAL E ESCRITA Prof. Franthiesco Ballerini

2 CONVENCER X PERSUADIR UM DISCURSO QUE DESEJA CONVENCER É DIRIGIDO À RAZÃO PELO RACIOCÍNIO LÓGICO E PROVAS OBJETIVAS, ATINGINDO UNIVERSOS GRANDES. DISCURSO QUE PREDENTE PERSUADIR TEM UM CARÁTER MAIS IDEOLÓGICO, SUBJETIVO E INTEMPORAL: BUSCA ATINGIR A VONTADE E O SENTIMENTO DO INTERLOCUTOR POR MEIO DE ARGUMENTOS PLAUSÍVEIS E VEROSSÍMEIS, ATINGINDO UNIVERSO PARTICULAR. A PUBLICIDADE É UM EXEMPLO NOTÁVEL DE DISCURSO PERSUASIVO, PARA DESENCADEAR O CONSUMO.

3 ARTE RETÓRICA – ARISTÓTELES: TRÊS GÊNEROS DA RETÓRICA DELIBERATIVO (FUTURO): DELIBERA ACONSELHANDO OU DESACONSELHANDO UMA AÇÃO FUTURA (O CAMPO DA PUBLICIDADE) JUDICIÁRIO (PASSADO): ACUSAÇÃO OU DEFESA INCIDE SOBRE FATOS PRETÉRITOS (JORNALISMO) DEMONSTRATIVO (PRESENTE): LOUVAR OU CENSURAR, SE LEVA EM CONTA O ESTADO ATUAL DAS COISAS.

4 QUATRO ETAPAS DO DISCURSO EXÓRDIO – INTRODUÇÃO DO DISCURSO, O QUE PRETENDE DIZER. NARRAÇÃO – MENCIONAM FATOS CONHECIDOS, ILUSTRAR O ASSUNTO. PROVAS – DEMONSTRATIVAS, PODEM SE TIRAR EXEMPLOS DO PASSADO E DO PRESENTE PERORAÇÃO: EPÍLOGO. 1) PREDISPOR O OUVINTE EM NOSSO FAVOR. 2) AMPLIFICAR OU ATENUAR O QUE FOI DITO. 3) EXCITAR AS PAIXÕES DO OUVINTE. 4) RECAPITULAÇÃO (SENDO ASSIM, FAÇA TAL COISA).

5 Q UATRO ETAPAS DO DISCURSO ATUALMENTE, O LEITOR BUSCA LER INFORMAÇÕES JORNALÍSTICAS E VER PUBLICIDADE. PORTANTO, OS TEXTOS PUBLICITÁRIOS TEM QUE SER BREVES, SINTETIZADOS E ÀS VEZES COM ALGUMAS ETAPAS SOBREPOSTAS.

6 Q UATRO ETAPAS DO DISCURSO UNIDADE O ANÚNCIO DEVE TER UMA ÚNICA PROPOSIÇÃO DE VENDA, DESENVOLVIDA AO LONGO DO TEXTO. O TEXTO PODE TER VARIEDADE, MAS DENTRO DE UM TEMA CENTRAL. OU SEJA, NÃO PODE ABORDAR DOIS TEMAS DIFERENTES NUMA SÓ PEÇA PUBLICITÁRIA. ESTRUTURA CIRCULAR O TEMA DEVE COMEÇAR NO TÍTULO, NO DISCURSO E IR ATÉ O ENCERRAMENTO, COMO UMA COBRA QUE MORDE A PRÓPRIA CAUDA. TEXTO EM CIRCUITO FECHADO EVITA QUESTIONAMENTO E OBJETIVA O LEITOR A CONCLUSÕES DEFINITIVAS. UMBERTO ECO DIZ QUE O DISCURSO PERSUASIVO PRESCREVE-NOS O QUE DEVEMOS DESEJAR, COMPREENDER, TEMER, QUERER E NÃO QUERER.

7 ESCOLHA LEXICAL CONSTRUÇÃO DE UMA MENSAGEM PERSUASIVA É FRUTO DE UMA CUIDADOSA PESQUISA DE PALAVRAS. OPTAR POR ESTE OU AQUELE TERMO NÃO É UMA ATITUDE ARBITRÁRIA, MAS SIM IDEOLÓGICA. O JORNALISMO TAMBÉM USA ISSO (COMO A COBERTURA DO SEM-TERRA, QUE USA TERMOS COMO INVADIR TERRENOS, ENQUANTO O MOVIMENTO USA O VERBO OCUPAR). COMO A HISTÓRIA QUE DIZ QUE OS PORTUGUESES DESCOBRIRAM O BRASIL (JUSTIFICANDO A COLONIZAÇÃO) EM VEZ DE CHEGARAM AO BRASIL. NA PUBLICIDADE, AS PALAVRAS PRECISAM CRIAR INTIMIDADE COM O LEITOR, SIMULAR UM DIÁLOGO QUE EM REALIDADE É IMPROVÁVEL.

8 FIGURAS DE LINGUAGEM USADAS PARA AMPLIAR A EXPRESSIVIDADE DA MENSAGEM E POR ISSO FORAM LEVADAS PARA O DISCURSO PERSUASIVO. AS FIGURAS DE SINTAXE SÃO, POR EXEMPLO: - SINTAXE: ELIPSE, PLEONASMO, INVERSÃO, ONOMATOPÉIA ETC. - PALAVRAS: METÁFORA, METONÍMIA (USAR UM TERMO NO LUGAR DE OUTRO, BEBEU O CÁLICE TODO EM VEZ DE BEBEU O LÍQUIDO QUE ESTAVA NO CÁLICE TODO). - FIGURAS DE PENSAMENTO: ANTÍTESE, HIPÉRBOLE, GRADAÇÃO, EUFEMISMO, IRONIA, RETIFICAÇÃO

9 FUNÇÃO CONATIVA SEGUNDO A PROPOSTA DE JACOBSON, AS FUNÇÕES DA LINGUAGEM PODEM SER: - REFERENCIAL: MENSAGEM DENOTANDO COISAS REAIS, FOCALIZANDO UM OBJETO (ESTE É UM LIVRO). - EMOTIVA: EMISSOR FALA DE SI MESMO, DÁ VAZÃO AOS SEUS SENTIMENTOS, USA PRIMEIRA PESSOA. - CONATIVA OU IMPERATIVA: FORTE APELO AO RECEPTOR, REPRESENTANDO UMA ORDEM (CONTINUE LENDO). - FÁTICA: ENUNCIADO FINGE DESPERTAR EMOÇÕES, MAS QUER VERIFICAR SE O CANAL DE COMUNICAÇÃO ESTÁ VIVO, OPERANDO (AS SAUDAÇÕES, OS CUMPRIMENTOS DE). - METALINGUISTICA: MENSAGEM QUE ELEGE OUTRA MENSAGEM PARA SEU OBJETO (A PALAVRA OI É UM EXEMPLO) - ESTÉTICA OU POÉTICA: MENSAGEM ESTRUTURADA DE MODO AMBÍGUO, PRETENDE ATRAIR A ATENÇÃO DO DESTINATÁRIO POR SUA FORMA (VIVA A VIDA!).

10 FUNÇÃO CONATIVA UMA MENSAGEM PUBLICITÁRIA PODE CONTER TODAS ESTAS FUNÇÕES, MAS COSTUMA PREVALECER A CONATIVA. PARA OCULTAR QUE O PRODUTO É FRUTO DE PRODUÇÃO SERIALIZADA E DESUMANIZADA, A PUBLICIDADE GLAMURIZA A MERCADORIA, DANDO-LHE IDENTIDADE, SENDO O HOMEM- CONSUMIDOR UM SER ESPECIAL.

11 ESTEREÓTIPOS FÓRMULAS JÁ CONSAGRADAS EM CÓDIGOS VISUAIS (DONA DE CASA BONITA DE LIMPA DE AVENTAL) E LINGÚISTICOS (A UNIÃO FAZ A FORÇA, SER MÃE É PADECER NO PARAÍSO). COMO JÁ É TIDO COMO VERDADE PELO PÚBLICO, IMPEDE O QUESTIONAMENTO DO QUE ESTÁ SENDO COMUNICADO.

12 SUBSTITUIÇÃO DE NOMES ASSIM COMO O JORNALISMO, A PUBLICIDADE MUDA CERTAS PALAVRAS PARA INFLUENCIAR POSITIVAMENTE O DESTINATÁRIO. AMBOS SUBSTITUEM A PALAVRA CAPITALISMO POR LIVRE INICIATIVA, A PALAVRA DOMÍNIO EMPRESARIAL POR GLOBALIZAÇÃO, ANOS POR PRIMAVERAS. SÃO EUFEMISMOS, FIGURAS QUE ATENUAM ALGUNS CONTEÚDOS.

13 CRIAÇÃO DE INIMIGOS DISCURSOS PERSUASIVOS CRIAM FREQUENTEMENTE INIMIGOS. É FUNDAMENTAL ESTAR SEMPRE LUTANDO CONTRA ALGUM OPOSITOR. DETERGENTES QUE SE POSICIONAM CONTRA A SUGEIRA, ASPIRADORES CONTRA OS ÁCAROS, ANALGÉSICOS CONTRA A DOR DE CABEÇA.

14 APELO À AUTORIDADE USAR ESPECIALISTAS QUE DÃO TESTEMUNHO FAVORÁVEL. ESTA ARMA VEM DA IDADE MÉDIA, QUANDO A VERDADE VINHA DAS AUTORIDADES E NÃO DE PROVAS MOSTRADAS E ANALISADAS COM O USO DE RACIOCÍNIO INDEPENDENTE. A PUBLICIDADE USA DENTISTA, MÉDICOS, ATLETAS, CELEBRIDADES, PARA DAR CRÍVEL DE VERDADEIRO.

15 AFIRMAÇÃO E REPETIÇÃO A PROPAGANDA NÃO PODE DAR MARGEM A DÚVIDAS, DEVE APREGOAR A ADESÃO (ABRA SUA CONTA, BEBA COCA-COLA). A REPETIÇÃO TEM COMO OBJETIVO MINAR A OPINIÃO CONTRÁRIA DO RECEPTOR POR MEIO DA REITERAÇÃO. SLOGANS INSISTENTEMENTE REPETIDOS. POR ISSO O TERMO PROPAGANDA VEIO DE PROPAGARE (TÉCNICA DE JARDINEIRO DE CRAVAR NO SOLO OS REBENTOS NOVOS DAS PLANTAR PARA REPRODUZIR NOVAS PLANTAS QUE TERÃO VIDA PRÓPRIA). UMA AÇÃO NITIDAMENTE REPETITIVA. O TERMO FOI USADO PELA PRIMEIRA VEZ PELA IGREJA CATÓLICA EM 1633, PELO PAPA URBANO 8, QUE INSTITUIU O CONGREGATIO DE PRAPAGANDA FIDE (CONGREGAÇÃO DA PROPAGANDA).

16 N ARRATIVA PUBLICITÁRIA EXEMPLO SOFT COLOR EXÓRDIO: CABEÇA NÃO FOI FEITA SÓ PARA PENSAR NARRAÇÃO: 1º PARÁG.(ASSUNTO BELEZA E INTELIGÊNCIA DA MULHER / PRODUTO QUE NÃO É TINTURA) RACIOCÍNIOS BRILHANTES ATÉ A COR MAIS BONITA....

17 N ARRATIVA PUBLICITÁRIA PROVAS ISSO PORQUE E VAI ATÉ COR DA MODA (QUANDO AFIRMA QUE SOFT COLOR É UMA FÓRMULA EXCLUSIVA, RESPEITA AS CARACTERÍSTICAS NATURAIS DO CABELO). PERORAÇÃO PROPÕE A UTILIZAÇÃO DO PRODUTO EXPERIMENTE SOFT COLOR DA WELLA SINTETIZA ARGUMENTOS VOCÊ VAI FICAR MAIS BONITA ATÉ EM PENSAMENTO

18 N ARRATIVA PUBLICITÁRIA A ESCOLHA LEXICAL EX. SOFT COLOR – LIMITAÇÃO VALORIZAR / COLORAÇÃO SUAVE / COR MAIS BONITA / AQUELE CHEIRO FORTE / AGRADAM TANTO

19 E SCOLHA LEXICAL As escolhas lexicais que fazemos, seja na modalidade oral, seja na escrita, mantêm uma estreita relação com a semântica. Ou seja, ao fazermos uso desta ou daquela palavra, temos, necessariamente, de estar a par do seu verdadeiro significado.

20 F IGURAS DE LINGUAGEM REFERENCIAL – A MENSAGEM DENOTA COISAS REAIS. EX. O ASSUNTO EM QUESTÃO É O TEXTO PUBLICITÁRIO EMOTIVA – O EMISSOR FALA DE SI MESMO. EX. ESTOU SOFRENDO A FELICIDADE CONATIVA – O ATO COMUNICATIVO EXTERNA FORTE APELO AO RECEPTOR, REPRESENTA UMA ORDEM. EX. FAÇA A SUA INSCRIÇÃO FÁTICA – O ENUNCIADO FINGE DESPERTAR EMOÇÕES, MAS EM VERDADE PRETENDE VERIFICAR SE O CONTATO INTERLOCUTOR ESTÁ VIVO. EX. AS SAUDAÇÕES, OS CUMPRIMENTOS.

21 F IGURAS DE LINGUAGEM METALINGÜÍSTICA – A MENSAGEM ELEGE OUTRA MENSAGEM PARA SEU OBJETO. EX. A PALAVRA OI É UM EXEMPLO DE FUNÇÃO FÁTICA POÉTICA – A MENSAGEM ESTÁ ESTRUTURADA EM MODO AMBÍGUO E PRETENDE ATRAIR A ATENÇÃO DO DESTINATÁRIO PARA SUA PRÓPRIA FORMA. VIVA A VAIA!

22 USO VITAL DA FUNÇÃO CONATIVA AUMENTA O PODER DE SEDUÇÃO DO TEXTO O CENTRO É O LEITOR EMISSOR FALA INTIMAMENTE COM O DESTINATÁRIO LEVA EM CONTA O QUE O LEITOR PENSE E DESEJA SABER O TEXTO É FOCADO NA 2ª PESSOA, VERBO NO IMPERATIVO VOCÊ, LIGUE CONSTRUÇÃO DO TEXTO DIONISÍACO - EMOCIONAL

23 F OCO NARRATIVO 1ª PESSOA: NARRADOR PRESENTE NA NARRATIVA, COMO PERSONAGEM PRINCIPAL OU SECUNDÁRIO. EX. CONTAR UMA HISTÓRIA / SUGESTIONAR, TESTEMUNHAR. _3ª PESSOA (ONISCIENTE): NARRADOR SABE TUDO SOBRE OS PERSONAGENS (ATÉ PENSAMENTOS E SENTIMENTOS ) E FAZ COMENTÁRIOS E CRÍTICAS. _3ª PESSOA (OBSERVADOR): NARRADOR CONHECE TUDO SOBRE OS PERSONAGENS, MAS MANTÉM-SE NEUTRO, SEM INVADIR O MUNDO INTERIOR DELES. FOCO NARRATIVO: _1ª PESSOA – CAUSA UM EFEITO MAIOR DE SUBJETIVIDADE. _3ª PESSOA – CAUSA UM EFEITO MAIOR DE OBJETIVIDADE.

24 INTERTEXTUALIDADE DIÁLOGO ENTRE TEXTOS (CITAÇÕES IMPLÍCITAS): _PARÓDIAS – CONTESTAM, RIDICULARIZAM, POLEMIZA COM AS IDÉIAS DE OUTRO TEXTO. _PARÁFRASES – REAFIRMA AS IDÉIAS DE OUTRO TEXTO.

25 CONSTELAÇÃO SEMÂNTICA UMA DAS FORMAS DE SE ESTRUTURAR O TEXTO COM UMA RETÓRICA DIFERENCIADA. _COMO CONSTRUÍ-LA? ELABORAR O TEXTO, UTILIZANDO PALAVRAS E EXPRESSÕES DO UNIVERSO LINGÜÍSTICO DO PRODUTO / MARCA / ASSUNTO (GANCHO NATURAL)

26 ANÚNCIOS NARRATIVOS _ SÃO ANÚNCIOS EM QUE O TEXTO CONTA UMA HISTÓRIA, SOBRETUDO EM PEÇAS INSTITUCIONAIS. EM ANÚNCIOS ASSIM CONSTRUÍDOS, O PRODUTO PASSA A SER UM ELEMENTO INSERIDO PELA HISTÓRIA DE FORMA SUTIL.

27 A NÚNCIOS NARRATIVOS _ SÃO ANÚNCIOS CRIADOS COM A FINALIDADE DE LEVAR O LEITOR A INTERAGIR COM O SUPORTE (O MEIO EM QUE A PROPAGANDA ESTÁ SENDO VEICULADA), OBRIGANDO-O NÃO APENAS A LER, MAS A TER ALGUM TIPO DE AÇÃO PARA COMPREENDER TODA A COMUNICAÇÃO.

28 ANÚNCIO DO ONIRISMO _ ESTE TIPO DE ANÚNCIO FAZ O CONSUMIDOR SONHAR ACORDADO, VIVER NO REINO DA FANTASIA, DO IMAGINÁRIO. EXEMPLOS: - COMPRE O FUTURO ANTES QUE ELE CHEGUE... - X É O ÚNICO E FARÁ VOCÊ UMA PESSOA DIFERENTE. -...TEM O SABOR QUE SÓ PROVANDO VOCÊ SABERÁ.

29 ANÚNCIO DE POSITIVIDADE ELE OBJETIVA PROMOVER O PRAZER POR MEIO DE SEU DISCURSO POSITIVO, NO QUAL EXALTA A ALEGRIA, A MODA, O NÃO-ESFORÇO, AS BOAS BEBIDAS, AS DIVERSÕES. EXEMPLOS: - SER MODERNO É BUSCAR... - O QUE BUSCA HÁ TEMPO, ENCONTRA-O AQUI... - ESTAMOS ABERTOS A TODOS SEUS DESEJOS

30 ANÚNCIO DE NOVIDADE O QUE É INESPERADO, ORIGINAL E ATRAENTE, FORÇOSAMENTE SERÁ MAIS OBSERVADO E MAIS ACEITO; PORTANTO TERÁ MAIOR PODER DE PERSUADIR E DE INDUZIR AO CONSUMO – FARÁ MAIS EFEITO. EXEMPLOS: - JÁ DESCOBRIU O QUE É SER MODERNO? O SEGREDO NÓS O TEMOS. - COM... VOCÊ TERÁ A APARÊNCIA MODERNA.

31 ANÚNCIO DE SEDUÇÃO O DISCURSO PUBLICITÁRIO SEMPRE OCULTA MAIS DO QUE DIZ, SEMPRE TEM MAIS DE SUPERFICIAL DO QUE DE PROFUNDO, TEM MAIS DE CONOTATIVO DO QUE DE REFERENCIAL. EXEMPLOS: - VOCÊ TERÁ OUTRO ENCANTO COM... - A MAGIA DO SABOR ESTÁ EM... - FAZEMOS TUDO POR AMOR...

32 ANÚNCIO DE HEDONISMO _ É O CONSUMO DO PRAZER COMO ELEMENTO ESTRATÉGICO DA PUBLICIDADE QUE ENFATIZA O ANÚNCIO COMO DIREITO LEGÍTIMO DE REALIZAÇÃO HUMANA. EXEMPLOS: - SÓ AQUELE QUE TEM BOM GOSTO COMPRA... - X É MAIS QUE UM SIMPLES PRAZER, É REALIZAÇÃO PESSOAL. - TANTO CONFORTO E BEM-ESTAR, SÓ COM...

33 ANÚNCIO DE NARCISISMO _ É A SEDUÇÃO NARCISISTA TÃO DIVULGADA PELA PUBLICIDADE E QUE OPERA MILAGRES PELO USO DE CREMES, PROTETORES SOLARES, REVITALIZANTES, FORTIFICANTES, PERFUMES ETC. EXEMPLOS: - SUA PELE MERECE... - DESCUBRA A MARAVILHA DE... - O VELHO MAIS BELO E GOSTOSO QUE VOCÊ ADORARÁ.


Carregar ppt "TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO ORAL E ESCRITA Prof. Franthiesco Ballerini"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google