A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MÓDULO GESTÃO DE VENDAS AULA 3 Prof. Gildo Neves Baptista jr.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MÓDULO GESTÃO DE VENDAS AULA 3 Prof. Gildo Neves Baptista jr."— Transcrição da apresentação:

1 MÓDULO GESTÃO DE VENDAS AULA 3 Prof. Gildo Neves Baptista jr

2 DESENVOLVIMENTO PESSOAL Aula passada:

3 Desenvolvimento Pessoal Postura diz respeito à maneira como o indivíduo se relaciona com seus semelhantes na sociedade, na família e nas organizações. Postura diz respeito à maneira como o indivíduo se relaciona com seus semelhantes na sociedade, na família e nas organizações.

4 Desenvolvimento Pessoal FALTA DE ÉTICA PROFISSIONAL 1 o - Atender mal o cliente ( Interno ou Externo) 2 o - Defender a empresa a qualquer preço, mesmo inconseqüentemente, trazendo prejuízos à imagem da organização, deixando o cliente por baixo(relação GANHA- PERDE) 2 o - Defender a empresa a qualquer preço, mesmo inconseqüentemente, trazendo prejuízos à imagem da organização, deixando o cliente por baixo(relação GANHA- PERDE)

5 Desenvolvimento Pessoal Mantenha seu corpo em posição poderosa: 1- Ombros erguidos, 2- Semblante aberto; 3- Quando tiver sentado: as coisas recostadas no espaldar, ligeira inclinação para adiante. 4- Um sorriso no rosto.

6 Desenvolvimento Pessoal POSITIVAS Satisfação no atendimento ao cliente; Satisfação no atendimento ao cliente; Orgulho pelo que faz; Competência no exercício da função; Disponibilidade para o cliente.

7 Desenvolvimento Pessoal NEGATIVAS Descaso pelo Cliente; Insatisfação no Trabalho; Demonstração de Cansaço; Má vontade no Atendimento Má vontade no Atendimento Desinteresse o pelo Cliente; Incompetência.

8 Desenvolvimento Pessoal Para atingir a Excelência na Gestão de Vendas é fundamental uma boa Comunicação com os outros Para atingir a Excelência na Gestão de Vendas é fundamental uma boa Comunicação com os outros

9 COMPORTAMENTO E ATITUDE Aula de hoje

10 Desenvolvimento Pessoal O QUE FAZER PARA UMA APARÊNCIA SIMPÁTICA E PROFISSIONAL?

11 Desenvolvimento Pessoal Vestir-se bem, porém com discrição;

12 Desenvolvimento Pessoal Vestir-se bem, porém com discrição; Usar roupas limpas e passadas; Usar roupas limpas e passadas;

13 Desenvolvimento Pessoal Vestir-se bem, porém com discrição; Usar roupas limpas e passadas; Usar roupas limpas e passadas; Abotoar-se adequadamente; Abotoar-se adequadamente;

14 Desenvolvimento Pessoal Vestir-se bem, porém com discrição; Usar roupas limpas e passadas; Usar roupas limpas e passadas; Abotoar-se adequadamente; Abotoar-se adequadamente; Manter-se em moda discreta; Manter-se em moda discreta;

15 Desenvolvimento Pessoal Vestir-se bem, porém com discrição; Usar roupas limpas e passadas; Usar roupas limpas e passadas; Abotoar-se adequadamente; Abotoar-se adequadamente; Manter-se em moda discreta; Manter-se em moda discreta; Usar sapatos limpos e em bom estado Usar sapatos limpos e em bom estado

16 Desenvolvimento Pessoal Vestir-se bem, porém com discrição; Usar roupas limpas e passadas; Usar roupas limpas e passadas; Abotoar-se adequadamente; Abotoar-se adequadamente; Manter-se em moda discreta; Manter-se em moda discreta; Usar sapatos limpos e em bom estado Usar sapatos limpos e em bom estado Ter cuidado com a higiene pessoal; Ter cuidado com a higiene pessoal;

17 Desenvolvimento Pessoal Vestir-se bem, porém com discrição; Usar roupas limpas e passadas; Usar roupas limpas e passadas; Abotoar-se adequadamente; Abotoar-se adequadamente; Manter-se em moda discreta; Manter-se em moda discreta; Usar sapatos limpos e em bom estado Usar sapatos limpos e em bom estado Ter cuidado com a higiene pessoal; Ter cuidado com a higiene pessoal; Manter-se barbeado ( homem); Manter-se barbeado ( homem);

18 Desenvolvimento Pessoal Vestir-se bem, porém com discrição; Usar roupas limpas e passadas; Usar roupas limpas e passadas; Abotoar-se adequadamente; Abotoar-se adequadamente; Manter-se em moda discreta; Manter-se em moda discreta; Usar sapatos limpos e em bom estado Usar sapatos limpos e em bom estado Ter cuidado com a higiene pessoal; Ter cuidado com a higiene pessoal; Manter-se barbeado ( homem); Manter-se barbeado ( homem); Manter-se maquiada ( mulher), mas com discrição; Manter-se maquiada ( mulher), mas com discrição;

19 Desenvolvimento Pessoal Vestir-se bem, porém com discrição; Usar roupas limpas e passadas; Usar roupas limpas e passadas; Abotoar-se adequadamente; Abotoar-se adequadamente; Manter-se em moda discreta; Manter-se em moda discreta; Usar sapatos limpos e em bom estado Usar sapatos limpos e em bom estado Ter cuidado com a higiene pessoal; Ter cuidado com a higiene pessoal; Manter-se barbeado ( homem); Manter-se barbeado ( homem); Manter-se maquiada ( mulher), mas com discrição; Manter-se maquiada ( mulher), mas com discrição; manter os cabelos limpos e penteados. manter os cabelos limpos e penteados.

20 Desenvolvimento Pessoal VESTIR-SE BEM É UMA QUESTÃO DE BOM GOSTO, NÃO DE GRIFFE VESTIR-SE BEM É UMA QUESTÃO DE BOM GOSTO, NÃO DE GRIFFE

21 COMPORTAMENTO E ATITUDE COMPORTAMENTO GERANDO COMPORTAMENTO Nem sempre as pessoas percebem que possuem em si mesmas uma arma poderosíssima, capaz de modificar o comportamento das pessoas com quem convivem no dia-a-dia: SEU PRÓPRIO COMPORTAMENTO. Sabendo usar essa arma de forma eficiente, você pode tornar-se extremamente eficaz nas relações com os outros. Os princípios básicos da correta utilização desse novo conhecimento são os seguintes: COMPORTAMENTO – GERA – PRODUZ – COMPORTAMENTO

22 COMPORTAMENTO E ATITUDE MINHA ATITUDE GROSSEIRA PRODUZ NAQUELE QUE SE RELACIONA COMIGO PRODUZ NAQUELE QUE SE RELACIONA COMIGO UMA ATITUDE IGUALMENTE GROSSEIRA.

23 COMPORTAMENTO E ATITUDE MINHA ATITUDE SIMPÁTICA E AGRADÁVEL LEVA MEU INTERLOCUTOR A AGIR COM SIMPATIA E CORDIALIDADE. LEVA MEU INTERLOCUTOR A AGIR COM SIMPATIA E CORDIALIDADE.

24 COMPORTAMENTO E ATITUDE VOCÊ PODE: ESCOLHER = DETERMINAR ESCOLHER = DETERMINAR SEU COMPORTAMENTO Cada um de nós escolhe/determina que atitude assumir diante do fato: Explosão ou Firmeza, Grito ou Sobriedade, Carranca ou Sorriso. Cada um de nós escolhe/determina que atitude assumir diante do fato: Explosão ou Firmeza, Grito ou Sobriedade, Carranca ou Sorriso.

25 COMPORTAMENTO E ATITUDE VOCÊ PODE USAR SEU COMPORTAMENTO PARA: AJUDAR um relacionamento ou transação AJUDAR um relacionamento ou transação ou ou DIFICULTAR um relacionamento ou transação

26 COMPORTAMENTO E ATITUDE VOCÊ É O ARQUITETO DAS SUA RELAÇÕES. Às vezes, levamos anos afastados de pessoas que nos são caras, transferindo culpas e responsabilidades para os outros: eles são sempre os culpados. Nunca nos damos conta de que nós é que devemos estabelecer a relação ótima. Às vezes, levamos anos afastados de pessoas que nos são caras, transferindo culpas e responsabilidades para os outros: eles são sempre os culpados. Nunca nos damos conta de que nós é que devemos estabelecer a relação ótima.

27 COMPORTAMENTO E ATITUDE PORTANTO AO LIDAR COM O PÚBLICO: SEJA PACIENTE! SEJA PACIENTE! SEJA COMPREENSIVO! SEJA COMPREENSIVO! SEJA PROFISSIONAL! SEJA PROFISSIONAL! A IMAGEM DA EMPRESA É VOCÊ!!!

28 COMPORTAMENTO E ATITUDE Não permita que seus problemas pessoais interfiram na sua relação com o outro. Lembre-se: para ajudar na relação com o outro você pode agir de duas maneiras : VISUALMENTE e VERBALMENTE.

29 COMPORTAMENTO E ATITUDE VISUALMENTE: Olhe para as pessoas enquanto fala e seja atento: 1- Incline-se para à frente 1- Incline-se para à frente 2- Use gestos abertos 2- Use gestos abertos

30 COMPORTAMENTO E ATITUDE VERBALMENTE: Assinale a presença da pessoa logo que possível Assinale a presença da pessoa logo que possível (Ela se sentira prestigiada e se disporá a uma relação amigável com você): (Ela se sentira prestigiada e se disporá a uma relação amigável com você): 1- Use a nome da pessoa enquanto se relaciona com ela. 2- Confirme que está ouvindo e demonstre que compreendeu 2- Confirme que está ouvindo e demonstre que compreendeu

31 COMPORTAMENTO E ATITUDE CONCLUSÃO 1.Seu comportamento pode gerar o comportamento daquele com quem você se relaciona.

32 COMPORTAMENTO E ATITUDE CONCLUSÃO 1. Seu comportamento pode gerar o comportamento daquele com quem você se relaciona. 2. É você quem escolhe/determina a atitude que quer usar no relacionamento com o outro.

33 COMPORTAMENTO E ATITUDE CONCLUSÃO 1. Seu comportamento pode gerar o comportamento daquele com quem você se relaciona. 2. É você quem escolhe/determina a atitude que quer usar no relacionamento com o outro. 3. Se você for cordial e acolhedor, o outro também se tornará cordial e acolhedor. 3. Se você for cordial e acolhedor, o outro também se tornará cordial e acolhedor.

34 COMPORTAMENTO E ATITUDE CONCLUSÃO 1. Seu comportamento pode gerar o comportamento daquele com quem você se relaciona. 2. É você quem escolhe/determina a atitude que quer usar no relacionamento com o outro. 3. Se você for cordial e acolhedor, o outro também se tornará cordial e acolhedor. 3. Se você for cordial e acolhedor, o outro também se tornará cordial e acolhedor. 4. Sempre que estiver numa relação face a face, olhe para o outro e faça sempre gestos abertos.

35 COMPORTAMENTO E ATITUDE CONCLUSÃO 1. Seu comportamento pode gerar o comportamento daquele com quem você se relaciona. 2. É você quem escolhe/determina a atitude que quer usar no relacionamento com o outro. 3. Se você for cordial e acolhedor, o outro também se tornará cordial e acolhedor. 3. Se você for cordial e acolhedor, o outro também se tornará cordial e acolhedor. 4. Sempre que estiver numa relação face a face, olhe para o outro e faça sempre gestos abertos. 5. Ao telefone, tome nota dos dados importantes e demonstre que compreendeu a mensagem. 5. Ao telefone, tome nota dos dados importantes e demonstre que compreendeu a mensagem.

36 COMPORTAMENTO E ATITUDE CONCLUSÃO 1. Seu comportamento pode gerar o comportamento daquele com quem você se relaciona. 2. É você quem escolhe/determina a atitude que quer usar no relacionamento com o outro. 3. Se você for cordial e acolhedor, o outro também se tornará cordial e acolhedor. 3. Se você for cordial e acolhedor, o outro também se tornará cordial e acolhedor. 4. Sempre que estiver numa relação face a face, olhe para o outro e faça sempre gestos abertos. 5. Ao telefone, tome nota dos dados importantes e demonstre que compreendeu a mensagem. 5. Ao telefone, tome nota dos dados importantes e demonstre que compreendeu a mensagem. 6. Diga o nome da pessoa - todos gostam de ouvir o próprio nome. 6. Diga o nome da pessoa - todos gostam de ouvir o próprio nome.

37 COMPORTAMENTO E ATITUDE CONCLUSÃO 1. Seu comportamento pode gerar o comportamento daquele com quem você se relaciona. 2. É você quem escolhe/determina a atitude que quer usar no relacionamento com o outro. 3. Se você for cordial e acolhedor, o outro também se tornará cordial e acolhedor. 3. Se você for cordial e acolhedor, o outro também se tornará cordial e acolhedor. 4. Sempre que estiver numa relação face a face, olhe para o outro e faça sempre gestos abertos. 5. Ao telefone, tome nota dos dados importantes e demonstre que compreendeu a mensagem. 5. Ao telefone, tome nota dos dados importantes e demonstre que compreendeu a mensagem. 6. Diga o nome da pessoa - todos gostam de ouvir o próprio nome. 6. Diga o nome da pessoa - todos gostam de ouvir o próprio nome. 7. Use sempre uma linguagem profissional.

38 COMPORTAMENTO E ATITUDE CONCLUSÃO 1. Seu comportamento pode gerar o comportamento daquele com quem você se relaciona. 2. É você quem escolhe/determina a atitude que quer usar no relacionamento com o outro. 3. Se você for cordial e acolhedor, o outro também se tornará cordial e acolhedor. 3. Se você for cordial e acolhedor, o outro também se tornará cordial e acolhedor. 4. Sempre que estiver numa relação face a face, olhe para o outro e faça sempre gestos abertos. 5. Ao telefone, tome nota dos dados importantes e demonstre que compreendeu a mensagem. 5. Ao telefone, tome nota dos dados importantes e demonstre que compreendeu a mensagem. 6. Diga o nome da pessoa - todos gostam de ouvir o próprio nome. 6. Diga o nome da pessoa - todos gostam de ouvir o próprio nome. 7. Use sempre uma linguagem profissional. 8. Desculpe-se por alguma demora

39 COMPORTAMENTO E ATITUDE COMPORTAMENTO GERA COMPORTAMENTO Nem sempre as pessoas percebem que possuem em si mesmas uma arma poderosíssima, capaz de modificar o comportamento das pessoas com quem convivem no dia-a-dia: SEU PRÓPRIO COMPORTAMENTO.

40 COMPORTAMENTO E ATITUDE Sabendo usar essa arma de forma eficiente, você pode tornar-se extremamente eficaz nas relações com os outros. Os princípios básicos da correta utilização desse novo conhecimento são os seguintes: COMPORTAMENTO: GERA-PRODUZ-MODELA= COMPORTAMENTO

41 COMPORTAMENTO E ATITUDE Nem todos os que tentaram conseguiram; mas todos os que conseguiram com certeza tentaram. Nem todos os que tentaram conseguiram; mas todos os que conseguiram com certeza tentaram.anônimo

42 A QUALIDADE PESSOAL COMO BASE DE TODAS AS QUALIDADES ATIVIDADE Listar quais os profissionais que você se relaciona durante o mês e qualifique as ações deles com um nota, ou seja, você, enquanto consumidor, liste os profissionais e dê notas a eles de 0 a 10 quanto o grau de profissionalismo e simpatia deles. ATIVIDADE Listar pelo menos 20 profissionais. Exemplo: 1- José da silva, padeiro, seu profissionalismo e simpatia tem nota 8.

43 Desenvolvimento Pessoal Participar do Fórum Participar do Fórum Entrar no Chat Entrar no Chat


Carregar ppt "MÓDULO GESTÃO DE VENDAS AULA 3 Prof. Gildo Neves Baptista jr."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google