A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

REDES. Mapa feito pelo cartógrafo Cornelius de Jode em 1593.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "REDES. Mapa feito pelo cartógrafo Cornelius de Jode em 1593."— Transcrição da apresentação:

1 REDES

2 Mapa feito pelo cartógrafo Cornelius de Jode em 1593.

3 Os novos monstros Com o reducionismo quebramos o mundo em pedacinhos. Contudo não sabemos o que fazer com as peças Como conectá-las?

4 As redes Um método para buscar essas conexões A palavra ta na moda A 10 anos atrás rede era só pra deitar ou pescar.

5 Paulo de Tarso Paulo era um grande perseguidor dos cristãos. Utilizou o conhecimento que tinha sobre as conexões da civilização do século I. Percorreu 16 mil km em 12 anos. E difundiu o cristianismo pelos não judeus.

6 Michael Calce (MafiaBoy) 07/02/2000 a yahoo, eBay, CNN, Amazon, Etrade e Excite saíram do ar. Um colegial canadense de 15 anos havia superlotado as linhas com pings.

7 Personagens totalmente distintos, contudo, ambos foram mestres das redes! Qual a razão do sucesso de ambos?

8 Redes e emergência O padrão de conectividade das peças faz com que padrões inesperados emirjam. Rede neural é mais do que um amontoado de neurônios A internet deixou de ser uma criação humana e passou a ser um organismo, um ecossistema

9 Redes 2000 anos após Saulo estamos tentando entender o significado dessas conexões. Um importante personagem nessa busca nasceu em 1707 na Suiça.

10 Leonhard Euler Matemático e físico suíço, ariano, que viveu a maior parte de sua vida na cidade de São Petersburgo (Russia). Resolveu o instigante problema da próspera Königsberg.

11 As 7 pontes de Königsberg

12 A resposta ao problema não tinha mais importância que alimentar o ego de Euler. A importância estava no método que ele criou para resolvê-lo. Euler cria a teoria dos grafos!

13 Teoria dos grafos O que é um grafo? Graficamente representamos como nós conectados por arestas.

14 Após Euler a TG foi muito utilizada contudo apenas considerando as propriedades regulares e determinísticas dos sistemas. Até que em 1960 um excêntrico matemático que transformava taças de café em teoremas resolveu responder uma pergunta. Teoria dos grafos

15 Paul Erdős um ariano de Budapeste propõe para a teoria dos grafos uma abordagem estatística. Junto a seu amigo de pisciano Alfréd Rényi. Teoria dos grafos aleatórios

16 Como surgem as comunidades?

17 Teoria dos grafos aleatórios Eles perceberam que basta com que os nós da rede tenham, em média, 1 conexão para que emirja um aglomerado gigante ou seja, sistema percola ou também formaram uma comunidade.

18 Teoria dos grafos aleatórios E como funcionam as redes na natureza? São muito mais abundantes em suas conexões: – Neurônios entre 10 e milhares de sinapses – Amigos que lembramos os nomes entre 200 e 5000 –...

19 160 cartas foram enviadas a pessoas em Omaha (Nebraska), com o pedido de que elas reenviassem a correspondência a conhecidos que pudessem fazê-la chegar mais perto do destinatário alvo: um corretor de valores em Boston (Massachusetts). Experimento de Stanley Milgram Famoso experimento do psicólogo social Stanley Milgram (1967).

20 x x Boston Omaha

21 O Mundo é Pequeno!!! No fim do experimento, Milgram descobriu que as cartas que chegaram ao destino passaram por seis pessoas (em média).

22 Redes naturais Então parece ser que as redes são mais complexas do que se imaginava! Precisamos de ferramentas mais robustas para anaísá-las.

23 Redes complexas

24 Em 1998 os pesquisadores sugerem um modelo para as redes sociais. E redefinem o termo seis graus de separação Duncan J. WattsSteven Strogatz

25 Redes complexas Rede small-world (Watts-Strogatz, 1998) Watts & Strogatz, Nature 393, 440(1998)

26 Redes complexas A 10 anos atrás Barabasi averigua como funcionam as redes de internet e descobre uma nova topologia. As rede LIVRE DE ESCALA

27 Redes complexas Um exército de físicos, matemáticos, sociólogos, biólogos, psicólogos... Percebem que essa é uma excelente ferramenta para conectar as partes do nosso desmontado brinquedo.

28 Aplicações

29 Teoria dos grafos aleatórios Network analysis is allowing us to understand how the world works from new vantage points, and it is exciting to think about what we will learn in the next 10 years. BARBARA R. JASNY, LAURA M. ZAHN, ELIOT MARSHALL, SCIENCE VOL JULY 2009

30 30 -Epidemias -Hanseníase -Tuberculose -Dengue -Modelos celulares -Neurônios -Diferenciação celular -Redes hídricas -Redes semânticas -Redes precipitação -Redes P2P complexas

31 31 EPIDEMIAS Redes entre casos Networks and tuberculosis: an undetected community outbreak involving public placesm (2001)

32 32 EPIDEMIAS Networks and tuberculosis: an undetected community outbreak involving public placesm (2001) Redes entre casos- lugares

33 33 EPIDEMIAS Redes de contagio para Tuberculosis y Hanseniase. 850 cuestionarios Redes de transmisión de Dengue y Redes de transporte. Validación de la hipótesis de correlación.

34 34 Redes de Neuronas Nadja Queiroz Aplicaciones Aplicaciones

35 35 Redes de Neuronas Aplicaciones Aplicaciones

36 36 Redes de Neuronas Aplicaciones Aplicaciones %DPA %DPM 0,0001 0,001 0,01 0,1 1,0 0, ,0005 0,005 0,05 0,5 Estado super-activo Estado estable Estado infra-activo

37 37 Redes de Neuronas Aplicaciones Aplicaciones Estado super-activo Estado estable Estado infra-activo %NI %DPM 1% 20% 50% 70% 99% 0, , , ,0005 0,005 0,05 0,5 Rede mundo pequeño

38 38 Rede de diferenciación celular Viviane Matos Galvão Aplicaciones Aplicaciones

39 39 Rede de diferenciación celular Viviane Matos Galvão Aplicaciones Aplicaciones

40 40 Redes hidricas de microrelieve Aplicaciones Aplicaciones

41

42

43

44

45

46 46 Redes Semánticas Madaya Aguiar Aplicaciones Aplicaciones

47 47 Redes Semánticas Madaya Aguiar Aplicaciones Aplicaciones texto João amava Teresa. Mas Teresa não amava João. Ela não gostava de ninguém, nem mesmo de Raimundo.

48 48 Redes Semánticas Madaya Aguiar Aplicaciones Aplicaciones El concepto de fuerza-Fidelidad Cn,mCn,m CnCn CmCm C

49 49 Redes Semánticas Madaya Aguiar Aplicaciones Aplicaciones La red crítica

50 50 Redes Semánticas Madaya Aguiar Aplicaciones Aplicaciones La red crítica

51 51 Redes Semánticas Madaya Aguiar Aplicaciones Aplicaciones Los grupos de hipótesis CaracteresIdioma ESEspanhol FRFrancês INInglês PTPortuguês (Brasil) NUMERACIÓN INTERGRUPO TEXTOFFnDCAMCMM 1ES_VI_arroz_tarta na ES_VI_catedral FR_AD_bric_a_bra c FR_AD_femme La distancia entre redes

52 52 Redes Semánticas Madaya Aguiar Aplicaciones Aplicaciones Teste de hipótesis AUTORCONTEÚDOIDIOMA IntergrupoEntregrupoIntergrupoEntregrupoIntergrupoEntregrupo Média0,7(2)1,2(3)0,8(5)0,9(4)0,9(3)1,0(3) p< 0.001*0,5540,551 Amostra: Intergrupo = 12, Entregrupo = 54 *Significativamente diferente

53 53 Redes de precipitación Otoño Aplicaciones Aplicaciones Verano InviernoPrimavera

54 54 Redes de precipitación Aplicaciones Aplicaciones

55 55 -Redes P2P complexas -Semantic Google

56 56 Referências 1.BAR-YAM, Y. Dynamics of Complex Systems. Addison-Wesley, Reading, CALDEIRA, S. M. G.; LOBÃO, T. P.; ANDRADE, R. F. S. ; NEME, A. ; MIRANDA, J. G. V. The network of concepts in written texts. European Physical Journal B, v. 49, p , CHIALVO, D. R. Critical Brain Networks. Physica A 340(2004) , MRÓZ, I.; PĘKALSKI, A. and SZNAJD-WERON, K. Conditions for adaptation of an evolving population, Phys. Rev. Lett , SZNAJD-WERON, K. and SZNAJD, J. Personal Versus Economic Freedom, Proceedings of the Third Nikkei Econophysics Symposium Practical Fruits of Econophysics, H. Takayasu Ed., Springer-Verlag, Tokyo , TEIXEIRA, G. M. Redes semânticas em discursos orais:uma proposta metodológica baseada na psicologia cognitiva utilizando redes complexas. Dissertacão (Mestrado). Fundação Visconde de Cairu, Salvador, 2007.

57 57 FIM


Carregar ppt "REDES. Mapa feito pelo cartógrafo Cornelius de Jode em 1593."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google