A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DOPING NO ATLETISMO BRASILEIRO AGOSTO DE 2009 O treinador Jayme Netto, do clube Rede Atletismo, assumiu a culpa pelo doping de 6 atletas. O treinador.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DOPING NO ATLETISMO BRASILEIRO AGOSTO DE 2009 O treinador Jayme Netto, do clube Rede Atletismo, assumiu a culpa pelo doping de 6 atletas. O treinador."— Transcrição da apresentação:

1

2

3

4 DOPING NO ATLETISMO BRASILEIRO AGOSTO DE 2009 O treinador Jayme Netto, do clube Rede Atletismo, assumiu a culpa pelo doping de 6 atletas. O treinador Jayme Netto, do clube Rede Atletismo, assumiu a culpa pelo doping de 6 atletas.

5 Ele disse que a eritropoietina recombinante (EPO) foi aplicada duas vezes em cada atleta, em injeções na barriga

6 DOPING NO FUTEBOL JUNHO DE 2007 Dodô, atacante do Botafogo e autor de dois gols no clássico contra o Vasco, foi pego no exame antidoping realizado após a partida. Dodô, atacante do Botafogo e autor de dois gols no clássico contra o Vasco, foi pego no exame antidoping realizado após a partida.

7 DOPING NA NATAÇÃO DEZEMBRO DE 2007 A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) foi informada pela Federação Internacional de Natação (Fina)

8 que a contraprova da atleta Rebeca Gusmão deu positivo para a substância proibida testosterona que a contraprova da atleta Rebeca Gusmão deu positivo para a substância proibida testosterona.

9 DOPING NO TRIATLON Agosto de 2009 A triatleta Mariana Ohata, de 30 anos, foi flagrada em um exame antidoping pela segunda vez, uso de diuréticos

10 AFINAL, O QUE É DOPING? Termo oficial usado pelo Comitê Olímpico Internacional para caracterizar o uso de drogas em esportes para tentar melhorar o desempenho. Termo oficial usado pelo Comitê Olímpico Internacional para caracterizar o uso de drogas em esportes para tentar melhorar o desempenho.

11 Classes do doping No esporte a grande maioria das federações esportivas do mundo adota uma lista de classes e métodos de substâncias dopantes. Tal lista apresenta estas substâncias divididas em cinco classes: estimulantes, analgésicos narcóticos, agentes anabolizantes, diuréticos e hormônios peptídicos e análogos. No esporte a grande maioria das federações esportivas do mundo adota uma lista de classes e métodos de substâncias dopantes. Tal lista apresenta estas substâncias divididas em cinco classes: estimulantes, analgésicos narcóticos, agentes anabolizantes, diuréticos e hormônios peptídicos e análogos.

12 1 – Estimulantes - aumentam a estimulação do sistema cardíaco e do metabolismo Os estimulantes são substâncias que apresentam um efeito direto sobre o sistema nervoso central Os estimulantes são substâncias que apresentam um efeito direto sobre o sistema nervoso central ANFETAMINAS CAFEÍNA COCAÍNA EFEDRINA

13 Principais efeitos colaterais dos ESTIMULANTES Palpitações, falta de apetite, hipertensão arterial, sobrecarga do coração, fígado e rins, podendo causar a morte.

14 2 – ANALGÉSICOS NARCÓTICOS – Diminuem a sensação de dor São representados pela morfina, petidina e substâncias análogas – são mais usados pelos atletas de maratona e triatlon. PETIDINA MORFINA ÓPIO

15 Principais efeitos colaterais dos Analgésicos narcóticos Mascara a sensação de dor, náuseas, vômitos, insônia e depressão. Diminuição da capacidade de concentração. Mascara a sensação de dor, náuseas, vômitos, insônia e depressão. Diminuição da capacidade de concentração.

16 3 – AGENTES ANABOLIZANTES Os agentes anabolizantes ou esteróides anabólicos são compostos derivados de um hormônio masculino, a testosterona. Os principais esteróides anabolizantes são a nandrolona, o stanozolol, o anadrol e a própria testosterona

17 4 - DIURÉTICOS aumentam a formação e a excreção da urina. Provocam perda de peso e mascaramento de outros tipos de doping

18 PRINCIPAIS EFEITOS COLATERAIS DOS DIURÉTICOS Assim como os estimulantes, podem provocar a morte de atletas devido complicações cardíacas e renais.

19 5 – HORMÔNIOS PEPTÍDICOS E ANÁLOGOS Substâncias que atuam no organismo de modo a acelerar o crescimento corporal e diminuir a sensação de dor. HCG ACTHACTH GHGH EPOEPO

20 PRINCIPAIS EFEITOS COLATERAIS DOS HORMÔNIOS PEPTÍDICOS Ginecomastia, alterações menstruais, acromegalia, diabetes, hipertrofia cardíaca, perda de massa óssea, dificuldade de cicatrização, infartos, embolia pulmonar e convulsões.

21

22 6 – DOPING GENÉTICO Segundo especialistas da área de doping no esporte algumas técnicas genéticas poderão ser usadas em um futuro bem próximo com mudanças da constituição genética que poderão significar ganho de força explosiva e resistência de força.

23

24 A cada ano surge no mercado algum suplemento que promete ser a mais recente e melhor substância para ajudar os atletas a se tornarem mais forte, maiores e mais magros. CUIDADO!

25 Os que utilizam essas drogas sem ser por problemas médicos, fazem esse uso para melhorar o desempenho nos esportes

26 É utilizado também para aumentar a massa muscular e reduzir a gordura do corpo.

27 Os principais medicamentos esteróides anabolizantes utilizados no Brasil são: Durasteton®, Deca-Durabolin®, Androxon, Winstrol® e outros

28 Todo medicamento possui efeitos colaterais.

29

30

31

32

33

34 Culto ao corpo

35 Padrão de beleza Qual a sua opinião ??????


Carregar ppt "DOPING NO ATLETISMO BRASILEIRO AGOSTO DE 2009 O treinador Jayme Netto, do clube Rede Atletismo, assumiu a culpa pelo doping de 6 atletas. O treinador."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google