A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Igreja Metodista Terceira Região Eclesiástica. Capacitação para o Evangelismo Conhecer Jesus e o Plano de Deus para Pregar o Seu Evangelho Concepção:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Igreja Metodista Terceira Região Eclesiástica. Capacitação para o Evangelismo Conhecer Jesus e o Plano de Deus para Pregar o Seu Evangelho Concepção:"— Transcrição da apresentação:

1 Igreja Metodista Terceira Região Eclesiástica

2 Capacitação para o Evangelismo Conhecer Jesus e o Plano de Deus para Pregar o Seu Evangelho Concepção: Pr Antonio Francisco Parte do material gentilmente cedida pelo Revdo. José Fernandes Vieira Neto

3 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Conhecendo Jesus para apresenta-Lo ao nosso próximo. Transformando minha vida para ser instrumento de transformação de outros. A Abordagem Evangelística. Cuidados no trato com as pessoas abordadas.

4 CONHECENDO JESUS PARA APRESENTÁ-LO AO NOSSO PRÓXIMO Alvo Quem é Jesus? Emanuel Deus Conosco Isaías 7: 14 Rei Miquéias 5: 2 Senhor Filipenses 2:11 Atos 2: 36

5 Por que Jesus é Senhor? ? João 1: 1 João 1: 3 Mateus 28: 18 JOÃO 1 1 No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. 3 Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. MATEUS Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra.

6 Cristo é nosso Senhor Nós somos servos de Cristo Ef. 6: 5-6 EFÉSIOS 6 5 Vós, servos, obedecei a vossos senhores segundo a carne, com temor e tremor, na sinceridade de vosso coração, como a Cristo; 6 Não servindo à vista, como para agradar aos homens, mas como servos de Cristo, fazendo de coração a vontade de Deus;

7 Se Cristo é Senhor, nós somos servos Por que Somos Servos?? Eu, Um Servo?? João 15: JOÃO Vós sois meus amigos, se fazeis o que eu vos mando. 15 Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho dado a conhecer.

8 Jesus é nosso Salvador I Timóteo 1: 15 I TIMÓTEO 1 15 Fiel é a palavra e digna de toda aceitação: que Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal.

9 O que entendemos por Ser Salvos? Romanos 5: 12 ROMANOS 5 12 Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram.

10 O PLANO DA SALVAÇÃO O processo para a aceitação de Cristo como Senhor e Salvador Ouvimos a Palavra de Deus Rom. 10: 17 Reconhecemos que não somos perfeitos e, sim, pecadores > I Jo 1: 8 Nos arrependemos Jó 42: 5-6 Confessamos nossos pecados > I Jo 1: 9 17 E, assim, a fé vem pela pregação, e a pregação, pela palavra de Cristo. 8 Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós. 5 Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te vêem. 6 Por isso, me abomino e me arrependo no pó e na cinza. 9 Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.

11 O PLANO DA SALVAÇÃO O processo para a aceitação de Cristo como Senhor e Salvador Pedimos perdão a Deus Salmo 51: 1 e 2 Deus nos perdoa, nos cura, nos liberta, nos transforma II Crôn. 7: 14 1 Compadece-te de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; e, segundo a multidão das tuas misericórdias, apaga as minhas transgressões. 2 Lava-me completamente da minha iniqüidade e purifica-me do meu pecado. 14 se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra.

12 O PLANO DA SALVAÇÃO O processo para a aceitação de Cristo como Senhor e Salvador Começamos uma nova vida, um novo andar, um novo sentir, um novo falar > Rom 6:4-8 4 Fomos, pois, sepultados com ele na morte pelo batismo; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim também andemos nós em novidade de vida. 5 Porque, se fomos unidos com ele na semelhança da sua morte, certamente, o seremos também na semelhança da sua ressurreição, 6 sabendo isto: que foi crucificado com ele o nosso velho homem, para que o corpo do pecado seja destruído, e não sirvamos o pecado como escravos; 7 porquanto quem morreu está justificado do pecado. 8 Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos,

13 Características da pessoa transformada Assim, após o arrependimento e a decisão por Jesus, começamos a observar, no nosso dia a dia, uma mudança total na nossa vida e então passamos a ter:

14 Características da pessoa transformada um relacionamento melhor com Deus (I Cor 1: 9); um relacionamento melhor com as outras pessoas (I Jo 1: 7); certeza de que, quando pedimos perdão pelos nossos pecados, ele nos perdoa (I João 1: 9); certeza da salvação (Romanos 10:9); esperança nas promessas registradas na Bíblia: vida eterna (I João 2:25; João 10: 27-28); fé somente em Jesus Cristo nosso Senhor e Salvador (Hebreus 11:1 ; 11:6 ; João 3: 17-21).

15 O Testemunho Cristão PRIMEIRO SIGNIFICADO Quando o indivíduo ouviu a Palavra de Deus, convenceu- se dos seus pecados, arrependeu-se, confessou seus pecados, pediu perdão a Deus, Deus o perdoou, Deus o curou de seus males físicos e espirituais e agora ele sai saltitante, saltitante no espírito, espalhando a boa nova, aquilo que aconteceu na sua vida, sua experiência com Jesus (Mat. 10: 32), sua oportunidade de mudar a caminhada, sua oportunidade de deixar o caminho que levava ao lamaçal de pecados e agora trilhar um novo caminho, um novo e vivo caminho (Heb 10: 20), o caminho, o único caminho que leva à salvação em Cristo Jesus.

16 O Testemunho Cristão SEGUNDO SIGNIFICADO Antes o indivíduo praticava todo tipo de atitude contrária à vontade de Deus e ninguém dava a mínima atenção aos seus atos. Depois que o indivíduo se converte a Cristo é como se ganhasse uma nova carteirinha, passando a ser chamado de crente, cristão, evangélico, servo de Deus. Agora o mundo vê o indivíduo de forma diferente. Agora o mundo vai cobrar os seus atos. O príncipe deste mundo (João 14: 30), o Diabo vai querer escandalizar. Satanás vai querer desmanchar tudo que Jesus fez na vida do indivíduo e na vida da Sua igreja.

17 O Testemunho Cristão SEGUNDO SIGNIFICADO E esse indivíduo, se não vigiar e orar, corre sério risco de dar péssimos testemunhos, de envergonhar o Evangelho de Cristo Jesus. Em Romanos 14: 21 lemos: Bom é não comer carne, nem beber vinho, nem fazer outra coisa em que teu irmão tropece (ou se ofenda, ou se enfraqueça). Em Romanos 7: 19, lemos? O bem, que quero fazer, não faço; o mal, que não quero fazer, esse eu faço. Devemos tomar todo cuidado para, com um pequeno ou um grande gesto equivocado, não colocar a perder todo um trabalho de evangelização em nossa igreja local.

18 Testemunho Cristão Considerações Finais Bom é não comer carne, nem beber vinho, nem fazer outra coisa em que teu irmão tropece (ou se ofenda, ou enfraqueça sua fé). A fé que tens, guarda-a contigo mesmo diante de Deus. Bem-aventurado aquele que não se condena a si mesmo naquilo que aprova. Mas aquele que tem dúvidas, se come está condenado, porque o que faz não provém da fé; e tudo o que não provém da fé é pecado. Romanos 14: 21 a 23.

19 Testemunho Cristão O mau testemunho emperra o crescimento da Igreja de Cristo. Como está o seu testemunho dentro e fora da Igreja?! Você tem se preocupado com sua postura cristã, sendo sal da terra e luz do mundo (Mat. 5: 13-14)? Porque para isso fostes chamados, porquanto também Cristo padeceu por vós, deixando-vos exemplo, para que sigais as suas pisadas I Pedro 2: 21.

20 Testemunho Cristão Procure sempre, antes de fazer qualquer coisa, perguntar: Em meu lugar, como Jesus estaria agindo? Ainda tem dúvida sobre o que deve e o que não deve fazer como Cristã(o)?! Então, antes de praticar, procure seu(sua) Pastor(a) ou Dirigente e aconselhe-se!!

21 Testemunho Cristão Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas. Todas as coisas são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas são lícitas, mas nem todas as coisas edificam. I Coríntios 6: 12-13; 10: 23.

22 A abordagem evangelística DEUS NÃO, NECESSARIAMENTE, ESCOLHE OS CAPACITADOS, CAPACITA OS ESCOLHIDOS [Jr 1.5-9; Ex ; outros] QUEM VAI AO MAR, APARELHA-SE EM TERRA

23 A abordagem evangelística Uma vida de jejum, oração, leitura e exame das Sagradas Escrituras, prazer enorme em estar na Casa de Deus, prazer na visitação/evangelização, testemunho. Cursos e palestras de treinamento em evangelismo. Palestras sobre seitas e heresias, não para desfazer ou humilhar as demais religiões e ou denominações, mas para auxiliar no diálogo Treinamento no projeto específico de evangelismo (teórico e prático) Antes de qualquer saída, reunião de oração, com meditação em alguns textos bíblicos.

24 A abordagem evangelística ESTAR PREPARADO PARA SER ACEITO OU REJEITADO Manter a postura de um(a) verdadeiro(a) cristão(ã) Revestir-se do poder de Deus, buscando inspiração do Espírito Santo Vestir-se adequadamente, com asseio e decência Pensar positivamente, confiando que Deus está no comando Falar de forma clara, simples e objetiva, com mansidão Demonstrar alegria, com sorriso franco e verdadeiro Não expor seus próprios problemas. Se necessário, expor, de forma objetiva, seu testemunho de transformação de vida Fazer referência a textos bíblicos só quando há certeza de que eles existem

25 A abordagem evangelística ESTAR PREPARADO PARA SER ACEITO OU REJEITADO Abordagem breve, sem cansar o(a) visitando(a) [gostinho do quero mais] Nunca monopolizar a conversa. Se a pessoa deseja falar, melhor parar e ouvir, sem deixar que ela domine o diálogo Se requerido(a), permanecer por mais tempo, o máximo necessário Se convidado(a) a entrar, máximo cuidado. Ex: sentar-se só após orientação Se ignorado(a), manter a postura, cabeça erguida, firmado(a) em Rom. 8:28 Não se irritar diante de negativas e/ou situações adversas

26 A abordagem evangelística ESTAR PREPARADO PARA SER ACEITO OU REJEITADO Nosso semblante (cara boa, cara feia) contribui para o resultado do nosso trabalho Não dar a impressão de que se vai ensinar e, sim, aprender junto Colocar-se na posição de igualdade, nunca de superioridade Levar sempre a Bíblia

27 A abordagem evangelística O CONVITE De forma agradável, convidar a pessoa a comparecer aos trabalhos normais da Igreja que você representa ou a um evento específico, gerador do referido evangelismo. Dependendo do tamanho da Igreja Local ou do vulto do evento, procurar, dentro do possível, identificar seus(suas) convidados(as) e recepciona-los(as) da maneira mais correta possível. Não tendo todo o tempo requerido, solicitar ajuda de um(a) irmão(ã) para acompanhar, dentro do possível, a visita durante o evento. Jamais empregar táticas de pressão. Jamais manipular a pessoa abordada. Você é instrumento. Quem faz a Obra é Deus. Dar ênfase nas alegrias e benefícios de seguir a Cristo.

28 A abordagem evangelística SITUAÇÕES COMUNS ENCONTRADAS NA ABORDAGEM Pessoas afastadas da Igreja Pessoas desiludidas com a Igreja Pessoas com dificuldade de relacionamento familiar Pessoas com problemas materiais que dificultam o seu relacionamento espiritual Pessoas que não são bem aceitas Pessoas doentes Pessoas enlutadas OBS: Antes de enviar as equipes de evangelismo a campo é fundamental que se realize o planejamento das ruas a serem visitadas e qual equipe evangelizará em quais ruas. Isso vai evitar que ruas sejam visitadas duas vezes no dia ou não sejam visitadas por nenhuma equipe.

29 Bibliografia Seguir a Cristo – Manual do Discipulado Bispo Paulo Oliveira Lockmann e Zélia Constantino – Igreja Metodista Manual de Evangelização Revdº Derrel Homer Santee > Igreja Metodista – Conselho Geral Discipulado Revdº Sérgio Gama Lavoura – Igreja Metodista Manual Explicativo de Orientação de Evangelização (Apostila) Revdº José Fernandes Vieira Neto – Igreja Metodista O Poder de Deus para Mudar sua Vida George Foster (Editora Betânia)

30


Carregar ppt "Igreja Metodista Terceira Região Eclesiástica. Capacitação para o Evangelismo Conhecer Jesus e o Plano de Deus para Pregar o Seu Evangelho Concepção:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google