A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Porque acredito no compartilhamento? Jesus – é o nosso exemplo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Porque acredito no compartilhamento? Jesus – é o nosso exemplo."— Transcrição da apresentação:

1 Porque acredito no compartilhamento? Jesus – é o nosso exemplo

2 1 - Tomou a iniciativa 2 – Estabeleceu proximidade 3- Desenvolveu vínculos

3 Jesus – é o nosso exemplo 4 - Transferiu vida 5 - Se comprometeu 6 - Capacitou e delegou autoridade

4 Jesus – é o nosso exemplo 7 - Concedeu-lhes revelação 8 - Motivou-lhes com a visão do reino 9 - Investiu sua vida

5

6 I- Compartilhamento não é um tempo para falar mal de outras pessoas, mas para falar de você. Mateus 18:15 A vacina contra a fofoca.

7 Mateus 18:15 Ora, se teu irmão pecar, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, terás ganho teu irmão;

8 II- Compartilhamento não é uma muleta espiritual Compartilhamento não substitui a intimidade com Deus, a oração e palavra de Deus. Ouvir de Deus é andar com as próprias pernas. Aprender resolver seus conflitos

9 II- Compartilhamento não é uma muleta espiritual Como compartilhador não podemos castrar os ouvidos e as pernas dos compartilhado. Expectativa não em homens Diferença entre pedir conselhos e pedir permissão.

10 II- Compartilhamento não é uma muleta espiritual Transferir a responsabilidade de decidir para o meu compartilhador: -Eu compro? Eu vendo? Eu caso? HÁ CASOS QUE SE TRATA SIM DE PERMISSÃO (Contexto Ministerial)

11 II- Compartilhamento não é uma muleta espiritual Quanto menos dependente de mim e mais dependente de Deus meus compartilhados se tornarem, mais sucesso demonstro ter como pai espiritual.

12 II- Compartilhamento não é uma muleta espiritual Compartilhamento não é para gerar filhos imaturos e sim filhos maduros. -Cordão umbilical emocional. Dependência doentia – Como um remédio controlado.

13 III- Compartilhamento não é para gerar crente criança (Bebê). Crente da-da atenção: -Não me visitou. -Não me deu presente no meu aniversário. -Não ligou pra mim.

14 III- Compartilhamento não é para gerar crente criança (Bebê). - Passou perto de mim e não me cumprimentou. -Não correu atrás de mim com a colher de mingau. -Vou faltar só pra vê se sentem minha falta

15 III- Compartilhamento não é para gerar crente criança. Você quer um pai espiritual, um mentor ou uma babá? É claro, há duas fazes do compartilhamento: -Menor idade e da maior idade.

16 III- Compartilhamento não é para gerar crente criança Como você quer ser tratado? -Novo convertido ou um crente maduro?

17 III- Compartilhamento não é para gerar crente criança. Qual é sua expectativa de pai espiritual? Quem visita quem? Quem Honra quem?

18 III- Compartilhamento não é para gerar crente criança. Quem liga para quem? Quem vai atrás de quem? Quem quer sombra que fique perto da árvore.

19 IV- Compartilhamento não remove responsabilidade pessoal. O compartilhador NÃO é o responsável se a pessoa tomou decisão errada. Culpar o compartilhador se vai mal na vida. Se não sou espiritual.

20 IV- Compartilhamento não remove responsabilidade pessoal. Se o casamento está dificuldade Se não consigo vencer este pecado. Se não consigo multiplicar meu grupo.

21 IV- Compartilhamento não remove a responsabilidade pessoal. Se nós fomos negligentes, vamos responder mas, se fizemos nossa parte não somos responsabilizados por Deus pelas escolhas erradas dos nossos compartilhados.


Carregar ppt "Porque acredito no compartilhamento? Jesus – é o nosso exemplo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google