A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ÉFESO, A IGREJA DO AMOR ESQUECIDO Lição nº 03 15 de Abril de 2012.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ÉFESO, A IGREJA DO AMOR ESQUECIDO Lição nº 03 15 de Abril de 2012."— Transcrição da apresentação:

1 ÉFESO, A IGREJA DO AMOR ESQUECIDO Lição nº de Abril de 2012

2 TEXTO ÁUREO Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres. Ap 2.5

3 VERDADE PRÁTICA Se não voltarmos urgentemente ao primeiro amor, jamais viveremos o refrigério de um grande e poderoso avivamento.

4 Leitura Bíblica em Classe Apocalipse Escreve ao anjo da igreja que está em Éfeso: Isto diz aquele que tem na sua destra as sete estrelas, que anda no meio dos sete castiçais de ouro: 2 - Eu sei as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua paciência, e que não podes sofrer os maus; e puseste à prova os que dizem ser apóstolos e o não são e tu os achaste mentirosos; 3 - e sofreste e tens paciência; e trabalhaste pelo meu nome e não te cansaste. 4 - Tenho, porém, contra ti que deixaste a tua primeira caridade. 5 - Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres. 6 - Tens, porém, isto: que aborreces as obras dos nicolaítas, as quais eu também aborreço. 7 - Quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida que está no meio do paraíso de Deus.

5 1ª Carta a Igreja

6 Éfeso era uma Igreja: Obreira; Dinâmica; Ortodoxa - Conforme com a doutrina religiosa tida como verdadeira. Tinha obreiros preparado; Tão preparado que confrontava até os apóstolos; Uma Igreja apologética por excelência; Tinha testemunho; Esforçava-se em expandir o Reino de Deus. Mas havia um problema em Éfeso que teria de ser resolvido primeiro para que ela fosse uma Igreja verdadeiramente perfeita!

7 1 – Paulo em Éfeso. Paulo a visitou em sua segunda viagem, mas ela só floresceu a partir da 3ª Viagem Missioná ria do apóstolo. Houve um grande Avivamen to na chegada. Cidade de Éfeso

8 2 – A Solidez Doutrinária de Éfeso. Tiveram Paulo como seu Doutrinador por três anos, ele era considerado o maior teólogo da época, por ter estudado aos pés de Gamaliel. Paulo deu a eles a explicação dos conselhos de Deus. Eles tiveram um curso bíblico completo com Paulo. Tiveram um documento fenomenal que é a epístola que o apóstolo lhes enviou. Verdadeiramente eles doutoraram na Palavra de Deus.

9 3 – Uma Igreja de Ministros Excelentes A Igreja foi pastoreada por: Timóteo – Tíquico – Paulo – João. Vejam que esta Igreja foi pastoreada por homens que tem um cunho de conhecimento alto. Excetuando Jerusalém, na história não há relato de Igreja que tenha sido amparada por um grau de líderes como Éfeso. Mas vejam que havia um problema sério que teria de ser resolvido em Éfeso. Assim como o mesmo Paulo escreve I e II aos Coríntios, uma Igreja que possuía variedade de dons e não sabia usá-los, assim foi Éfeso que tinha os melhores obreiros mas a Igreja sofria de pecado.

10 1 – Um Grave Problema Ela era uma referência em toda aquela região da Ásia. Destacava-se por seu testemunho, esforço e extenuante labor pela expansão do Reino de Deus. Havia um grave problema com a igreja em Éfeso: estava desconectada da prática da piedade e do exercício do amor. Se ela se dispusesse a resolver essa falha seria uma igreja perfeita. Os convertidos de Éfeso tinham experimentado esse amor nos primeiros anos de sua nova existência; mas parece que a luta contra os falsos mestres e seu ódio por ensinos heréticos trouxeram endurecimento aos sentimentos e atitudes rudes a tal ponto que levaram ao esquecimento da virtude cristã suprema que é o amor. Pureza de doutrina e lealdade não podem nunca ser substitutos para o amor

11 2 -= O Primeiro Amor Definir o primeiro amor é muito difícil; ainda mais um amor incondicional como o de Deus. O primeiro amor é o enlevo que no início fez com que os efésios vivessem nas regiões celestiais.

12 3 – Amnésia do Amor Esquecer o primeiro amor não é incidente teológico, é que­da espiritual – Pr. Claudionor de Andrade O amor é o cartão de identidade do cristão. Esta advertência nos ensina que conhecer a doutrina correta, obedecer a alguns dos mandamentos e ir aos cultos na igreja não bastam. Quando nosso conhecimento teológico não nos move a nos afeiçoarmos mais a Deus o amor esfria. Conhecemos muito a respeito de Deus, mas não desejamos ter comunhão com ele. Como o profeta Jonas falamos que Ele é todo-poderoso, mas o desafiamos com nossa rebeldia.

13 1 – Rica em Obras, Pobre em Amor O Senhor começa Sua carta com um elogio aos crentes efésios: Eu sei as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua paciência.... Eles eram pacientes e trabalhadores. Era uma igreja que possuía um grau avançado de conhecimento bíblico, e não temia utilizá-lo em sua administração, a ponto de provarem os apóstolos para ver se eram realmente verdadeiros. Ou seja, podemos entender que era uma igreja que não tolerava o pecado. Seus crentes eram incansáveis em seus trabalhos em prol do Reino de Deus. Mas, de alguma forma, eles esqueceram-se do primeiro amor.

14 2 – Amar é a Mais Elevada das Obras O amor a Deus deve ser prioritário no coração de quem procura servi-lo (Mt 10.37). Deus se alegra em ver seus filhos dando prioridade a Ele. Priorizar a Deus é amá-lo acima de todas as coisas. Aliás, é o mandamento mais sublime: "Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento" (Mt 22.37). Jesus não aceita que o amemos parcialmente; Ele requer que o amemos de todo o nosso coração. Devemos amá-lo, também, de toda a alma, ou seja, toda a nossa personalidade, toda a nossa individualidade tem de ser sujeita ao Senhor e à Sua vontade.

15 1- Lembrar-se de onde caiu A igreja de Éfeso foi chamada a lembrar-se, a arrepender-se e a voltar à prática das primeiras obras. Caso esse expediente não fosse tomado, Jesus sentencia: "Se não te arrependeres, logo virei contra ti e tirarei o teu candelabro do seu lugar" (Ap 2.5). Jesus não apenas diagnostica a doença da igreja, más também lhe oferece o remédio eficaz. A igreja precisava reavivar sua memória, mudar sua mente e sua atitude. Não basta reconhecer o erro nem mesmo sentir tristeza por ele; é preciso voltar as costas ao pecado e a face para Deus em uma demonstração sincera de arrependimento. É preciso voltar às primeiras obras. É preciso resgatar o que se perdeu. É preciso voltar à simplicidade do cristianismo sem as sofisticações que agregamos na caminhada rumo ao Céu.

16 2 – Voltar a]à Prática das Primeiras Obras Finalmente Jesus disse: volta à prática das primeiras obras". Os crentes efésios eram ricos em obras. Foi o próprio Jesus quem o disse. Então por que voltar às primeiras obras? Certamente, esses crentes eram bastante esforçados em seus trabalhos em prol do Reino de Deus. Todavia, no trabalho que desempenhavam em prol do reino de Deus estava ausente o principal e indispensável elemento: o amor. É provável que quanto mais se ocupassem em seus trabalhos, mais se esquecessem de para quem estavam trabalhando e da comunhão que deveriam ter com Jesus. Nenhuma obra é completa e perfeita sem o amor incondicional a Jesus Cristo.

17 3 – Amar a Vinda de Cristo Os cristãos do Novo Testamento anelavam grandemente a volta do Senhor para levá-los daqui, para ficarem com Ele para sempre. Uma marca distintiva dos fiéis de Deus é que eles se sentem fora do seu lugar neste mundo. Aqui eles aguardam o seu lar celestial. Assim como há ansiedade na espera do noiva pelo noivo; deverá em relação a Igreja haver uma expectativa de que cada minuto que se passa devemos aguardar a vinda do Senhor Jesus. Os cristão do início não eram mais crentes que nós, nem o Deus era mais influente, mas eles viviam como se o Senhor viesse aquela hora para eles, por isso suportavam as atrocidades.

18 A carta à igreja dos efésios nos ensina que a ortodoxia uma vez praticada sem amor, esfria e mata a verdadeira espiritualidade. Não podemos, a pretexto de "zelar" pela verdade, desconsiderar o cultivo de uma profunda espiritualidade banhada em amor. Voltar ao primeiro amor não significa voltar à imaturidade espiritual, mas ao ardor do início da nossa fé. A nossa mensagem deve tocar mentes e corações. Assim, como o Senhor requereu da igreja de Éfeso, devemos voltar ao primeiro amor e encharcarmo-nos do Evangelho da Graça de Deus. DEUS NOS ABENÇOE E NOS EXORTE!!!!!


Carregar ppt "ÉFESO, A IGREJA DO AMOR ESQUECIDO Lição nº 03 15 de Abril de 2012."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google