A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CONTEXTO HISTÓRICO E CARACTERÍSTICAS (vidaliteraria1.wordpress.com)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CONTEXTO HISTÓRICO E CARACTERÍSTICAS (vidaliteraria1.wordpress.com)"— Transcrição da apresentação:

1 CONTEXTO HISTÓRICO E CARACTERÍSTICAS (vidaliteraria1.wordpress.com)

2 O Romantismo foi marcado por dois acontecimentos históricos importantes: - A Revolução Industrial; - A Revolução Francesa. A vida social estava dividida entre a burguesia industrial e o surgimento da classe operária, os proletariados. CONTEXTO HISTÓRICO

3 O ideal da Revolução Francesa de liberdade, igualdade e fraternidade alcançou a América Latina e foi um marco para um período de independência nas colônias da Espanha e Portugal. Assim, foram levados à independência as colônias latinas: Paraguai, Argentina, Venezuela, Chile, Equador, Peru, México, Brasil, América Central, Bolívia e Uruguai. IDEAIS ILUMINISTAS

4 Já na literatura, a fase romântica rompeu com a tradição clássica, imposta pelo período árcade, e apresentou novas concepções literárias, dentre as quais podemos apontar: - a observação das condições do estado de alma, das emoções, da liberdade, desabafos sentimentais; - valorização do índio; - a manifestação do poder de Deus através da natureza acolhedora ao homem; - a temática voltada para o amor, para a saudade, o subjetivismo. NA LITERATURA

5 AS TRÊS GERAÇÕES DO ROMANTISMO

6 A 1ª Geração do Romantismo teve como principal escritor o maranhense Gonçalves Dias, foi o responsável pela consolidação da literatura romântica por aqui. Temas: - a exaltação da natureza; - a volta ao passado histórico e a idealização do índio como representante da nacionalidade brasileira. Assim, sua obra poética pode ser dividida basicamente em lírica (o amor, o sofrimento e a dor do homem romântico – Se se morre de amor), medieval e nacionalista (exaltação da pátria distante – Canção do Exílio). 1ª GERAÇÃO - NACIONALISTA

7 Os romances do Romantismo levaram ao leitor da época uma realidade idealizada, com a qual eles se identificaram (escapismo, fuga da realidade, típica característica do Romantismo). Entre eles, o romance indianista foi o que mais fez sucesso entre o grande público, por trazer consigo personagens idealizados, representados por índios. Esses heróis caracterizavam uma tentativa dos autores de simbolizar uma tradição do Brasil, o que nem sempre acontecia, em virtude da caracterização artificial do personagem, mais europeizada ainda que os indígenas de Gonçalves Dias. José de Alencar foi o maior autor da prosa romântica no Brasil, principalmente dos romances indianistas e urbanos. Tentando estabelecer uma linguagem brasileira, Alencar consolidou a modalidade no país e lançou clássicos como O Guarani e Senhora. JOSÉ DE ALENCAR

8 Nas décadas de 50 e 60 do século XIX, durante o Romantismo, jovens poetas universitários de São Paulo e Rio de Janeiro reuniram-se em um grupo, dando origem à poesia romântica brasileira conhecida como Ultrarromantismo. 2ª GERAÇÃO - ULTRARROMÂNTICA

9 A 2ª geração foi influenciada pelo escritor inglês Lord Byron, sendo assim também conhecida como geração byroniana, cujo estilo de vida era imitado. Caracterizava-se: -pelo pessimismo; -pelo sentimento de inadequação à realidade, ócio, desgosto de viver; - pela idealização doo amor e da mulher amada. Essa geração sentia-se perdida, não tinha nenhum projeto no qual se apegar. O apego a bebida, ao vício, atração pela noite e pela morte caracterizava o mal-do-século, características presentes nas obras do principal representante no Brasil, Álvares de Azevedo, acrescentando temas macabros e satânicos. O BYRONISMO

10 A poesia brasileira passa por um período de transição nas décadas de 60 e 70 do século XIX, surgem novidades na forma e no conteúdo, a poesia se volta para os problemas sociais e trata o tema amoroso sob nova perspectiva. O exemplo a ser seguido é o poeta francês Victor Hugo (autor da obra Os Miseráveis ), que encontrou no Brasil vários adeptos, como Castro Alves, Pedro Luís, Pedro Calasãs e Sousândrade. Sendo o mais importante Castro Alves. 3ª GERAÇÃO – LITERATURA DE LIBERTAÇÃO

11 A 3ª Geração romântica apresenta poetas com preocupações sociais, tomando como símbolo o condor – ave de vôo alto capaz de enxergar à distância – daí o nome Condoreirismo que também é conhecido como geração hugoana – referência à Victor Hugo. CONDOREIRISMO

12 Antônio Frederico de Castro Alves ( ) Maior poeta brasileiro da 3ª geração romântica. Suas poesias mais conhecidas são marcadas pelo combate à escravidão, motivo pelo qual é conhecido como "Poeta dos Escravos". Foi o nosso mais inspirado poeta condoreiro. Escreveu a obra Navio Negreiro, verdadeiro canto abolicionista, no qual critica a postura escravagista do Brasil, na segunda metade do século XIX. CASTRO ALVES


Carregar ppt "CONTEXTO HISTÓRICO E CARACTERÍSTICAS (vidaliteraria1.wordpress.com)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google