A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

QUEDA DE FRASCOS DAS PRATELEIRAS Inúmeros acidentes ocorrem em laboratórios em consequência da queda de frascos das prateleiras de reagentes, localizadas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "QUEDA DE FRASCOS DAS PRATELEIRAS Inúmeros acidentes ocorrem em laboratórios em consequência da queda de frascos das prateleiras de reagentes, localizadas."— Transcrição da apresentação:

1 QUEDA DE FRASCOS DAS PRATELEIRAS Inúmeros acidentes ocorrem em laboratórios em consequência da queda de frascos das prateleiras de reagentes, localizadas nas bancadas. As prateleiras de reagentes devem ser construídas com material resistente. O mesmo ocorre com a superfície delas, que deve ser constituída de material resistente ou com ele recoberta, com proteção contra possível derramamento de reagente que escorra pelo frasco ali apoiado. Para se evitar a queda dos frascos da prateleira, deverá existir uma espécie de ressalto, ou patamar no seu beiral, de forma a impedir que em decorrência de vibração ou mesmo de deslisamento do frasco ele venha a cair por sobre o tampo da bancada. Para se evitar acidentes com frascos de reagentes nas prateleiras, outros cuidados especiais devem ser adotados, como: entre os frascos deve existir um espaço de aproximadamente 3 cm, para facilitar o manuseio do mesmo; as prateleiras devem apresentar um caimento para o centro de pelo menos 1% da sua largura, de forma a evitar o deslizamento do mesmo para fora da prateleira; a forração da prateleira deve ser feita com material rugoso e de fácil limpeza; a altura entre prateleiras deve ser calculada, considerando-se a altura do maior frasco de reagente utilizado acrescido de 10% desta altura; os reagentes devem estar arrumados nas prateleiras, agrupados de forma a evitar a mistura de diferentes tamanhos de frascos; Deve-se evitar manter nas prateleiras frascos de reagentes, em quantidade superior ao que seja necessário para atender às atividades do laboratório. Uma vistoria periódica deve ser conduzida no intuito de retirar das prateleiras os reagentes que não sejam de uso rotineiro. IMPORTANTE A altura das prateleiras não deve impossibilitar a visibilidade da área geral do laboratório, por parte do laboratorista. Área de Segurança de Operação O laboratório deve apresentar uma área de segurança de operação que envolve a área de bancadas, capelas e armários de armazenagem de produtos químicos. Esta área deverá ser demarcada no piso, em faixa na côr branca, com largura de 15 cm e nela deverão ser realizadas todas as atividades que envolvem riscos químicos. Nenhuma pessoa estranha ao setor ou às operações alí desenvolvidas deverá acessar esta área sem a permissão da supervisão do setor e sem adotar os cuidados necessários de proteção pessoal, exigidos.

2 CAPELA DE LABORATÓRIO Um dos mais importantes equipamentos de proteção coletiva em laboratórios é a Capela. Quando do manuseio de produtos químicos cujas características ofereçam riscos de emissão de gases, vapores e fumos tóxicos, este deverá ser executado na Capela, de forma a assegurar uma proteção substancial para o laboratorista, desde que ele conheça perfeitamente as capacidades e as limitações daquela capela em particular. As propriedades do fluxo de ar e qualidade da proteção auferida por uma capela são invariavelmente afetadas pela maneira com a qual a capela é utilizada. usualmente a maior obstrução ao fluxo de ar é o próprio corpo do laboratorista. Para minimizar este efeito, é boa prática localizar o equipamento que esteja utilizando, mais para dentro da capela e o laboratorista trabalhar recuado, com os braços estendidos. Ao manipular produtos químicos de alta toxicidade, a janela deve ser baixada a nível inferior à face do laboratorista. Caso não estejam equipadas com sistemas especiais de lavagem, as capelas não processam satisfatoriamente a remoção de peróxidos. Falhas neste processo irão resultar na deposição de cristais de peróxido, que podem detonar nos dutos de exaustão. Para evitar tais fatos, devem ser planejadas limpezas periódicas com lavagem dos dutos de exaustão da Capela. Importante: Ao manusear produtos químicos nas Capelas observar as características de incompatibilidade entre estes, de forma a garantir a não ocorrência de reações químicas inesperadas. Equipamentos de Proteção Pessoal Como já mencionamos anteriormente todos os produtos químicos, dependendo de suas características, oferecem riscos àqueles que os manuseiam. Para minimizar ou mesmo eliminar tais riscos o laboratorista deverá lançar mão dos equipamentos de proteção pessoal, de forma a assegurar sua proteção contra lesões físicas e agressão à sua saúde. Dentre os diversos equipamentos de proteção pessoal existentes, podemos citar como usualmente indicados para laboratórios : Óculos de Segurança ou Protetor facial, Luvas de Latex ou PVC, Máscaras de Proteção respiratória e Aventais de poliester ou PVC.


Carregar ppt "QUEDA DE FRASCOS DAS PRATELEIRAS Inúmeros acidentes ocorrem em laboratórios em consequência da queda de frascos das prateleiras de reagentes, localizadas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google