A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Instituto de Educação Curso de Extensão 2011 Anhanguera/UNIBAN.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Instituto de Educação Curso de Extensão 2011 Anhanguera/UNIBAN."— Transcrição da apresentação:

1 Instituto de Educação Curso de Extensão 2011 Anhanguera/UNIBAN

2 Módulo 1 Docente: Amélia Cristina Abreu Artes Instituto de Educação

3 Temáticas da oficina : Histórico dos papéis: aluno e professor Universidade no Brasil Requisitos dos Docentes Conclusão

4 Nossa identidade de aluno X identidade dos nossos professores Identidade dos nossos alunos X nossa identidade de professores

5

6 Base legal: CF 1988 : Art. 6º São direitos sociais a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma desta Constituição. Art As universidades gozam de autonomia didático-científica, administrativa e de gestão financeira e patrimonial, e obedecerão ao princípio de indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão. Art O ensino é livre à iniciativa privada, atendidas as seguintes condições: I - cumprimento das normas gerais da educação nacional; II - autorização e avaliação de qualidade pelo Poder Público.

7 LDB 9394/96 Art. 43 a 57: Finalidades do Ensino Superior Cursos e Programas: seqüencial, graduação, pos graduação e extensão Públicas e privadas Fiscalização e regulamentação Organização: faculdades, centros universitários e universidades

8 Regulamentações específicas para cada área Conselho Nacional de Educação : RESOLUÇÃO CNE/CP Nº 1, DE 15 DE MAIO DE Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para o. Curso de Graduação em Pedagogia RESOLUÇÃO CNE/CES N° 9, DE 29 DE SETEMBRO DE 2004 (*). Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de. Graduação em Direito RESOLUÇÃO CNE/CES nº 2, de 19 de fevereiro de 2002 Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Graduação em Farmácia e Odontologia. Resolução CNE/CES nº 1/2004, que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) do curso de Graduação em Administração

9 Ampliação do atendimento Políticas para o Ensino Superior: 1995 – 2002 ( governo FHC) 2003 – 2010 ( governo Lula )

10

11 Censo do Ensino Superior – ,6% - setor privado 25,4% - setor público Período de – crescimento matrículas 161,2% total, sendo 221,2% (privado) 68,7% (público)

12

13 Crescimento de cursos de graduação presenciais: Total: 273,5% Privadas: 366,7% Públicas: 121,5% Crescimento de IES Total : 147,4% Privadas: 185,8% Públicas: 18% Crescimento das Faculdades de Tecnologia 1997 (regulamentação) – 2007: 1177% (passando de 13 para 166 instituições) Em 2007 as IES públicas representavam 10,9% enquanto as privadas chegavam a 89,1%

14 Queda na taxa de crescimento do setor privado: FHC – crescimento de 150% Lula – crescimento de 57% De 1994 a 2008 crescimento de 292,1% Inadimplência – 30% Quantitativo de vagas não preenchidas: 54,6% (Dados INEP, 2009) Outras explicações: Implantação dos SINAES: condições mais restritas para autorização, criação e reconhecimento de cursos de graduação Atendimento da demanda reprimida Limitações financeiras das famílias

15 Perfil do aluno que ingressa à Universidade: Maior proporção de mulheres (56,5% de matrículas e 63% de concluintes – dados INEP 2004) Maioria estuda à noite Distribuição por áreas: ciências sociais, negócios e direito – 50% Educação – 18% Saúde e bem estar social – 12% Ciências, matemática e computação – 8% Engenharia, produção e construção – 7 Outros – 5% (dados INEP 2000) Acesso as classes populares- FIES e PROUNI

16 Tendências a partir de 2007: FUSÕES E AQUISIÇÕES Capital externo – conglomerados e oligopólios Abertura de capitais nas bolsas de valores Outras áreas X educação

17 Quatro empresas se destacam no mercado de capitais: Anhanguera Educacional S.A – São Paulo Estácio Participações (Univ. Estácio de Sá) – Rio de Janeiro Kroton Educacional (Rede Pitágoras ) - Minas Gerais SEB S.A (Sistema COC de Educação e Participação) - São Paulo Capital oriundo de grupos estrangeiros Grupo americano Laureate foi o 1º a se tornar sócio de uma universidade brasileira - Anhembi Morumbi – Fundo Pátria – Anhanguera Educacional.

18 O Ensino Superior está diferente. O aluno está diferente E o Professor?

19 Diferença entre ser docente e estar docente. Docência como atividade complementar. Pressuposto - domínio do conhecimento e em segundo plano a formação pedagógica. Necessidade de mudança

20 Conclusões: Educação é um processo essencialmente humano, pois a espécie humana é a única que dela carece (Massi e Giacoia, 1998)

21 Referências Bibliográficas: BARUFFI, Alaíde Maria Zabloski O Professor do Ensino Superior: realidades e desafios. Revista Jurídica UNIGRAN, Dourados, MT v. 2, n. 4 jul/dez 2000 BRASIL, Constituição Federal _____Lei 9394/96 Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, _____MEC/INEP Censo do Ensino Superior, 2004 _____MEC/INEP Censo do Ensino Superior, 2009 CHAVES, Vera Lúcia Jacob Expansão da privatização/ mercantilização do Ensino Superior Brasileiro: a formação de oligopólios. Educ. e Sociedade Campinas, v. 31, p , abr-jun 2010

22 SAVIANI, Demerval.Os saberes implicados na formação do educador. In: BICUDO, Maria Aparecida V. e SILVA JUNIOR, Celestino A. A formação do Educador, v. 1, UNESP, 1996 SCHWARTZMAN, Simon. Aprendendo com os erros do passado: pontos essenciais para a definição de políticas públicas de Educação Superior. Disponível:


Carregar ppt "Instituto de Educação Curso de Extensão 2011 Anhanguera/UNIBAN."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google