A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Taxonomia – O que é, o que faz e para que serve NOME DATA Bem-vindo

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Taxonomia – O que é, o que faz e para que serve NOME DATA Bem-vindo"— Transcrição da apresentação:

1 Taxonomia – O que é, o que faz e para que serve NOME DATA Bem-vindo
O objetivo desta apresentação é fazer uma introdução ao que é a Taxonomia, explicar o objetivo de uma estruturação adicional da classificação e mostrar as vantagens de um sistema de classificação hierárquica. Serão também explicados os princípios e as regras da Taxonomia, assim como a forma como a mesma foi criada e os fundamentos que subjazem a esta estruturação. Abordar-se-á ainda a aplicação da Taxonomia e o modo como traz vantagens para o utilizador em cenários do mundo real e melhora a precisão e eficiência no tratamento de produtos e serviços. NOME DATA

2 Noções e princípios básicos de Taxonomia Criação da Taxonomia
ÍNDICE Índice Introdução Situação atual Noções e princípios básicos de Taxonomia Criação da Taxonomia Evolução da Taxonomia Âmbitos de classe Vantagens de uma classificação taxonomizada Equipa central Aplicação da Taxonomia Síntese

3 Refinamento da Classificação de Nice
INTRODUÇÃO Refinamento da Classificação de Nice A Classificação de Nice constitui o padrão para a classificação de produtos e serviços no âmbito do pedido e registo de uma marca. A Taxonomia não é uma alternativa à Classificação de Nice. Não é um novo sistema de classificação – é um complemento. A Taxonomia utiliza a Classificação de Nice como uma base de partida. Por conseguinte, a Classificação de Nice não será substituída e, sempre que nela forem introduzidas alterações pelo Comité de Peritos, essas alterações refletir-se-ão na Taxonomia. A Taxonomia é um complemento à Classificação de Nice tradicional, com uma estrutura mais completa e aprofundada dos produtos e serviços.

4 Esforço cooperativo IHMI Institutos nacionais OMPI
INTRODUÇÃO Esforço cooperativo IHMI Institutos nacionais OMPI Associações de Utilizadores O desenvolvimento da Taxonomia não se processou de forma isolada. Colaborámos com os nossos parceiros em todo o processo. A criação em si mesma teve lugar aqui, no IHMI. No entanto, a maioria das pessoas que nela têm trabalhado vieram dos institutos nacionais, na qualidade de peritos nacionais destacados. A OMPI participou desde o primeiro dia, tendo cada estrutura sido acordada com os seus peritos em classificação. Todos os institutos nacionais tiveram a oportunidade de exprimir as suas opiniões e pontos de vista sobre o resultado do exercício. As associações de utilizadores, representadas neste projeto pela INTA e a MARQUES, têm igualmente emitido os respetivos pareceres.

5 Situação atual INTRODUÇÃO
Antes de aprofundar a nova situação que a Taxonomia veio introduzir, passemos em revista a situação atual/recente da classificação:

6 Base de Dados Harmonizada
SITUAÇÃO ATUAL Situação atual da classificação Classificação de Nice Base de Dados Harmonizada Classificação de Nice: A versão 2013 da 10.ª edição da Classificação de Nice contém cerca de 9000 termos. Os termos estão divididos em 45 classes Os títulos de classe na Classificação de Nice indicam o conteúdo da classe. A Classificação de Nice constitui a base da Taxonomia A Base de Dados Harmonizada Base de dados comum de termos aceitáveis implementada atualmente por 11 institutos europeus. A implementar, manter e desenvolver por todos os institutos europeus. Contém perto de termos. A Base de Dados Harmonizada constitui o conteúdo da Taxonomia

7 Class 39 Situação atual da classificação
Nice Class Headings Transporte, Embalagem e entreposto de mercadorias, Coordenação da organização de viagens para indivíduos e grupos Adução de água, Serviços de transporte aéreo, Disponibilização de acompanhantes para viajantes, Transporte em ambulância, Aluguer de cadeiras de rodas, Descarga de mercadorias, Transporte por oleodutos, Transporte de passageiros, Aluguer de carros de corrida, Serviços de motoristas, Serviços de táxis, Organização de cruzeiros, Transportes por caminho de ferro, Corretagem/agências de transporte, Fornecimento de electricidade, Transporte por barco, Salvamento submarino, Aluguer de sinos de mergulhador, Entregas de pizzas, Serviços de distribuição e abastecimento de água, Transporte em navio transbordador O mercado atual introduz novos produtos e serviços todos os dias. Todos estes novos produtos e serviços inserem-se no sistema de classificação de Nice. No entanto, isto significa também que o conteúdo de muitas classes de Nice está a tornar-se cada vez mais abrangente. O resultado é um sistema de classificação em que as classes contêm tipos de produtos ou serviços de tal modo diferenciados que se torna difícil encontrá-los. Isto leva, por conseguinte, a que tenhamos um número de classe que cobre um vasto conjunto de termos aplicáveis a produtos ou serviços. São numerosas as classes em que existe pouca ou nenhuma relação entre muitos dos produtos ou serviços que contêm. Embora os títulos das classes na Classificação de Nice se encontrem disponíveis, em muitos casos fornecem uma indicação deficiente de todo o conteúdo das mesmas. A solução para este problema passa por uma estruturação adicional dos termos dentro da Classificação de Nice – que denominamos «Taxonomia».

8 Noções e princípios básicos de Taxonomia
A Taxonomia é uma estruturação adicional de termos de produtos e serviços dentro do sistema de classificação de Nice.

9 O que é uma taxonomia – como se aplica à classificação
NOÇÕES BÁSICAS Noções básicas de Taxonomia O que é uma taxonomia – como se aplica à classificação Taxonomia, por definição, é a disciplina que define os grupos [...] com base em características comuns e atribui nomes a esses grupos. A cada grupo é atribuída uma posição hierárquica e os grupos de uma determinada categoria podem ser agregados de modo a formar um supergrupo de posição hierárquica mais elevada, criando assim uma classificação hierárquica. Originalmente, é uma disciplina académica que agrupa e organiza os organismos biológicos. O método de agrupamento e organização em hierarquias já se utiliza correntemente na linguística – com famílias de línguas, dialetos e sotaques. É, portanto, um método fácil de aplicar ao conteúdo da Classificação de Nice – agrupamentos de termos que partilham características semelhantes, ordenados numa hierarquia que parte do geral para o específico.

10 Nice é a base A Taxonomia é construída no topo Princípios de Taxonomia
A Classificação de Nice constitui o padrão para a classificação de produtos e serviços no âmbito do pedido e registo de uma marca. A Taxonomia não é uma alternativa à Classificação de Nice. Não é um novo sistema de classificação – é um complemento. A Taxonomia utiliza a Classificação de Nice como uma base de partida. Portanto, a Classificação de Nice não será substituída e, sempre que nela forem introduzidas alterações pelo Comité de Peritos, essas alterações refletir-se-ão na Taxonomia. O primeiro nível da Taxonomia deriva da Classificação de Nice com a divisão em 45 classes.

11 Termos, grupos e títulos de grupos
PRINCÍPIOS Princípios de Taxonomia Termos, grupos e títulos de grupos O grupo é a componente mais fundamental da Taxonomia. O grupo de termos partilha características semelhantes e é-lhe atribuído um título descritivo. A fonte dos dados é a Base de Dados Harmonizada – cerca de termos de produtos e serviços. Os termos já estão divididos em 45 classes (Nice). Assim, o agrupamento dos termos é feito na Classificação de Nice. Possíveis relações entre as classes são ignoradas (os «materiais de construção» da classe 6 constituem um grupo diferente dos «materiais de construção» da classe 19).

12 Princípios de Taxonomia
Class 39 Serviços de navegação GPS Adução de água Depósito/armazenamento de mercadorias Transporte de passageiros [viajantes] Fornecimento de calor [distribuição] Entrega de mercadorias encomendadas por correspondência Transportes marítimos Serviços de transporte aéreo Transporte em automóveis Salvamento de navios em perigo Informação sobre trânsito Transporte em navio transbordador Disponibilização de acompanhantes para viajantes Serviços de companhias de aviação e serviços de expedição Aluguer de contentores de armazenamento Distribuição de jornais Transporte em ambulância Aluguer de garagens Aluguer de cadeiras de rodas Aluguer de paletes Informações sobre transporte Descarga de mercadorias Transporte ferroviário de passageiros Descarga Salvamento de carga de navios Serviços de autocarros Transporte por oleodutos Aluguer de carrinhos de bébé Salvamento de navios Transporte de passageiros Reboque marítimo Transporte por camião Entrega de mercadorias Aluguer de carros de corrida Informações de viagens Envio de mercadorias Depósito de barcos Serviços de motoristas Transporte em monocarril Transportes em navio de passageiros Aluguer de barcos Serviços de táxis Aluguer de motociclos Entrega de distribuição de encomendas Organização de cruzeiros Corretagem de navios Informações sobre trânsito Pilotagem Distribuição de energia Transportes por caminho de ferro Serviços personalizados de guia turístico Serviços de planeamento de itinerários Aluguer de entrepostos Serviços de portes Organização de viagens Aluguer de arcas para alimentos congelados Distribuição de água Fornecimento de electricidade Serviços de eléctricos [transporte] Reserva de aluguer de automóveis Transporte por barco Transporte por navio de carga Fornecimento de gás [distribuição] Transporte de mercadorias Transporte de mercadorias por comboio Salvamento submarino Embarque de mercadorias Transporte em avião a hélice Aluguer de sinos de mergulhador Recuperação de automóveis Abastecimento de água Transporte e entrega de mercadorias Entrega/distribuição de mensagens Serviços de entreposto de mercadorias Fretamento Aluguer de espaços de armazenamento Serviços de armazenagem Fornecimento de instalações para atracar Entreposto e entrega de mercadorias Entregas de pizzas Recolocação de navios a flutuar Transporte aéreo Serviços de correio especial Realização e organização de excursões Informações sobre entreposto Cruzeiros de barco Entrega e entreposto de mercadorias Serviços de distribuição e abastecimento de água Serviços de navegação aérea Serviços de localização de carga Armazenamento de peles Aluguer de motores de aeronaves Serviços de estacionamento de automóveis Transporte em aeronave de turbo-jacto Fornecimento de instalações para o estacionamento de veículos Organização de excursões Reboque de aeronaves Serviços prestados por ferryboat Analisando uma seleção de termos na base de dados, neste caso a classe 39, e com o conhecimento prévio do conteúdo que os fundamentos da Classificação de Nice permitem, é fácil distinguir um padrão – os termos, na sua maioria, estão relacionados com o transporte. Evidentemente, nem todas as classes são tão homogéneas e nem todos os padrões são tão fáceis de distinguir. Podemos constatar, quando observamos cada um dos termos…

13 Princípios de Taxonomia
PRINCÍPIIOS Princípios de Taxonomia Class 39 Serviços de navegação GPS Adução de água Depósito/armazenamento de mercadorias Transporte de passageiros [viajantes] Fornecimento de calor [distribuição] Entrega de mercadorias encomendadas por correspondência Transportes marítimos Serviços de transporte aéreo Transporte em automóveis Salvamento de navios em perigo Informação sobre trânsito Transporte em navio transbordador Disponibilização de acompanhantes para viajantes Serviços de companhias de aviação e serviços de expedição Aluguer de contentores de armazenamento Distribuição de jornais Transporte em ambulância Aluguer de garagens Aluguer de cadeiras de rodas Aluguer de paletes Informações sobre transporte Descarga de mercadorias Transporte ferroviário de passageiros Descarga Salvamento de carga de navios Serviços de autocarros Transporte por oleodutos Aluguer de carrinhos de bébé Salvamento de navios Transporte de passageiros Reboque marítimo Transporte por camião Entrega de mercadorias Aluguer de carros de corrida Informações de viagens Envio de mercadorias Depósito de barcos Serviços de motoristas Transporte em monocarril Transportes em navio de passageiros Aluguer de barcos Serviços de táxis Aluguer de motociclos Entrega de distribuição de encomendas Organização de cruzeiros Corretagem de navios Informações sobre trânsito Pilotagem Distribuição de energia Transportes por caminho de ferro Serviços personalizados de guia turístico Serviços de planeamento de itinerários Aluguer de entrepostos Serviços de portes Organização de viagens Aluguer de arcas para alimentos congelados Distribuição de água Fornecimento de electricidade Serviços de eléctricos [transporte] Reserva de aluguer de automóveis Transporte por barco Transporte por navio de carga Fornecimento de gás [distribuição] Transporte de mercadorias Transporte de mercadorias por comboio Salvamento submarino Embarque de mercadorias Transporte em avião a hélice Aluguer de sinos de mergulhador Recuperação de automóveis Abastecimento de água Transporte e entrega de mercadorias Entrega/distribuição de mensagens Serviços de entreposto de mercadorias Fretamento Aluguer de espaços de armazenamento Serviços de armazenagem Fornecimento de instalações para atracar Entreposto e entrega de mercadorias Entregas de pizzas Recolocação de navios a flutuar Transporte aéreo Serviços de correio especial Realização e organização de excursões Informações sobre entreposto Cruzeiros de barco Entrega e entreposto de mercadorias Serviços de distribuição e abastecimento de água Serviços de navegação aérea Serviços de localização de carga Armazenamento de peles Aluguer de motores de aeronaves Serviços de estacionamento de automóveis Transporte em aeronave de turbo-jacto Fornecimento de instalações para o estacionamento de veículos Organização de excursões Reboque de aeronaves Serviços prestados por ferryboat …que alguns deles NÃO se referem ao transporte, estando relacionados, sim com Armazenamento Estacionamento Tubagem e distribuição por cabo. Estes termos terão, portanto, de ser categorizados noutros grupos.

14 Princípios de Taxonomia
PRINCIÍPIOS Princípios de Taxonomia transporte Informação sobre trânsito Adução de água Transporte por barco Serviços de companhias de aviação e serviços de expedição Informações sobre transporte Transportes marítimos Transporte em automóveis Transporte por camião Pilotagem Transporte em avião a hélice Serviços de transporte aéreo Transportes por caminho de ferro Transporte em monocarril Transporte aéreo Transporte em aeronave de turbo-jacto Serviços de eléctricos [transporte] Serviços de navegação Transporte e distribuição de mercadorias Aluguer de meios de transporte Viagens e transporte de passageiros Resgate, recuperação, reboque e salvamento Serviços de navegação GPS Entrega de mercadorias encomendadas por correspondência Aluguer de barcos Salvamento de carga de navios Serviços de localização de carga Entrega de mercadorias Cruzeiros de barco Salvamento de navios Serviços de navegação aérea Envio de mercadorias Organização de excursões Reboque de aeronaves Serviços de planeamento de itinerários Transporte em navio transbordador Salvamento submarino Transporte de mercadorias Serviços de autocarros Descarga de mercadorias Reserva de aluguer de automóveis Disponibilização de acompanhantes para viajantes Recuperação de automóveis Fretamento Aluguer de cadeiras de rodas Realização e organização de excursões Recolocação de navios a flutuar Serviços de correio especial Aluguer de carros de corrida Transporte em ambulância Salvamento de navios em perigo Entregas de pizzas Aluguer de sinos de mergulhador Transporte de passageiros Embarque de mercadorias Serviços de motoristas Distribuição de jornais Aluguer de carrinhos de bébé Serviços de táxis Aluguer de motociclos Organização de cruzeiros Serviços prestados por ferryboat Os restantes dados dão-nos termos que estão relacionados com o transporte. Há também grupos especiais – igualmente relacionados com o transporte, mas a um nível mais específico: Transporte de mercadorias Transporte de pessoas Aluguer de meios de transporte Navegação E um grupo coletivo para todos os transportes de resgate e socorro. Existem ainda outras possibilidades de agrupamento de alguns destes termos em grupos ainda mais específicos.

15 Princípios de Taxonomia
transporte Serviços de navegação Transporte e distribuição de mercadorias Aluguer de meios de transporte Viagens e transporte de passageiros Resgate, recuperação, reboque e salvamento A última etapa na criação de grupos é a atribuição de um título de grupo adequado. Dado que tem por objetivo descrever o conteúdo do grupo, este título deve ser muito descritivo e abranger de facto todos os termos que se encontram no grupo. Esta é uma das tarefas mais exigentes da criação da Taxonomia já que o título deve, se possível, ser classificável e, ao mesmo tempo, ser suficientemente vago para poder abranger um vasto conteúdo. Por ser importante garantir a continuidade, é conveniente que também não sejam efetuadas muitas alterações a estes títulos. O processo deve, portanto, ter também em conta eventuais produtos futuros, semelhantes aos que se encontram atualmente no grupo, que devem poder ser abrangidos pelo título. Eis os princípios a seguir para um título de grupo: DEVE OBRIGATORIAMENTE abranger tudo o que se encontra no grupo. DEVE OBRIGATORIAMENTE ser suficientemente vago para poder abranger futuros produtos/serviços semelhantes. NÃO DEVE, se possível, sobrepor-se a qualquer outro grupo dentro da mesma classe. DEVE, se possível, ser classificável.

16 Árvores, hierarquias e conexões
PRINCÍPIOS Princípios de Taxonomia Árvores, hierarquias e conexões Agora que os grupos foram identificados, é necessário organizá-los numa estrutura hierárquica em árvore, que constitui a segunda componente de base de uma taxonomia. No exemplo da classe 39, identificámos o grupo relativo ao TRANSPORTE. Havia ainda cinco grupos com serviços específicos de transporte identificados no seu interior. Conforme mencionado antes, alguns dos termos contidos na classe NÃO tinham relação direta com o transporte.

17 CLASS 39 Princípios de Taxonomia Distribuição por tubagens e cabos
Transporte Embalagem e entreposto de mercadorias Estacionamento e armazenamento de veículos, ancoragem Navegação (traçamento de posições, rotas e cursos) Transporte e distribuição de mercadorias Aluguer de meios de transporte Viagens e transporte de passageiros Resgate, recuperação, reboque e salvamento Conforme referido, a base é a Classificação de Nice e o nível mais elevado das nossas estruturas é, portanto, o número da classe de Nice. No primeiro nível, encontramos o grupo «Transporte», juntamente com outros três grupos de termos na classe 39 que não têm relação direta com o transporte. Então, como vimos, o grupo «Transporte» foi dividido em cinco subgrupos diferentes para os termos que são mais específicos. Acresce que, nesta classe, existe ainda um quarto nível de termos ainda mais específicos. Serviços de transporte e remoção de mercadorias e cargas Serviços de entrega de correspondência e de estafeta Serviços de passeios turísticos, visitas turísticas e excursões

18 Do geral para o específico
PRINCÍPIOS Princípios de Taxonomia Do geral para o específico Um dos grandes princípios da Taxonomia é partir do geral para o específico. Os grupos do nível do topo serão os grupos gerais e os dos níveis da base serão os específicos. No entanto, isto aplica-se apenas aos títulos de grupo. Podem existir termos muito específicos num grupo de topo. Tal deve-se a razões pragmáticas. Para se ter uma hierarquia útil e praticável, não é aconselhável criar novos grupos para termos individuais. Uma taxonomia exaustiva torná-la-ia impraticável e inutilizável em termos de aplicação por parte do utilizador final.

19 Princípios de Taxonomia
Transporte O movimento de pessoas, animais e mercadorias de um local para outro. Transporte e entrega de mercadorias Especificado apenas como sendo mercadorias, e não pessoas. Serviços de distribuição de correio e correio rápido Especificado em maior detalhe para um determinado tipo de mercadorias. Assim, os serviços de transporte abrangidos pela classe 39 são os gerais. Em princípio não há termos ou conceitos ordenados diretamente sob o número da classe. Só os títulos de grupo estão diretamente ligados ao número da classe. Os títulos do nível do topo, no sentido linguístico, abrangem todos os termos dos níveis da base – sejam termos ou subgrupos mais específicos.

20 Advertência jurídica Princípios de Taxonomia PRINCÍPIO
Tudo o que seja Taxonomia ou, de resto, Classificação de Nice, está isento de responsabilidade jurídica. Nenhum dos institutos participantes declara, ou alguma vez indica, que as estruturas são juridicamente vinculativas. Em última análise, a lista de produtos e serviços garante a cobertura do que estes indicam - com base na interpretação da autoridade competente. Para que não subsistam quaisquer dúvidas, os institutos participantes fazem para esse efeito, em todas as aplicações, uma clara declaração de exoneração de responsabilidade.

21 A criação da Taxonomia O processo de criação deste novo sistema levou três anos. Dado que, tanto quanto é do nosso conhecimento, ninguém tinha feito algo de semelhante antes, houve que improvisar muita coisa. À medida que prosseguia o processo de criação das estruturas, desenvolveu-se uma metodologia e trabalhou-se na fundação de certos princípios. Dado o levado número de variáveis e de interessados, teria sido contraproducente estabelecer antecipadamente as regras e a metodologia. Regras predeterminadas só teriam limitado as possibilidades e tornado os progressos mais lentos, além de que teriam representado, sobretudo, um obstáculo à evolução das estruturas. A primeira regra e princípio da Taxonomia, que está na base de toda a estrutura, é a sua fundamentação na Classificação de Nice.

22 Não vamos reinventar a roda
CRIAÇÃO A criação da Taxonomia Não vamos reinventar a roda Hierarquias de produtos e serviços do passado Antes de iniciar um projeto desta magnitude, certificámo-nos de que não havia nada que pudéssemos adaptar: Classificação de patentes – unicamente para produtos e mais baseada em soluções técnicas do que no produto acabado. Classificação de Locarno – também unicamente para produtos e não suficientemente substancial. Classificação aduaneira – não contempla os serviços e não é exaustiva. Classificação aplicável aos contratos públicos – não é exaustiva nem suficientemente aprofundada. O princípio mais básico que impediu a utilização de qualquer sistema de classificação já existente foi o comprometimento com a Classificação de Nice. Nenhum outro sistema em vigor era semelhante à Classificação de Nice, nem tão pouco poderia ser facilmente adaptado a ela. Tornou-se, portanto, necessário desenvolver a Taxonomia a partir do zero, com base apenas na Classificação de Nice.

23 CRIAÇÃO A criação da Taxonomia Adaptação ao mercado Adaptar a classificação ao mercado e não o mercado à classificação Havia um princípio importante desde o início do projeto - o resultado seria adaptado ao mercado real. A categorização dos termos nos grupos baseia-se na realidade do mercado (tanto quanto entendemos). As características que foram estabelecidas baseiam-se mais nos setores de mercado do que na classificação tradicional. A finalidade e a utilização são mais importantes do que os materiais, por exemplo.

24 Regras e metodologia A criação da Taxonomia CRIAÇÃO
Os princípios gerais que informam a Taxonomia, além da sua fundamentação na Classificação de Nice, são: Cada classe terá uma hierarquia, preenchida com termos da base de dados, i.e. termos contidos na Base de Dados Harmonizada. O nível do topo de cada classe será o número da classe; este nível não conterá quaisquer termos. Cada classe conterá, pelo menos, um nível adicional de grupos. Cada grupo terá um título. O número de níveis é definido pela complexidade da classe. A Taxonomia deve ser flexível, e pode sofrer alterações. Os aditamentos e alterações podem ser efetuados em qualquer nível.

25 Princípios do grupo Como se formam os grupos A criação da Taxonomia
Um grupo é um conjunto de conceitos/termos que partilham a(s) mesma(s) característica(s). A natureza da(s) característica(s) comum(ns) depende da classe e/ou da realidade do mercado. Os grupos e os respetivos títulos devem ser exaustivos e precisos. Não haverá, assim, grupos com a designação «outros». Haverá grupos, com títulos apropriados, para todos os termos. Os princípios que presidiram à criação dos grupos foram: Características; Finalidade; Simplicidade/complexidade; Consumidores-alvo; Canais de vendas. Cada grupo deve ter um título que, com base no seu significado, descreva o conteúdo desse grupo e o distinga claramente dos outros grupos dentro da mesma classe. O título de um grupo deve, em termos linguísticos, abranger todos os termos que se encontram abaixo dele na hierarquia O título de um grupo deve ser mais específico do que o seu termo pai.

26 Leis das famílias de termos
CRIAÇÃO A criação da Taxonomia Leis das famílias de termos Preencher os grupos com termos Todos os termos na Base de Dados Harmonizada devem pertencer a pelo menos um grupo. Antes de um novo termo poder ser introduzido na Base de Dados Harmonizada deve ter um lugar na Taxonomia – contextualiza. Um termo pode pertencer a mais de um termo pai. Os termos pais devem estar em diferentes cadeias da hierarquia. Os termos serão colocados no grupo ao nível mais baixo possível da hierarquia.

27 Dimensão da estrutura Que profundidade e que abrangência
CRIAÇÃO A criação da Taxonomia Dimensão da estrutura Que profundidade e que abrangência A dimensão baseia-se num critério pragmático. Demasiado abrangente dificultaria a usabilidade (isto evita grupos com um único termo). Demasiado aprofundada torná-la-ia muito complexa (demasiados cliques e maior possibilidade de o utilizador ficar perdido). Demasiado superficial e limitada frustraria o propósito de uma hierarquia. A dimensão da estrutura deve ser exaustiva. Não haverá grupos com a designação «outros». Além disso, haverá grupos, com títulos apropriados, para todos os termos. Deste modo não haverá termos órfãos na base de dados. É importante encontrar o equilíbrio entre ter grupos que estão claramente separados a nível do mercado, conservando ao mesmo tempo a abordagem hierárquica, e manter também a estrutura utilizável para o utilizador final.

28 Evolução da Taxonomia Tal como o mercado está sujeito a constantes mutações, também a Base de Dados Harmonizada e a Taxonomia têm de ir sofrendo alterações. As alterações à Classificação de Nice obrigarão igualmente à evolução da Taxonomia. Sem uma evolução e uma manutenção ativas, a Taxonomia não se manterá atual e perderá a validade e usabilidade. A responsabilidade pela evolução e manutenção da Taxonomia e da Base de Dados Harmonizada cabe aos institutos participantes. A equipa central desempenhará um papel importante na coordenação e continuidade. A participação dos institutos é vital para garantir a atualização permanente do conteúdo e da estrutura.

29 Novas edições da Classificação de Nice
EVOLUÇÃO Evolução da Taxonomia Novas edições da Classificação de Nice Além disso, sempre que houver uma nova edição da Classificação de Nice, será necessário introduzir alterações na Base de Dados Harmonizada e porventura também na Taxonomia. Com a estruturação, todas as alterações à Classificação de Nice tornar-se-ão muito mais fáceis de gerir e exigirão um esforço muito menor graças à utilização da Taxonomia. Historicamente, sempre que eram transferidos termos, ou quando era introduzido um novo conjunto de termos numa classe que anteriormente pertencia a outra classe na Base de Dados Harmonizada, era necessário verificar e corrigir manualmente a totalidade das classes em causa. Uma vez que as classes estão agora taxonomizadas, o grupo que é transferido de uma classe para outra pode ser simplesmente reafectado à nova classe, com todos os termos e subgrupos por ela abrangidos dentro da hierarquia. Isto terá naturalmente de ser sujeito a controlo, mas a quantidade de dados que exigirá um controlo será limitada.

30 Evolução do mercado Evolução da Taxonomia EVOLUÇÃO
A maioria dos produtos e serviços que entram no mercado poderá ser inscrita na Taxonomia atual. Os novos aditamentos à base de dados terão de ser taxonomizados antes da entrada no mercado e, em alguns casos, será necessário criar novos grupos sempre que um produto ou serviço completamente novo entre no mercado, ou quando surja um novo setor de mercado.

31 CLASS 39 Evolução da Taxonomia Transporte Serviços de viagens tno empo
Distribuição por tubagens e cabos Transporte Embalagem e entreposto de mercadorias Estacionamento e armazenamento de veículos, ancoragem Navegação (traçamento de posições, rotas e cursos) Transporte e distribuição de mercadorias Aluguer de meios de transporte Viagens e transporte de passageiros Resgate, recuperação, reboque e salvamento Serviços de teletransporte Serviços de teletransporte (Star Trek «Beam me up, Scottie!») – ainda apenas transporte, deslocação de mercadorias ou pessoas do ponto A para o ponto B. Serviços de viagem no tempo (Back to the future) – novo, nenhum movimento no espaço, just in time, mas ainda um serviço da classe 39. Serviços de transporte e remoção de mercadorias e cargas Serviços de entrega de correspondência e de estafeta Serviços de passeios turísticos, visitas turísticas e excursões

32 Cooperação e coordenação
EVOLUÇÃO Evolução da Taxonomia Cooperação e coordenação IHMI Institutos nacionais OMPI Associações de utilizadores Refletindo os desenvolvimentos ocorridos até à data, que se têm traduzido numa colaboração entre o IHMI e os institutos nacionais, a evolução tenderá no sentido de prosseguir essa cooperação. Todas as alterações serão discutidas e acordadas com a OMPI por forma a garantir que todos estejamos a utilizar a mesma Taxonomia. As associações de utilizadores são um dos nossos principais parceiros, dada a sua relação única com o mercado e porque podem dar a perspetiva do utilizador final. Os seus contributos e recomendações são fundamentais.

33 Âmbitos de classe Um dos resultados diretos da Taxonomia é a criação dos âmbitos de classe.

34 Os frutos da Taxonomia Âmbitos de classe ÂMBITOS DE CLASSE
Os conhecimentos dos principiantes em matéria de classificação são limitados, na melhor das hipóteses. Não saberão o que está contido nas diferentes classes. Os títulos de classe na Classificação de Nice proporcionaram até à data uma visão geral do que está incluído na classe – no entanto, estes títulos nunca foram exaustivos e contêm muitos termos confusos e extremamente específicos. Do acórdão «IP Translator» resultou a noção de que era necessária uma nova forma de descrever o conteúdo das diferentes classes. Criaram-se assim os âmbitos para fornecer uma lista breve e concisa dos termos aceitáveis ​​de produtos e serviços que descreva, idealmente, o conteúdo completo da classe na base de dados, naquele momento em particular.

35 CLASS 45 Âmbitos de classe Serviços pessoais e sociais
Serviços de proteção, salvamento, segurança e execução da lei Serviços pessoais e sociais Serviços jurídicos A construção dos âmbitos de classe é, em princípio, muito simples: Tomemos, por exemplo, os títulos dos grupos do nível de topo da Taxonomia. Dado que os títulos, por definição, devem abranger tudo no grupo, todo o conteúdo fica, assim, ao abrigo do princípio «significar exatamente o que diz». Neste caso: Serviços de segurança, socorro e aplicação da lei Serviços pessoais e sociais Serviços jurídicos Em alguns casos, o título do grupo do nível de topo deve ser tão vago que não pode funcionar como um termo de classificação. Nesses casos, o âmbito incluirá os subgrupos do grupo que ostenta o título vago, especificando esse título vago (mediante a utilização do vocábulo «nomeadamente»). «serviços pessoais e sociais» é demasiado vago. Graças à especificação nos subgrupos, obtemos «serviços pessoais e sociais, nomeadamente serviços de orientação astrológica e espiritual, serviços de investigação privada, serviços de encontros, serviços funerários, serviços religiosos, aluguer de vestuário». No entanto, há muitas vezes termos diretamente no grupo que ostenta um título vago. Estes terão também de ser incluídos nos âmbitos de classe para que sejam abrangentes. Uma vez que estes termos são muito pouco numerosos e não justificam um grupo de Taxonomia próprio (por razões de usabilidade), são ordenados em grupos de âmbito especialmente criados para o efeito. Os grupos de âmbito não fazem parte da Taxonomia. Os grupos de âmbito são pequenos e, com frequência, muito especializados. Exemplos de grupos de âmbito (45): serviços personalizados de compras, redação de cartas pessoais, serviços de «lobbying» político. Serviços astrológicos e espirituais Serviços de agências de detetives Serviços de agências de namoro/encontros Serviços de agências funerárias Serviços religiosos Aluguer de vestuário

36 Vantagens de uma classificação taxonomizada
Consideramos que a Taxonomia constitui uma enorme melhoria, um refinamento, do sistema de classificação atual. A vantagem direta da aplicação da Taxonomia é, naturalmente, a compilação mais rápida e mais fácil das listas de produtos e serviços. Isto ficou evidente na primeira aplicação da Taxonomia, que também se mostra muito promissora em termos de assistência e automatização. Além destes aspetos, cremos também que a Taxonomia apresenta uma vantagem mais global.

37 Estrutura Organização de produtos e serviços
VANTAGENS Vantagens de uma classificação taxonomizada Estrutura Organização de produtos e serviços A Taxonomia confere estrutura a esta grande quantidade de dados que é a Base de Dados Harmonizada de produtos e serviços, e a estrutura possibilita uma melhor panorâmica do que a mesma contém de facto, tanto para os utilizadores finais como para os administradores de dados. Esta estrutura constitui a base que permitirá todas as vantagens, assim como a aplicação.

38 Transparência Descodificar a classificação
VANTAGENS Vantagens de uma classificação taxonomizada Transparência Descodificar a classificação Ao acrescentar esta estrutura dentro das classes de Nice, todo o conteúdo da classe tornar-se-á transparente através de grupos com títulos descritivos. Passará a ser fácil deduzir todo o conteúdo de cada classe. A organização dos produtos e serviços em grupos com características semelhantes também contextualizará os termos e permitirá uma melhor compreensão do que realmente significam. Além disso, as estruturas podem funcionar de modo a dar uma indicação dos produtos e serviços semelhantes, tanto dentro dos grupos como entre diferentes grupos em diferentes classes.

39 Compreensão Clareza e compreensão
VANTAGENS Vantagens de uma classificação taxonomizada Compreensão Clareza e compreensão A estruturação e a transparência deverão permitir uma melhor compreensão da forma como funciona a classificação. O trabalho realizado oferece a oportunidade de melhorar o sistema de classificação de Nice, já que fica mais claro onde é possível fazer progressos.

40 Compilação de listas Mais fácil encontrar os termos adequados
VANTAGENS Vantagens de uma classificação taxonomizada Compilação de listas Mais fácil encontrar os termos adequados Uma das principais dificuldades na compilação de uma lista de produtos e serviços é encontrar as termos apropriados que abranjam o produto ou serviço pretendido. A Base de Dados Harmonizada contém um tão grande número de termos que encontrar os que assegurem um adequado âmbito de proteção é um processo moroso que poderá ainda comportar um elevado grau de incerteza. Graças à categorização dos termos, é possível ver todos os termos que partilham características semelhantes, não correndo assim o risco de omitir termos devido a uma redação ou ortografia desconhecidas. Através da estrutura hierárquica também é possível decidir até que ponto pretende ser específico ou geral e selecionar os termos em conformidade. Movendo-se para baixo na hierarquia, o utilizador poderá encontrar os termos específicos ou, se assim o pretender, os termos mais gerais no topo. Estas possibilidades facilitam a elaboração de uma lista abrangente de produtos e serviços, garantindo ao mesmo tempo que na base de dados não exista nenhum outro termo que pudesse ter sido mais apropriado ou proporcionado um melhor âmbito de proteção.

41 Comparação de listas Referência rápida de eventuais termos semelhantes
VANTAGENS Vantagens de uma classificação taxonomizada Comparação de listas Referência rápida de eventuais termos semelhantes Ao comparar as listas de produtos e serviços, é muitas vezes difícil obter rapidamente uma panorâmica dos termos semelhantes. Apesar de a Taxonomia não ter qualquer implicação jurídica, o utilizador pode rapidamente obter uma referência de termos semelhantes com base nos agrupamentos. Ao navegar por todo o conteúdo de um grupo, que muitas vezes é apenas uma fração do número de termos de toda a classe, o utilizador poderá ver os termos contextualizados e, assim, comparar facilmente as listas.

42 Gestão de dados Controlo do conteúdo
VANTAGENS Vantagens de uma classificação taxonomizada Gestão de dados Controlo do conteúdo As alterações à Classificação de Nice sempre exigiram muitos recursos dos institutos das marcas: Transferir e alterar os termos da lista alfabética oficial. Encontrar termos semelhantes na Base de Dados Harmonizada para redefinição e transferência. Essas ações requerem tempo e recursos humanos, especialmente quando se trata de um conjunto de dados tão grande como a Base de Dados Harmonizada. Com o auxílio da Taxonomia, apenas uma pequena parte dos dados terá de ser tratada manualmente. Nalguns casos, é possível transferir instantaneamente grupos completos da Taxonomia. Noutros casos, muito embora seja necessário um controlo manual, o volume de dados que é necessário submeter a verificação e tratamento representará apenas uma pequena parte da classe completa. Além disso, a Taxonomia, ao classificar todos os termos, indicará de forma clara onde se encontram as deficiências da base de dados e onde é necessário criar novos conceitos. Em virtude da transparência da Classificação de Nice que advém da categorização e das estruturas hierárquicas, a Taxonomia também simplifica o trabalho de pesquisa de padrões e inconsistências contidos na Classificação de Nice. Graças à estrutura aplicada, será mais fácil identificar as áreas na Classificação de Nice de base que carecem de alterações e modificações.

43 Equipa Central de Continuidade da Convergência
Para manter a Taxonomia pertinente e atualizada, é necessário que esta evolua a par dos mercados económicos. Cabe a todos os institutos participantes a responsabilidade por este processo. Espera-se dos institutos nacionais e das associações de utilizadores a apresentação de sugestões de novos termos e de alterações e aditamentos à Taxonomia. No entanto, a fim de garantir um certo grau de continuidade e cumprimento, é necessário que haja uma equipa de peritos que administre as alterações e a evolução em conformidade com as regras e princípios. Para o efeito, e também para outras questões de manutenção do Programa de Convergência, será criada a Equipa Central de Continuidade da Convergência.

44 Apoio, manutenção e validação
EQUIPA CENTRAL Apoio, manutenção e validação Esta equipa será composta por representantes dos institutos nacionais, os quais serão responsáveis pela continuidade e validade da Taxonomia e da Base de Dados Harmonizada, em cooperação e comunicação com os peritos em classificação dos institutos nacionais. A Equipa Central terá as seguintes responsabilidades no que diz respeito à Taxonomia: Taxonomização dos conceitos propostos no fluxo de trabalho da harmonização. Determinação da eventual expansão das estruturas da Taxonomia. Correções à aplicação estrutural atual. Fornecimento de conhecimentos e pareceres especializados em matéria de Taxonomia, Classificação e fluxo de trabalho da harmonização. Tudo isso será feito em colaboração total com os institutos nacionais participantes.

45 Aplicação da Taxonomia
A criação da Taxonomia é algo de muito positivo, mas só através da aplicação e utilização é que as suas vantagens se tornarão realidade. A aplicação inicial cobrirá as possibilidades básicas da estruturação, mas é possível prever muitos mais desenvolvimentos em termos de ferramentas facilitadas pela Taxonomia.

46 Aplicação inicial TMclass «E-filing» Nice OMPI Serviços Web
Aplicação da Taxonomia Aplicação inicial TMclass «E-filing» Nice OMPI Serviços Web A primeira aplicação da Taxonomia será no TMclass, a ferramenta de pesquisa de produtos e serviços. Pelo facto de se apoiar na Base de Dados Harmonizada, limitar-se-á inicialmente aos institutos harmonizados. Para começar, as opções oferecidas ao utilizador final serão a navegação e a filtragem. Os utilizadores poderão utilizar a Taxonomia para navegar em toda a base de dados de produtos e serviços, sem se perderem ou sem terem dificuldades em encontrar os termos corretos. A outra alteração importante prende-se com a possibilidade de filtrar os resultados da pesquisa para além da classe. No futuro próximo, será introduzida uma aplicação semelhante na ferramenta de «e-filing», no âmbito do futuro pacote de software. Visto que o «e-filing» corresponde a uma etapa posterior, poderá basear-se na experiência do utilizador do TMclass. A Taxonomia será igualmente proposta como um serviço Web em conexão com a Base de Dados Harmonizada. Desta forma, os institutos que possuam a sua própria aplicação de «e-filing» poderão ainda utilizar as capacidades da base de dados taxonomizada e oferecer aos seus utilizadores as mais recentes ferramentas de pesquisa de classificação. A OMPI criou a sua própria aplicação da Taxonomia, embora, numa fase inicial, apenas a implemente na lista alfabética. A OMPI publicou a Taxonomia em linha em abril de 2013.

47 TMclass Estrutura em árvore e página de resultados
APLICAÇÃO Aplicação da Taxonomia TMclass Estrutura em árvore e página de resultados A mostrar no TMclass Na parte superior do ecrã do TMclass, encontram-se as opções de navegação e na parte inferior as funções de pesquisa. A parte principal do ecrã está dividida em duas secções (caso a pesquisa tenha sido efetuada a um instituto taxonomizado). O lado esquerdo do ecrã contém a estrutura em árvore da Taxonomia. O lado direito contém os conceitos e termos da Base de Dados Harmonizada.

48 Navegação Encontrar todos os termos Aplicação da Taxonomia APLICAÇÃO
A mostrar no TMclass A forma mais fácil de obter uma visão geral de toda a classificação é navegar por todo o conteúdo da base de dados. Uma pesquisa em branco apresentará todos os resultados, em todas as classes, com a árvore da Taxonomia do lado esquerdo. Posicionando o cursor sobre as classes, o utilizador visualizará o âmbito de classe, podendo, assim, encontrar a classe apropriada. Clicando no sinal de mais ao lado da classe, é possível expandir a árvore e visualizar os grupos dentro de cada classe. Ao clicar num grupo, o quadro de resultados (à direita) mostrará todo o conteúdo desse grupo. Desta forma, o utilizador pode navegar por todo o conteúdo e encontrar os termos adequados, sem necessidade de quaisquer conhecimentos prévios de linguística ou tradição de classificação.

49 Filtragem Refinamento da pesquisa Aplicação da Taxonomia APLICAÇÃO
A mostrar no TMclass Um modo mais poderoso de utilizar a Taxonomia é a aplicação da pós-filtragem de resultados da pesquisa. Após a realização de uma pesquisa, os resultados serão apresentados na janela à direita. Devido à dimensão da base de dados, algumas palavras de pesquisa comuns apresentarão uma quantidade substancial de resultados. No entanto, através da Taxonomia no lado esquerdo, que atualmente se limita aos grupos que contêm termos com essa palavra de pesquisa, o resultado pode ser facilmente filtrado para apresentar os termos que de facto interessam para essa pesquisa.

50 Deslocar para cima e para baixo
IAPLICAÇÃO Aplicação da Taxonomia Deslocar para cima e para baixo Navegação e pesquisa avançadas A mostrar no TMclass Funcionalidades avançadas adicionais: Deslocar para cima utilizando trilhas de navegação («breadcrumbs»). Encontrar o caminho de um termo.

51 Criação Compilar uma lista de produtos e serviços
APLICAÇÃO Utilização de casos no TMClass Criação Compilar uma lista de produtos e serviços A mostrar no TMclass Exemplo de como criar uma lista de produtos e serviços. Utilização da MyList.

52 Comparação Encontrar eventuais semelhanças
APLICAÇÃO Utilização de casos no TMClass Comparação Encontrar eventuais semelhanças A mostrar no TMclass Exemplo de como comparar listas de produtos e serviços.

53 APLICAÇÃO Manutenção da base de dados Manutenção «in situ» Taxonomização na Consola de Manutenção Terminológica A mostrar no TMC Funcionalidades da Consola de Manutenção Terminológica com respeito à Taxonomia.

54 Contacte-nos: Obrigado www.oami.europa.eu
(+ 34) (central telefónica ) (+ 34) (incidentes técnicos relativos ao e-business) (+ 34) (fax principal) twitter/oamitweets youtube/oamitubes Contacte-nos: Obrigado


Carregar ppt "Taxonomia – O que é, o que faz e para que serve NOME DATA Bem-vindo"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google