A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Conceito de Dispositivos à Prova de Erros Utilizados na Meta do Zero Defeito em Processos de Manufatura CALARGE, Felipe Araújo ; DAVANSO, José Carlos (2004)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Conceito de Dispositivos à Prova de Erros Utilizados na Meta do Zero Defeito em Processos de Manufatura CALARGE, Felipe Araújo ; DAVANSO, José Carlos (2004)"— Transcrição da apresentação:

1 Conceito de Dispositivos à Prova de Erros Utilizados na Meta do Zero Defeito em Processos de Manufatura CALARGE, Felipe Araújo ; DAVANSO, José Carlos (2004)

2 Equipe Itajubá, 26 de outubro de 2010 Adonias Ana Cláudia Andressa Filipe Laís Maria Nathália 14333

3 SUMÁRIO 1.Introdução 2.Relação com a teoria 3.Abordagem de prevenção de erros pela utilização de dispositivos poka yoke 4.Conceituação e principais classificações 5.Exemplo: empresa do setor automobilístico 6.Processo de aceitação e validação de dispositivo poka yoke 7.Recomendações na instalação de dispositivos poka yoke 8.Eficiência dos dispositivos poka yoke 9.Considerações finais 10.Referências 3

4 Introdução Principal premissa: falhas humanas são inevitáveis, mas podem ser eliminadas prevenindo-se que uma falha venha a se tornar um defeito Poka Yoke: ecaz ferramenta para atingir zero defeito e eliminar inspeções de controle da qualidade; 4

5 Introdução 5

6 Relação com a Teoria Objetivo: prevenir e eliminar defeitos; Poka-Yoke: mecanismo para colocar o processo à prova de erros; Assegura que existam as condições apropriadas antes de executar um passo do processo; Zero Defeito Elimina defeitos no produto/serviço. Elimina defeitos no processo 6

7 Relação com a Teoria Criar consciência da qualidade em todos os processos organizacionais; Envolvimento de todos; Os trabalhadores operacionais passam a ser peça-chave na busca da qualidade; Operadores, máquinas e processos: fonte da qualidade. Gestão da Qualidade Total 7

8 ABORDAGEM DE PREVENÇÃO DE ERROS PELA UTILIZAÇÃO DE DISPOSITIVOS POKA YOKE 8

9 Erros HumanosDescriçãoAção Inadvertência Não intencionais, inconscientes e imprevisíveis Concentração e redução da dependência humana Técnicos Falta de aptidão, habilidade e conhecimento Treinamento, mudança tecnológica e melhorias no processo Premeditados Conscientes, intencionais e persistentes Delegação de responsabilidades e melhoria de comunicação ABORDAGEM DE PREVENÇÃO DE ERROS PELA UTILIZAÇÃO DE DISPOSITIVOS POKA YOKE 9

10 MÉTODOS E DISPOSITIVOS POKA YOKE: CONCEITUAÇÃO E PRINCIPAIS CLASSIFICAÇÕES Conceito concebido inicialmente por Shingo em 1992; As características de controle de um produto eram conduzidas por meio de três técnicas: Inspeção por julgamento produtos com defeito separados por amostragem revelando alguns defeitos antes da entrega, mas não diminuindo o índice de defeitos verificados. Inspeção informativa investigação estatística das causas dos defeitos informações transmitidas aos processos apropriados medidas para reduzir os defeitos demoram a chegar na origem defeitos continuam investigação estatística das causas dos defeitos informações transmitidas aos processos apropriados medidas para reduzir os defeitos demoram a chegar na origem defeitos continuam Inspeção na fonte trabalha na origem do processo; evita que erros se transformem em defeitos; conduzida com peça posicionada para operação, ou logo depois que ela sai da máquina. trabalha na origem do processo; evita que erros se transformem em defeitos; conduzida com peça posicionada para operação, ou logo depois que ela sai da máquina. 10

11 Dispositivos Poka Yoke MÉTODOS E DISPOSITIVOS POKA YOKE: CONCEITUAÇÃO E PRINCIPAIS CLASSIFICAÇÕES Denominados mecanismos de prevenção de erros, ou à prova de falhas. Meios para se garantir a não ocorrência dos defeitos de processo de manufatura. 11

12 Dispositivos Poka Yoke Origem: língua japonesa (yokeru: evitar; poka: erros inadvertidos A idéia foi sistematizada e aperfeiçoada por Shigeo Shingo como um meio de se atingir o zero defeito e eliminar as inspeções para o controle de características da qualidade. MÉTODOS E DISPOSITIVOS POKA YOKE: CONCEITUAÇÃO E PRINCIPAIS CLASSIFICAÇÕES 12

13 MÉTODOS E DISPOSITIVOS POKA YOKE: CONCEITUAÇÃO E PRINCIPAIS CLASSIFICAÇÕES Esquematização das funções dos dispositivos Poka Yoke (Moura & Banzato, 1996). 13

14 Dispositivos Poka Yoke MÉTODOS E DISPOSITIVOS POKA YOKE: CONCEITUAÇÃO E PRINCIPAIS CLASSIFICAÇÕES 14

15 Métodos de atuação dos dispositivos Poka Yoke MÉTODOS E DISPOSITIVOS POKA YOKE: CONCEITUAÇÃO E PRINCIPAIS CLASSIFICAÇÕES Métodos de atuação dos dispositivos Poka Yoke (Moura & Banzato, 1996) 15

16 A EXPERIÊNCIA DA APLICAÇÃO DE DISPOSITIVOS POKA YOKE EM EMPRESA DO SETOR AUTOMOBILÍSTICO 23 têm como função o controle e os dois mecanismos restantes servem para o alerta de anormalidades. a possibilidade de inspecionar e de prevenir normalidades está presente em 15 mecanismos Poka Yoke, enquanto os outros dez mecanismos podem apenas detectar anormalidades. 1 mil m² 25 Desses 25 dispositivos Poka-Yoke: 16

17 Organização da força de trabalho nessa empresa se dá através da formação de times de trabalho responsabilidades sobre itens de qualidade,segurança e manutenção. Gerar a necessidade de instalação de um dispositivo Poka Yoke A EXPERIÊNCIA DA APLICAÇÃO DE DISPOSITIVOS POKA YOKE EM EMPRESA DO SETOR AUTOMOBILÍSTICO 17

18 PROCESSO DE ACEITAÇÃO E VALIDAÇÃO DE DISPOSITIVO POKA YOKE Inicialmente, construir um protótipo do dispositivo e realizar a sua validação; 100 vericações de peças; Considera-se um dispositivo Poka Yoke válido se ele conseguir detectar a totalidade de peças em não- conformidade. 18

19 PROCESSO DE ACEITAÇÃO E VALIDAÇÃO DE DISPOSITIVO POKA YOKE Avaliar Melhorias e Soluções de problemas O Time deverá fazer um brainstorm e definir métodos e equipamentos Selecionar a melhor solução e construir protótipo Dispositivo escolhido é eficaz? É necessário alteração no produto e/ou processo? implementar procedimentos especiais Documentar o dispositivo à prova de erros Implementar o dispositivo à Prova de Erros Atualizar o PFMEA Voz do processo Voz do produto N N S S 19

20 Treinamento Acompanha a implantação do dispositivo Comprometimento e Motivação Apoio da gerência Liberdade na exposição de ideias e participação de todos PONTOS IMPORTANTES E RECOMENDAÇÕES NA INSTALAÇÃO DE DISPOSITIVOS POKA YOKE 20

21 Mudança de postos de trabalho Restrições à rotatividade Necessidade de habilidades e qualificações específicas Recursos financeiros Vitais para a viabilidade da proposta Custos, vida útil do produto ou da linha de produção, retorno do investimento e eficácia PONTOS IMPORTANTES E RECOMENDAÇÕES NA INSTALAÇÃO DE DISPOSITIVOS POKA YOKE 21

22 ASPECTOS VERIFICADOS EM RELAÇÃO À EFICIÊNCIA DOS DISPOSITIVOS POKA-YOKE Maior parte dispositivos métodos controle Possibilitam: prevenção e detecção de falhas, pois paralisam o equipamento; Dispositivos baseados nos métodos de alerta: luminosos e sonoros Parada não é imediata: operador ausente posto; não ouvir 22

23 Sistemas produção sequência: utilizar dispositivos conduzem parada; Equipamentos isolados, única operação: utilizar método de alerta; Forma inspeção mais indicada e econômica: prevenção: paralisação evita sucata e retrabalho; Nem sempre é possível instalar um sistema que tenha como forma de inspeção a prevenção. ASPECTOS VERIFICADOS EM RELAÇÃO À EFICIÊNCIA DOS DISPOSITIVOS POKA-YOKE 23

24 Mecanismos detecção: métodos mais seguros são os de contato e os de movimento; Método de movimento só é utilizado quando não há possibilidade de instalação de outro método devido à característica do produto ou da máquina. ASPECTOS VERIFICADOS EM RELAÇÃO À EFICIÊNCIA DOS DISPOSITIVOS POKA-YOKE 24

25 CONSIDERAÇÕES FINAIS Avaliação do desempenho de fornecedores para cotações e negócios; Critérios: qualidade, preço e prazo de entrega; Necessidade de ferramentas, tendo como foco as melhorias contínuas; Dispositivos Poka Yoke: diminuição de retrabalhos e perdas. Meta é o Zero defeito; Princípios simples: de baixo custo, porém trazem grandes vantagens. 25

26 REFERÊNCIAS 26


Carregar ppt "Conceito de Dispositivos à Prova de Erros Utilizados na Meta do Zero Defeito em Processos de Manufatura CALARGE, Felipe Araújo ; DAVANSO, José Carlos (2004)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google