A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Avaliação de testes diagnósticos. Probabilidades Condicionais e Testes diagnósticos Sensibilidade: Probabilidade de um teste ser positivo, dado que existe.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Avaliação de testes diagnósticos. Probabilidades Condicionais e Testes diagnósticos Sensibilidade: Probabilidade de um teste ser positivo, dado que existe."— Transcrição da apresentação:

1 Avaliação de testes diagnósticos

2 Probabilidades Condicionais e Testes diagnósticos Sensibilidade: Probabilidade de um teste ser positivo, dado que existe a doença. Especificidade: Probabilidade de um teste ser negativo, dado que não existe a doença.

3 Sensibilidade e Especificidade a b cd DND T+ T- Sensibilidade = a a + c Especificidade = d b + d

4 Sensibilidade e Especificidade Exemplos: Qual a sensibilidade e especificidade do exame de CK-MB para pacientes com IAM? Considere o exemplo hipotético: De 100 pacientes estudados, 90 tinham IAM, e o exame para CKMB foi positivo em 86, sendo que destes, 80 eram realmente IAM. Qual a sensibilidade e especificidade do teste?

5 Probabilidades Condicionais e Testes diagnósticos Valor Preditivo Positivo: Probabilidade de existir a doença, dado que o teste foi positivo. Valor Preditivo Negativo: Probabilidade de não existir a doença, dado que o teste foi negativo.

6 Valor Preditivo Positivo e Negativo ab c d VPP + = a a + b VPP - = d c + d

7 Valor Preditivo Positivo e Negativo Considere o mesmo exemplo hipotético: De 100 pacientes estudados, 90 tinham IAM, e o exame de CK MB foi positivo em 86, sendo que destes, 80 eram realmente casos de IAM. Qual o VPP + e o VPP- do teste?

8 Probabilidades Condicionais e Testes diagnósticos Razão de Verossimilhança Positiva: É uma razão entre a probabilidade de um teste ser positivo, dado que existe a doença, e a probabilidade de um teste ser positivo, dado que não existe a doença.

9 Probabilidades Condicionais e Testes diagnósticos Razão de Verossimilhança Negativa: É uma razão entre a probabilidade de um teste ser negativo, dado que existe a doença, e a probabilidade de um teste ser negativo, dado que não existe a doença.

10 Razão de Verossimilhança Positiva e Negativa a b cd RVP = a a + c b b + d DND T + T - RVN = c a + c d b + d

11 Razão de Verossimilhança Positiva e Negativa Exemplo: Considere o mesmo exemplo hipotético: De 100 pacientes estudados, 90 tinham IAM, e o exame de CK MB foi positivo em 86, sendo que, destes 80 eram realmente casos de IAM. Qual a RV+ e a RV- ?

12 Exercício Um paciente de 50 anos de idade com ICC, tomando digoxina, foi admitido na Emergência do hospital. Na admissão, sua concentração sérica de digoxina era de 2,5 ng/ml. Há intoxicação digitálica? Beller et all.(N. Eng. J. Med, 284:989, 1971): De 135 pacientes examinados, 39 tinham o exame acima de 1,7 ng/ml e destes 25 realmente tinham toxicidade, e 78 tinham o exame negativo (abaixo de 1,7) e não tinham toxicidade


Carregar ppt "Avaliação de testes diagnósticos. Probabilidades Condicionais e Testes diagnósticos Sensibilidade: Probabilidade de um teste ser positivo, dado que existe."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google