A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Andréa Tortosa Marangoni Renata Beatriz Fernandes Santos Ítalo Capraro Suriano Karin Zazo Ortiz Daniela Gil UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Andréa Tortosa Marangoni Renata Beatriz Fernandes Santos Ítalo Capraro Suriano Karin Zazo Ortiz Daniela Gil UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO."— Transcrição da apresentação:

1 Andréa Tortosa Marangoni Renata Beatriz Fernandes Santos Ítalo Capraro Suriano Karin Zazo Ortiz Daniela Gil UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO

2 Objetivo: Caracterizar o desempenho de indivíduos pós traumatismo cranioencefálico na avaliação auditiva eletrofisiológica e comportamental do processamento auditivo. Método: Sete indivíduos pós traumatismo cranioencefálico com idade média de 32 anos; Limiares auditivos dentro dos padrões da normalidade entre 500 e 4000Hz; Foram submetidos à: Avaliação audiológica básica; Testes eletrofisiológicos: PEATE e P300; Avaliação comportamental do Processamento auditivo: Teste de localização sonora (LL); Memória seqüencial verbal (MSV) e não-verbal (MSNV); Teste de fala com ruído branco (TFRB); Teste de padrão de duração com tom puro (TPD); Teste de fusão auditiva randomizado (RGDT); Teste dicótico consoante-vogal – etapa de atenção livre (TDCV); Teste de identificação de sentenças sintéticas com mensagem competitiva ipsilateral (SSI-MCI ou PSI-MCI), Teste dicótico de dissílabos alternados (SSW).

3 Resultados: PEATE: 28,5% apresentaram alteração à OD e 57,14% apresentaram alteração à OE, todas caracterizadas por alteração de tronco encefálico baixo com exceção de uma que apresentou alteração difusa de tronco encefálico. P300: sem alteração na latência; PAC: 14,3% apresentaram alteração de grau leve, 28,5% moderado, 42,9% severo e apenas 14,3% dos indivíduos não apresentaram alteração de grau. Conclusão: As avaliações eletrofisiológica e comportamental do processamento auditivo são sensíveis para identificar alterações auditivas centrais em indivíduos pós traumatismo cranioencefálico, sendo estas fundamentais nesta população para complementação de diagnóstico e identificação de possíveis seqüelas, visando contribuir na reabilitação destes indivíduos.


Carregar ppt "Andréa Tortosa Marangoni Renata Beatriz Fernandes Santos Ítalo Capraro Suriano Karin Zazo Ortiz Daniela Gil UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google