A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fórum Anual de Investimento para América Latina Goldman Sachs 13 e 14 de Março de 2003.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fórum Anual de Investimento para América Latina Goldman Sachs 13 e 14 de Março de 2003."— Transcrição da apresentação:

1 Fórum Anual de Investimento para América Latina Goldman Sachs 13 e 14 de Março de 2003

2 RJ-AAA-AAMMDD 1 Overview – Dezembro/2002 Maior empresa integrada de Telecom no Brasil –15,1 milhões de linhas em serviço (Dez/02) –1,4 milhão de assinantes na telefonia móvel (Dez/02) Área de Concessão –65% do território brasileiro/ 93 milhões de habitantes –40% PIB Brasileiro –Mais de 20 milhões de domicílios Liderança no Serviço Local (partic. de mercado 98%) Serviços de Longa Distância Nacional e Internacional Serviços de Telefonia Móvel (GSM) Serviços de Dados, Corporativos e Valor Adicionado TNLP4: ação de maior liquidez no mercado brasileiro TNE: ADR Brasileiro de maior liquidez na NYSE Free Float: 82% do total das ações ADR Nível 2 (NYSE: TNE): 29% do total de ações Valor de Mercado: R$ 9,0 bilhões (Fev/03)

3 RJ-AAA-AAMMDD 2 * 53% das ações ordinárias TNL – ESTRUTURA ACIONÁRIA Telemar Participações S.A.* Free float Tele Norte Leste Participações S.A.(TNL) Free float = 19,2% Tesouraria = 1,6% 100,0%81,0%100,0% Norte Leste (TMAR) Tesouraria 100,0%

4 RJ-AAA-AAMMDD 3 TNL – ESTRUTURA ACIONÁRIA *53% das ações ordinárias** Inclui ações em tesouraria Capital R$ milhões Tele Norte Leste Participações S.A. (TNL) Telemar Participações S.A.* Free float 18,3%81,7%** BNDESPar Fiago AG Telecom ASSECA Participações L.F. Tel BrasilCap Brasil Veículos Lexpart Part. Brasil 52,7% NYSE 29,0% Ordinárias Preferenciais Total Ações 1/3 2/3

5 RJ-AAA-AAMMDD 4 ESTRUTURA CORPORATIVA Assembléia de Acionistas 11 Membros (3 licenciados) Comitê do Conselho [Finanças; Suprimentos & Investimentos; Recursos Humanos / Plano de Stock Option] Conselho de Administração 5 membros, indicados por: - Acionista Majoritário (Telemar Participações) – 3; - Acionista Minoritário (com direito de voto) – 1; - Acionista Minoritário (ações preferenciais) – 1; Objetivo: Revisão e aprovação de critérios e procedimentos contábeis. Conselho Fiscal 2 membros: Superintendentes da TMAR e OiComitê Executivo PricewaterhouseCoopers Auditores Independentes

6 RJ-AAA-AAMMDD 5 Todas as ações possuem o direito de receber um dividendo mínimo anual de 25% do lucro líquido ajustado, contudo as Ações Preferenciais (e ADR) tem direito a no mínimo: 6% do Capital Social, ou O que for maior 3% do Patrimônio Líquido POLÍTICA DE DISTRIBUIÇÃO DE DIVIDENDOS TNL TMAR Todas as ações possuem o direito de receber um dividendo mínimo anual de 25% do lucro líquido ajustado, contudo as Ações Preferenciais tem direito a: Ações Classe A (TMAR 5): Dividendo 10% superior ao pago às ações ordinárias Ações Classe B (TMAR 6): 10% do Capital Social da Companhia (alocado nessa classe)

7 RJ-AAA-AAMMDD 6 ESTRUTURA ADMINISTRATIVA Conselho Fiscal Conselho de Administração TNL Comitê Executivo Controladoria Suprimentos Tesouraria/ Relações c/ Investidores CFO Estratégia e Regulamentação Jurídico Planejamento Financeiro Gestão Patrimonial Relações Públicas Auditoria Interna Superintendente Oi Superintendente TMAR

8 RJ-AAA-AAMMDD 7 DESAFIOS VENCIDOS 1998 International 2002 Expansão da Planta Processos Serviços Visão Mercadológica Recursos Otimizados Processos padronizados; Gestão Centralizada Empresas Unificadas Reestruturação Empresas 16 Ambientes de TI 15 Plataformas de Rede 23 Centros de Gerência de Rede 116 Call Centers Voz Local e LD Regional; Comunic. de Dados Regional. Geográfica Voz Local / Avançada LD Nacional / Internacional Comunic. de Dados Nacional Mobilidade Call Center Gerência de Rede / Internet Gestão/Processos Serviços Visão Mercadológica Por Segmento do Cliente Unificados

9 RJ-AAA-AAMMDD 8 METAS DA ANATEL: COLHENDO OS BENEFÍCIOS Lançamento operacional da Oi Serviço de Longa Distância Nacional Serviço de Longa Distância Internacional Cobertura Nacional do Serviço de Dados

10 RJ-AAA-AAMMDD 9 EVOLUÇÃO DA PLANTA DA TELEFONIA FIXA E TAXA DE UTILIZAÇÃO Linhas em Serviço (LES) Linhas Instaladas (LI) *Aquisição da empresa. Taxa de Utilização (telefonia fixa) Julho 1998* % 93% 92% 82% CAGR LIS = 20,4% + 110% % Milhões

11 RJ-AAA-AAMMDD 10 EVOLUÇÃO DA RECEITA Receita Bruta Receita Líquida CAGR = 23,4% + 132% +18% YoY R$ MM

12 RJ-AAA-AAMMDD 11 DESPESAS OPERACIONAIS* R$ MM *Ex depreciação e amortização 1998 Custo Serv. Prest. Interconexão Desp. Comerc. G&A e outras despesas

13 RJ-AAA-AAMMDD 12 EVOLUÇÃO DO QUADRO DE PESSOAL Telefonia Fixa Consolidado (incluindo Contax e Oi)

14 RJ-AAA-AAMMDD 13 PROVISÃO PARA DEVEDORES DUVIDOSOS % da Receita Bruta Ajuste Extraordinário

15 RJ-AAA-AAMMDD 14 Margem EBITDA (%) EVOLUÇÃO DO EBITDA – TNL R$ MM Receita Líquida EBITDA

16 RJ-AAA-AAMMDD 15 PRODUTIVIDADE POR EMPREGADO – TMAR *1998, 1999 e 2000 pró-forma Linhas em Serviço/Empregado 1998*1999*2000* % 1998*1999*2000* Receita Líquida/Empregado R$ Mil +490% 1998*1999*2000* EBITDA/Empregado R$ Mil +700%

17 RJ-AAA-AAMMDD 16 PRODUTIVIDADE (PLANTA) – TMAR R$ por linha média em serviço (LMES) Despesas Operacionais/LMESEBITDA/LMESReceita Líquida/ LMES 1998*1999*2000* % -19% +60% 1998*1999*2000* *1999*2000* *1998, 1999 e 2000 pró-forma

18 RJ-AAA-AAMMDD 17 RESULTADO FINANCEIRO R$ MM Desvalorização do Real * Inclui R$ 715 milhões referente à encargos sobre despesas com operações de swap. *

19 RJ-AAA-AAMMDD 18 INVESTIMENTO CONSOLIDADO R$ MM Telefonia Fixa Telefonia Móvel 17,1% 99,6% 34,5% 36,1% 48,5% Investimento / Receita Líquida

20 RJ-AAA-AAMMDD 19 DÍVIDA LÍQUIDA CONSOLIDADA R$ MM Dívida Total Curto Prazo Longo Prazo (-) Caixa (-) Aplicação Financeira (LP) (=) Dívida Líquida R$ MMDez/ (1.235) Dez/ (1.513) (141) 9.121

21 RJ-AAA-AAMMDD 20 PERFIL DA DÍVIDA CONSOLIDADA – Moeda & Custo (Dez/02) % MOEDATAXA DE JUROS MoedaCusto (% a.a.) US$Libor + 5 Cesta de Moedas12,3 Real23,2 Custo da Dívida

22 RJ-AAA-AAMMDD 21 PERFIL DA DÍVIDA CONSOLIDADA – CRONOGRAMA DE AMORTIZAÇÃO (Dez/02) em diante Total da Dívida: R$ MM º Sem. 2º Sem.

23 RJ-AAA-AAMMDD 22 EXECUÇÃO DE PRÉ-LANÇAMENTO EXCEPCIONAL - Oi Cobertura Canais de Distribuição Otimização de Ativos 400 cidades cobertas ; 48 milhões de pessoas Cobertura GPRS em 6 capitais torres Otimização do CAPEX (compartilhamento de ERB´S 971/531próprias) Roaming internacional Principais Fornecedores: Nokia, Siemens, Alcatel, Ericsson Cobertura adequada com foco nas áreas de maior rentabilidade Mais de pontos de venda na Região I, com quebra de exclusividade Canais diversificados com alta capilaridade: ­Varejo, agentes especializados, quiosques, televendas Força corporativa em conjunto com Telemar. Foco no consumidor e no corporativo através da alta capilaridade e variedade de canais Estrutura enxuta: ~846 funcionários Compartilhamento de infra-estrutura Terceirização de serviços, inclusive call centers Sinergias com a Telemar. Marca Forte no Mercado Foco em crescimento rentável minimizando OPEX e CAPEX

24 RJ-AAA-AAMMDD 23 Oi RESULTADOS PÓS-LANÇAMENTO Metas de Lançamento (Julho/2002)Resultados Obtidos (Dezembro/2002) 500,000 clientes em 12 meses ARPU de R$ 26 MIX Pré/Pós: 90%/10% Market share gross adds abaixo do fair share de mercado clientes em apenas 6 meses ARPU acima de R$ 33 (primeiros 6 meses) MIX Pré/Pós: 80%/20% (6 meses) Market share gross adds bem acima do fair share estimado pelo mercado Promoção Inovadora: 31 anos Planos de Serviços Inovadores e Diferenciados Oferta diversificada de handsets adequada ao mix da demanda

25 RJ-AAA-AAMMDD 24 Jul/02Ago/02Set/02Out/02Dez/02Nov/02 79% 21% 81% 19% 80% 20% 78% 22% 78% 22% 80% 20% Pré-pago Pós-Pago EVOLUÇÃO MENSAL DA BASE DE CLIENTES DA Oi Em Mil

26 RJ-AAA-AAMMDD 25 ESTRATÉGIA DO CRESCIMENTO DA RECEITA Serviço Local Telefonia Móvel Dados & Corporativo Longa Distância Estratégia Integrada

27 RJ-AAA-AAMMDD 26 Serviço Local Telefonia Móvel Dados & Corporativo Longa Distância Manter liderança no mercado local Serviço de Voz Avançada (Corporativo/PME/SOHO) Melhor aproveitamento de rede entre as operadoras locais Aumentar ARPU Serviço de Valor Adicionado Redução dos Custos de Interconexão (Fixo para Celular) Crescimento da Planta em linha com PIB Aumento nos Serviços de Valor Adicionado ESTRATÉGIA DO CRESCIMENTO DA RECEITA

28 RJ-AAA-AAMMDD 27 Dados & Corporativo Serviço Local Telefonia Móvel Dados & Corporativo Longa Distância Aumentar oferta para PME (mercado local) ADSL (Corporativo/SOHO/pequenas empresas) Oferta de serviço a nível nacional (corporativo) Melhor utilização da infraestrutura com cobertura nacional (Telemar + Pegasus) Competitividade na prestação do serviço Oportunidade de aumentar a participação de Mercado ESTRATÉGIA DO CRESCIMENTO DA RECEITA

29 RJ-AAA-AAMMDD 28 Longa Distância Serviço Local Telefonia Móvel Dados & Corporativo Longa Distância Liderança no mercado local Conquista de novos mercados (interregional/internacional/PME– 31) Proteção do mercado existente –Varejo: lealdade/programas de retenção de clientes + promoções –Corporativo: melhor qualidade (completamento de chamadas /cobrança) + planos competitivos (descontos/volume) Oferta de novos serviço (Aumento na participação de mercado) ESTRATÉGIA DO CRESCIMENTO DA RECEITA

30 RJ-AAA-AAMMDD 29 Telefonia Móvel Serviço Local Telefonia Móvel Dados & Corporativo Longa Distância Profunda segmentação de Mercado (MTV & Celebridades) Estimular o serviço de dados + Crescimento no SMC Foco no Mercado Corporativo Aproveitamento das vantagens competitivas: –Sinergia com a empresa de Telefonia Fixa (TMAR) –Cobertura Regional –Tecnologia GSM (velocidade & serviços diferenciados) Baixa subsidio nos aparelhos/planos de serviços agressivos Aumento no roaming nacional & internacional Nova Tecnologia + Migração do Fixo para o Móvel ESTRATÉGIA DO CRESCIMENTO DA RECEITA

31 RJ-AAA-AAMMDD 30 OUTLOOK 2003 Planta: Telefonia Fixa: em linha com PIB Telefonia Móvel: +/- 1 milhão de adições Receita: (1) Crescimento nas receitas com LDN, Dados e telefonia Móvel (2) Local e LD aumento nas tarifas (Junho) Custos : controle rígido Dívida Liquida: estável / pequena redução

32 RJ-AAA-AAMMDD 31 SAFE HARBOR STATEMENT Relações com Investidores Rua Humberto de Campos, 425 / 8º andar Leblon Rio de Janeiro -RJ Telefone: ( 55 21) /1313/1315/1316/1317 Fax: (55 21) Visite nosso website: As projeções aqui disponíveis foram reunidas de maneira criteriosa dentro da atual conjuntura, baseadas em trabalhos em andamento e respectivas estimativas. O uso de termos como projeta, estima, antecipa, prevê, planeja, espera, entre outros, objetiva sinalizar possíveis tendências que, evidentemente, envolvem incertezas e riscos, cujo resultados futuros podem diferir das expectativas atuais. A Telemar não se responsabiliza por operações ou decisões de investimento tomadas com base nas mesmas.


Carregar ppt "Fórum Anual de Investimento para América Latina Goldman Sachs 13 e 14 de Março de 2003."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google