A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Pulsar - Grafologia Científica Projeto Scigraph Múltiplos Usuários Múltiplos idiomas Tela inicial.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Pulsar - Grafologia Científica Projeto Scigraph Múltiplos Usuários Múltiplos idiomas Tela inicial."— Transcrição da apresentação:

1 Pulsar - Grafologia Científica Projeto Scigraph Múltiplos Usuários Múltiplos idiomas Tela inicial

2 O que é o Pulsar? Exportação via internet de laudos para equipamento de outro grafólogo ou para uma empresa. Aproximadamente modelos de imagens, distribuídos entre letras, escritas, margens, assinaturas e gestos-tipo. Resultado de quase três anos de estudos e planejamento levados a cabo por uma equipe de desenvolvedores, psicólogos, grafólogos e dezenas de outros anônimos que colaboraram com suas caligrafias o Pulsar é um software desenvolvido para auxiliar grafólogos e profissionais de recursos humanos na análise do traçado gráfico da escrita, da assinatura e da disposição geral das margens. Mais de linhas explicativas para enunciados e conceitos técnicos de grafologia. Quatro níveis de análise: pessoal, psicológico, vocacional e um para recursos humanos. Quatro vetores gráficos associados a 288 indicadores, divididos em dois grupos de 144, sendo o primeiro com conotações positivas e o segundo com conotações negativas. Geração de apostilas e manuais para treinamento de empresários, estudantes de grafologia e profissionais de recursos humanos. A escrita digitalizada por um scanner poderá ser arquivada junto ao processo de análise. Edição e impressão de laudos de análise, inclusive resultados apresentados no Diagrama 3D.

3 Como funciona? Cada célula pode ser sensibilizada em cinco gradações, de acordo com a intensidade e a incidência dos indicadores a ela associados. O Diagrama 3D abaixo representado é um objeto gráfico composto por 161 células, distribuídas em 13 quadrantes, semelhantes à disposição das horas em um relógio com ponteiros. O Diagrama 3D é uma versão digital do Círculo Grafopsicanalítico, que traduz de forma gráfica o Simbolismo do Espaço. O Pulsar é suportado por um banco de dados que possibilita a uma empresa manter registros de cada processo e fazer comparações detalhadas dos perfis analisados. Os resultados são obtidos a partir da análise comparada da escrita com os objetos gráficos exemplificados no sistema. A partir da identificação de similaridades, a escrita é associada a seus aspectos positivos e negativos, às estruturas psicológicas e aos vetores gráficos; tudo isso ocorre automaticamente. A partir de traços personais específicos, é possível identificar grupos a partir de suas orientações psicológicas ou, de maneira inversa, identificar afinidades comuns em um determinado grupo de indivíduos. A comparação entre grupos pode ocorrer entre funcionários de uma empresa, entre homens e mulheres, por atividades profissionais, faixa etária e muitas outras.

4 Relatório de Indicadores Este é um relatório de apoio à finalização da análise. Ele apresenta as principais ocorrências dos indicadores, descrevendo também seu significado. Para trabalhos mais sofisticados e completos, este relatório pode ser entregue ao cliente, com o objetivo de faze-lo entender melhor os resultados e poder, ele mesmo, analisar a amplitude dos termos a ele atribuídos.

5 Relatório de Estruturas e Instâncias Este é um relatório de apoio à finalização da análise. Ele apresenta as principais ocorrências das estruturas e instâncias, descrevendo também seu significado. Para trabalhos mais sofisticados e completos, este relatório pode ser entregue ao cliente, com o objetivo de faze- lo entender melhor os resultados e poder, ele mesmo, analisar a amplitude dos termos a ele atribuídos.

6 Laudo de Análise Este é o principal relatório do Pulsar. Personalizado com os dados de sua empresa ou para grafólogos autônomos, com seu próprio nome, este formulário descreve o resultado final da análise grafológica. Amparado primeiro pela sua experiencia e orientado pelos resultados estatísticos do Diagrama 3D, na freqüência de indicadores e das estruturas, o grafólogo redigirá o texto final da grafoanálise.

7 Relatório do Diagrama 3D Este relatório traz o Diagrama 3D e também as instruções para que o cliente faça sua leitura. Para grafólogos autônomos, este relatório tem um apelo especial, pois além do Laudo de Análise, dos relatórios de Indicadores e o de Estruturas-Instâncias, este relatório ilustrará de maneira bastante clara o significado geral de sua análise. Você, que é um grafólogo ou uma grafóloga, poderá montar um processo individual e entrega-lo a seu cliente.

8 Aspectos e Perfis 15 aspectos, 183 perfis Crépieux-Jamin reconhecia sete gêneros ou elementos determinantes da escrita: ordem, dimensão, direção, continuidade, velocidade, forma e pressão nós relacionamos a inclinação como um dos aspectos principais. A estes elementos chamamos de aspectos e de perfil às suas divisões na linguagem corrente dos grafólogos, estas divisões são chamadas de sub-aspectos. Por exemplo, no aspecto ordem temos os perfis aérea, apertada, clara etc; no aspecto forma temos os perfis angulosa, artificial, cursiva, tipográfica etc. Cada perfil está associado às qualidades positivas ou negativas de um aspecto e estes totalizam cento e oitenta e três (183). Estas qualidades são denominadas aqui de indicadores. No quadro abaixo, a coluna [Perfis] identifica quantos deles estão relacionados para cada aspecto. Por exemplo: (a) o aspecto velocidade apresenta sete perfis: acelerada, calma, impulsionada, lenta, pausada, precipitada e rápida; (b) o aspecto margens apresenta trinta e três perfis o que significa que temos trinta e três classificações para margens e assim por diante. Além dos aspectos principais, relacionados na tabela [A], existem outros que são de aplicação mais específica, descritos na tabela [B]. A B AspectosPerfis AspectosPerfis Ordem8 Assinaturas13 Dimensão10 Ab-reação3 Direção19 Gestos-Tipo7 Continuidade17 Margens33 Velocidade7 Sinais ortográficos9 Forma26 Ligações3 Pressão12 Traços iniciais e finais11 Inclinação5

9 Aspectos e Perfis - conceitos Aspectos e Perfis Todo conceito grafológico presente neste sistema foi relacionado em sua acepção geral, livre de suas interpretações psicológicas, filosóficas ou qualquer outra linha de pensamento. A descrição aqui objetivou muito mais seu aspecto morfológico do que suas implicações relativas.

10 Indicadores, Polaridades e Vetores gráficos 288 indicadores, 2 polaridades, 4 vetores gráficos O resultado prático da associação de uma escrita a um determinado aspecto está no significado das palavras que o definem. Por exemplo: o aspecto pressão-firme se relaciona com determinação, afirmação e resistência; estes três qualificativos recebem aqui o nome de indicadores. Divididos em dois grupos, um com qualidades negativas e outro com qualidades positivas, cada um destes indicadores, sempre que possível, foi descrito com sua acepção mais adequada ao contexto psicológico e comportamental. Os indicadores estão ainda classificados de acordo com os 4 vetores gráficos, a saber: Vetores gráficosDireçãoPositivosNegativos Elevação 72- Exteriorização Rebaixamento -72 Interiorização

11 Estruturas e Instâncias 14 estruturas, 39 instâncias Estrutura aqui é o nome que atribuimos ao conjunto de esquemas adaptativos e perceptivos, que integram nossos sentidos e refletem, de uma forma mais ou menos coerente, nossas aptidões e carências, habilidades e debilidades. Às suas subdivisões chamamos de instâncias. Algumas destas estruturas podem parecer sinônimas, e, devido à sua riqueza de significados e amplitude de suas aplicações, muitas palavras recebem sentidos compreensivamente idênticos no curso de certas discussões. Assim, por exemplo, quando falamos de pensamento e raciocínio, podemos estar nos referindo a duas expansões da inteligência, e que, em determinado contexto, traduzem o mesmo objeto ou conceito. O quadro abaixo apresenta 3 exemplos de estruturas e suas respectivas instâncias: EstruturasInstâncias Atenção Concentrada Normal Dispersa Pensamento Abstrato Lógico Mágico Vontade Firme Hesitante Débil

12 Indicadores, Aspectos e Estruturas Parametrização de tabelas A seguir, vamos entender um pouco mais da mecânica de relacionamento dos objetos gráficos com os conceitos grafológicos no Pulsar. Os indicadores, em número de 288, estão divididos em dois grupos de 144: um com polaridade positiva e outro com polaridade negativa; assim, temos a combinação indicador– polaridade. Por exemplo: compreensão–positiva; imprecisão–negativa. Os aspectos-perfis, que aqui chamaremos apenas de aspectos, em número de 183, são associados a seus indicadores–polaridades e cada combinação aspecto–indicador– polaridade recebe aqui a classificação dos vetores ponto forte, qualidade, propriedade, debilidade ou ponto fraco. Ao final, temos uma combinação aspecto–indicador–polaridade– vetor. Por exemplo: forma-filiforme–compreensão–positiva–qualidade. As estruturas-instâncias, que aqui chamaremos apenas de estruturas, em número de 39, estão associadas aos grupos anteriormente descritos. O grupo aspecto–indicador– polaridade–vetor é associado à uma estrutura, resultando na combinação aspecto– indicador–polaridade–vetor–estrutura. Por exemplo: forma-filiforme–compreensão–positiva– qualidade–sensibilidade-intuitiva. Abaixo, a associação de estruturas-instâncias aos aspectos- perfis, onde vemos também seus indicadores, vetores e suas polaridades:

13 Objetos gráficos e perfis imagens, classificações de perfis As imagens de escritas, assinaturas, gestos-tipo, letras, números e margens são associadas a um ou mais aspectos independentemente das classificações que estes possam ter. Por exemplo: uma escrita tem sua imagem classificada com forma cursiva, forma arredondada, pressão firme, continuidade rítmica e velocidade pausada. Essa associação da imagem com um determinado aspecto resultará, no final, na combinação imagem–aspecto, incluido ainda do grupo indicador–polaridade–vetor–estrutura. As imagens compreendem objetos gráficos que são modelos digitalizados em tamanho real, cada uma delas relacionadas a seus aspectos-perfis, totalizando classificações, assim divididos: ObjetosModelosPerfis Escritas Assinaturas Gestos-tipo72 Margens33 Letras maiúsculas (48 para cada caracter) Letras minúsculas (48 para cada caracter) Algarismos (24 para cada caracter)240960

14 Diagrama 3D O Diagrama 3D – 13 quadrantes e 161 coordenadas Cada uma das 161 células do Diagrama 3D está associada a um grupo combinado de aspecto–indicador–polaridade. Cada célula recebe uma designação, aqui intitulada de atributo; estes atributos muitas vezes coincidem com os indicadores, mas como são apenas 161 (o número das células), muitos deles se associam a mais de um indicador. Por exemplo: (a)o atributo constrangimento, na célula C11, está associado aos indicadores angústia, estreiteza e timidez; (b)o atributo temperança, na célula K7, está associado aos indicadores diplomacia e discrição.

15 Níveis de Análise 4 níveis de análise Os Níveis de Análise são: pessoal, psicológico, vocacional e um orientado para recursos humanos. Sua função é delimitar o alcance da análise e de seus resultados. Eles estão relacionados diretamente com as estruturas explicadas anteriormente. Por exemplo, se o nível de análise vocacional não estiver associado com o pensamento- mágico, todos os aspectos a ele relacionados serão aferidos estatisticamente, mas sua leitura estará inibida. Os níveis de análise, que aqui chamaremos apenas de nível, em número de 4, estão associados às estruturas de maneira independente das demais associações que estas possam ter. Ao final, quando da aferição estatística das freqüências de todos os elementos, a totalidade das associações resultará na múltipla combinação: imagem–aspecto–indicador– polaridade–vetor–estrutura–nivel.

16 Letras e perfis Tela de associação de uma letra a quatro aspectos-perfis:

17 Gestos-tipo e perfis Tela de associação de um gesto-tipo a um aspecto-perfil:

18 Assinaturas e perfis Tela de associação de uma assinatura a oito aspectos-perfis:

19 Escritas e perfis Tela de associação de uma escrita a dez aspectos-perfis:

20 Registro de Análise – Principal e Margens Esta é a tela principal do registro de uma análise de escrita. Aqui são informados o nome do analisado, o nível de análise, a empresa que trabalha, o grafólogo, o psicólogo e a reanálise. Aqui também são registradas as margens. A partir da comparação das margens da escrita, o grafólogo seleciona a mais semelhante, confirma suas qualidades morfológicas marcando na lista de aspectos e perfis, aqueles que mais se relacionam com a margem original. Abaixo, é possível visualizar os aspectos e perfis relativos às margens selecionadas.

21 Registro de Análise – Letras Esta é a tela do registro das letras. A partir da comparação das letras da escrita do analisado, o grafólogo seleciona a imagem mais semelhante e confirma suas qualidades morfológicas, marcando na lista de aspectos e perfis, aqueles que mais se relacionam com a letra original. Logo abaixo, é possível visualizar os aspectos e perfis relativos às letras selecionadas.

22 Registro de Análise – Escritas Esta é a tela do registro das escritas. A partir da comparação da escrita do analisado, o grafólogo seleciona a mais semelhante e confirma suas qualidades morfológicas, marcando na lista de aspectos e perfis, aqueles que mais se relacionam com a escrita original. Logo abaixo, é possível visualizar os aspectos e perfis relativos às escritas selecionadas.

23 Registro de Análise – Gestos-tipo Esta é a tela do registro dos gestos-tipo. A partir da comparação da escrita do analisado, o grafólogo seleciona o objeto mais semelhante com a imagem representada e confirma suas qualidades morfológicas, marcando na lista de aspectos e perfis, aqueles que mais se relacionam com os traços da escrita original. Logo abaixo, é possível visualizar os aspectos e perfis relativos aos gestos-tipo selecionados.

24 Registro de Análise – Assinaturas Esta é a tela do registro das assinaturas. A partir da comparação da assinatura do analisado, o grafólogo seleciona o objeto mais semelhante com a imagem representada e confirma suas qualidades morfológicas, marcando na lista de aspectos e perfis, aqueles que mais se relacionam com os traços da assinatura original. Logo abaixo, é possível visualizar os aspectos e perfis relativos às assinaturas selecionados.

25 Registro x Processo A diferença entre Registro e Processo, de forma bem resumida, é que enquanto o primeiro está na fase de registro e classificação de dados, o segundo já é resultado de todas essas informações calculadas estatisticamente. Na segunda etapa, a de processo, os números, as freqüências de indicadores, a concentração de estruturas e o diagrama já foram calculados. Esta operação é realizada pelo aplicativo satélite do Pulsar, denominado BackGraph.

26 Pesquisa processos de análise Todos os registros de análise validados migram para a rotina de processos. A tela de pesquisa dos registros de análise apresenta três opções de acesso: (a)processos internos estatísticos, (b) processos internos diagrama e (c) processos externos. Os critérios de seleção podem ser vistos na parte inferior do formulário.

27 Processo Estatístico - Assinaturas Esta é a tela do processo de assinaturas. Note a imagem da assinatura selecionada na primeira etapa e abaixo à direita, os indicadores e as estruturas, resultado das classificações dos aspectos e perfis.

28 Processo Estatístico - Letras Esta é a tela do processo das letras e números. Note a imagem da letra selecionada na primeira etapa e abaixo à direita, os indicadores e as estruturas, resultado das classificações dos aspectos e perfis.

29 Processo Estatístico - consolidado Esta é a tela do processo que resume o cálculo estatístico de todos os objetos selecionados na primeira etapa. Algumas informações e procedimentos, visíveis na parte inferior direita, são um tanto complexas para explicá-las em poucas linhas, mas podemos dizer que elas podem interferir de forma significativa no resultado do Diagrama 3D.

30 Diagrama 3D Esta é a tela do processo que apresenta o Diagrama 3D. O diagrama é o resultado direto de todos os cálculos estatísticos de um processo de análise. Dividido em 13 quadrantes e 161 coordenadas, posicionadas em células, que podem variar de 1 a 5 gradações de cores. O Diagrama 3D é uma versão digital do Círculo Grafopsicanalítico, que traduz de forma gráfica o Simbolismo do Espaço. Aqui também é detalhado o laudo final da análise (histórico).

31 O Cliente Esta é a tela do cadastro do analisado ou, para muitos grafólogos, do seu cliente. Neste formulário, na parte do histórico, você pode anotar qualquer informação, inclusive agendar uma reanálise. O cadastro de endereços relaciona o CEP de todo território nacional e é possível registrar mais de um endereço. Outras informações também podem ser registradas: atividade principal, empresa onde trabalha, estado civil, sexo e data de nascimento.

32 O Usuário Esta é a tela do registro do Usuário e abaixo à direita, o formulário do perfil. Este último é uma lista de opções para permissão ou restrição de acesso. Para alguns usuários, o acesso a processos poderá ser restringido, assim como para outros, o acesso às tabelas de manutenção será liberado ou vedado. FIM - Nilton Vanin - (0xx13)


Carregar ppt "Pulsar - Grafologia Científica Projeto Scigraph Múltiplos Usuários Múltiplos idiomas Tela inicial."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google